zzzzzzzz

 

Livros e Documentos Esotéricos
Outros
Dicionário de Mantras

A

A
EL PODER DE LOS MANTRANS
Você pode recordar suas vidas passadas se desperta os CHACRAS pulmonares. Tanto no pulmão direito como no esquerdo há centros magnéticos. Os dois CHACRAS pulmonares são maravilhosos e despertando esses CHACRAS poderá, você meu irmão, recordar com exatidão suas reencarnações. A vogal “A” faz vibrar os CHACRAS pulmonares; se vocaliza assim:
AAAAAAAAAAAAAAAAAA.....Compreendido? Se você quer adicionar a “N”, melhor, porque dá a vogal um som acampanado. Neste caso se vocaliza assim: AAAAAAAAAAAAANNNNNNNNNNNNNNNN....

MANUAL DE MAGIA PRÁTICA. CAP.3
109. Os CHACRAS pulmonares nos permitem recordar nossas vidas passadas. Esses CHACRAS se desenvolvem com a vogal “A”,
110. AAAAAAAAAAAAAAAAAA............


ABRACADABRA
NOCIONES FUNDAMENTALES DE ENDOCRINOLOGIA Y CRIMINOLOGIA
A glândula Timo regula o vitalismo da criança. Os Astrólogos dizem que esta glândula está influenciada pela LUA. Os Sábios Gnósticos querem conservar a glândula Timo e não deixá-la entrar em decrepitude. Quando esta glândula está ativa, o organismo não envelhece. Os Sábios Médicos da antiguidade diziam que a vogal “A”, quando é pronunciada sabiamente, tem o poder de fazer vibrar a glândula TIMO. Os Velhos Médicos da antiguidade utilizavam aquele sábio mantram tão vulgarizado pelas pessoas, chamado ABRACADABRA, é dito que é para se conservar a Glândula Timo durante toda a vida. Eles pronunciavam nos templos pagãos por quarenta e nove vezes essa palavra, da seguinte forma:
ABRACADABRA
ABRACADABR
ABRACADAB
ABRACADA
ABRACAD
ABRACA
ABRAC
ABRA
ABR
AB
A

É dito que prolongavam o som da vogal “A”


ABRAXAS
APUNTES SECRETOS DE UM GURU
Invoquemos o Fogo! Adoremos o Fogo! De NUS, exclamando: “ABRAXAS, ABRAXAS, ABRAXAS”, e não esqueçamos que no fogo de “NUS” está nossa redenção.


ABRETE SESAMO
EJERCISIOS DE LAMASERIA
...Durante essas voltas que está dando, deve concentrar-se em sua Divina Mãe Kundalini, pedir-lhe que chame o Espírito Santo, rogando-lhe que o cure, suplicando-lhe ao Logo que o sane; ademais há que abrir este órgão enfermo dizendo-lhe: ABRATE SESAMO, ABRETE SESAMO, ABRETE SESAMO, é um Mantram que figura nas mil e uma noites, porém as pessoas crêem que é ao fim e ao cabo, um conto muito agradável e não prestam nenhuma atenção a este Mantram, porém é um Mantram verdadeiro, ABRETE SESAMO, ordena-se a esse órgão para que entre em você a força curativa vital, então penetra a força do Espírito Santo dentro do órgão e é claro que se sana, se cura com a força do Terceiro Logos, porém há que fazê-lo com muitíssima fé e fé e fé.
...Estes exercícios também servem para despertar os chacras como já os disse, o Arhat Gnóstico pode internar-se no caminho do despertar da consciência, antes de tudo devemos ir a parte pratica, já conheces a dança dos dervixes, o Viparita Karani Mudra e outras posições; Recorde que há que abrir o órgão enfermo com a imaginação ordenando-lhe imperiosamente. ABRETE SESAMO, ABRETE SESAMO, ABRETE SESAMO.

CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
“A porta do santuário estava fechada por uma grande pedra que impedia o passe aos profanos. Não se detenha coração ante as coisas do mistério. “ABRETE SESAMO”..., foi minha exclamação e a pedra se abriu para que eu entrasse.”

LAS TRES MONTAÑAS
Quando me achei encerrado dentro de um dos simbólicos Estábulos de Augia, encontrei-o completamente limpo e sem animais de nenhuma espécie. Então compreendi... Quis sair, porém a porta estava hermeticamente fechada. “ABRETE SESAMO”, gritei com todas minhas forças... Nesses instantes as portas se abriram como por encanto e então penetrei em um Segundo Estábulo. Achei-o tão limpo quanto o primeiro... “ABRETE SESAMO”, gritei outra vez, e quando se abriram as portas penetrei em um Terceiro Estábulo. Ostensivelmente este também estava limpo e belo... “ABRETE SESAMO”, gritei pela quarta vez, e quando se abriu a Quarta Porta transpassei o Umbral de uma brilhante Mansão Solar...


A KUMO
ROSA IGNEA. CAP.15
52. O Mantram dos elementais das laranjas é: A KUMO


ACHAXUCANAC. ACHXURAXAN. ACHGNOYA. XIRAXI. IGUAYA. HIRAJI
CURSO ESOTÉRICO DE MAGIA RÚNICA
Vocês dignos! (aqueles que chegaram ao nascimento segundo, dissolveram o Ego e se sacrificaram pela humanidade). Escutem-me por favor! Sobre a rocha viva, lá pela praia, trace com uma vara a Runa Hagal. Chame agora o barco do Sagrado Cisne, assim podereis embarcá-lo para as Ilhas Misteriosas da Quarta Dimensão. Depois de traçado o santo símbolo, a maravilhosa Runa, cante os seguintes mantrans:
ACHAXUCANAC. ACHXURAXAN. ACHGNOYA. XIRAXI. IGUAYA. HIRAJI
Olhe fixamente a Santa Runa Hagal e com o coração cheio de FE suplique, peça a Apia Romana, a Urwala Nórdica, a Edda Escandinava, a Sibila Primitiva da Terra, vossa Divina Mãe Kundalini, que os envie o singular barco, os Silfos que a movem. Ah! Ditosos serão vocês quando vos embarcarem na misteriosa nave do Sagrado Cisne, rumo às Ilhas Misteriosas do Éden.


ADACRIPTO
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP.13
Por outra parte, todos aqueles que recorram ao Quarto Sendero (o Mundo da Mente), devem estar próximos da <<Palavra de Passe>>, que os permitirá entrar nos Templos do Plano Mental. Esta palavra é: ADACRIPTO.


ADAM-TE-DEGERAM-AMRTET-ALGAR-ALGAS-TINAH
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Os Espelhos Mágicos são muito úteis na Magia Prática. Escreva sobre o Espelho Mágico as seguintes palavras Mântricas: “ADAM-TE-DEGERAM-AMRTET-ALGAR-ALGAS-TINAH”. Magnetize sempre o Espelho e use-o na Magia para ver clarividentemente o que necessite.


AE GAE
REVOLUCIÓN DE BEL
Israel Rojas não é mais um egoísta explorador dos ensinamentos ocultos. Quando dito senhor ensinou publicamente o mantram da cadeia de curação AE GAE? Que se pronuncia guturalmente assim: AE-GAE. Um milhão de juramentos exige a seus discípulos para entregar-lhes o mantram AE-GAE. Isso não é espiritualismo, nem é nada, isso é egoísmo e exploração vil. O mantram AE-GAE e o mantram PANCLARA, que se pronuncia assim: PANCLA-RA, servem para curar-nos e curar os demais.


AE GAE GUF PANCLARA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
De joelhos frente ao enfermo pronuncie esses mantrans de curação: AE GAE GUF PANCLARA.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
O médico imaginará o paciente nadando em um mar de cor azul e pronunciará os seguintes mantrans ou palavras mágicas: “AE GAE GUF PAN CLARA AUM TAT SAT PAN TAN PAZ...”.
AE GAE, se pronuncia guturalmente, unindo a vogal A com a E em um só som com a garganta. O monossílabo AUM se pronuncia AOM. Se abre bem a boca com a “A”, se arredonda com a “O” e se fecha com a “M”, assim:
AAAAAAAAAOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMM...


AFIRAS
ROSA IGNEA.CAP.15
341. O departamento elemental da figueira pertence às forças sexuais
342. O mantram dos elementais das figueiras é: AFIRAS


AIBU
APUNTES SECRETOS DE UM GURU
AIBU (palavra de saudação). AEODON (aflição). MASLEIM (dever). SHU SHA SHU (indecoroso, imodesto, etc.). PITRES (canhões ou vértebras da coluna dorsal). VENARLO (venerá-lo). PRESM (superior). REIDISTINTINA (reinstitui). EQUIDENCIAS (prejuízos).

EL AMOR
Naqueles tempos tinha que se dizer “bom dia”, não diríamos como hoje na linguagem espanhol ou inglês “good morning”, ou simplesmente “morning”, ou em francês “bonjour monsieur”, senão que assentia suavemente “AIBU”, o outro contestava colocando suas mãos sobre o coração “AIBU” que é o mesmo.


ALOAH VA DAATH
DOCTRINA SECRETA DE ANAHUAC.CAP.X
Bem sabem os Kabalistas Hebraicos Rabínicos que o Mantram do Mundo Causal, foi, é e será sempre: “ALOAH VA DAATH”
Meditar nas palavras equivale a golpear nas portas maravilhosas do Grande Templo.


ALUMINO
ROSA IGNEA.CAP.16.5
Os vapores do incenso têm poder de fazer vir os Mestres e os anjos do mundo invisível.
O incenso prepara o ambiente para os Rituais Gnósticos.
O incenso é um grande veículo para as ondas espirituais de devoção pura e ajuda o recolhimento místico porque serve de instrumento devocional.
Nos antigos templos de mistérios, envolvia-se os enfermos com os vapores do incenso para medicá-los.
As criaturas da água concorrem alegremente quando lançamos um pouco de incenso em um recipiente com água.
O incenso deve ser empregado quando se vai firmar um pacto amistoso. Os magos astecas, quando firmavam seus pactos com os espanhóis, fumavam tabaco.
Faziam isso com o objetivo de preparar a atmosfera para firmar os pactos e falar amistosamente.
Porém, nós recomendamos o incenso para tais fins porque o tabaco tem o inconveniente de se converter em um vício sujo e aborrecível.
O incenso deve ser usado nas reuniões de compromisso matrimonial.
A devoção e a veneração abrem a porta dos mundos superiores aos devotos do sendeiro.
Quando entramos no templo elemental dos olíbanos, vemos ali cada uma das crianças elementais dessas árvores brincando felizes no templo do incenso...
Esses elementais usam túnica amarela e o mantra deles é ALUMINO.
Podemos invocar a esses elementais com seu mantra a fim de que preparem a atmosfera do incenso...


AN
MAGIA CRISTICA ASTECA. MONOGRAFIA.Nº7.
Durante sete dias pelo menos e não menos de trinta minutos cada vez, deitado em seu leito, antes de adormecer-se, sinta que o fogo sagrado do Espírito Santo penetra em seu corpo pelo chakra pineal e que, em seu descenso, põe em movimento seus chakras pituitário, laríngeo, cardíaco e solar, e segue baixando até seu chakra prostático e o faz girar, da esquerda para direita, resplandecendo como belo loto de fogo em movimento.
Todas as manhãs, depois de seu asseio matinal, pare com o rosto em direção a Leste como o havemos recomendado no capítulo anterior (frente ao oriente imagine que o Sol é uma rosa de fogo de uma enorme cruz dourada que está no céu e de lá saem miríadas de raios de luz que penetram em seu corpo pelo plexo solar) e vocalize os mantrans INRI e PANDER até que se familiarize com eles; assim mesmo vocalize todas as manhãs, bem cedo, uma das sílabas que havemos dado em capítulos anteriores. Como exercício de este capítulo vocalize a sílaba AN assim:
AAAAAAAAAAANNNNNNNNNN...


ANDUDU, URURU, KUYO
APUNTES SECRETOS DE UM GURU
Todo este Grande Verbo da Luz é uma linguagem sublime. Vejamos algumas outras palavras do grande verbo de ouro: “ANDUDU, URURU, KUYO”.
Essas três palavras pronunciavam-nas os profetas em meditação profunda, e então contemplam estáticos o por vir:
JA: a canha, ou a sagrada canha (ou canhão) de nossa coluna espinhal.
PA: Árvore leitosa Argentina; simboliza o sangue redentor.
BRAHAME: “Adão-Eva”. Masculino-Feminino, causa de todo o existente.


ANTIA DA UNA ZASTAZA
EL PODER DE LOS MANTRAMS
Se estão em corpo ASTRAL e querem invocar um anjo, por exemplo o anjo ANAEL (o anjo do Amor). Invoquem-no, porém há que invocá-lo assim:
AAAAAAAAAAANNNNNNNNNNNTIIIIIIIIIIIAAAAAAAAAAAAA....
DDAAAAAAUNASASTAAAAAAAAAAASSSSSSSAAAAAAAAAA...
ANAEL, ANAEL, ANAEL,
VENHA-TE AQUI! VENHA-TE AQUI! VENHA-TE AQUI!
POR CRISTO! POR CRISTO! POR CRISTO!
Podem estar seguros que ANAEL concorrerá a seu chamado. ANAEL é uma preciosa criança, com Ele podem conversar o que quiserem, com Ele podem aprender muitas coisas. Ele sabe sentir, e sabe curar, ele se relaciona com todos aqueles assuntos de amor. ANAEL é muito sábio.
Se quiserem invocar qualquer anjo planetário utilizem sempre a mesma chave que escutaram, porém, antes de tudo, ubicado irmão ou irmã: isto é, o que me escuta, que devem aprender a sair em corpo ASTRAL.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Realmente, esses mantrans são bons, porém existem uns mantrans mais simples e eficazes, e ainda mais curtos para invocar os Mestres; esses mantrans são os seguintes:
“ANTIA DA UNA ZASTAZA”
Esses mantrans devem se pronunciar cantando-os, e depois de articulá-los se pronuncia por três vezes o nome do Mestre que queira invocar. Os enfermos poderão chamar ao Mestre HIPÓCRATES, pai da medicina, ou a GALENO, ou a PARACELSO, ou a HERMES TRISMEGISTO, etc...


ARIO
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
O mantram ARIO prepara os Gnósticos para o advento do Fogo Sagrado. Cantem todas as manhãs este Mantram em três silabas: A......RI.....O..... Alargue o som de cada letra. É aconselhável dez minutos diários com esta prática.


ARRONSA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
“ARRONSA” é o nome do extrato anímico do corpo etérico. ARRONSA é o mantram que o novo Mestre deverá vocalizar para despertar e fazer subir seu Kundalini pela coluna espinhal do corpo etérico.
“ARRONSA” só podem pronunciar os Mestres, porém eu o escrevi neste livro para que que sirva de guia aos novos Mestres que vão nascendo com meus ensinamentos.


ATHAL BATHEL NOTHE....
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Para fazer-se invisível em caso de perigo:
Tenha fé e pronuncie as seguintes palavras mágicas:
ATHAL, BATHEL, NOTHE, JHORAM, ASEY, CLEYUHGIT, GABELLIN, SAMENEY, MENCHENO, BAL, LABENENTEM, NERO, MECLAP, HALATEROY, PALCIM, TINGIMIEL, PLEGAS, PENEME, FRUORA, HEAM, HÁ, ARARNA, AVORA, AYLA, SEYE, PEREMIES, SENEY, LEVESSO, HAY, BARULACHU, ACUTH, TURAL, BUCHARD, CARATIM, PERMISERICORDIAM, ABIBIT ERGO MORTALE, PERFICIAT QUA HOC OPUS, UT INVISIBILITIER, IRE POSSIM. AMEN.

DOCTRINA SECRETA DE ANAHUAC.CAP.XV
Os sábios Medievais tinham uma fórmula encantatória maravilhosa, mediante a qual se faziam invisíveis...
Basta, segundo os Ritos e Invocações ao uso, saber usar Magicamente a seguinte fórmula Litúrgica:
“ATHAL, BATHEL, NOTHE, JHORAM, ASEY, CLEYUHGIT, GABELLIN, SAMENEY, MENCHENO, BAL, LABENENTEM, NERO, MECLAP, HALATEROY, PALCIM, TINGIMIEL, PLEGAS, PENEME, FRUORA, HEAM, HÁ, ARARNA, AVORA, AYLA, SEYE, PEREMIES, SENEY, LEVESSO, HAY, BARULACHU, ACUTH, TURAL, BUCHARD, CARATIM, PERMISERICORDIAM, ABIBIT ERGO MORTALE, PERFICIAT QUA HOC OPUS, UT INVISIBILITIER, IRE POSSIM. AMEN”.
Essa classe de Fórmulas Mágicas tem por embasamento de aço, a FÉ real, o inquebrantável...
É obvio que tal FÉ há que fabricá-la mediante o estudo analítico de fundo e experiência mística direta...


AUIM AUEM AUOM AUUM AUAM
MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION XI
39. O Mantram AUM, serve para abrir os CHACRAS do Grande Simpático.
40. AUIM, para o plexo cavernoso da pituitária, centro da Clarividência.
41. AUEM, para o plexo da glândula tireóide, centro do ouvido oculto.
42. AUOM, para o coração, centro da intuição.
43. AUUM, para o plexo solar, região do epigástrico, centro telepático.
44. AUAM, para os CHACRAS pulmonares, que nos permitem recordar de nossas vidas passadas.
45. O AUM é prostático, e nos permite despertar nossos poderes tatwicos. Abre-se a boca com a vogal “A”, se arredonda com a vogal “U”, e se fecha com a “M”. O mesmo sistema será para as silabas AUIM, AUEM, AUOM, AUUM, AUAM.


AUM
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Todo isso se sintetiza no mantram “AUM”. Cuja verdadeira pronúncia é “AOM”. A vogal “A” é o ÍNTIMO. A “O” é a consciência do ÍNTIMO. E a “M” é a mente do ÍNTIMO. Aquele que medita internamente neste mantram chegará a despertar a consciência.
KAOS se decompõem em KAOM. E KAOM se expressa como AOM. Porém no principio tudo saiu do KAOS.
A chave do <<PRANAVA>> ou ciência dos mantrans, se acha na consciência. As ondas da consciência nutrem a mente. Há que sentir os <<MANTRANS>>, pois todo seu poder reside nas funções superlativas da consciência. A mente é tão somente um instrumento da consciência, e por isso, antes de vocalizar os mantrans, devemos vivê-los na consciência mística.
IN, EN, ON, UM, AN se vocalizará uma hora, assim:
Iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
Ooooooooooooooooooooo
Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
As cinco vogais I, E, O, U, A fazem vibrar os chacras, discos ou rodas magnéticas de nosso corpo Astral, transmutando com eles os Tatwas em hormônios, pois cada chacra é regulador de nossas glândulas endócrinas. Essas são para o organismo humano verdadeiros laboratórios biogenéticos, cuja missão é transmutar os tatwas em hormônios.
As ondas da consciência reúnem os pensamentos afins e harmoniosos para fortalecê-los. Tudo existe por AOM, tudo vive por AOM, tudo vem a existência por AOM, porém no principio só existia o KAOS divino.
A vogal “A” é a matéria prima da grande obra, é o tatwa de tudo que vêm a existência. A vogal “O” é a consciência mística ou as consciências místicas. E a vogal “M” (a M também é vogal) é a incessante transformação e existência que os Deuses criam com a mente.
Concretizamos para uma maior compreensão: a Terra em estado nebuloso foi “A”; em seus processos de gestação ou formação, dirigida pela consciência cósmica, foi “O”; povoada de toda classe de seres viventes, foi “M”.
O gérmen embrionário nos primeiros dias dentro do claustro materno, é “A”. o feto em gestação é “O”. A criança bem-vinda a existência, é “M”. “AOM”, vive o animal, “AOM”, vive o homem.
AUM, se pronuncia esotericamente AOM, e neste mantram se encerra o poder de todos os tatwas. O numero kabalistico de AOM é 666, e não o 10 como ensinam o mago negro Cherenzi.
Para que “AOM” possa expressar-se plenamente em nós, temos que preparar todos nossos sete veículos. “AOM”, tem as sete notas da escala musical, que corresponde aos sete planos cósmicos e a nossos sete corpos.as sete palavras do calvário, nos dão poder sobre os sete planos cósmicos. Para que a consciência mística possa expressar-se através de nós como intuição, temos que preparar nossos sete corpos por meio da magia sexual.
Temos que realizar a “ATMA-BUDHI” em nossos sete corpos. Temos que despertar o Kundalini; realizar a AOM e a KAOM. E por ultimo, realizar-nos no KAOS.
Antes de realizar o mantram “AOM”, temos que viver o mantram I.A.O. O Kundalini é I.A.O. A fórmula para despertar o Kundalini reside exclusivamente no ato sexual. “Introduzir o membro viril na vagina e retirá-lo sem derramar o sêmem”. É nossa axiomática prescrição aos estudantes Gnósticos. Durante esses transes se vocalizará o mantram I.A.O. e se meditará no fogo e no ÍNTIMO.
O AOM se pronuncia abrindo bem a boca com a “AAAAA.....”, arredondando com a “OOOOO....” e fechando-a com a “MMMMMM...”.

CURSO ZODIACAL
Sente-se o discípulo em uma cômoda poltrona e durante cinco minutos permanecerá sem pensar em nada. Logo ore ao Íntimo assim:
“Pai meu, Tu que és meu verdadeiro Ser, suplico-te que te transportes a Estrela Principal da Constelação de Áries, para que me tragas a esta humilde casa o Gênio Principal desta Constelação, a fim de que cure meu cérebro e desperte todos os poderes ocultos de minha cabeça”.
Logo o discípulo com as mãos entrelaçadas sobre o coração, fará uma pequena reverência saudando ao Guardião da Coluna direita, inspirando fundo, como um suspiro, e em seguida pronuncia a palavra de passe: JACHIN. Em seguida, fará idêntica saudação ao Guardião da esquerda, e pronunciará a palavra: BOAZ. Depois orará novamente a seu Íntimo, assim: “Pai meu, dê agora os 7 (sete) passos sagrados até dentro, até o interior do templo, e prostra-te aos pés do Gênio Principal de Áries, rogando-lhe que venha despertar os Poderes de meu cérebro, e inundar de Luz minha cabeça”.
Logo, o discípulo pronunciará o mantram AOM. Este mantram se pronuncia abrindo bem a boca com a vogal “A”, arredondando com a “O” e fechando-a com a “M”, assim:
AAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMM.....
Este mantram se pronuncia 4 (quatro) vezes com a intenção de que a luz inunde nosso cérebro. A continuação o discípulo se colocará de pé; estenderá sua mão direita à frente, e moverá a cabeça 7 (sete) vezes para frente, e 7 para trás; 7 dando voltar pelo lado direito e 7 dando voltas pelo lado esquerdo, com a intenção de que a luz inunde e atue dentro de todas as glândulas do cérebro.
A Glândula Pineal está influenciada por Marte, e a Glândula Pituitária por Vênus. A Glândula Pituitária produz o sono, e a Pineal no incita à luta; e desta maneira, enquanto Vênus quer dormir, Marte quer seguir lutando.

CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Realmente Ishvara (o Mestre Supremo) é um Purusha muito especial, isento de sofrimentos, de ações, de seus resultados e desejos.
Imagine o Espírito Universal de Vida como um oceano sem praias, sem margens; pense por um momento em alguma onda que surge para perder-se novamente entre o liquido elemento, tal onda diamantina seria então Ishvara.
Brahman o oceano do Espírito se manifesta como Ishvara, o Mestre dos Mestres, o Governador do Universo.
Nele se faz infinita esta onisciência que nos outros existe somente no gérmen.
Ele é o Mestre, incluindo para os antigos Mestres, não estando limitado, jamais, pelo tempo; a palavra que o manifesta é AUM.

MISTERIO DEL AUREO FLORECER. CAP.4
Chamei a certo Grande Mestre dizendo: “VEM! VEM! VEM! Profeta de RA...HOOR...KHU. VEM ATÉ MIM! QUEIRA CUMPRI-LA! QUEIRA CUMPRI-LA! QUEIRA CUMPRI-LA! AUM....AUM... AUM” (entoando esta ultima palavra como é devido, abrindo a boca com o A, arredondando-a em U, e fechando-a com o M).

CURSO ZODIACAL
Sente-se o discípulo em uma cômoda poltrona. Feche seus olhos, afaste de sua mente todo pensamento, adormeça um pouco, e logo enfoque sua Mente, para dentro, para o Íntimo, orando assim:
ORAÇÃO
“Pai meu, transporta-te agora a Estrela Principal de Touro, entre pelas portas do Templo Coração fazendo as saudações que tu já sabes, e rogue ao Gênio Sideral dessa Estrela e aseus Anjos que se dignem vir até mim, para que me “preparem” e curem minha laringe.”
Logo, adormecido o discípulo, imagine ver a Luz acumulada em sua cabeça descendendo agora para a garganta, ao tempo que pronuncia a palavra AOM. Com a vogal “A” imagina a Luz descender da cabeça até a garganta; com a vogal “O”, imagine a Luz inundando a garganta; e com a vogal “M” exalará o discípulo o alento como se estivesse expirando as escorias que residem na garganta. Este mantram se pronuncia 4 (quatro) vezes.
Há que se advertir a meus discípulos, que as saudações são tal como as descrevi quando falei de Vênus, junto com as palavras de passe “JACHIN” e “BOAZ”, se aplicam a TODAS as Estrelas do Céu.
Assim, pois, os Gênios da Constelação de Touro virão pessoalmente despertar os poderes da Laringe, e se o discípulo tem alguma enfermidade “laríngea” pode solicitar a esses Gênios de Touro, para ser curado e eles o curarão. Também poderá o discípulo aproveitar esses poderes para curar a outros.

MATRIMONIO PERFECTO DE KINDER
O Mantram AUM, se chega a pronunciar como é devido, pode produzir uma catástrofe. E foi provado que uma palavra suave apazigua a ira.
Todo homem tem uma nota chave que o caracteriza, e essa nota chave é do raio a que ele pertence. Essa nota chave vive ressoando em todo nosso organismo e se o Chela quer sair em corpo Astral, com facilidade, basta-lhe escutar o silencia da noite, essa nota chave que parece sair dentro das cavidades do cerebelo e logo fazê-la ressoar mais fortemente com a vontade, e então quando já o som invada todo seu cerebelo, ficará parado suavemente ao lado da cama, e ao tentar caminhar, notará que pesa menos e é que se levantou em astral, e seu corpo ficou em seu leito. Claro que o instante que se deve aproveitar para esse experimento é o estado de transição entre vigília e o sono, esse é o instante maravilhoso para sair em corpo Astral.
Se um musico tocando um instrumento tocasse a nota chave que o caracteriza e prolongasse seu som chave, cairia instantaneamente morto.
As sete vogais: I E O U A M S vivem ressoando em toda natureza.
A vogal M e a vogal S têm grande importância no Mantram AUM e no Mantram ISIS.
O grande Mantram AUM se pronuncia assim:
AAAAAAA....UUUUUUUUU.....MMMMMMMMM.... e o mantram ISIS que se utiliza para desarrolhar a clarividência, se pronuncia assim:
IIIIII.....SSSSSSS.....IIIIIIIIIII......SSSSSSSSS......


AUM A RA BAT SA MA DHI DHI DHI
LITURGIA GNOSTICA


AUM TAT SAT TAN PAM PAZ
LITURGIA GNOSTICA
CONCLUSIONES DEL MANUAL LITURGICO
22°. O mantram AUM-TAT-SAT-TAN-PAM-PAZ, deve-se pronunciar assim:
AAAAAAUUUUUUMMMMM-TAT-SAT-TAAAAAAAAANNNNNNN-PAAAAAAAAAANNNNNNN-PPAAAAAAAAAZZZZZZZ tomando toda a respiração em cada silaba alargada.


AUM CHIVATUN E
MAGIA PRACTICA. GIMEL. LA EMPERATRIZ
41. Existem alguns mantrans muito poderosos para despertar o ouvido mágico
42. Esses mantrans são:
AUM CHIVATUM EEEEEEE.....
43. AUM se pronuncia abrindo bem a boca com a vogal “A”, arredondando-a com a “U”, e fechando-a com a “M”.
44. As demais silabas se pronunciam alargando o som sobre cada vogal.

MISTERIOS MAYORES. CAP.13
Também vocalizava o Mestre o grande mantram AUM, que se vocaliza esotericamente AOM: abre-se bem a boca com a vogal “A”, arredonda-se com a “O” e fecha-se com a “M”. Tudo se engendra com a “A”, se gesta com a “O” e se nasce com a “M”. Quem queira nascer tem que entrar no ventre de uma mulher para ter direito a nascer. A cada letra de AOM deve-se alargá-la de forma sustentada.

EL PODER DE LOS MANTRANS
Saiba que a clariaudiência é a faculdade que nos permite a escutar o ultra, ouvir no ultra.
O homem que desenvolve a clariaudiência pode escutar as vozes dos desencarnados, as vozes dos Anjos, dos Tronos, dos Querubins, dos Serafins, etc, etc.
Esta maravilhosa faculdade está situada exatamente sobre a glândula tireóides. A glândula tireóide está na laringe, é uma glândula muito importante o iodo biológico. Nesta glândula há um CHACRA maravilhoso, um CHACRA que ao ser despertado nos confere o poder de ouvir o ultra. Os mantrans para o despertar da clariaudiência são muitos; vou a ensinar-lhes alguns.
Em todo caso comecemos pela “E”, é o fundamento de todos os mantrans relacionados com a clariaudiência e a letra “E” se vocaliza assim:
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE......
Esta é a letra fundamental para a clariaudiência. Agora vou a ensinar-lhes alguns mantrans para o desenvolvimento dessa faculdade.
Comecemos com o seguinte:
AUM CHIVATUN E
Este mantram se vocaliza assim:
AAAAAAAUUUUUUUMMMMMMMM....
CHIIIIIIIIIIIIVAAAAAAA...........
TUUUUUUUUNNNNNNNNN.....
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE......
Este mantram é maravilhoso, sua vibração é formidável. Com esses mantram lograrão o desenvolvimento da clariaudiência.
Logrem a clariaudiência meus caros irmãos. É necessário que aprendam a ouvir, repito, nos mundos superiores. Sejam constantes e vocalizem sempre os mantrans até lograr o desenvolvimento de vossas faculdades superlativas transcendentes..
Outra maneira também bastante importante para o desenvolvimento da clariaudiência tem sido sempre o mantram e a meditação sabiamente combinados com a oração e a entonação das duas letras “E” e “N”, assim:
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEENNNNNNNNNNNNNNNNNNN.....
Se vocalizarem combinando a meditação com a oração obterão o desenvolvimento de vossas faculdades em muito pouco tempo.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. IX
Há outro mantram que auxilia a adquirir clariaudiência.
AUM CHIVA TUN E
O AUM se vocaliza assim: abra-se bem a boca para pronuncia o “A”, arredonda-se para o “O” e fecha-se para o “M”.
E prolongue cada som da vogal.
O mantram CHI, vocalize sustentando largamente o som do “I”
O mantram VA, prolongando a vogal “A”
O mantram TUN, com força, de maneira que a letra “T” golpeie a “U”.
E esta U, se prolongará bastante, e com a N, se dará uma ressonância acampanada.
Por último, a E, sozinha, se alargará o mais que se pode, assim: EEEEEEEEEEEE.....
O AUM, a vogal “A” sobre o tom; e descende o tom em “UM”
E o resto dos mantrans, em tom mais baixo que “UM”.


B

B
MAGIA PRACTICA. GIMEL, LA EMPERATRIZ
CHACRA ESPLENICO
114. O que desenvolve o CHACRA do Baço, adquire o poder de mandar a criaturas da água.
115. O CHACRA esplênico recolhe, durante a noite, as energias que o Sol deixou durante o dia.
116. Com estas energias o CHACRA esplênico transmuta os glóbulos brancos em glóbulos vermelhos.
117. O CHACRA esplênico é o centro do corpo etérico. Por ali entra a vida do Sol em nosso organismo.
118. A letra “B” pertence a este CHACRA
119. Este CHACRA tem 6 pétalas ou ondulações


BAR
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Combine inteligentemente os exercícios de BAR com os da Runa TYR ou TIR.
Coloquem os braços para o alto e baixem as mãos a semelhança de conchas, cantando os mantrans TIR, BAR, assim: TIIIIIIIIIIIIIIRRRRRRRRR. BAAAAAAAAARRRRRRR
Objetivo desta prática:
1. Mesclar sabiamente dentro de nosso Universo Interior as Forças Mágicas das duas Runas
2. Despertar consciência
3. Acumular intimamente Átomos Crísticos de altíssima voltagem


BELILIN BELILIN BELILIN
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. X
Aqueles que estão na senda, sói serem atacados pelos tenebrosos quando se entregam ao repouso do sono. Nos mundos internos existem templos de magia negra. E, desde logo seus afiliados tenebrosos enviam certas magas negras, belíssimas e sedutoras, até o estudante com o único propósito de fazê-lo cair sexualmente.
E eles e elas sabem que se o estudante derrama o liquido seminal, o Kundalini descende... E o estudante débil e incauto, perde seu poder.
CANTO MÂNTRICO:
Então, é necessário que o estudante aprenda a defender-se desses ataques noturnos. Para efeito, o Anjo AROCH nos revelou um canto mântrico para defesa pessoal contra os tenebrosos. Esse canto se entoa antes de dormir:
BELILIN...BELILIN...BELILIN
ANFORA DE SALVAÇÃO
QUISERA ESTAR JUNTO A TI
O MATERIALISMO NÃO TEM FORÇA JUNTO A MIM
BELILIN...BELILIN...BELILIN...
Esses mantrans devem ser cantados colocando todo nosso amor e sentimento. Assim nos defenderemos dos tenebrosos. Recorde que no amanhecer da vida, os Pais dos Deuses ensinaram-lhes, aos construtores do universo, as leis cósmicas, cantando deliciosamente. Há que se cantar esses mantrans com toda a alma.
Há que cantá-los com profundo sentimento. Assim nos defenderemos dos tenebrosos. Quando o ser humano se habitua a praticar diariamente a magia sexual, é impossível que os tenebrosos, possam descarregar sua valiosa reserva seminal. Não somente isso, senão que terminam em poluções noturnos, se as houve.


BHUR
MISTERIOS MAYAS
EFESO: ou CHACRA MULADHARA, situado exatamente na base da coluna espinhal, na mesma raiz de nossos órgãos genitais, entre o ânus e os órgãos genitais. Desperta este centro quando o homem e a mulher se unem sem ejaculação do sêmem, isto é com a pratica da magia sexual. Este CHACRA é fundamental, pois nutre com sua energia a outros centros. O kundalini se acha encerrado neste centro. Daqui emanam 4 nadis semelhantes às pétalas de loto. Os 7 planos de consciência cósmica se acham debaixo deste centro magnético, ou igreja de ÉFESO. O mantram desde CHACRA é: BHUR

LOS MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION V
21. KUNDALINI está encerrado entre o CHACRA MULADHARA. Deste CHACRA emanam quatro Nadis semelhantes às pétalas de Loto.
22. Os sete planos de consciência cósmica, estão debaixo desta Igreja de Éfeso
23. O mantram deste CHACRA é: BHUR


BHUVAR
MISTERIOS MAYAS
ESMIRNA: CHACRA SWADISHTANA, conforme o yogui vai despertando sua consciência superlativa, vai adquirindo múltiplos poderes, SIDDHIS.
Nos mundos internos a palavra tempo é sinônimo de GRAUS esotéricos de consciência. Este CHACRA é a morada do Tatwa Apas.
O gênio elemental da água, VARUNA, se relaciona com ele, resplandece com o fogo do KUNDALINI.
Tem seis pétalas maravilhosas.
O mantram BHUVAR, quem desperta esse centro aprende a manejar as criaturas elementais das águas, conhece as distintas entidades astrais. Conquista-se a morte com o despertar deste CHACRA.


BOYA BOYA BOYA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA ELEMENTAL DO JAYO (FOLHAS DE COCA)
....Esta planta é maravilhosa, serve para sair em corpo astral. O mantram do JAYO é: <<BOYA BOYA BOYA>>


C

CHI CHES CHOS CHUS CHAS
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VII
PRIMEIRA SÉRIE DE MANTRANS
CHIS - Clarividência: Pituitária
CHES - Clariaudiência: CHACRA Laríngeo
CHOS - Intuição: CHACRA do Coração
CHUS - Telepatia: Plexo Solar
CHAS - Memória das vidas passadas: CHACRAS Pulmonares
VOCALIZAÇÃO
A vocalização deve fazer-se assim: Prolonga-se o som de cada letra. A combinação CH abunda consideravelmente nos mantrans Hebreus e é de imenso poder mágico.
A vocalização de cada mantram, faz vibrar o centro magnético, CHACRA ou disco com o qual se acha relacionada. O S está intimamente conectado com o fogo, e se vocaliza dando-se uma entonação especial: um som sibilante, agudo, semelhante aquele que produzem os freios de ar comprimido de qualquer máquina.

EL PODER DE LOS MANTRANS
Utilizamos muitos mantrans para a vocalização I, E, O, U, A. Combinamo-los por exemplo com CH e o resultado foi maravilhoso.
Os irmãos do SUMUM SUPREMUM SANCTUARIUM desenvolveram poderes ocultos. Esses irmãos estão muito avançados, têm clarividência, tem a clariaudiência, desenvolveram a telepatia, são muito intuitivos, recordam suas vidas passadas, podem entrar e sair do corpo físico à vontade. Isto é, se desdobram, sabem sair em astral. Entenderam irmãos? Bom, sigamos adiante.
Os mantrans CHIS, CHES, CHOS, CHUS, CHAS nos deram maravilhosos resultados nesta questão de despertar poderes.
Os mantrans se vocalizam assim:
CHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSSSS...
CHEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSSSSSSS...
CHOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSSSS...
CHUUUUUUUUUUSSSSSSSSSSSSSSSSS...
CHAAAAAAAAAASSSSSSSSSSSSSSSSS...
A combinação do “CH” com a vogal e adicionando o “S” é algo extraordinário, algo maravilhoso. Giram os CHACRAS potentemente e se despertam os sentidos internos do homem, porém volto a repetir irmãos, sem se cansarem, não se cansem. Porque foi dito que no principio, devem acostumarem-se a esses exercícios o mesmo que o desjejum.
Se na vida há vários vícios, se na vida muitos tem o vicio do licor, do cigarro, etc.
Pois deixe desses vícios, a pratica dos mantrans são muito melhor que estar em cantinas, tavernas, etc.
Se alguém pratica tanto os mantrans que ao fim não se sente bem, o dia que não praticou seus exercícios. Sejam tenazes irmãos, sejam tenazes, é o conselho que dou a vocês.

MAGIA PRACTICA. CAP.3
3. O mantram “CHIS” serve para despertar o poder da clarividência; esse mantram se pronuncia assim:
4. CHIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS....
39. O mantram “CHES”, é poderosíssimo para despertar o ouvido mágico.
40. Este mantram se vocaliza assim: CHEEEEEEEEEEEESSSSSSSSSSSS...
54. O mantram “CHOS” também serve para despertar o CHACRA do coração. Se vocaliza este mantram assim: CHOOOOOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSS....
TELEPATIA
83. O plexo Solar é o centro da Telepatia
84. Nós temos uma verdadeira estação sem fios estabelecida em nosso organismo.
85. O Plexo Solar recolhe as ondas mentais que viajam através do espaço, e as passa a nosso cérebro
86. Assim é como os pensamentos alheios chegam a nosso cérebro
87. Isto se chama telepatia
88. O Plexo Solar se desenvolve com a vogal “U”
89. O mantram “CHUS” é poderosíssimo para desenvolver os CHACRAS pulmonares
90. Este mantram se vocaliza assim: CHUUUUUUUUUSSSSSSSSSSS....
111. O mantram “CHAS” é eficaz para desenvolver os CHACRAS pulmonares
112. Nos instantes de estar dormitando, a alma sai do corpo físico e viaja através dos mundos suprasensíveis
113. Nos mundos internos revivemos nossas passadas reencarnações.


CHIN
LOGOS MANTRAM TEURGIA
Repetidas vezes a palavra CHIN, chamamos aos CERDOS


CRIOC
LOGOS MANTRAM TEURGIA
Na Serra Nevada de Santa Marta, Colômbia, quando há tempo de seca, os Índios Arhuacos se reúnem em grupos, imitando o canto das rãs, e então vem a chuva que eles necessitam para a agricultura.

DOCTRINA SECRETA DE ANAHUAC. CAP.15
Certas tribos da América, quando querem chuva para seus cultivos, reunidos seus membros, assumem a figura de Sapo, o imitam, e logo em coro arremedam o “CROAC” dos mesmos, o resultado não se faz esperar muito.

LIBRO AMARILLO
PRIMEIRA POSIÇÃO: Os devotos da senda, colocados no solo, deverão imitar a posição do sapo
SEGUNDA POSIÇÃO: Os devotos deitados em seu leito (ou também no solo), em decúbito dorsal (boca para cima), com o tronco inclinado para cima e a cabeça o mais baixo possível, deverão então inflarem-se ou incharem-se como o sapo quando está furioso.
ATITUDE MENTAL DA PRIMEIRA POSIÇÃO: Vontade e imaginação unidas em vibrante harmonia. Identifique-se o estudante gnóstico com o sapo. Imagine-se estar em um arroio de águas puras de vida. Uma sua vontade e imaginação para fazer subir suas energias sexuais desde seus órgãos sexuais até o cálice sagrado do cérebro. O estudante gnóstico deve fazer subir sua energia sexual pelo par de cordões simpáticos que se enroscam na medula espinhal formando o famoso caduceu de mercúrio.
ATITUDE MENTAL DA SEGUNDA POSIÇÃO: Vontade e imaginação unidas em vibrante harmonia. Infle-se o estudante como faz o sapo. Isto somente é possível com a respiração. Ao inalar o ar vital, imagine a energia seminal ascendendo por vossos canais simpáticos que se enroscam graciosamente na medula espinhal. Leve esta maravilhosa energia seminal até o cérebro. Logo, conduze-a até o coração. Então exale o ar vital fixando a energia no Templo-Coração. Nossa divisa é Thelema (Vontade).
MANTRAM DESTA PRÁTICA: Imite o canto do sapo. Esse misterioso CRIOC do sapo é o Mantram.
ORIGEM DESTA PRÁTICA: A divina Mãe Cósmica deu a todos os irmãos esta maravilhosa chave da arca da ciência. A Mãe Divina vela por todos seus filhos. O sapo sobre a flor imaculada de Loto, entre as águas puras da vida, é um símbolo sexual arcaico no velho Egito dos faraós.


D

DANTER-ILOMBER-BIR
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP.XVII
Nos calmecac -<<calli>>, casa; <<mecatl>>, corda, laço, corredor comprido e estreito nas habitações interiores de um edifício – havia uma cerimônia oferecida a XOCHIPILLI. Onze crianças, todos filhos de nobres, executavam cantos e danças em circulo nas quais davam três passos à frente e três passos atrás, seis vezes, ao mesmo tempo que agitavam graciosamente suas mãos.
Uma criança, ajoelhado frente ao fogo que ardia no altar, orava silenciosamente pelo pão de cada dia e outra criança permanecia parado na entrada do templo fazendo guarda. Esta cerimônia durava tanto quanto as danças infantis e devia celebrar-se na primeira noite que aparecesse no céu o fino halo prateado da Lua nova.
O diretor de calmecac, de pé entre a criança que orava e os dançantes, de frente ao altar, com o rosto impassível como o de XOCHIPILLI, recolhia as vibrações da oração infantil, dos cantos, das danças, e levantando suas mãos escuras para o céu, que agora alcançavam uma flor, pronunciava sutilmente a mística e infavel palavra que designa, define e cria, e que as crianças pronunciavam em coro DANTER-ILOMBER-BIR.
(“Se não fizéreis como crianças não entrareis no Reino dos Ceus”. Mateus 18,2-4). Porém não glutões, insociáveis e grosseiros como algumas crianças, senão como aqueles humildes e confiados em seus pais que lhes dão tudo o que hão de merecer.
Sabedoria é amor. XOCHIPILLI mora no mundo do amor, da musica e da beleza. Seu rosto rosado como a aurora e seus ruivos cabelos lhe dão uma aparência infantil, inefável, sublime. A arte é a expressão positiva da mente. O intelecto é a expressão negativa da mente. Todos os Adeptos cultivam as belas artes.
Às sextas-feiras, das 10h da noite às 2h da manhã, pode-se invocar a XOCHIPILLI. Ele faz girar a favor de quem peça a ele e mereçam a Roda da Retribuição. Porém, Ele cobra todo serviço, ele não pode violar a lei.


DIONISIO
LAS TRES MONTAÑAS
Dionysos, Dionísio, Di-on-is-io: silabeando esta mágica palavra, este Mantram de maravilhas, advém extraordinariamente a transmutação voluntária da libido durante o coito paradisíaco. Mágicos resultados deste Mantram:
DI: Intensificada vibração dos órgãos sexuais
ON: Movimento inteligente da energia criadora em todo o sistema nervoso sexual até submergir-se na consciência.
IS: Esta mântrica silaba nos recorda aos mistérios Isíacos e a seu correspondente nome: Isis.
Obviamente, a vogal “I” e a letra “S”, prolongada como um silvo doce e aprazível, invocam a serpente sexual para que suba vitoriosa pelo canal medular.
IO: Isolda, o andrógino luni-solar, Osíris-Isis, centelha terrivelmente divino desde o fundo profundo de todas as idades.
I, com sua profunda significação, certamente é o LINGAM (Falo), o IOD hebreu. O, é o eterno feminino, o útero (YONI), o famoso HE hebraico.
IO: Quando entoamos esta ultima silaba da mágica palavra durante o transe sexual, advém então a transmutação integra da libido. Assim é como a serpente de nossos mágicos poderes desperta para iniciar seu êxodo pelo canal medular.


DIS DAS DOS
MISTERIOS MAYAS
Os mantrans DIS, DAS, DOS, da magia sexual despertam o KUNDALINI.

LOS MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION V
24. O mantram DIS, DAS, DOS devem-se vocalizar alargando o som sobre as vogais e sobre a letra S.
25. DIS, DAS, DOS são os mantrans da magia sexual que despertam o KUNDALINI.

MAGIA PRACTICA
Durante esta conexão sexual, se vocalizam os mantrans DIS, DAS, DOS.
Há que alargar cada uma dessas letras assim:
DIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS....
DAAAAAAAAASSSSSSSSSSS...
DOOOOOOOOOSSSSSSSSSSS..
Durante esta prática se forma no plano astral um Querubim hermafrodita, porque tem os órgãos sexuais do homem e da mulher. Este Querubim é engendrado durante o transe da Magia Sexual. Este Querubim tem todos os poderes que o homem e a mulher tinham antes da caída. Este Querubim tem as chaves do EDEN. O homem e a mulher unidos durante o transe da Magia Sexual, devem ordenar juntos, ao mesmo tempo, que lhes despertem o KUNDALINI e lhes abra todos os chacras.
O homem e a mulher darão a ordem, e o Querubim obedecerá e abrirá todos seus poderes mágicos. Os que queiram converter-se em deuses, não devem derramar jamais em sua vida nem uma gota do sêmem. Com apenas uma ejaculação seminal é suficiente para fracassar neste trabalho. A Magia Sexual somente pode-se praticar entre esposo e esposa, em lares legitimamente constituídos.

TRATADO DE ALQUIMIA
“DIS, DAS, DOS” são os mantrans fundamentais da Alquimia Sexual. Esses Mantrans se devem ao Venerável Mestre “OM”, que os entregou a um de nossos discípulos. Deve-se alargar o som das vogais, e o som do “S”, dando a esta última uma entonação de um sino doce e aprazível. Se vocaliza assim:
DIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS....
DAAAAAAAAASSSSSSSSSSS...
DOOOOOOOOOSSSSSSSSSSS..
O Mestre “OM” advertiu a nosso discípulo que a pratica da Magia Sexual se realiza em forma lenta....vagarosa...
Os mantrans DIS, DAS, DOS se vocalizam durante a Magia Sexual. Com esses mantrans o discípulo evitará o perigo de uma queda sexual. O discípulo deverá retirar-se da mulher antes do espasmo, para evitar a ejaculação seminal. Este mantram se vocaliza muitíssimas vezes durante a prática.

E

E
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
33. Clariaudiência é o poder de ouvir nos mundos internos
34. A clariaudiência é o ouvido mágico
35. A clariaudiência se desperta com a vogal “E”
36. Esta vogal se combina com distintas letras, para despertar o ouvido mágico
37. A silaba “E” serve para desenvolver o ouvido mágico
38. Esta silaba se vocaliza assim: EEEEEEEEEENNNNNN.......

TAROT Y KABALA. EL NUMERO DOS
O Plexo que corresponde é o Laríngeo, a Tireóides, o Chakra do Ouvido Mágico, da Clariaudiência.
Para despertar esse chakra há um mantram laríngeo que é o “E”, deve dar uma nota musical que é RE, há que vocalizar diariamente, deve-se inalar com a nota RE e exalar com ela vocalizando EEEEEEEEEEE..... Assim se consegue o desenvolvimento do Chakra Laríngeo que nos da o poder de ouvir as vozes do Ultra, dos Seres Superiores. Há necessidade de desenvolver esse Chakra Laríngeo porque de outro modo é impossível ouvir esses sons.

CURSO ZODIACAL. TAURUS
Deverá vocalizar o discípulo diariamente por uma hora, a vogal E, assim:
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE.............
O som vibratório desta vogal, despertar-lhe-á o Poder do Ouvido Oculto.
A vogal “E” faz vibrar a Glândula Tireóide, que é o Centro do Ouvido Mágico.
A vogal “E” faz vibrar o Corpo Mental e nos dá o Sintetismo Conceitual e o Poder para penetrar no intimo sentido das palavras.


EBA DOBA DUSNA
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
Os números cardinais, UM, DOIS, TRES, se expressam, EBA, DOBA, DUSNA. E nestes Três Princípios do Resplandecente Dragão da Sabedoria se fundamenta todo exercício da Teurgia.


EBNICOR ABNICAR ON
ROSA IGNEA. CAP. 6
29. Com os poderes elementais desta árvore podemos semear harmonia nos lares
30. Com os poderes elementais desta árvore podemos fazer justiça a muitos infelizes
31. Uma mulher abandonada por um mal homem, uma donzela caída, uma infeliz martirizada por um malvado, etc... são casos que podemos remediar com os poderes elementais desta arvore prodígio, quando a lei do Karma assim permite
...
37. Com o elemental da maçã podemos salvar-nos de muitos perigos e ajeitar muitos lares
38. Se colocará um tapete no solo junto a árvore, para oficiar com o elemental da maçã.
39. EBNICO ABNICAR ON. Esses são os mantrans do elemental da maçã, tal como me ensinou o Senhor JEHOVA.
40. Mandará o elemental com o a força de sua vontade e com o fio da espada em direção a pessoa ou pessoas sobre as quais necessita exercer influência.


EGIPTO
TAROT Y KABALA
Nossos discípulos devem adquirir o poder de sair em corpo ASTRAL, esse poder se adquire vocalizando diariamente por uma hora o mantram sagrado “EGIPTO”. A vogal “E” faz vibrar a glândula tireóides e confere ao homem o poder do ouvido oculto. O “G” desperta o chakra do fígado e quando este chakra chega a seu pleno desenvolvimento, então o homem pode entrar e sair do corpo quando quiser. A vogal “I” combinada com a letra “P” desenvolve ao homem a clarividência e o poder para sair em corpo ASTRAL pela janela de BRAHAMA, que é a glândula Pineal. A letra “T” golpeia sobre a vogal “O” intimamente relacionada com o chakra do coração e assim pode o homem adquirir o poder para desprender deste plexo e sair em corpo ASTRAL. A pronuncia correta desta mantram é assim:
EEEEEEEEGGGGGIIIIIIIIIIIIPPPPPPPPPTOOOOOOOOOOOOOO....
Aqueles que todavia, ainda não puderam sair em corpo ASTRAL com nossas chaves, é porque não tem esse poder e então devem adquiri-lo primeiro vocalizando durante uma hora diária o mantram “EGIPTO”. Este mantram desenvolve totalmente os chakras para o desdobramento ASTRAL, o discípulo poderá entrar e sair do corpo físico à vontade.

TAROT Y KABALA. CAP. 56
Nossos discípulos devem adquirir o poder de sair em corpo ASTRAL, esse poder se adquire vocalizando diariamente por uma hora o mantram sagrado “EGIPTO”. A vogal “E” faz vibrar a glândula tireóides e confere ao homem o poder do ouvido oculto. O “G” desperta o chakra do fígado e quando este chakra chega a seu pleno desenvolvimento, então o homem pode entrar e sair do corpo quando quiser. A vogal “I”combinada com a letra “P” desenvolve ao homem a clarividência e o poder para sair em corpo ASTRAL pela janela de BRAHAMA, que é a glândula Pineal. A letra “T” golpeia sobre a vogal “O” intimamente relacionada com o chakra do coração e assim pode o homem adquirir o poder para desprender deste plexo e sair em corpo ASTRAL. A pronuncia correta desta mantram é assim:
EEEEEEEEGGGGGIIIIIIIIIIIIPPPPPPPPPTOOOOOOOOOOOOOO....
Aqueles que todavia, ainda não puderam sair em corpo ASTRAL com nossas chaves, é porque não tem esse poder e então devem adquiri-lo primeiro vocalizando durante uma hora diária o mantram “EGIPTO”. Este mantram desenvolve totalmente os chakras para o desdobramento ASTRAL, o discípulo poderá entrar e sair do corpo físico à vontade. O mantram egípcio que se usa para Sair em Corpo Astral é o seguinte: “FARAON”, esse mantram se vocaliza durante aqueles instante de transição entre a vigília e o sono, tendo a Mente focada nas pirâmides do Egito. A pronuncia correta desse mantram é assim:
FAAAAAARRRRRRRRAAAAAAAAAAOOOOOOOONNNNNNNN...
Este mantram é para Sair em Corpo Astral, e como já dissemos, se pronuncia durante os estados de transição entre vigília e o sono concentrando a Mente nas pirâmides do Egito; porém os discípulos que não tem o poder de Sair em Corpo Astral devem adquiri-lo, vocalizando durante uma hora diária como já dissemos, o mantram “EGIPTO”.


ELOHIM METRATOM ADONAI
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Faça você sua Vara Mágica com madeira de Cedro, reze a Vara as seguintes palavras mágicas:
ELOHIM METRATON ADONAI, e então sua vara estará consagrada.
Com a Vara Mágica se opera magicamente e serve para mandar as forças invisíveis da natureza a condição de uma conduta reta.
As forças da natureza não obedecerão aos iracundos, luxuriosos, cobiçosos, invejosos, orgulhosos, preguiçosos, glutões, ciumentos, rancorosos, malvados, caluniadores, etc...

EPHRATA
APUNTES SECRETOS DE UM GURU
O Cristo ensinou um grande mantram para curar os enfermos: “EPHRATA” (seja aberto para abrir os ouvidos dos surdos e mudos) (Cap.7, versículos 32, 33, 34, 35, 36, 37, S. Marcos)

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
ENSEÑANZAS DEL CRISTO
O Cristo ensinou um grande mantram para curar os enfermos: “EPHRATA” (seja aberto para abrir os ouvidos dos surdos e mudos) (Cap.7, versículos 32, 33, 34, 35, 36, 37, S. Marcos)


EPHRAIM
LAS SIETE PALABRAS
O mantram “EPHRAIM” tem o poder de desarrolhar todos os chakras e poderes de Nosso Crestos Cósmico. Este mantram se pronuncia assim:
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
PPPPPPHHHHHRRRRRRRRAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIMMMMMMMMM
Todos os poderes ocultos do Corpo Astral entram em atividade com este poderoso Mantram egípcio. O vogal “H” se pronuncia como um suspiro profundo, e a letra “P” dá força a esta vogal. Um sacerdote católico perguntou a um mago asteca : “Como você chama a Deus?”. E o mago respondeu fazendo um suspiro profundo; este suspiro foi a vogal “H” e a palavra alento deveria levar a vogal “H”.
O “H” é vogal ainda que os gramáticos neguem. O “H”é o alento da vida, o hálito ígneo, e combinada com a letra “P”, assim “PH”, dá a sensação de que está golpeando com os lábios o hálito da vida. Assim pois, neste Mantram se encerram poderes terríveis. A vogal “E” desenvolve o chakra da tireóides e os poderes da mente. A “PH” leva o hálito ígneo a todos os chakras do corpo astral para despertá-los. O mantram “RA” faz vibrar todos os chakras do corpo astral do homem. A vogal “I” desperta os chakras da cabeça, e ao combinar-se com a vogal “M”, assim “IM”, adquire um poder terrível que se difunde através de todos os chakras astrais, animando-os e incendiando-os. A vogal “M” se pronuncia como um som que se sente na boca, porém como os lábios estão fechados, tem que sair pelo nariz. Essa vogal “M” encerra poderes terríveis.


EST SIT ESTO FIAT
TAROT Y KABALA. CAP. 14. ARCANO 14.
Existem transformações de ordem inferior. Circe transformava os homens em porcos. A lenda diz que Apuleyo se converteu em Asno. Se alguém mete seu Corpo Físico na Quarta Dimensão, utilizando os <<ESTADOS JINAS>>, pode assumir qualquer forma, transformar-se em ave, peixe ou o que quiser. Na quarta dimensão o corpo físico é elástico e pode transformar-se em um animal. Os mantrans latinos para a transformação são esses:
“EST SIT ESTO FIAT”
Somente em “ESTADO DE JINAS” podemos nos transformar.

CURSO ESOTERICO DE KABALA. CAP. 14
Um corpo em “ESTADO DE JINAS” pode assumir qualquer figura. CIRSE transformava os homens em porcos. A lenda diz que Apuleyo se converteu em Asno. Se alguém mete seu Corpo Físico na Quarta Dimensão, utilizando os <<ESTADOS JINAS>>, pode assumir qualquer forma, transformar-se em ave, peixe ou o que quiser. Na quarta dimensão o corpo físico é elástico e pode transformar-se em um animal. Os mantrans latinos para a transformação são esses:
“EST SIT ESTO FIAT”
Somente em “ESTADO DE JINAS” podemos nos transformar.


E U O E...
APUNTES SECRETOS DE UM GURU
E diariamente chame os Mestres com os seguintes mantrans do ritual:
E. U. O. E. E. U. O. E. E. U. O. E.
I. A. O. SABAOT. KIRIE ABRAXAS. KIRIE MITRAS. KIRIE PHALLE.
E. U. O. E. KIRIE. PHALLE.
E. U. O. E. PAN. E. U. O. E. ISCHURION.
E. U. O. E. ATHANATON. E. U. O. E.
ABROTON. E. U. O. E. I. A. O.
CHAIRE. PHALLE.
Estes mantrans vocalizados depois de praticar magia sexual, para invocar os Mestres, pedindo que os ajudem a despertar o KUNDALINI, e os Mestres virão e os ajudarão.


EUOE IAO
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Todos esses mantrans possuem grandes poderes curativos. Deverá se invocar aos Mestres da Fraternidade Branca para a cura dos enfermos.
O Venerável Mestre da Fraternidade Branca (HUIRACOCHA) estampou em alguns Rituais Gnósticos certos mantrans para evocar os Mestres; vejamos alguns:
E. U. O. E. I. A. O.
ISCHURION ATANATON
ABROTON E. U. O. E.
I. A. O. SABAOT.
E outros como esses:
KIRIE MITRAS KIRIE PHALLE
HAGIOS HAGIOS, etc.



F

FA RA ON
CURSO ZODIACAL. CAPRICORNIO
Os joelhos possuem uma maravilhosa substância que permite o livre movimento de tão suave e maravilhosa engrenagem óssea. Essa substância é a “SINOVIA”, que quer dizer (SIN)=COM, e (OVIA) = OVO; “Substancia com Ovo”. O ovo é realmente uma substância maravilhosa. Experimentos esotéricos, altamente científicos em relação com o desdobramento da Personalidade humana, provam que a casca de ovo tem certos poderes ocultos que facilitam o Desdobramento Astral.
A chave consiste em reduzia a pó a casca do ovo, esses pós o discípulo aplicará sobre o peito e os sovacos; se deitará logo em seu leito, e se cobrirá bem com cobertas. Adormeça logo o estudante, pronunciando o mantram “FARAON”, assim:
FAAAAAAAAA RRRAAAAAAAAAAA ONNNNNNNNN
Isto pode se pronunciar mentalmente, e quando já se sente adormecido o discípulo, levanta-se de seu leito e dirija-se até a Igreja Gnóstica.
A primeira silaba “FA” corresponde ao Gong Chinês, ou seja, o FA musical que ressoa em toda a criação. Há que pronunciar esta nota para sintonizar-se com a Mãe Natureza.
A segunda silaba “RA”, corresponde a um mantram muito antigo que faz vibrar todos os Chakras do Corpo Astral; este mantram não se pronuncia com “r”, senão com “RR”, assim:
RRRRRRRRRAAAAAAAAAAAA
E a última silaba “ON” corresponde ao mantram Hindu “OM”, porém aqui se pronuncia assim:
ONNNNNNNNNNNNN
Este mantram “FARAON” pode-se vocalizar com a mente, ou melhor, com o coração. Assim pois, o poderoso mantram egípcio “FARAON” serve para sair em Corpo Astral.

ACUARIO
PRÁTICA
O discípulo apalpando as panturrilhas de baixo até acima, orará assim:
ORAÇÃO
Força passa! Força passa! Penetra em meu organismo; corrente que vem de baixo, ascende a unir-se com sua irmã, a corrente que vem de cima, do Céu, de “URANIA”.
Logo o discípulo se entregará em Meditação Interna, rogando a seu “INTIMO” que entre nos Templos Siderais de Aquário, para que os traga os Gênios Siderais desta Constelação a fim de lograr a Iluminação.

EL PODER DE LOS MANTRAMS
a. Deitem-se em vosso leito irmãos, repito, deitem. É bom que deitem com a boca para cima. Entenderam?
b. Relaxem vossos músculos...Já relaxaram?
c. Fechem vossos olhos
d. Adormeçam
e. Vocalizem agora o mantram “FARAON”, esse mantram é maravilhoso para sair em corpo ASTRAL
Vocaliza-se assim:
FAAAAAAAAAAAAA
RRRRAAAAAAAAAA
OOOOOOONNNNNNN
Já vocalizaram? ... Bem irmãos.
f. Levantem seus joelhos, ouça bem irmãos, seus joelhos. Quero lhes dizer que dobrem as pernas. Apóie a sola dos pés sobre a cama. Claro que ao fazer essa operação os joelhos ficam levantados verticalmente... Verdade?. Repetir o mantram novamente assim:
FAAAAAAAAAAAAA
RRRRAAAAAAAAAA
OOOOOOONNNNNNN
Repetir esses mantrans muitíssimas vezes. Podem vocalizá-lo um pouco mais suave e também podem vocalizá-lo mentalmente. Adormeçam conservando assim os joelhos verticalmente, adormeçam irmãos, deverão imaginar vivamente as pirâmides do Egito... Entendido?
Isto não é trabalhoso irmãos, convençam-se que isto não é trabalhoso. Evite toda tensão mental e adormeçam. O resultado será esplendido. Você envolto de seu ASTRAL despertará nos mundos internos, abandonem seu corpo físico, sem saber a que hora, nem como. Despertarão assim...Conscientemente em seu ASTRAL lá dentro, lá dentro de si em qualquer país do Mundo.
Bem, creio que vocês já entenderam, vou agora explicar outros mantrans para sair em corpo ASTRAL. Escutem, tenham confiança, é necessário que vocês ponham atenção no que estão escutando.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. V
No museu de Antropologia e Historia da cidade do México existe a figura de um homem em pedra, semi-deitado, em decúbito dorsal.
As solas de seus pés posam em seu leito, os joelhos para o alto, as pernas meio flexionadas contra os músculos, o dorso arqueado em atitude de imprimir impulso para levantar-se, com a cara para esquerda, e olhar ao horizonte; em suas mãos, um recipiente na altura do Plexo Solar.
Este homem de pedra é conhecido pelos arqueólogos com o nome de CHAC-MOOL e é um dos poucos símbolos do panteão Asteca que se salvaram da destruição da conquista.
Foi talhado pelos Místicos Astecas, Mayas, Tarascos, etc., para perpetuar a sabedoria que eles receberam como herança secreta de seus antepassados.
O nome dessa escultura asteca é FARAON; nome cujas silabas se decompõem assim: FA-RA-ON, e que devidamente vocalizadas são um mantram que faz que o corpo astral de quem as pronuncie se separe do físico e o homem flutue no espaço até a grande pirâmide de GIZEH no Egito. Não é perigoso sair em corpo astral. Durante o sonho todos os seres humanos andam nos mundos internos com a consciência adormecida. Toda alma abandona seu corpo físico durante o sono, então o corpo etérico tem a oportunidade de reparar o corpo físico. Quando a alma regressa ao corpo físico despertamos do sono normal.
PRÁTICA: Fique em posição firme com o olhar para o Leste, levante os braços sobre sua cabeça até juntar as palmas das mãos, baixe os braços estendidos e forme uma cruz com eles e seu corpo. Depois, cruze-os sobre seu peito e deite-se em decúbito dorsal. Quando vai adormecendo peça em oração sincera a Deus e aos Mestres que o levem a grande pirâmide de GIZEH no Egito. Imediatamente que termine sua oração vocalize as seguintes palavras:
FAAAAAAAAAAAAA
RRRRAAAAAAAAAA
OOOOOOONNNNNNN
O som destas silabas, com ligeiras variantes em cada uma delas, corresponde ao “FA” natural da escala musical que ressoa em toda natureza. A silaba “RA” se vocaliza nos rituais egípcios.
A silaba “ON”, trocando o “N” pelo “M”, a vocalizavam os yoguis antes e depois de suas meditações.
Todas as manhãs, na saída do sol, com o rosto para o Leste, faça práticas de vocalização com todas as silabas que foram dadas neste livro, começando com a primeira silaba até terminar, em manhãs sucessivas, com as três ultimas deste capitulo.
Se você pratica fielmente por ordem cada um dos exercícios que lhes demos, pelo menos durante seis dias consecutivos, logo sairá em corpo astral.
Entendemos que você é uma pessoa normal, que não abusa de licores, nem do tabaco, que não propaga calúnias, que não gosta de fazer piadas pelas costas de seus semelhantes, que ama e respeita a todo ser vivente.
Recorde que “Deus, por dar tudo ao bom, lhe oferece até a cabeça do malvado”.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 13
No Egito, o Mestre aprendeu a sair em corpo astral vocalizando o mantram FARAON. O Mestre saía a vontade em corpo astral assim: Deitava-se em seu lento exatamente na mesma forma que os astecas representavam a CHAC MOOL, Deus da Chuva. Apoiava sua cabeça sobre uma almofada e adormecia vocalizando o mantram FARAON.
Ao vocalizar este mantram se reparte em três silabas: a primeira é “FA” que ressoa em toda natureza, a segunda é o “RA” egípcio e a terceira é “ON”, que nos recorda o famoso “OM” dos indostãos. É importante alargar o som de cada uma das letras que formam o mantram FARAON.
O corpo físico dorme e a alma vai aos planos internos com a consciência desperta, assim viajamos em corpo astral à vontade.
O faraó do Egito entregou a Jesus uma condecoração sagrada esotérica que foi posta sobre seu coração, consistia em umas pequenas asas que simbolizam as asas ígneas.

MATRIMONIO PERFECTO
IDÁ é masculino e PINGALÁ é feminino. Aqui estão os sustenidos e bemóis do Grande FA que ressoa na natureza, “FA”... corresponde aos átomos solares, “RA” aos átomos lunares., “ON” ao fogo flamígero que ascende pelo canal Central. É necessário aprender a pulsar esse sustenidos e bemóis com o poderoso Mantram FARAON para sair em Corpo ASTRAL consciente e positivamente. Com o mantram destes sustenidos e bemóis podemos sair em corpo ASTRAL.
No Egito, quando o iniciado recebia as Asas Ígneas, era condecorado no Templo com um par de asas que se fixavam na túnica na altura do coração.
Quando Jesus de Nazaré abriu suas Asas Ígneas, foi condecorado pessoalmente pelo Faraó do Egito.
A posição em que se deitava Jesus para sair em corpo ASTRAL era como a de CHAC MOOL. Contudo a cabeça bem baixa sem almofadas. As solas dos pés sobre a cama, as pernas dobradas e os joelhos levantados. Assim, o Grande Hierofante adormecia tocando sua lira maravilhosa da Espinha Dorsal. Todo o Mantram FARAON se divide em três silabas assim: “FA-RA-ON”. O FA é da escala musical. O RA é como um som grave; deve-se vocalizar com duplo R. ON vem a nos recordar o Mantram “OM” da Índia, só que neste caso, em vez de levar a “M”, leva a “N”. “ON”, em geral podemos dar ao mantram FARAON toda entoação, com o grande FA, que ressoa em todo o criado.
Aconselhamos vocalizar mentalmente. O discípulo deve adormecer-se cantando este mantram e com a imaginação e a vontade concentradas nas pirâmides do Egito. Necessita-se exercício e paciência.
O mantram egípcio que se usa para sair em corpo ASTRAL é o seguinte: “FARAON” este mantram se vocaliza durante aqueles instantes de transição entre a vigília e o sono, tendo a mente posta nas pirâmides do Egito. A pronúncia correta deste mantram é assim:
FAAAAAAAAAARRRRRAAAAAAAAAOOOOOOOOOOONNNNNNNN
Este mantram é para sair em Corpo ASTRAL, e como já dissemos se pronuncia durante os estados de transição entre a vigília e o sono concentrando a mente nas pirâmides do Egito. Porém, os discípulos que não tem o poder de sair em corpo ASTRAL devem adquiri-lo primeiro vocalizando durante uma hora diária como já dissemos o mantram: “EGIPTO”.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Adormeça o discípulo ao mesmo tempo que vocaliza o mantram FARAON distribuído em três silabas, desta maneira:
FFAAAAAAAAA.....RRRRRAAAAAAAAA....OOOOONNNNNNNN...
A vocalização da letra “R”, já foi explicada. O discípulo deverá se deitar, horizontalmente, boca para cima. Colocará as palmas das mãos estendidas sem rigidez, sobre a superfície do colchão. Os joelhos, flexionadas para cima, com as solas dos pés descansando sobre a cama.
Todo o corpo deve estar relaxado, membro por membro.
Todo disposto assim, adormeça o discípulo e fazendo inspirações profundas, vocalize o mantram FARAON.
Inevitavelmente adormecido o discípulo, sairá do corpo físico sem saber em que momento, nem como. Já nos mundos internos, na quarta dimensão aonde irresistivelmente se projetará em ASTRAL, despertará consciência total, isto é, dar-se-á conta de suas inauditas experiências nesses mundos e assim poderá dedicar-se ao exercício da teurgia.
Porém antes de deitar-se, faça o signo da estrala microcósmica. Então, levantam-se os braços para cima, até que as palmas das mãos se toquem sobre a cabeça, e depois, se estendem lentamente de modo que fiquem em posição horizontal, formando com o resto do corpo uma cruz, por último, cruzam-se os antebraços sobre o peito tocando esta região com as palmas, de maneira que as pontas dos dedos cheguem a frente dos ombros. Nosso adorável Salvador do Mundo, o Cristo Jesus, utilizava esta misteriosa chave, até hoje revelada por nós, quando estudava nas pirâmides de KEFREN. Agora bem, o Mestre HUIRACOCHA aconselhava, com esta prática, queimar algum saumério, algum incenso ou simplesmente impregnar a habitação com um bom perfume.

TRATADO ESOTERICO DE TEURGIA
O teurgo tem que saber se mover conscientemente em corpo ASTRAL. As invocações teúrgicas se realizam no plano ASTRAL. Também podem fazer invocações de ALTA MAGIA e os mais elevados mundos de consciência cósmica.
O Teurgo tem que ser destro no Mundo ASTRAL. O Teurgo tem que sair conscientemente em corpo ASTRAL. Assim, pois, antes de entrar no terreno das invocações teúrgicas, devemos primeiro aprender a “Entrar” e “Sair” do corpo físico, a vontade. Realmente, o corpo ASTRAL é o traje da alma. Dentro do corpo ASTRAL, temos a mente, a vontade e o espírito. Há um instante em que nós podemos abandonar nosso corpo físico a vontade. E esse instante é o momento aquele em que estamos adormecidos. Nesses momentos de transição entre a vigília e o sono, todo ser humano, envolto em seu corpo ASTRAL, se escapa do corpo físico. Há uma chave que permite que escapemos conscientemente do corpo físico, para trabalhar nos Mundos Superiores. O divino Mestre, Jesus Cristo, utilizava essa chave quando estudava na pirâmide de KEFREN. O Grande Mestre deitava-se em seu leito, boca para cima, horizontalmente, com as solas dos pés colocadas sobre seu leito, e de joelhos levantados. Depois, o Mestre levantava seus braços sobre a cabeça até que as palmas das suas mãos se tocavam. Logo, as baixava estendendo-as à direita e esquerda. Logo, o Mestre adormecia vocalizando o poderoso Mantram “FARAON”. Esse mantram se vocaliza em três silabas assim:
FAAAAAAAAA....RRAAAAAAAA.....OOONNNNNNN...
Vocalizava o Mestre este mantram muitíssimas vezes, até adormecer. Então, nos mundos internos despertamos consciência. Nos sentimos sutis.. Flutuamos deliciosamente... Este procedimento, simples e fácil, é a chave maravilhosas que nos permite despertar consciência nos Mundos Superiores. Quando já nos fizemos conscientes nos mundos internos, então podemos nos dedicar em cheio aos trabalhos de ALTA TEURGIA. O Dr. Krumm aconselhava, também, que para as praticas para saída em ASTRAL, era muito conveniente perfumar a habitação ou recâmara com bom incenso, ou essência de rosas, etc.

CURSO ZODIACAL
O ovo é realmente uma substancia maravilhosa. Experimentos esotéricos, altamente científicos em relação com o desdobramento da personalidade humana, provam que a casca de ovo tem certos poderes ocultos que facilitam o desdobramento ASTRAL.
A chave consiste em reduzir a pó a casca de ovo. Esses pós, o discípulo os aplicará sobre o peito e os sovacos; deitará logo em seu leito, e se cobrirá bem com as cobertas. Adormeça logo o estudante, pronunciando o mantram “FARAON”.
FAAAAAAA RRAAAAAAAAAA OOOONNNNN
Isto pode ser pronunciado mentalmente, e quando o discípulo já se sente adormecido, levanta-se de seu leito e dirija-se à Igreja Gnóstica. A primeira silaba “FA” corresponde ao Gongo Chinês, ou seja, o FA musical que ressoa em toda a criação.
Há que pronunciar essa nota para sintonizar-se com a Mãe Natura.
A segunda silaba “RA”, corresponde a um mantram muito antigo que faz vibrar todos os chakras do corpo ASTRAL; este mantram não se pronuncia com “r” senão com “RR”, assim: RRRRAAAAAAAA.
E a última silaba “ON” corresponde ao mantram hindu, porém aqui se pronuncia assim: OOOOOONNNNNNNN.
Este mantram “FARAON” pode-se vocalizar com a mente, ou melhor, com o coração.
Assim pois, o poderoso mantram egípcio “FARAON” serve para “sair” em corpo ASTRAL.

MATRIMONIO PERFEITO. CAP. XII
CHAVE PARA SAIR EM ASTRAL CONSCIENTEMENTE
A chave para sair em ASTRAL é muito simples: basta adormecer-se pronunciando mentalmente o poderoso mantram “FARAON”. Este mantram se divide em três silabas. FA-RA-ON. Quando o devoto já se acha neste estado de transição entre a vigília e o sono, adentrará dentro de si mesmo por meio da AUTO-REFLEXÃO CONSCIENTE, e logo suavemente saltará de sua cama completamente identificado com seu espírito suave e fluídico. No Corpo Astral todo devoto pode concorrer a “PRETOR”. As pessoas que, todavia, não engendraram o Astral Cristo, sofrem muito porque não logram aprender a sair em Astral, senão com milhares de penalidades e depois de muitíssimo trabalhar. Aqueles que em passadas reencarnações engendraram o Astral Cristo, saem do corpo físico com suma facilidade.

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. XXIII
FARAON
IDÁ é masculino e PINGALÁ é feminino. Aqui estão os sustenidos e bemóis do Grande FA que ressoa na natureza. FA... corresponde aos átomos solares, RA aos lunares, ON ao Fogo Flamígero que ascende pelo Canal Central. É necessário aprender a pulsar esses sustenidos e bemóis com o poderoso Mantram para sair em Corpo Astral consciente e positivamente. Com o mantram destes sustenidos e bemóis podemos sair em ASTRAL.


FE UIN DAG
MATRIMONIO PERFECTO DE KINDER. CAP. 4
As sete Igrejas, são o candelabro de sete braços de ouro maciço do Sanctum Santorum do Templo de Jerusalém, onde o sumo sacerdote não podia penetrar uma vez ao ano, porque Nele brilhava a gloria de JEHOVA.
Estes são os sete CHAKRAS, discos ou rodas magnéticas que vibram com o poderoso Mantram Egípcio,
FE...........
UI..........N......
DA......
DA........GJ......
Esta última palavra é GUTURAL

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. VII
Ditosas as parceiras que sabem amar. Com o ato sexual abrimos as Sete Igrejas do Apocalipse, e nos convertemos em Deuses. Os sete CHAKRAS ressoam com o poderoso Mantram Egípcio FE...UIN....DAGJ. Esta última palavra gutural.
O exercício perfeito das sete Igrejas, o sacerdócio completo, se realiza com o corpo em estado de JINAS. Os Grandes Mestres sabem por o corpo em estado de JINAS. Então exercem todo o sacerdócio das sete Igrejas.

TAROT Y KABALA
O chakra hepático serve para as saídas em ASTRAL, o corpo ASTRAL está conectado com o Fígado. Despertando o chakra do Fígado, todo o mundo pode entrar e sair do corpo Físico a vontade. O Esplênico, o Hepático e o Plexo Solar se desenvolvem com o mantram Egípcio: FE-UIN-DAGJ.
Canta-se com a nota MI, desenvolvendo os 3 chakras e os pulmões.

MISTERIOS MAYAS
Ensinamos os mantrans e praticas dos CHAKRAS da coluna espinhal, porém não devemos esquecer que os plexos também têm seus mantrans. O poderoso mantram: FE-UIN-DAGJ faz vibrar todos os plexos. O importante é prolongar o som.

MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION X
27. Embora não podemos esquecer que os plexos também têm seus mantrans
28. O poderoso mantram egípcio “FE UIN DAGJ”, faz vibrar todos os nossos plexos. O importante é prolongar o som sobre as vogais.

TAROT Y KABALA. EL NUMERO 3
O chakra hepático serve para as saídas em astral. O corpo astral está conectado com o fígado. Despertando o chakra do fígado, todo mundo pode entrar e sair do corpo físico a vontade. O esplênico, o hepático, e o plexo solar se desenvolvem com o mantram egípcio:
FE-UIN-DAGJ
Canta-se com a nota MI, desenvolvendo os 3 chakras e os pulmões. O número 3 é o Poder, tem 50 portas e 50 luzes.


FONS ALPHA ET OMEGA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Contra perigos de bala, faca, feridas, inimigos, celas, etc.
Está metido em perigo? Recite cheio de fé as seguintes palavras mágicas:
“FONS ALPHA ET OMEGA, FIGA, FIGALIS, SABBAOTH, EMMANUEL, ADONAY, O, NERAY, ELA, IHEREUTONE, NEGER, SAHE, PANGETON, COMMEN, AGLA, MATHEUS, MARCUS, LUCAS, JOHANNES, TITULUS TRIUNPHALIS, JESUS NAZARENUS REX IUDAEORUM, ECCE-DOMINICAE CRUCIUS SIGNUM FUGITE PARTES ADVERSAE, VICIT LEO DE TRIBU JUDAE, RADIX DAVIR ALELEYAH, KYRIE ELEISON, CHRISTIE ELEISON, PATERNOSTER, AVE MARIA, ET NE VOS, ET VENIA SUPER NOS SALUTARE TUUM, OREMUS”
(todas essas palavras mágicas devem sabê-las de memória e orá-las com fé nos momentos de grave perigo e assim será salvo da faca, bala, inimigos secretos, celas, etc...)


FUEGO S
CADENAS
Venerável Mestre, o chamamos, o invocamos, com nossa alma e com nosso coração em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo. Para que com os poderes que te são conferidos e com o fogo de tua Espada nos dê uma ajuda poderosa de limpeza, a todos os irmãos aqui presentes nesta cadeia e ao centro dela.
FUEGO S SSSSSSSSS
FUEGO S SSSSSSSSS
FUEGO S SSSSSSSSS



G


GATE
LA LEY DEL PENDULO
Em certa ocasião, em que ia um monge budista caminhando, pelas terras do mundo oriental, em um inverno espantoso, cheio de gelo e de neve e de bestas selvagens, claro, isto proporcionava sofrimento ao pobre monge, naturalmente protestava, punha suas objeções. Porém teve sorte o pobre homem: quando estava a desmaiar, em meditação lhe aparece AMITABA em realidade e de verdade, é o Deus Interno de Gautama o Buda SAKYAMUNI e lhe entregou um mantram para que pudesse, pois se sustentar forte e sem fazer objeções. Algo que lhe ajudasse para não estar protestando, a cada instante, contra si mesmo, contra a neve, contra o gelo, contra o mundo. Esse mantram é utilíssimo. Vou a vocalizá-lo bem para que vocês os gravem em sua memória e para que fique gravado também nestas fitas que vocês trazem aqui, em seus gravadores:
GAATEE, GAAATEEE, GAAATEEE
Melhor é que lhes soletre: G-A-T-E. Esse mantram, tenho entendido que permitiu àquele monge budista, abrir o OLHO DE DAGMA, e isso é interessante. Se relaciona com a ILUMINAÇÃO INTERIOR PROFUNDA e com o “VAZIO ILUMINADOR”.


GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SWAHA
NECESSIDAD DE CAMBIAR LA FORMA DE PENSAR
Aqui lhes ensinei uma forma simples de meditar, porque há um tipo de meditação que está dedicado a auto-exploração do ego, com o propósito de desintegrá-lo, transformando em cinzas. Também há outro tipo de meditação, que tem por objeto chegar um dia a experiência do real. Oxalá vocês lograrão, para que sigam animados interiormente e trabalhem sobre si mesmos. No entanto conceituo que é necessário ter algum mantram que sirva.
O mantram que vou dar é muito simples: GATE, GATE, PARAGATE, PARASAMGATE, BODHI, SWA HÁ. Este mantram se pronuncia assim: GAAATEEE, GAAATEEE, PARAGAAATEEE, PARASAMGAAAATEEEE, BOOOODHIIIIII, SWAAAAA, HAAAAA (com “H” aspirado como um “R”). Em nosso coração tem que ter ficado gravado.
Este mantram se pronuncia suavemente, profundamente e no coração. Pode também utilizar como verbo silenciado, porque há dois tipos de verbo: verbo articulado e verbo silenciado. O verbo silenciado é poderoso.
Este mantram, entendo que abre o OLHO DE DAGMA. Este mantram, profundo, um dia os levará a experimentar a Grande Realidade alguma vez, isto enche a pessoa de animo para a luta contra si mesmo. Essa é a janela do SUNYATA. Esta é a maior janela que existe em relação de experiência do REAL.
E para que hoje se aproveite a meditação e o mantram como é devido, vamos entrar um pouco em meditação com este mantram.
Rogo a todos os irmãos, pois, entrar em meditação.
Relaxa-se o corpo, totalmente, depois de relaxado nos entregamos totalmente a nosso Deus Interior profundo. Sem pensar em nada, unicamente recitando com a mente e o coração o mantram completo.
A meditação deve ser profunda, muito profunda, os olhos fechados, o corpo relaxado, entregues totalmente a nosso Deus Interior.
Nenhum pensamento se deve admitir nesses instantes. A entrega a nosso Deus Interior deve ser total e somente o mantram deve ressoar em nossos corações.
Apaguem as luzes, relaxem todo o corpo.
Relaxação completa e entrega total a nosso Deus Interior profundo.
Não pensem em nada de nada, de nada, de nada, de nada...
Recitarei o mantram, o repetirei muitas vezes para que não se esqueçam:
GAAATEEE, GAAATEEE, PARAGAAATEEE, PARASAMGAAAATEEEE, BOOOODHIIIIII, SWAAAAA, RAAAAA
Sigam repetindo em seus corações..... não pensar em nada de nada... entreguemo-nos a nosso Deus... Sintam-se como um cadáver...com um defunto...
150 PREGUNTAS 150 RESPUESTAS DEL V.M. SAMAEL AUN WEOR
Mestre, que técnica poderíamos utilizar para esvaziar a mente?
Bom, relaxar absolutamente o corpo, primeiro que tudo. Segundo, ESVAZIAR A MENTE de toda classe de pensamentos (frase que não agrada a Sr. Krishnamurti, a quem aprecio, porém não lhe agrada. Aprecio a ele, não o estou criticando, aprecio muito sinceramente, porém há que ESVAZIAR A MENTE, ainda que ele não goste). Terceiro, usar o mantram que já lhes disse: GATE GATE PARAGATE PARASAMGATE BODHI SWAHA... Estes mantrans não se pronunciam secamente, há que aprender a cantá-los... cantá-los com o verbo silenciado, mente esvaziada e corpo relaxado. Assim se trabalha, até que um dia, na ausência do ego, logre experimentar o vazio iluminador (essa é a verdade), quem logre experimentar a verdade, fica reforçado para trabalhar sobre si mesmo.


H

H
TRATADO ESOTERICO DE KABALA
PRÁTICA COM OS SILFOS
AR: SENTADO em uma cômoda poltrona e deitado com a boca para cima, com o corpo relaxado, meditarão profundamente na seguinte plegaria
PLEGARIA
Spiritus dei ferebatur super aquas, et inspiravit in faciem hominis spiraculum vitae. Sit Michael dux meus et Sabtabiel servus meus; in luce et per lucem. Fiat verbum halitus meus; et imperabo Spiritibus aeris hujus, et refrenabo equos solis voluntate cordis mei et cogitatione mentis meae et nutu oculi dextri. Exorciso igitur te, creatura aeris, per Pentagrammaton et in nomine Tetragrammaton, in quibus sunt voluntas firma et fides recta. Amén. Sela Fiat. Que assim seja. Sopre na direção dos quatro pontos cardeais da Terra, pronuncie a letra H muitas vezes como um suspiro muito profundo. Adormeçam meditando nos Gênios Michael e Sabtabiel. Então os colocarão em contato com os SILFOS.


HAGIOS
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
O mantram HAGIOS, sobre tudo, tem o poder de abrir a atmosfera para que venha o Mestre. Realmente, estes mantrans são bons, porém existem uns mantrans mais simples e eficazes, a vezes que mais curtos para invocar os Mestres. Estes mantrans são os seguintes.
“ANTIA DA UMA SASTAZA”
Esses mantrans devem ser pronunciados cantando-os, e depois de articulá-los se pronuncia por três vezes o nome do Mestre que se quer invocar. Os enfermos poderão chamar o Mestre Hipócrates, pai da medicina, ou a Galeno, ou a Paracelso, ou a Hermes Trismegisto, etc..


HAM SAH
VACIO ILUMINADOR
Sentem comodamente, coloquem a palma da mão esquerda aberta e para cima, e o dorso da mão direita, sobre a palma da mão esquerda. Relaxe o corpo, o melhor possível, e logo inale profundamente, bem devagar.
Ao inalar, imagine que a Energia Criadora sobe pelos canais espermáticos até o cérebro e pronuncie o mantram HAM, assim: “RAAAAAAMMMMMM” (o “H” soa como “R”). Exale, curto e rápido, ao mesmo tempo que pronuncia o mantram SAH. “SAAAAH” (o “H” é aspirado, como um som de “R”).
Indubitavelmente, se inala pelo nariz e se exala pela boca. Ao inalar, deverá mentalizar-se a silaba sagrada HAM (mentalmente, pois está inalando pelo nariz), mas ao exalar, poderá se articular a silaba SAH em forma sonora.
A inalação se faz lenta. A exalação curta e rápida. Motivos? Obviamente a Energia Criadora flui, em todo sujeito, desde dentro para fora, isto é, de maneira CENTRIFUGA. Mas nós devemos inverter essa ordem com fins de superação espiritual. Deve, nossa energia, fluir de forma CENTRIPETA (quero dizer, de fora para dentro).
Indubitavelmente, se inalamos devagar e lento, fluirá a Energia Criadora em forma centrípeta, de fora para dentro. Se exalamos curto e rápido, então se fará cada vez mais centrípeta essa Energia.
Durante a prática, não se deve pensar em absolutamente nada, os olhos devem estar fechados profundamente, somente vibrará em nossa mente o HAM-SAH e nada mais.
A medida que se pratique, a inalação se faz mais profunda e a exalação muito curta e rápida.
Os Grandes Mestres de meditação chegam a deixar respiração, pura inalação. Então aquela fica em suspenso. Impossível isto, para os cientistas, porém real para os místicos. E em tal estado, o Mestre participa do NIRVI-KALPA-SAMADHI. Vem a irrupção do Vazio Iluminador, se precipita nesse Grande Vazio, de onde ninguém vive e onde somente se escuta a palavra do Pai que está em segredo.
Com esta prática se consegue a irrupção do VAZIO ILUMINADOR, a condição de NÃO PENSAR absolutamente em nada, não admitir na mente nenhum pensamento, nenhum desejo, nenhuma recordação. A mente deve ficar completamente quieta, por dentro, por fora e no centro, , qualquer pensamento, por insignificante que seja, é óbice para o SAMADHI, para o Êxtase.
Assim mesmo essa ciência de meditação, combinada com a respiração, produz efeitos extraordinários. Normalmente, as pessoas padecem disso que se chama POLUÇÕES NOTURNAS. Homens e mulheres sofrem de tal padecimento, têm sonhos eróticos. Se, os EUS copulam uns com os outros, a vibração passa pelo “CORDÃO PRATEADO” até o corpo físico e advém o orgasmo, com perda da Energia Criadora. Mas isto sucede porque a Energia Sexual flui em forma centrifuga, desde dentro para fora. Quando a Energia Criadora flui de fora para dentro, de maneira centrípeta, as poluções noturnas terminarão. Esse é um beneficio, pois, para a saúde.

TOLERANCIA Y EL MANTRAM HAM SAH
LA CIENCIA DE LA MEDITACION
Muitas vezes expliquei a vocês como se trabalha com o mantram HAM-SAH que se pronuncia assim: “HAM-SAH” (o “H” com som aspirado, com um “R”), este mantram é o símbolo maravilhoso que no oriente faz fecunda as águas caóticas da vida, o terceiro logos.
O importante pois, queridos discípulos, é saber como vamos vocalizar esses mantrans, quais são seus poderes. Normalmente, as forças sexuais fluem de dentro para fora em forma centrifuga e devido a isso existem as poluções noturnas quando se tem um sonho baseado no centro sexual.
Se o homem organiza seus sistemas vitais e no lugar de propiciar o sistema centrifugo, utilizará o centrípeto, isto é, que o homem fizesse fluir as forças sexuais de fora para dentro mediante a transmutação, ainda que houvesse o sonho erótico, não haveria poluções, porém como o homem não tem organizada a questão sexual em forma centrípeta, pois de fato vem a polução, a perda do esperma sagrado, o licor espermático.
Se alguém quer evitar poluções, deve saber organizar suas forças sexuais, essas forças se acham intimamente relacionadas com o alimento, com o prana, com a vida, isso é óbvio.
Existe pois uma intensa e profunda relação entre as forças sexuais e a respiração, que devidamente combinadas e harmonizadas, originam trocas fundamentais na anatomia física e psicológica do homem.
O importante é fazer fluir essas forças sexuais para dentro e para cima em forma centrípeta, somente assim é possível fazer uma troca especifica no oficio e funções que pode cumprir a força criadora sexual.
Há necessidade de imaginar a energia criadora em ação durante a Meditação, fazer que suba em forma rítmica e natural até o cérebro mediante a vocalização do mantram que já explicamos neste capitulo, nesta prática de Meditação, não esquecendo as inalações e exalações do ar em forma sincronizada e perfeita concentração, harmonia e ritmo.
É necessário esclarecer que deve ser mais profunda a inalação que a exalação, simplesmente por que necessitamos fazer refluir a energia criadora desde fora para dentro, isto é, fazer mais curta a exalação que a inalação.
Com esta prática chega o momento em que a totalidade da energia criadora, flui para dentro e para cima, nesta forma centrípeta a energia criadora organizada como já dissemos em forma centrípeta, cada vez mais profunda de fora para dentrom é claro que se converte em um instrumento extraordinário para a essência, para despertar consciência.
Estou lhes ensinando o legitimo Tantrismo Branco, esta é a prática que usam as escolas tantricas dos Himalaias e do Indostão, é a prática mediante a qual se pode chegar ao êxtase, ao SAMADHI ou como queiram denominar. Os olhos devem estar fechados durante a prática, não se deve pensar em absolutamente em nada durante a meditação, porém se desafortunadamente chega a mente um desejo, o melhor que podemos fazer é estudá-lo sem identificarmos com dito desejo, depois de havê-lo compreendido intimamente, profundamente em todas suas partes, então deixe-o pronto para submetê-lo a morte, a desintegração por meio da Lança de Eros.
Porém se nos aparece a recordação de algum acontecimento da Ira, que devemos fazer? Suspendam por um momento a meditação e trate de compreender o acontecimento que nos chegou ao entendimento, façamos a dissecação, estudemo-lo e desintegremo-lo com o bisturi da auto critica e logo esquecemo-lo e continuemos com a meditação e a respiração.
Se tão logo vem a nossa mente alguma recordação de qualquer acontecimento de nossa vida, desde 10 ou 20 anos atrás, façamos o mesmo uso da auto-critica e utilizemos o mesmo bisturi para desintegrar tal recordação, para ver que é o que tem de verdade. Uma vez que estemos seguros de que não vem nada mais à mente, então continuemos com a respiração e a meditação sem pensar em nada, fazendo ressoar docemente o Mantram “HAAAAAMMM-SAH”, tal como soa, prolongando a inalação e curta a exalação.
Repetimos o mantram: “HAAAAAAAAMMMM-SAH, HAAAAAAAMMMMMM-SAH.....” com profunda quietude e silencio autentico da mente; só assim, a essência poderá escapar-se ainda que seja por um momento para submergir-se no REAL.

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. 21
Todo o que pratica a magia sexual deve retirar-se do ato muito antes do espasmo. Os médicos conhecem muito bem os motivos pelos quais quem pratica a magia sexual devem retirar-se antes do espasmo. Somente se deve praticar uma vez diária. Jamais se deve praticas duas vezes ao dia. Nunca na vida se deve derramar o sêmem. Jamais, jamais, jamais. Esta ordem da Loja Branca há que sabê-la entender, porque se por desgraça vem o espasmo contra nossa vontade, o discípulo se retirará do ato e instantaneamente, se deitará em decúbito dorsal (boca para cima), refreará então violentamente com os seguintes movimentos.
INDICAÇÃO
1. Fazer o esforço supremo que uma mulher faz por parir, enviando a corrente nervosa até os órgãos sexuais porém esforçando-se em fechar com ela os esfíncteres ou portas de escape por onde o licor seminal sói escapar. Este é um esforço supremo.
2. Inala-se como se estivesse bombeando ou fazendo subir com a respiração o licor seminal, até o cérebro. Ao inalar se vocaliza o Mantram “HAM”; imagine esta energia subindo até o cérebro e passando logo ao coração.
3. exale agora o alento imaginando que a Energia Sexual está se fixando no coração; vocalize ao exalar o Mantram “SAH”
4. Se o espasmo é muito forte, refreie, refreie, e continue inalando e exalando com a ajuda do Mantram “HAM SAH”. “HAM” é masculino, “SAH” é feminino. HAM é solar. SAH é lunar. Há que expulsar o ar rapidamente pela boca produzindo o som SAH em forma suave e deliciosa. Há que inalar com a boca entreaberta cantando mentalmente o Mantram HAM.
A idéia fundamental deste exercício esotérico é a de inverter o processo respiratório fazendo que ele seja verdadeiramente positivo, já que no estado atual predomina o aspecto negativo Lunar SAH, que vem a produzir a descarga seminal; invertendo o processo respiratório mediante esta prática respiratória, a força centrifuga se converte em centrípeta e o sêmem flui entanto para dentro e para cima.


HAN
MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION IX
1. O CHAKRA VISHDUDDHA de nossa medula espinhal reside na mesma base de nossa laringe criadora
2. Este maravilhoso CHACRA está intimamente relacionado com o tatwa Akasha (elemento etérico)
3. A cor deste tatwa é azul intenso
4. O CHACRA laríngeo pertence ao tatwa manas
5. A Seidade Divina que protefe este CHACRA maravilhoso é SADASHIVA
6. Este maravilhoso CHACRA tem dezeseis (16) formosas pétalas
7. Realmente o centro deste CHACRA parece uma lua cheia
8. Os yoguis da Índia sustentam que praticando a meditação sobre este CHACRA, alguém poderá se sustentar com o corpo físico ainda durante o mesmo Pralaya (Noite Cósmica)
9. O que aprende a meditar neste CHACRA pode conhecer o mais elevado esoterismo de todos os livros sagrados, e dos Vedas
10. O yogui que aprende a meditar neste CHACRA, ALCANÇARÁ O ESTADO GRANDIOSO DE Trikala Jnana. Ou seja, aquele que pode conhecer todo o passado, presente e o futuro.
11. O mantram do tatwa Akasha é HAN. Não há duvida de que este mantram deve ser utilizado pelo yogui quando está meditando neste maravilhoso CHACRA.


HARE HAM, HARE HAM
MATRIMONIO PERFECTO. CAP. XXXII
A CONTINUAÇAO VAMOS ENSINAR OS Mantrans que um sábio ensina em um de seus livros para saída em astral. Estes mantrans estão em idioma sânscrito e o usam os yoguis da Índia para sair em astral.
MANTRAM PARA SAIDAS ASTRAIS
“HARE HAM. HARE HAM. HAM HARE HARE. HARE CRISTO. HARE CRISTO. CRISTO CRISTO. HARE, HARE.”
“HARE MURARE MODUP COIPTUS HARE COPAL GOVIND MUKUM SONRE”
“MAGE PRAGE YODI COLPI BASI PARVOT TULLO HIRO NO DANE EN BAI DE NEM”
“SRI GOVIND, SRI GOVIND, SRI GOVIND, SRI GOVIND. GANESHA NAMAP”
O devoto deve dormir com a cabeça em direção ao Norte ou ao Oriente. É necessário que o devoto aprenda primeiro de memória esses mantrans da Índia. Deite-se o devoto em decúbito dorsal (boca para cima). Suplique, chame e invoque com toda sua alma ao Mestre LAKHSMI para que o tire em Corpo Astral consciente e positivamente. É necessário chamar LAKHSMI em nome do Cristo.
INVOCAÇÃO: EM NOME DO CRISTO, PELA GLÓRIA DE CRISTO, PELO PODER DE CRISTO, EU TE CHAMO, LAKHSMI, LAKHSMI, LAKHSMI. AMÉN.
Esta invocação se repete milhares de vezes suplicando ao Mestre Lakhsmi que lhe tire do corpo físico conscientemente e que te ensine a viajar conscientemente em corpo ASTRAL. Depois de feita a invocação recite os mantrans sânscritos milhares de vezes com a mente concentrada em Cristo. Adormeça tranqüilo fazendo a invocação, quando acordar do sono pratica logo um exercício retrospectivo para recordar onde esteve, por onde andou, com quem teve diálogos, etc.
É necessário pedir a Lakhsmi que lhe ensine a sair conscientemente em ASTRAL.


HARPOCRATIST
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Mais tarde a Dama-Adepto me explicou algo sobre o Ovo Órfico e os estados de Jinas. Vem-me a memória o Ovo de ouro de Brahama, que simboliza o universo. Nossa Terra tem figura oviforme. “A maniefestaçao do Cosmos em forma de ovo, era a crença mais difundida na antiguidade”.
“O Ritual Egípcio, SEB, O Deus do tempo e da Terra, é dito que pôs um Ovo, ou o Universo; um Ovo concebido na hora do Grande Uno da força dupla”. O Deus RA é representado pelos egípcios em processo de gestação dentro de um ovo. O Ovo Órfico figurava nos Mistérios Dionisíacos. Na Grécia, e na Índia, o primeiro ser masculino visível, que reunia em si mesmo os dois sexos, era representado saindo de um ovo. O Ovo simboliza o mundo. Assim pois, a lógica nos convida a pensar que no ovo existem grandes poderes ocultos. A Guru LITELANTES me explicou a fórmula mágica do ovo.
Disse-me a Guru LITELANTES, que com o ovo alguém pode pôr o corpo físico em estado de Jinas. Há que fazer um pequeno furo no ovo no extremo pontiagudo, e por esse minúsculo furo tirar a gema e a clara. O ovo deve-se amornar ligeiramente na água, antes de fazer-lhe o furo. O discípulo deverá pintar este ovo de cor azul. Coloca-se esta casca de ovo perto de nosso leito, e o discípulo adormecerá imaginando-se metido dentro do ovo. O Mestre HUIRACOCHA diz que nesses instantes deve-se invocar ao Deus HARPOCRATES, pronunciando o seguinte mantram: HAR-PO-CRAT-IST. Então o Deus HARPOCRATES, levará o discípulo dentro do ovo. O discípulo sentirá uma grande coceira ou comichão em seu corpo.
O discípulo se sentirá incomodo, porque terá a posição incomoda com que se representa um pinto dentro do ovo. O discípulo não deve protestar, o Deus HARPOCRATES o transportará a qualquer lugar afastado, e logo abrirá o ovo e o deixará lá. A principio o estudante somente conseguirá se transportar com seu corpo físico em estado de Jinas. Isto é questão de muita prática e tenacidade.
O estado de Jinas nos permitem realizar todas essas maravilhas. A Guru LITELANTES me demonstrou praticamente como um corpo físico em estado de Jinas pode assumir distintas formas, alongar-se e encolher a vontade. Realmente a medicina oficial não conhece o corpo físico senão em seus aspectos puramente primários ou elementares. Porém, os cientistas ignoram totalmente que o corpo físico é plástico e elástico. A anatomia e fisiologia oficiais, todavia, se encontram em estado embrionário.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 5
Se invocamos ao Deus HARPOCRATES, Ele concorrerá a nosso chamado. Com o mantram HAR-PO-CRAT-IST podemos invocar a este anjo. Com a ajuda deste anjo podemos por nosso corpo em estado de Jinas e transportar-nos a qualquer parte do mundo em alguns instantes.
O ovo tem poderes especiais que nos permite por o corpo físico em estado de Jinas. O discípulo amornará um ovo em água, isto é, o colocara a cozinhar muito rapidamente; logo lhe fará um furinho pelo extremo mais agudo e valendo-se de um instrumento pulsante tirará então sua clara e sua gema. A casca do ovo possui os poderes do Deus HARPOCRATES. As forças de HAR-PO-CRAT-IST são uma variante das forças crísticas. O discípulo porá esta casca junto a sua cabeça em seu leito. O discípulo deverá imaginar-se a si mesmo metido dentro desta casca e invocará a HAR-PO-CRAT-IST e lhe pedirá que o transporte com o corpo físico aonde queira ir. Levante-se o discípulo conservando o sono como um sonâmbulo; pegue a casca de ovo e saia de seu quarto dizendo: “HARPOCRATES, ajuda-me porque vou com meu corpo”.
Assim poderão os discípulos de nosso Movimento Gnóstico meter-se com seu corpo físico dentro dos mundos internos, assim poderão ir em carne e osso a Santa Igreja Gnóstica, assim poderão receber a comunhão do pão e vinho e assistir a Pretor. Assim poderão conhecer os grandes mistérios sem necessidade de estar danando sua mente com as teorias e discussões estéreis das escolas espiritualistas,
Existem lagos encantados, lagos Jinas; existem montanhas, templos, povos e cidades em estado de Jinas. Nas planícies orientais da Colômbia existe uma cidade chamada Manoa em estado de Jinas. Em todas as montanhas do mundo há templos da Loja Branca em estado de Jinas.
Nosso Sumum Supremum Sanctuarium Gnóstico de Serra Nevada de Santa Marta, na Colômbia, está entrando em estado de Jinas. Onde quer que haja um templo, montanha ou lago encantado (estado de Jinas), ali estão as forças de HAR-PO-CRAT-IST em intensa atividade.
De nenhuma maneira devem cansar-se os estudantes gnósticos; alguns triunfam imediatamente e outros tardam meses e até anos para lograr com êxito os estados de Jinas. A tenacidade e a paciência são o fundamento de todo progresso. Com essas práticas de HAR-PO-CRAT-IST os discípulos vão acumulando dentro de seus veículos essa força maravilhosa de HAR-PO-CRAT-IST. Mais tarde disporão dessas maravilhosas energias para pôr seu corpo em estado de Jinas. Com essas forças maravilhosas se fazem maravilhas.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 18
Os discípulos podem utilizar as forças do Deus HARPÓCRATES para aprender a viajar com o corpo físico em estado de Jinas.
PRÁTICA: amorne um ovo de galinha em água e com um instrumento pontudo faça um pequeno orifício em seu extremo mais agudo, logo tire a gema e a clara. A casca do ovo contem as forças do Deus HARPÓCRATES, que são uma variante das forças cristicas. O estudante porá a casca sobre a cabeceira da cama ou perto da mesma, logo adormecerá invocando ao Deus HARPÓCRATES. Somente um pouco de sono é o que necessita e muitíssima fé; deve dormir orando cheio de fé a oração do Deus HARPÓCRATES, assim:
“Creio em Deus, creio em Cristo, creio em HAR-PO-CRAT-IST. HAR-PO-CRAT-IST leve-me com meu corpo a Igreja Gnóstica”.
O discípulo rezará mentalmente esta oração muitas vezes seguidas e logo, adormecido como um sonâmbulo se levantará de seu leito, pegará o ovo e caminhará dizendo:
“HAR-PO-CRAT-IST, ajuda-me porque vou com meu corpo”.
Antes de sair da casa saltará o mais longe que se possa e se marcará o local exato de onde caiu ao saltar, na outra noite repetirá o experimento no mesmo lugar, tratando de superar a marca anterior; deve conservar o sono como um tesouro, o poder está no sono e na fé intensíssima. Diariamente serão marcados os novos alcances; assim há que perseverar dias, meses ou anos até triunfar. O aumento progressivo na distância percorrida é sinal evidente de um grandioso progresso, isso demonstra que pouco a pouco vá entrando em estado de Jinas. Mais tarde, o discípulo chegará a dar saltos de 3, 4 ou mais metros.
A Tenacidade é importantíssima, só assim se triunfa. Ao fim, o discípulo logra realmente sustentar-se no espaço mais além do limite normal, então seu corpo está em estado de Jinas e a as pessoas não podem vê-lo, se fez invisível. Nesse estado o corpo se submergiu dentro dos mundos internos, fica então sujeito as leis dos mundos supra-sensiveis, a levitação, elasticidade, plasticidade, porosidade, etc., sem perder suas características fisiológicas. Esta é uma modificação do sonambulismo, é um sonambulismo voluntário e consciente.
As forças do sono e da fé são terríveis; assim podemos receber os ensinamentos diretamente nos templos internos.
Na Índia os yoguis entram em estado de Jinas praticando um Samyasin sobre o corpo físico. O Samyasin consta de concentração, meditação e êxtase instantâneos, simultâneos. Nós entramos em Jinas com a prática de HARPÓCRATES. Quando o yogui pratica seu Samyasin voa, caminha sobre a água, passa pelo fogo sem se queimar e entra as rochas e cavernas da terra. O que chega a essas alturas de meditação é já um Samyasin do pensamento. No ocidente utilizamos a yoga ocidental, desta forma parte a prática de HARPÓCRATES; as condições para poder realizá-la são: fé, tenacidade e silencio, porque o que anda contando suas vitórias aos demais perde seus poderes e se converte em um sem-vergonha. Esses sujeitos faladoresm imbecis, devem ser expulsos do Movimento Gnóstico.
Em carne e osso, em Jinas, podemos visitar o Tibet e falar com o Cristo Jesus e os Mestres. A Sra. Neel nos fala, em seu livro “Los Ascetas Semivolantes Del Tibet”, de lamas tibetanos que percorrem grandes extensões em estado sonâmbulo sem cansarem-se; imitemos a esses ascetas, nós somos totalmente práticos, não nos agrada perder tempo em vagabundagens intelectuais; assim falamos os gnósticos, ao macho.
Agora as pessoas querem coisas práticas, sem mais teorias, não mais vagabundagens intelectuais, sem mais exploração, vamos aos feitos práticos, vamos ao grão. Desditado aquele que utilize estes poderes para suas fornicações e maldades. Aqueles que adquiram esses poderes só devem utilizá-los para visitar os monastérios da Loja Branca ou para estudar as maravilhas da natureza.
Depois de cada prática de HARPÓCRATES acumulamos em nossos corpos internos enormes quantidades de energia com a que vamos pouco a pouco logrando o poder para por o corpo em estado de Jinas, para isto se necessita muita paciência.
O que faça o uso destes poderes submergirá entre as trevas exteriores de onde só se ouve o pranto e ranger dos dentes. A estes mais valeria não haver nascido ou colocar-se uma pedra no pescoço e se jogar no mar. Esta é uma ciência divina, desgraçadamente a humanidade só quer dinheiro, coito e crime. Os irmãos espiritualistas são víboras entre ramos de flores, são piores que os profanos.
ADVERTENCIA: com muito sono se sai em astral, com pouco sono e fé ardente se viaja com o corpo físico em estado de Jinas, aprenda, pois, a graduar o sono.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
As forças que a Guru LITELANTES me ensinou a manejar, são as forças HARPOCRASTIANAS, que fervem e palpitam em todo o universo. As foras de HAR-PO-CRAT-IST, são uma variante das forças crísticas. Aonde quer que haja um estado de Jinas, um desdobramento astral, um templo de Jinas ou um lago encantado, ali estão as forças de HAR-PO-CRAT-IST, em função ativa.
Com essas práticas de HAR-PO-CRAT-IST, o discípulo vai acumulando essas energias de HAR-PO-CRAT-IST, que mais tarde lhe permitirão realizar verdadeiras maravilhas e prodígios. Esta ciência maravilhosa a aprendi da Guru LITELANTES, minha esposa sacerdotiza, que trabalha nos mundos superiores dos quarenta e dois juizes do karma.

EL PODER DE LOS MANTRANS
Primeiro o estudante aprende a sair em astral, mais tarde aprende a meter seu corpo físico dentro da quarta dimensão. É um pouco mais duvidoso...verdade?. Isto de meter o corpo de carne e osso dentro do mundo astral aparentemente é muito trabalhoso, no entanto é mais fácil se pode fazer. Quem queira meter-se com seu corpo de carne e osso dentro dos mundos internos, isto é, que queira aprender a por seu corpo físico em estado de Jinas, pode conhecer as chaves.
HARPOCRATES lhes ensina a sair com corpo de carne e osso. HARPOCRATES nos ensina a transportar-nos de um lugar a outro em poucos instantes. HARPOCRATES nos ajuda a meter nosso corpo dentro dos mundos superiores.
Todo aquele que aprende a viajar com corpo de carne e osso por entre os mundos superiores, certamente fica completamente iluminado. Jesus fazia essas maravilhas, Jesus caminhava sobre as águas porque levava seu corpo físico submergido dentro dos planos superiores.
Pedro também aprendeu, a principio lhe custava caro. Recorde aquela noite que Jesus caminhou sobre as águas do mar. Muito interessante, ele ia com seu corpo físico em estado de Jinas. Pedro fazia esforço, desgraçadamente Pedro duvidava; se Pedro não houvesse duvidado tampouco haveria submergido. Jesus teve que ajudá-lo e lhe disse: “Homem de pouca fé porque duvidaste?”.
A chave para por o corpo físico em estado de Jinas é a FÉ. O homem que não tem fé fracassa certamente, a fé é um poder solar. Isto é, não estou me referindo irmão, a fé aquela do carvoeiro; falou da FÉ CONSCIENTE. Assim por exemplo, creio que para todos simplesmente dois mais dois são quatro. Se faço a soma isto resulta, isto se chama FÉ CONSCIENTE. A fé do carvoeiro não é assim, não estamos falando da fé do carvoeiro, estamos falando da FÉ CONSCIENTE. Se tu queres meter-se com teu corpo físico dentro dos mundos internos podes fazer o seguinte: Deite-se irmão, deite-se sobre o lado esquerdo, ponha a mão esquerda sobre a almofada, agora apóia tua cabeça sobre a palma da mão esquerda... entendido? ... Bem, invoca a HARPOCRATES. Se invoca assim:
HAAAAAAAARRRRRRRRRRR...
POOOOOOOOOOOOOOOO
CRAT, IIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
POR CRISTO! POR CRISTO! POR CRISTO! TE CHAMAMOS!
PELO ABSOLUTO! PELO ABSOLUTO! PELO ABSOLUTO! TE CHAMAMOS.....
HARPOCRATES, AJUDE-ME A POR MEU CORPO FISICO EM ESTADO DE JINAS.
Bem irmãos agora durmam relaxados, sempre concentrados, em HARPOCRATES, porém adormeça e quando já sintam que há um pouquinho de sono, quando começam a sentir os primeiros sintomas do sono, podem levantar da cama com toda fé, levantem como sonâmbulos,... Entendido? Porém levantem-se conservando esse pouco de sono que tenha... Compreendem?
Bem, depois que se tenha levantado darão alguns passos dentro de sua própria recamara ou habitação. Logo antes de sair na rua, é melhor que façam o ensaio dentro de sua própria recamara, para saber se há estão em estado de Jinas porque do contrário,..... Que vai fazer na rua?? Dê o salto então, se flutua é porque teu corpo se meteu dentro dos mundos internos. Então pode sair tranqüilo na rua e dirigir-se aos templos que estão em estado de Jinas.

PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
Existem distintos procedimentos para meter o corpo físico dentro da quarta vertical. Dentre a sabedoria antiga se menciona HARPÓCRATES; isto que estou dizendo não tem nenhum valor para os céticos, para esses que estão engarrafados dentro da dialética materialista, para os reacionários, para os conservadores, para os retardatários. O que estou dizendo é demasiado revolucionário e não agrada aos que estão engarrafados no dogma tridimensional de Euclides. HARPÓCRATES, nome grego extraordinário, maravilhoso; os místicos dos Mistérios de Eleusis pronunciavam aquele nome da seguinte forma: HAR-PO-CRAT-IST.
Eles faziam certas práticas muito engenhosas, que vale a pena comentar, pertencem aos mistérios gregos, aos mistérios que se conheceram em Atenas, em Eleusis, etc. Deitado em decúbito dorsal (boca para cima) ou de lado preferencialmente, o asceta grego com a cabeça sobre a palma da mão esquerda, imaginava ser um pinto dentro de uma casca de ovo, se concentrava intensivamente em HARPÓCRATES chamando: HAR-PO-CRAT-IST.
Quando já entre sonhos começava a sentir muita coceira em seu corpo, armado de grande vontade não levava suas mãos ao mesmo, para não perder o estado especial psicológico em que se encontrava, depois suavemente se levantava de seu leito e pronunciava esta frase ritual:
“HAR-PO-CRAT-IST, AJUDA-ME QUE VOU COM MEU CORPO FÍSICO”.
E confiante saía de sua recâmara, dava posteriormente um saltinho com o propósito de penetrar violentamente dentro da quarta vertical, e dizem velhas tradições que se perdem na noite aterradora de todas as idades, que então o asceta – com corpo físico – viajava realente pela dimensão desconhecida, então era quando o místico de Eleusis conversava com os Deuses santos, com os Seres Inefáveis. Estou comentando algo que pertence a antiga Grécia, porém obviamente quem queira praticar neste século poderá evidenciar por si mesmo. No entanto, os gregos treinavam muito com este sistema até conseguir de verdade penetrar na quarta vertical.

ESOTERICOS U OCULTISTAS
Há Jinas Negros, há Jinas Brancos, etc. Considero que as melhores invocações se fazem, sempre, estando fora do Corpo Físico, ou ainda com o Corpo Físico metido dentro da quarta vertical. Se alguém por exemplo põe seu corpo físico dentro da quarta vertical, pode fazer todas as invocações que queira, e com bom êxito. Porém, como se mete o corpo físico dentro da quarta vertical? Pois é questão de ter um pouco de fé, senhores, fé... deite-se do lado esquerdo, ponha sua cabeça sobre a palma da mão esquerda; logo se concentra em HARPOCRATES, porém, há que sabê-lo chamar. Digam assim: HAR-PO-CRAT-IST, com concentração plena em HARPÓCRATES, dizem que é uma Grande Deus e que maneja uma variante da força Crística.
Assim é como se pronuncia HAR-PO-CRAT-IST. Concentra-se invocando a HARPÓCRATES, porém profundamente, e logo quando já se sinta que tem muita coceira no corpo, não se coça, porque se se coçar, atrapalha o experimento. Tem que se deitar do lado esquerdo, e na forma como estão metidos os pintinhos, dentro do ovo, na casca. Tem que fazê-lo desta forma, e obterá um bom resultado. Convém por exemplo por uma casca dessas de ovo, em cima de uma mesa, e pintá-la de azul. Porém para isso há que fazer uma operação mágica. Fazer um pequeno orifício no ovo, tirar a gema e a clara, porém antes de fazer esta operação, passe o ovo em água morna, amornando-o; logo depois faça o orifício, tire a gema e a clara, se pinta de azul, se coloca sobre uma mesa e em seguida, sim, imagine-se, veja-se com a imaginação que está metido dentro desta casca, bem concentrado em HARPÓCRATES, que é um Grande Deus, um Anjo da Luz. Não vão vocês a confundi-lo com a harpia da meia-noite. Não senhor, esse é um Anjo da Luz.
Então bem concentrados em HARPÓCRATES, quando comecem a sentir “comichões”, não se cocem, pois ao coçarem-se atrapalha o experimento; devem não coçarem-se. Logo então, quando se comece a ver, assim como um pouco “meio inflado”, como inchado é o sinal, de que já está entrando na quarta dimensão. Ao ver-se assim deve sentar-se suavemente na cama. Senta-se suavemente, com os pés sobre o solo, e vai se levantando.
E já de pé, dar um saltinho longo com a intenção de flutuar. Se flutua no ambiente circundante, é porque já logrou, já está o corpo metido na quarta dimensão.


HELION MELION TETRAGRAMATON
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
CÍRCULO MÁGICO
Quando traçar ao seu redor o Circulo Mágico, seja com a espada ou unicamente com a vontade e a imaginação unidas em Vibrante harmonia e com ambas as coisas de uma vez, pronuncie os seguintes mantrans: “HELIOM MELION TETRAGRAMATON”
Com o circulo mágico e o Pentagrama Esotérico se defende o Mago dos ataques dos Demônios.


HIRAM
CURSO ZODIACAL
Os cordões de Idá e Pingalá são as duas colunas J e B da Maçonaria, chamadas JACHIN e BOAZ. Entre ambos os canais nervosos sobem as forças Solares e Lunares, que quando fazem contato no cóccis, desperta “HIRAM”, o Fogo Divino que constrói o Templo para Salomão (o Íntimo). “HIRAM” é também um mantram de Kundalini. O “H” se pronuncia como um suspiro. O “I” se vocaliza assim: “IIIIIIIIIII...”; e o resto assim: “RRRRAAAAAAMMMMM”.



I

I
ROSA IGNEA. CAP. 17
134. Há que se fazer rodar o chacra da clarividência com a vogal “I”, a qual se deve vocalizar diariamente alargando o som da vogal, assim: “IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII...”

EL PODER DE LOS MANTRANS
LA CLARIVIDENCIA:
Este sentido nos permite ver o ultra e se acha intimamente relacionado com a glândula pituitária está exatamente situada entre as sobrancelhas.
A vogal fundamental desta glândula é a vogal “I”. sobre esta vogal sustentam-se todos os mantrans relacionados com o poder da divina clarividência.
A vogal “I” se pronuncia assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
Pode-se vocalizar esta letra muitas vezes. Também com esta vogal podem combinar algumas consoantes e o resultado é assombroso. Assim se formam os Mantrans.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Pode-se despertar o sexto sentido com este procedimento: sente-se em frente a uma mesa, olhe fixamente a água contida em um copo, pelo tempo de dez minutos todos os dias. A cabo de algum tempo de práticas despertará clarividência. A vogal “I” pronunciada diariamente, durante uma hora, produz o mesmo resultado. Despertada a clarividência, se poderá ver os corpos internos e estudar a sua anatomia.

CURSO ZODIACAL. ARIES
A Glândula Pineal está influenciada por Marte, e a Glândula Pituitária por Vênus. A Glândula Pituitária produz o sono, e a Pineal nos incita a luta; e desta maneira, enquanto Vênus quer dormir, Marte quer seguir lutando.
Durante este signo, o discípulo deverá vocalizar diariamente e durante uma hora a vogal “I”, assim:
“IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII...”
Esta vogal fará vibrar a Glândula Pineal, e por fim tornar-se-ão clarividentes. A Glândula Pineal, desenvolvida, nos converte em Super-Homens, e atrofiada, nos converte em idiotas. Ela está desenvolvida nos castos, e atrofiada nos fornicários. Assim pois, se você, bom discípulo queira se converter em Anjo, fica proibido de todo coito.


I A O OU AOAI OUO OUOAE KORE
CURSO ESOTERICO DE KABALA
MANTRAM DA MAGIA SEXUAL: I.A.O. OU. AOAI. OUOAE. KORE. Continue agora com os poderosos mantrans KAWLAKAW SAWLASAW SEESAR.
KAWLAKAW é o Deus Íntimo. SAWLASAW é o homem terrenal e SEESAR é o corpo astral. Estes poderosos mantrans desenvolvem todos nossos poderes internos. Já falamos também do INRI e suas modificações, o alquimista NÃO deve esquecer de nenhum desses mantrans.


I E O U A
EL PODER DE LOS MANTRANS
O doutor Krumm Heller aconselhava seus discípulos uma hora diária de vocalização. Dizia o Doutor Krumm Heller que se devia vocalizar na seguinte ordem:
IIIIIIIIIIIIII....EEEEEEEEEEE....OOOOOOOOOO....UUUUUUUUUUU...AAAAAAAAAA
Aconselhava o Doutor Krumm Heller levar o som de cada vogal desde a cabeça até os pés. Queria dizer o Doutor Krum Heller que nos identificássemos com o som, levando-o imaginativamente desde a cabeça até os pés e que assim despertariam todos os poderes do homem.
O método de Krum Heller é como segue:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
EEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
OOOOOOOOOOOOOOOOO
UUUUUUUUUUUUUUUUU
AAAAAAAAAAAAAAAAA
Dizia o Doutor Krum Heller que o discípulo devia vocalizar uma hora diária e era o sistema que ensinava o grande Mestre Huiracocha (Krumm Heller)
Nós como irmãos da Serra Nevada de Santa Martha, em nosso Sumum Supremum Sanctuarium Gnóstico, vocalizávamos fazendo cadeias ou também vocalizávamos sós, individualmente cada um.

MENSAGEM DE NAVIDAD 1965-1966
37. É urgente que todos os irmãos gnósticos compreendam neste Natal de 1965, a necessidade de estudar musica.
38. É urgente que todos os irmãos gnósticos cantem sempre as cinco vogais I.E.O.U.A.
39. É necessário compreender o valor da palavra e não profaná-la com pensamento indigno.

MISTERIOS MAYAS
As vogais I-E-O-U-A vocalizam-se na seguinte forma:
I... PLEXO FRONTAL.
E... PLEXO LARÍNGEO.
O ... PLEXO CARDÍACO.
U... PLEXO SOLAR.
A ... PLEXO PULMONAR.
Quem aprende a meditar no chacra AJNA adquire os 8 poderes maiores e os 32
poderes menores. A clarividência psíquica é uma porta aberta ante ti mas não é
necessário adquirires a potência, guardes a palavra Senhor, para que não caias em
tentação.

LAS TRES MONTAÑAS. CAP. V
CHACRA FRONTAL
Faculdade: Clarividência. Se desenvolve com a entonação da vogal “I”, assim: IIIIIIIIIII...
CHACRA LARINGEO
Faculdade: Ouvido mágico. Se desenvolve cantando a vogal “E”, assim: EEEEEEEEE...
CHACRA CARDIACO
Faculdades: Intuição, inspiração, desdobramento astral, etc.,etc.,etc. Se desenvolve vocalizando a letra “O”, assim: OOOOOOOOOO...
CHACRA UMBILICAL
Faculdade: Telepatia. Se desenvolve entoando a vogal “U”, assim: UUUUUUUUUU...
CHACRAS PULMONARES
Faculdade: Lembrança de existências anteriores. Se desenvolve cantando a letra “A”, assim: AAAAAAAAAAAA....
I, E, O, U, A, é a ordem das vogais; com estas letras se formam todos os mantrans. Dizia o Doutor Krumm Heller que uma hora diária de vocalização era melhor que ler um milhão de livros de pseudo-esoterismo e pseudo-ocultismo.
Eu então inalava com avidez suprema o prana cristônico, o alento vital das montanhas, e logo exalava lentamente fazendo ressoar a vogal correspondente.
Para maior esclarecimento, manifesto que cada vocal ia precedida por uma inalação e só ressoava ao exalar (é obvio que inalava pelas fossas nasais e exalava pela boca).
RESULTADOS CONCRETOS
Todos meus CHACRAS astrais ou centros magnéticos intensificaram sua atividade vibradora rodando positivamente, da esquerda para a direita como os ponteiros do relógio, não visto de lado, senão de frente.
EXERCICIO RETROSPECTIVO
Com muita didática nos ensinou o professor certo exercício retrospectivo maravilhoso. Nos aconselhou jamais mover-nos da cama ao despertar, explicando-nos que com tal movimento se perdem as recordações.
É inquestionável que durante as horas de sono as almas humanas viajam fora do corpo físico. O importante é não se esquecer nossas experiências ao regressar ao corpo.
Nos indicou praticar nesse preciso momento um exercício retrospectivo com o inteligente propósito de recordar feitos, ocorrências e lugares vistos em sonhos.
RESULTADOS
Declaro solenemente que tal exercício psíquico me resultou assombroso, porque minhas recordações se fizeram mais vívidos, intensos e profundos.
PLEXO SOLAR
De acordo com as instruções do professor, diariamente, preferencialmente ao sair do sol, me sentava comodamente em uma deliciosa poltrona com o rosto para o oriente.
De forma extraordinária imaginava então uma gigantesca cruz dourada que, desde o Leste do mundo e tendo o Astro Rei como centro básico, lançava raios divinos que depois de atravessar o infinito espaço penetravam meu plexo solar.
Me encantava combinar inteligentemente tal exercício com a entonação mântrica da vogal “U”, prolongando o som como é devido: UUUUUUUUUUU

MISTERIOS MAYORES. CAP. 22
A vogal “I” desperta o chacra frontal e nos faz clarividentes
A vogal “E” desperta o chacra tireóideo e nos faz clariaudientes
A vogal “O” desperta o chacra do coração e nos faz intuitivos
A vogal “U” desperta o plexo solar e nos torna telepáticos
A vogal “A” desperta os chacras pulmonares para recordar passadas encarnações.
As vogais mencionadas se vocalizam sustentando o som muito largamente em cada uma, combinando mentalmente a vocalização com o pranayama. Podem-se vocalizar na seguinte ordem:
IIIIIIIIIIIIIIIIIII
EEEEEEEEEE
OOOOOOOOO
UUUUUUUUU
AAAAAAAAA
Se imitará mentalmente o som do ar, do furacão, da brisa; cada letra deve vocalizar-se separadamente.

MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION X
29. As vogais I-E-O-U-A, se distribuem na seguinte ordem:
I....................PLEXO FRONTAL
E...................PLEXO LARINGEO
O..................PLEXO CARDIACO
U..................PLEXO SOLAR
A..................PLEXOS DOS PULMÕES
30. Podemos meditar em cada uma dessas vogais, fazendo-as passar desde o entrecenho ao pescoço, coração, plexo solar, pernas e pés, para despertar todos nossos poderes ocultos.

MENSAJE DE ACUARIO. CAP. X
O verbo nasce sempre de imaculadas concepções. O verbo é sempre filho de virgens puríssimas. A mãe do Verbo é sempre uma mulher. Jesus crucificado na cruz e sangrando cheio de dor dirigindo-se a sua mãe lhe disse: “Mulher, aqui está Teu filho” (João 19:26). Referindo-se a João que estava junto a Maria. “Depois disse ao discípulo: Aí está Tua mãe. E desde aquela hora o discípulo (João) a recebeu consigo”. (João 19:27).
João se decompõe nas cinco vogais, assim: I.E.O.U.A.N. Com estas cinco vogais formamos os MANTRANS. João é o verbo. A grande palavra.
“De verdade, em verdade te digo que o que não nascer da Água (Sêmem) e do Espírito (Fogo), não pode entrar no reino de Deus”. (João 3:5). Todos os 21 versículos do capítulos 3 de São João, encerram o Grande Arcano.
O Arcano A-Z-F, é o grande arcano.
“E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado” (João 3:14). Aquele que O encarne, o levanta, o ressuscita dentro de si mesmo.
“De verdade, em verdade te digo, que o que sabemos falamos, e o que vimos testificamos; E o que receba nosso testemunho” (João 3:11). Nosso divino Salvador da testemunho do que Ele viu e experimentou por si mesmo. Jesus é filho da água e do fogo. A mãe do verbo é sempre uma mulher. “E ninguém subiu ao céu, senão o que descendeu do céu, o Filho do Homem que está no céu”. (João 3:13). Devemos dissolver o EU. O EU não veio do céu, não pode subir ao céu. Somente o filho do homem sobre ao céu porque descendeu do céu.
Tudo vive pelo verbo. Tudo se sustenta pelo Verbo.
As cinco vogais I.E.O.U.A, ressoam como uma harpa milagrosa do cosmos infinito, no fogo flamígero, no ar impetuoso, nas ondas embravecidas, e na perfumada terra.
A vogal “I” faz vibrar o CHACRA frontal
A vogal “E” faz vibrar o CHACRA laríngeo
A vogal “O” faz vibrar o CHACRA do coração
A vogal “U” faz vibrar o CHACRA do plexo solar
A vogal “A” faz vibrar o CHACRA dos pulmões
Uma hora diária de vocalização nos desenvolve todos esses CHACRAS, discos ou rodas magnéticas do Corpo Astral. Deverá inalar pelas fossas nasais o prana, a vida, e logo exalá-lo pela boca vocalizando. Cada vogal tem seu grande poder. Há que alargar e sustentar o som de cada vogal, para despertar os CHACRAS. Quando morávamos no Éden, todos esses sons das vogais vibrava dentro de nosso organismo. Agora devemos votar a despertar esses milagrosos sons da natureza em todos os CHACRAS do corpo astral. Na Arcádia, naqueles tempos antigos da natureza, éramos homens paradisíacos. Desgraçadamente a Lira de Orfeu, caiu sobre o pavimento do Templo, feita em pedaços. Agora devemos orar, meditar, transmutar e vocalizar para que a Ave Fênix ressuscite de suas próprias cinzas.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
As vogais I.E.O.U.A., têm grandes poderes curativos: a vogal “I” faz subir o sangue a cabeça, cura os órgãos do cérebro e desenvolve a clarividência. A vogal “E” faz subir o sangue a laringe, cura as enfermidades desta e desenvolve o ouvido mágico. A vogal “O” leva o sangue ao coração, cura dito órgão é nos desperta o sentido da intuição. A vogal “U” leva o sangue ao plexo solar, nos desperta o sentido da telepatia e nos sana o estômago. A vogal “A” leva o sangue aos pulmões conferindo-nos o poder de recordar nossas passadas reencarnações ao mesmo tempo que nos sana.
As vogais antes mencionadas se vocalizam combinadas com a N assim:
IIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNN
EEEEEEEEENNNNNNNN
OOOOOOOONNNNNNNN
UUUUUUUUNNNNNNNN
AAAAAAAANNNNNNNN
Uma hora diária de vocalização, durante toda vida, nos torna magos. Se pode vocalizar com a laringe, com a mente, com o coração, meditando nas forças desta cinco vogais, tal como ensinamos em páginas precedentes.
Existem certos mantrans para despertar os chacras ou poderes ocultos, baseados nesta cinco letras e as damos na continuação:
SUIRA – CLARIVIDÊNCIA
SUERA – OUVIDO MAGICO
SUORA – (CORAÇÃO) INTUIÇÃO
SUURA – (PLEXO SOLAR) TELEPATIA
SUARA – (PULMÕES). Poder para recordar as passadas reencarnações.
A pronúncia correta desses poderosos mantrans é como se dá a seguir:
SUIIIIIIIIIIIIIII RRRAAAAAAAAAA
SUEEEEEEEE RRRAAAAAAAAAA
SUOOOOOOO RRRAAAAAAAAAA
SUUUUUUUU RRRAAAAAAAAAA
SUAAAAAAA RRRAAAAAAAAAA
Por meio destes mantrans levamos o fogo do plexo solar a todos os chacras, para animá-los e despertá-los. Não é demais recordar a importância que há na prolongação do som das vogais.

I E O U A M S
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VII
As sete vogais da natureza: I E O U A M S, ressoavam antigamente no organismo humano. Quando o homem saiu das terras de Jinas, perderam-se o ritmo e a harmonia.
O homem deve perceber a urgente necessidade de que as sete vogais da natureza vibrem novamente em seu organismo, que ressoem com intensidade nas caixas de ressonância interiores, assim como em cada um dos plexos ou CHACRAS do corpo astral.
A clarividência, se desenvolve com a vogal “I”
A clariaudiência, se desenvolve com a vogal “E”
O centro do coração que desenvolve a inspiração, com a vogal “O”
Os CHACRAS pulmonares, é a faculdade para recordar as reencarnações passadas, se desenvolvem com a vogal “A”
E fazem vibrar todos os centros internos as vogais “M” e “S”
Estas vogais, combinadas sabiamente com determinadas consoantes, integram os Mantrans que facultam o despertar de todos os CHACRAS.
Em seguida se expõem ao discípulo algumas series destes mantrans:

CURSO ZODIACAL. PISCIS
Nossas doze faculdades, ou seja, nossos doze sentidos são as doze faculdades do zodíaco dentro de nós mesmos. Devemos fazer resplandecer nosso Zodíaco por meio dessas praticas, para converter-nos em Deuses Inefáveis.
Nosso corpo é todo uma harpa musical onde devem ressoar incessantemente as Sete Vogais da Natureza. Assim pois, durante Peixes é necessário vocalizar o som das sete vogais assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
EEEEEEEEEEEEEEEEEE
OOOOOOOOOOOOOOO
UUUUUUUUUUUUUUU
AAAAAAAAAAAAAAA
Deve-se levar o som de cada uma destas Sete Vogais, da cabeça até os pés. Disse o Mestre Huiracocha, que uma hora de vocalização diária vale mais que ler um milhão de livros de Teosofia Oriental.


IAO
TRATADO ESOTERICO DE KABALA
PRÁTICA COM OS GNOMOS
Medite profundamente no Templo-Coração do Centro da Terra. Medite no Gênio da Terra cujo nome é CHANGAM. Roga-lhe que os ponha em contato com os Gnomos que habitam nas entranhas da terra. Chame o Gênio dos Gnomos. Esse Gênio se chama GOB. Adormeçam concentrados nesse Gênio. Vocalize o Mantram I.A.O.
A meditação muito profunda combinada inteligentemente com o sono permitirá entrar no Paraíso Elemental da Natureza.
Todo Alquimista necessita trabalhar com os Elementais da Natureza.
O Hieróglifo do Arcano Quatro do Tarot é o Imperador. O Soberano aparece formando com seu corpo um Triangulo maravilhoso. As pernas do Imperador cruzadas formam uma cruz. Realmente essa é a imagem do Atanor dos Alquimistas. O Ligamen da Cruz com o Triângulo só é possível mediante o Ouro Potável (Fogo Sagrado) da Alquimia.
Com o Arcano Quatro do Tarot o Ser carrega sobre seus ombros a Cruz da Iniciação.
Terminaremos esta Cátedra dizendo que aos Elementais do Fogo se lhes ordena com o Tridente de Ferro ou com uma varinha de Ferro. Aos elementais do Ar se ordena com uma pena de Águia ou de qualquer Ave. Aos Elementais da Água se ordena com uma taça cheia de água. Aos da Terra com uma Espada ou com um Espadim novo.
O reino especial dos Gnomos habita na região do Norte. O das Salamandras ao Sul. O dos Silfos ao Oriente e o das Ondinas ao Ocidente. Estas quatro Jerarquias elementais formam cruz. Aí está o Santo e Misterioso TETRAGRAMMATON.

MISTERIO DEL AUREO FLORECER
I.A.O., é o Mantram básico e fundamental do Sahaja Maithuna, entoa cada letra por separado prolongando seu som quanto estiver trabalhando no laboratorium-oratorium do terceiro logos (em plena cópula metafísica).

MISTERIOS MAYORES. CAP. 13
O mantram I.A.O. também era vocalizado pelo Mestre Jesus durante o transe da Magia Sexual. Jesus sabia retirar-se a tempo para evitar a ejaculação seminal; assim despertou todos os poderes ocultos.
O mantram I.A.O. se vocaliza articulando largamente cada uma das vogais separadamente, sem uni-las.
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
AAAAAAAAAAAAA
OOOOOOOOOOOOO
O mantram IAO tem o poder de despertar a serpente sagrada.
Jesus soube amar a mulher e assim despertou o fogo sagrado do Espírito Santo e percorreu as 33 câmaras sagradas do templo.

ROSA IGNEA. CAP. 10
26. A palavra Líbano está encerrada em I.A.O., que permite o anjo dos cedros do bosque abrir a porta da medula espinhal quanto praticamos magia sexual.
27. É o mantram da magia sexual
28. A pronúncia correta deste Mantram é vocalizando cada letra separadamente e alargando o som de cada vogal
29. O mantram I.A.O. se deve vocalizar durante os transes da magia sexual para despertar nosso fogo sagrado.

MATRIMONIO PERFECTO
Quando o Sanctum Sanctorum do templo de Salomão, o Sumo Sacerdote cantava o terrível mantram I.A.O., ressoavam os tambores do Templo para impedir que os profanos escutassem o sublime I.A.O.
O Grande Mestre Huiracocha disse, na Igreja Gnóstica, o seguinte: “Diodoro, disse: Saiba que entre todos os Deuses, o mais elevado é I.A.O.”
“Aides é o inverno, Zeus principia na primavera, Hélios no verão, e no outono volta a atividade I.A.O. que trabalha constantemente”.
“I.A.O. é Jovis Pater, é Júpiter, a quem chamam os judeus, sem direito: JAHVE”
“I.A.O. oferece o substancioso vinho da vida, enquanto Júpiter é um escravo do Sol”.
I. IGNIS (FOGO, ALMA)
A. AQUA (AGUA, SUBSTANCIA)
O. ORIGO (ORIGEM, AR, CAUSA)
Huiracocha, disse “I.A.O. é o nome Deus entre os gnósticos”. O espírito divino está simbolizado pela vogal “O”, que é o circulo eterno. A letra “I” simboliza o ser interno de cada homem, porém ambos se entrelaçam com a letra “A”, como ponto de apoio, este é o poderoso mantram, ou mágica palavra que se deve cantar quando estamos praticando magia sexual com a esposa sacerdotisa. Deve-se prolongar o som das três poderosas vogais assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
AAAAAAAAAAAAAA
OOOOOOOOOOOOOO
, isto é, alargando o som de cada vogal. Exala-se depois de havê-lo inalado enchendo os pulmões. Se inala até contar vinte, e logo se exala o ar vocalizando a letra “I”. na exalação se conta até vinte. Repete-se o mesmo para a letra “A”. logo se segue com a letra “O”. Isto é feito por sete vezes.
I.A.O. como já dissemos, é o nome de Deus entre os gnósticos, adicionaremos o seguinte: A vogal “I”, faz vibrar a glândula pineal e o embrião de alma que todo ser humano leva encarnado. A vogal “A”, Poe em vibração o veiculo físico, e a formidável “O”, faz vibrar os testículos transmutando maravilhosamente o licor seminal, até convertê-lo em energias cristicas que ascendem vitoriosamente até o Cálice (cérebro).

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. IX
Quando o Sanctum Santorum do Templo de Salomão, o Sumo Sacerdote cantava o terrível Mantram I.A.O., ressoavam os tambores do Templo para impedir que os profanos escutassem o sublime I.A.O.
O Grande Mestre Huiracocha disse, na Igreja Gnóstica, o seguinte: “Diodoro, disse: Saiba que entre todos os Deuses, o mais elevado é I.A.O.”
“Aides é o inverno, Zeus principia na primavera, Hélios no verão, e no outono volta a atividade I.A.O. que trabalha constantemente”.
“I.A.O. é Jovis Pater, é Júpiter, a quem chamam os judeus, sem direito: JAHVE”
“I.A.O. oferece o substancioso vinho da vida, enquanto Júpiter é um escravo do Sol”.
I. IGNIS (FOGO, ALMA)
A. AQUA (AGUA, SUBSTANCIA)
O. ORIGO (ORIGEM, AR, CAUSA)
Huiracocha, disse “I.A.O. é o nome Deus entre os gnósticos”. O espírito divino está simbolizado pela vogal “O”, que é o circulo eterno. A letra “I” simboliza o ser interno de cada homem, porém ambos se entrelaçam com a letra “A”, como ponto de apoio, este é o poderoso mantram, ou mágica palavra que se deve cantar quando estamos praticando magia sexual com a esposa sacerdotisa. Deve-se prolongar o som das três poderosas vogais assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
AAAAAAAAAAAAAA
OOOOOOOOOOOOOO
, isto é, alargando o som de cada vogal. Exala-se depois de havê-lo inalado enchendo os pulmões. Se inala até contar vinte, e logo se exala o ar vocalizando a letra “I”. na exalação se conta até vinte. Repete-se o mesmo para a letra “A”. logo se segue com a letra “O”. Isto é feito por sete vezes. Depois se continua com os poderosos Mantrans Arcaicos, KAWLAKAW, SAWLASAW, ZEESAR.
KAWLAKAW faz vibrar o espírito.
SAWLASAW põe em vibração a humana personalidade terrestre..
ZEESAR, faz vibrar o Astral do Homem. Estes são Mantrans antiqüíssimos.
....Voltando agora ao I.A.O., que como já dissemos é o nome de Deus entre os gnósticos, adicionaremos o seguinte: A vogal “I”, faz vibrar a glândula pineal e o embrião da alma que todo ser humano leva encarnado. A vogal “A”, põe em vibração o veiculo físico, e a formidável “O”, faz vibrar os testículos transmutando maravilhosamente o licor seminal, até convertê-lo em Energias Cristicas que ascendem vitoriosamente até o Cálice (Cérebro).
O Evangélio de São João começa cantando o Verbo. “No principio era o Verbo e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus”. “Este era o Principio com Deus, todas as coisas por Ele foram feitas, e sem Ele nada do que é feito foi feito”. “Nele estava a vida, a vida era a Luz dos homens”. “E a Luz nas trevas resplandece, mas a trevas não a compreenderam”. (Do Evangélio de São João.
A palavra JUAN se decompõe nas cinco vogais, assim: IEOUA, IEOUAN (JUAN). Todo o Evangelio de São João é o Evangélio do Verbo.
....Recorde amado leitor A Sagrada Jóia com seu I.A.O. No GAIO está oculto I.A.O. Trabalhe com I.A.O.
o sacerdote, o Mestre de toda Loja, o discípulo de Yoga, todos, todos, lograrão Nascer, lograrão conservar sua verdadeira castidade, se praticam Magia Sexual.
Bendito seja o I.A.O., bendita seja a Magia Sexual, bendito o Matrimonio Perfeito. Na Magia Sexual se acha a sintesis de todas as religiões, escolas, ordens e yogas. Todo sistema de Auto-Realização sem a Magia Sexual, está incompleto. E por tanto, não serve.

CURSO ESOTERICO DE KABALA
O poderoso mantram I.A.O. resume o poder mágico do triangulo de “Elementos-principios”: I (Ignis) – Fogo; A (Aqua); O (Origo) – ( Princípio-espirito). I...A...O... é o mantram supremo do arcano A.Z.F.. Quem queira fazer subir pelo canal medular a alma do mundo, deve trabalhar com o Enxofre, (fogo), com o mercúrio, (água), e com o Sal, (Terra Filosófica). Somente assim NASCE EM ESPIRITO E DE VERDADE.
O Enxofre (Fogo) arde totalmente, sem deixar resíduo, e o Enxofre é o SCHIN de ZOHAR. E a água é o MEN do ZOHAR (o Ens Seminis) o Fogo e a Água mediante sucessivas transmutações, ficam reduzidas a ALEPH kabalistico que os alquimistas denominam ALKAEST. Assim se realiza I.A.O., e assim se abrem as doze faculdades da Alma. A alma se cristifica, “Kundalini Floresce” em vossos lábios fecundos, feito verbo. O ternário é a palavra, a plenitude, a fecundidade, a natureza, a geração dos três mundos.

CURSO ESOTERICO DE KABALA
As sete notas da Lira de Orfeu correspondem aos sete planetas. A cada cor do Prisma solar, corresponde a uma nota planetária. A alquimia está intimamente relacionada com a música. Atalanta é a voz que afugenta; Hipómenes é a voz que persegue e a Maçã é a voz que demora. I.A.O. é o Mantram supremo da Magia Sexual I.A.O., é o nome da serpente. Bendito seja I.A.O. se deve cantar durante as experiências no laboratório. Assim se move a Serpente e se alegra. Cante sete vezes o I.A.O. no Labotaroium-Oratorium.

PARASIFAL DEVELADO
Conexão LINGAM-YONI (Phalo-Utero), sem ejacular nunca o ENS SEMINIS (A entidade do sêmem), porque nesta sobredita substância se encontra latente todo o “ENS VIRTUTIS” do fogo.
I.A.O. é o Mantram fundamental do SAHAJA MAITHUNA. Cante cada letra separadamente no LABOTARORIUM ORATORIUM do TERCEIRO LOGOS.. (durante a cópula sacra).
A Transmutação sexual do “ENS SEMINIS” em energia criadora, é um legitimo axioma da sabedoria hermética.

LOS CUERPOS SOLARES. CAP. 22
A Sadhana tantrica gnóstica é muito simples, o homem e a mulher na posição normal comum e corrente durante o ato sexual, o importante é retirar-se antes do espasmo para evitar a ejaculação do sêmem.
I.A.O. é o mantram tântrico por excelência. “I” nos recorda a Ignis, o fogo. “A” é Aqua, a água. “O” significa Origum, espírito I.A.O., devem ressoar durante a prática do maithuna.
Resultado interessantíssimo que as gônadas sexuais estejam governadas esotericamente por Urano, o planeta de Aquário, Rei Divino da primitiva Atlântida. Isto nos recorda a Ur-Anas, o fogo e a água primordiais, que equivale ao mesmo, estabelecendo o primeiro culto Luni-Solar da Andrógina IO, isto é, a aparição da Astroteologia Caldéia, e por isso Urano, o Asura-Maya, o primeiro Atlante, é de fato o primeiro revelador dos mistérios sexuais.

EL LIBRO AMARILLO
O tremendo mantram I.A.O., resume toda a ciência do Arcano A.Z.F. Este mantram se deve vocalizar durante o transe amoroso da Magia Sexual.
I. (Ignis, fogo). A (Aqua, Água). O (Origo, principio, espírito)
O fogo faz fecundas as águas da vida para que nasça o filho do homem.

ROSA IGNEA
No sêmem existe um átomo angélico que governa nossos vapores seminais.
Esse átomo angélico eleva os vapores de nosso sêmem até o canal medular, para que o anjo dos cedros do bosque o utilize para abrir a porta inferior da medula a fim de que a divina princesa do Kundalini entre por ali.
Por ele as portas do templo de Salomão se construíram com cedros de Líbano.
Na palavra Líbano está encerrado o I.A.O. que permite o anjo dos cedros do bosque abrir a porta da medula espinhal quando praticamos Magia Sexual.
I.A.O. é o mantram da magia sexual.
A pronúncia correta deste Mantram é vocalizado cada letra separadamente e alargando o som de cada vogal.
O mantram I.A.O. se deve vocalizar durante os transes de magia sexual para despertar nosso fogo sagrado.
Em nossa coluna espinhal existem sete nadis ou centros ocultos, simbolizados pelos sete nós de canha de bambu.
Nossa coluna espinhal verdadeiramente tem a forma de uma canha de bambu com seus sete nós.

MENSAJE DE ACUARIO
A chave está no arcano A.Z.F. O fogo (I – Ignis) deve fecundar a água (A – Aqua, água) para que nasça o Espírito (O – Origo, principio, espírito).
O grande Mestre Huiracocha falou sobre o I.A.O., extensamente em sue Logos Mantram Magia, e em sua novela Rosacruz este Mantram se vocaliza letra por letra, separando cada letra e prolongando o som de cada letra no preciso instante de estar conectado à esposa, (a sacerdotisa). Assim desperta a serpente sagrada.

LA REVOLUCION DE BEL
I.A.O.: Essas três vogais deverão ser pronunciadas durante o transe sexual assim:
I.........A.........O..........
Cada letra requer uma exalação completa dos pulmões, logo se enchem completamente e se pronuncia a segunda e a terceira. Isto se deve fazer mentalmente quando a sacerdotisa não esta preparada evitando assim más interpretações por sua parte.
Com esta chave desperta nosso Kundalini, e ao fim chegamos ao matrimonio de “NOUS” e conquistamos a Bela Helena pela qual lutaram tantos ilustres guerreiros da velha Tróia.
[cap. 10]
Durante a conexão de Magia Sexual com a sacerdotisa, temos que pronunciar estas três vogais: I.A.O. porque I.A.O. é o nome de nossa cobra...
[cap. 16]
Homem e mulher deverão beijarem-se e acariciarem-se mutuamente durante esta prática pronunciando o Mantram I.A.O., assim: IIIIIIIII AAAAAAAAAA OOOOOOOOO, sete ou mais vezes.
Quando já sintam dores fortes no cóccis, é sinal de que o Kundalini despertara, ele irá subindo pelo canal da coluna espinhal, canhão por canhão, segundo nossos méritos morais.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
A fórmula para despertar o Kundalini reside exclusivamente no ato sexual: “Introduzir o membro viril na vagina e retirá-lo sem derramar o sêmem”. É nossa axiomática prescrição aos estudantes gnósticos. Durante esses transes se vocalizará o mantram I.A.O., e se meditará no fogo e no íntimo.
Temos que viver o mantram I.A.O. a magia sexual é I.A.O. O Kundalini é I.A.O.

MATRIMONIO PERFECTO DE KINDER
Quando o Sanctum Sanctorum do templo de Salomão, o sumo sacerdote pronunciava o terrível Mantram I.A.O. ressoavam os tambores do templo para impedir que os profanos escutassem o sublime I.A.O.
Diodoro em um de seus poemas disse textualmente o seguitne:
“Saiba que entre todos os Deuses o mais elevado é I.A.O.”
Hades é o inverno, Zeus principia na primavera, Hélios no verão e no outono volta a atividade I.A.O. que trabalha constantemente.
I.A.O. é Jovis Pater, é Júpiter, a quem chamam os Judeus sem direito de Jahve. I.A.O. oferece o substancioso vinho da vida, enquanto que Júpiter é um escravo do Sol”.
I. Ignis (fogo, alma)
A. (Aqua, água substância)
O. (Origo, causa ou origem)
I.A.O. é o nome de Deus entre os Gnósticos.
Deus está simbolizado pela vogal “O” que é o circulo eterno. O “I” simboliza ao eu, porém ambas se entrelaçam com o “A” como ponto de apoio.
Este é o poderoso mantram ou palavra mágica que há que se pronunciar durante o transe de Magia Sexual com a sacerdotisa.
Há que prolongar o som das três vogais assim: I........A.......O...... Exalando todo o ar dos pulmões com cada letra. Isto muitas vezes.
Logo há que seguir com as vogais OU AOAI OUO OUOAE. KORE, prolongando o som largamente sobre as vogais, que fazem vibrar potentemente todo o conjunto humano transmutando o sêmem em luz e fogo.
Em seguida se continua com os poderosos mantrans KAWLAKAW, SAWLASAW, ZEESAR. Acentuando o som sobre as vogais.
KAWLAKAW faz vibrar o Íntimo.
SAWLASAW faz vibrar nossa Personalidade.
ZEESAR faz vibrar nosso Astral.
O ato de Magia Sexual deve terminar orando ao Íntimo e rogando-lhe que desperte seu Kundalini. Estes mantrans fazem vibrar nosso Cresto e nos fazem dar ânimo e valor para dominar a besta passional.
O Mantram I.A.O. é o poderoso Mantram de nossas forças sexuais. I.A.O. é o Mantram de nosso Kundalini.
A vogal “I” faz vibrar nossa glândula pineal e nossa alma
A vogal “A” faz vibrar nosso corpo físico.
A vogal “O” faz vibrar nossos testículos transmutando o sêmem e fazendo-o ascender até acima, até a cabeça, essa vogal também faz vibrar nosso Kundalini e nosso Íntimo. Assim, pois, I.A.O. é o nome de Deus entre os Cristãos Gnósticos.

PISTIS SOPHIA
I.A.O. é o nome sagrado. I.A.O. é o mantram da nona esfera. I.A.O. é o Dharani da Magia Sexual.
I: nos recorda a Ignis, Fogo. INRI, o enxofre
A: nos recorda a Aqua, Água. O mercúrio da filosofia secreta
O: nos recorda a Origo, princípio, espírito. O principio mediador entre o enxofre e o mercúrio da filosofia secreta.
O homem perfeito se põe em movimento por I: Ignis: INRI, fogo.
A: aqua, o mercúrio que se extrai do mineral bruto, a alma metálica do esperma sagrado. A água que nos molha, é a fonte da imortalidade.
O: Origo, o principio mediador entre o enxofre e mercúrio, une a essas substancias antes de morrer.
O mercúrio e o enxofre unidos mediante o sal, dão origem ao carbúnculo vermelho, a pedra filosofal. Em nosso próximo livro titulado “La Gran Obra” (“A Grande Obra”), ensinaremos toda a ciência da Alquimia, os mistérios desvelados da Grande Obra.
F: Fogo: Fohat, sem fogo nunca se pode elaborar o “A”, a água pura da vida, o mercúrio da Grande Obra.
O: Origo, principio, espírito, sal que participa pelo volátil do elemento ar e pelo fixo do elemento fogo, deve ser analisada.
O sal está entre o “M”, mar, água, e no entanto participa do fogo, enxofre.
O sal é volátil e participa do ar, com o fogo e com a água da terra.
O sal é o grande mediador entre o enxofre e o mercúrio: liga esses elementos, os integra, os une em um todo único.
“M” ou melhor “O”, sua interpretação é “A” porque está no mar caótico do mercúrio sagrado, é a o SI do grande oceano.
P: Patar, Pedro, o sexo e seus mistérios. Não poderia funcionar sem origo, o principio, a substancia que une o enxofre e o mercúrio.

TAROT Y KABALA. CAP. 3
O poderoso mantram I.A.O. resume o poder mágico do triângulo de Elementos Princípios.
I – IGNIS – FOGO
A – AQUA – AGUA
O – ORIGO – PRINCIPIO, ESPIRITO, AR
Em todas escolas de Mistérios não podem faltar esses mantrans. Aí vamos vendo o esoterismo do Santo 3. O I.A.O. é o mantram fundamental do Maithuna, é na Nona Esfera onde deve ressoar , quem queira fazer subir pelo canal medular a Alma do Mundo deve trabalhar com o Enxofre (fogo), com o Mercúrio (água) e com o Sal (Terra filosofal).
Esses são os 3 elementos, os 3 princípios para trabalhar na Frágua Acesa de Vulcano.

TAROT Y KABALA. CAP. 24
Necessitamos Cristificar-nos. Nenhum ser humano pode retornar ao Pai sem haver sido devorado pela Serpente. Ninguém pode ser devorado por ela sem haver trabalhado na Frágua Acesa de Vulcano (o sexo). A chave da Cristificação é o Arcano A.Z.F. O Mantram do Grande Arcano é I.A.O.
I IGNIS FOGO
A AQUA ÁGUA
O ORIGO PRINCÍPIO, ESPÍRITO
A Frágua Acesa de Vulcano, baixam, Marte para retemplar sua espada e conquistar o coração de Vênus. Hércules para limpar os estábulos de Augias, com o Fogo Sagrado, e Perseu para cortar a cabeça da Medusa.


IN
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
5. A silaba “IN” também serve para despertar o poder da clarividência, essa silaba se vocaliza assim:
6. IIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNN..

MAGIA CRISTICA AZTECA
MONOGRAFIA NUMERO 3
PRÁTICA: deitado em seu leito, com todos os músculos de seu corpo relaxados, adormeça pensando que o fogo sagrado do Espírito Santo segue baixando do céu e entra em sua cabeça pela glândula pineal.
Sinta que este fogo inunda seu cérebro e o põe em movimento, da esquerda para direita, a maravilhosa e bicolor flor de loto de seu CHACRA pituitário, o olho do Profeta. Veja-o cheio de fogo, girando sobre si mesmo. Neste estado de consciência vocalize a silaba IN assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNN
Sinta-se que esteja flutuando em um oceano de fogo. Este exercício deve durar uns trinta minutos e deve fazer-se antes de se entregar ao sono, se é possível a uma mesma hora, deitado em sua cama. No dia seguinte anote em um caderno tudo que sonhou, e sem contar a ninguém suas impressões.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. III
PRÁTICA
Deitado em seu leito, com todos os músculos de seu corpo relaxados, adormeça pensando que o fogo sagrado do Espírito Santo segue baixando do céu e entra em sua cabeça pela glândula pineal.
Sinta que este fogo inunda seu cérebro e o põe em movimento, da esquerda para direita, a maravilhosa e bicolor flor de loto de seu CHACRA pituitário, o olho do Profeta. Veja-o cheio de fogo, girando sobre si mesmo. Neste estado de consciência vocalize a silaba IN assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNNNN
Sinta-se que esteja flutuando em um oceano de fogo. Este exercício deve durar uns trinta minutos e deve fazer-se antes de se entregar ao sono, se é possível a uma mesma hora, deitado em sua cama. No dia seguinte anote em um caderno tudo que sonhou, e sem contar a ninguém suas impressões nem comentar este trabalho que somente é para o estudo secreto de você mesmo. A glândula pituitária está situada no entrecenho.


IN EN
TAROT Y KABALA
No México antigo no Templo das Serpentes, chamado Quetzalcoatl, se adorava ao Espírito Santo, com túnica e manto de cores brancas, negra e vermelha. O Branco é o Espírito Puro, o Negro simboliza a queda do Espírito na Matéria, e o Vermelho é o Fogo do Espírito Santo, com o qual regressamos a brancura do Espírito Puro.
Esse incenso sobe até o céu, o sacerdote orava pela vida e floresciam as plantas porque o Espírito Santo é o Fogo Sexual do Universo. O rito se verificava no templo de Quetzalcoatl antes de sair o Sol, porque o Espírito Santo é o Fazedor de Luz, o Sacerdote vocalizava os Mantrans “IN EN”.
Jonas o profeta, também verificava o rito do Espírito Santo exatamente o mesmo que os Astecas e usava para ele as mesmas vestiduras e saumérios. Também vocalizava os mantrans “IN EN” quando jogava saumério no fogo.
Este ritmo deve estabelecer-se em todos os Santuários Gnósticos. Os caracóis estão relacionados com a água do mar e a Água é o habitáculo do Fogo do Espírito Santo. Assim, pois, resultam os caracóis marinhos o saumério perfeito do Espírito Santo.
A Mãe ou Espírito Santo nos dá Poder e Sabedoria. Os símbolos da Virgem são: YONI, o CÁLICE e a Túnica de Ocultação.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 14
No templo das serpentes, chamado de Quetzalcoatl, se adorava ao Espírito Santo. Antes de sair o sol um Sacerdote, com túnica e manto de cores brancas, negro e vermelho, lançava sobre brasas de fogo caracóis em pó, para ele utilizava caracóis marinhos brancos, negros e vermelhos; o branco é o espírito puro, o negro simboliza a queda do espírito na matéria e o vermelho é o Fogo do Espírito Santo com o qual regressamos a brancura do espírito puro. O incenso subia até o céu, o sacerdote orava pela vida e floresciam as plantas, porque o Espírito Santo é o fogo sexual do Universo. O rito se verificava no Templo de Quetzalcoatl antes de sair o Sol, porque o Espírito Santo é o Fazedor de Luz. O Sacerdote vocalizava o mantram “IN EN”.
Este ritmo deve estabelecer-se em todos os Santuários Gnósticos. Os caracóis estão relacionados com a água do mar e a Água é o habitáculo do Fogo do Espírito Santo. Assim, pois, resultam os caracóis marinhos o saumério perfeito do Espírito Santo.
A Mãe ou Espírito Santo nos dá Poder e Sabedoria. Os símbolos da Virgem são: YONI, o CÁLICE e a Túnica de Ocultação.


IN EM
MAGIA CRISTICA AZTECA
FÓRMULA SAGRADA
Reduza a pó caracóis negros, vermelhos e brancos. Este saumério asteca se usa para o culto ao fogo. Estes pós são o saumério perfeito para o culto ao fogo.
Ao lançar esses pós na brasa de carvão aceso, se pronunciam os mantrans “IN EM”.
Então oramos ao Espírito Santo com orações saídas de nosso coração e nos iluminamos com o fogo sagrado.
Pratique este culto em suas casas e em seus santuários diariamente ao sair do Sol.
Os Astecas praticavam este culto no templo de Quetzalcoatl, em Teotihuacan, ao sair do Sol. Jonas, o profeta bíblico, também praticava este rito e usava o mesmo saumério asteca.
Os velhos sacerdotes astecas praticavam este rito do fogo usando como vestimenta sagrada túnica tecida com fios vermelhos, negros e brancos e cobrindo suas cabeças com mantos semelhantes.
Os caracóis estão na água e esta é realmente o habitáculo do fogo sagrado. Os caracóis e o fogo estão intimamente relacionados. Temos que advertir aos estudantes que os caracóis do mar só servem para este rito.
Este saumério deve ser elaborado por irmãs gnosticas, por mulheres unicamente. O pó de caracol será envolvido em folhas vegetais formando bolsinhas triangulares.
O Espírito Santo é o Fogo Sagrado. Devemos assimilar o poder do fogo de nosso universo interior.


IN EN ON
MAGIA CRISTICA AZTECA
MOGRAFIA NUMERO 6
PRÁTICA: deitado em sua cama, na monografia anterior deixamos o fogo sagrado do Espirito Santo fazendo girar, da esquerda para direita, o loto de fogo de sua glândula cardíaca.
Agora veja, sinta que esse fogo baixa até seu plexo solar, situado um pouco acima do umbigo e faz girar, da esquerda para direita, o loto de fogo dessa glândula. Esse loto tem dez pétalas: cinco de cor verde escuro. Veja-o luminoso, resplandecente e vocalize as silabas seguintes.
IIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNN
EEEEEEEEEEEEENNNNNNNNNN
OOOOOOOOOOONNNNNNNNNN
Peça em oração ao seu Deus Interno a realização de seu mais nobre anelo, e adormeça.
Pelas manhãs, antes de sair o sol e quando este esteja saindo, e depois de que tome seu banho ou se asseie, pare de frente ao oriente ou imagine que o Sol é a Rosa de Fogo de uma enorme Cruz Dourada, que está no céu, e que dele saem miríadas de raios de luz que penetram em seu corpo pelo plexo solar, ao mesmo tempo vocalize a silaba “UN”, assim:
UUUUUUUUUUUUNNNNNNNNN
Com estas práticas logo você despertará o sentido da telepatia.


IN EM ON UM
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. VIII
PRÁTICA
No capitulo anterior deixamos o fogo sagrado do Espírito Santo fazendo girar, da esquerda para direita, o loto de fogo de sua glândula cardíaca.
Agora, veja, sinta que esse fogo baixa até seu plexo solar, situado um pouco mais acima do umbigo, e faz girar, da esquerda para direita, o loto de fogo desta glândula.
Este loto tem dez pétalas: cinco de cor vermelho sujo que alternam com cinco de cor verde escuro.
Veja-o luminoso, resplandecente, e vocalize as seguintes silabas.
IN IIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNN
EN EEEEEEEEEEEEEENNNNNNNNN
ON OOOOOOOOOOOONNNNNNNNN
Peça em oração ao seu Deus Interno a realização de seu mais nobre anelo, e adormeça.
Pelas manhãs, antes de sair o sol e quando este esteja saindo, e depois de que tome seu banho ou se asseie, pare de frente ao oriente ou imagine que o Sol é a Rosa de Fogo de uma enorme Cruz Dourada, que está no céu, e que dele saem miríadas de raios de luz que penetram em seu corpo pelo plexo solar, ao mesmo tempo vocalize a silaba “UN”, assim:
UUUUUUUUUUUUNNNNNNNNN
Com estas práticas logo você despertará o sentido da telepatia.


IN EN ON UN NA
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VII
SEGUNDA SÉRIE DE MANTRANS
IN – Clarividência
EN – Clariaudiência
ON – Intuição: CHACRA do coração
UN – Telepatia: Plexo Solar
AN – Memória de vidas passadas, CHACRAS pulmonares
VOCALIZAÇÃO
Prolonga-se o som de cada vogal, e com o “N”, há uma entonação acampanada, sonora e forte.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
O médico gnóstico haverá de praticar a meditação interna diariamente. A meditação é uma técnica, e por meio dela e da magia sexual e do poder do verbo, logramos o despertar da consciência e a atualização de todos nosso poderes ocultos. Uma hora diária de vocalização, vale mais que ler mil livros de teosofia oriental. A vocalização verdadeira está intimamente relacionada com a técnica da meditação.
A sílaba “IN”, se relaciona com o Tatwa Tejas (o princípio do Fogo)
A sílaba “EN”, se relaciona com a mente cósmica, da qual nosso corpo mental é tão somente um fragmento.
A sílaba “ON”, se relaciona com “Atma-Budhi”, o mundo puramente espiritual, que é a pátria do ÍNTIMO.
A silaba “UN”, se relaciona com a grande matriz universal, o Archeus dos gregos, a luz astral dos kabalistas, a Super Alma de Emerson (Alaya).
A sílaba “AN”, se relaciona com o Tatwa de Vayú (o princípio do movimento).
A sílaba “IN”, faz vibrar as glândulas hipófises e epífises, e adquire-se o sexto sentido chamado clarividência. A sílaba “EN”, faz vibrar as glândulas tireóides e os átomos do corpo mental, e o homem adquire o ouvido oculto e a clarividência do corpo mental. A sílaba “ON”, faz vibrar nossa consciência mística “Búdica” ou intuicional (Budha).
Todos anelamos a liberação, todos possuímos esse anelo chamado no Oriente “Budhagama”, encerrado no “Dhammapada”, que é legitimamente “Bodhimanda”, a base fundamental do saber. Todo Purusha (o ÍNTIMO), deseja que sua alma siga o Sendero da liberação “Dhama”. A doutrina do coração é “Budha”, a consciência crística. Este veiculo da consciência crística, tem seu chacra no coração, e ao vocalizar internamente a sílaba “ON”, meditando em seu profundo significado se produz o despertar da consciência mística, e então a alma adquire o poder de funcionar em seus veículos superiores independentemente do corpo físico.
O despertar da consciência (Budha), se expressa como o olho “Dangma”, a INTUIÇÃO, que nos permite saber sem necessidade de raciocinar.
A sílaba “ON”, faz vibrar também os hormônios dos testículos, transmutando o sêmem em energia crística. Isto indica claramente que somente pode chegar a despertar a consciência (Budha) praticando magia sexual, vocalizando internamente e adestrando-nos no astral, pois dentro de nosso “Crestos” se encerra “Budha”, a consciência.
A corpo Astral é o mediador entre a alma e o ÍNTIMO, e nossa Mônada, somente pode se liberar nesta região mediadora do Astral. Ali se verificam todas as INICIAÇÕES.
“Budha”, a consciência mística, tem que expressar-se através de nosso corpo Astral para realizar a NUDHI (A Verdade), isto é realmente o ÍNTIMO ou “Atma” dentro de nós. Enquanto esta consciência mística (Budha) não pode se expressar no corpo astral, tampouco poderá se expressar através do corpo físico (Stula Sarina), pois o Astral é o mediador entre a consciência mística e o corpo físico.
Quando o homem derrama o sêmem, perde milhões de átomos solares que logo substitui por milhões de átomos demoníacos dos infernos do próprio homem, e isto produz obscuridade tenebrosa no corpo astral.
Quando o homem cumpre com a fórmula de introduzir o membro viril na vagina e retirando sem derramar o sêmem, então os átomos solares se multiplicam de forma extraordinária, e regressam ao corpo Astral, enchendo de luz e fogo solar. Somente assim pode se expressar Budha, a consciência crística através do corpo Astral, e ao final a alma e o íntimo se unem para sempre e vem a liberação.
Meditando na sílaba “IN” e no grande fogo universal, o homem se faz clarividente. Meditando na sílaba “EN” e na mente universal, o homem adquire a clarividência mental e o ouvido mágico. Meditando sobre o ÍNTIMO, e a sílaba “ON”, e praticando magia sexual diariamente, se produz o despertar da consciência e se adquire a INTUIÇÃO. Meditando na sílaba “UN” e no plexo solar, se adquire o poder da telepatia. Meditando na sílaba “AN” e no nascer e morrer dos vegetais e de todas as coisas, adquirimos o poder de recordar nossas vidas passadas.


INRI
TRATADO ESOTERICO DE KABALA
PRÁTICA: FOGO: Acenda um fogo e vocalize logo o mantram INRI. Este mantram se vocaliza em duas sílabas separadas: IN – RI. Porém alargando o som de cada letra. Concentra-se agora no fogo que acendeu. (Vela, Veladora, ou Carvões acesos). Medite profundamente no fogo. Adormeça meditando no fogo. Invoque o amigo que escreve esta cátedra e será ajudado nesta prática. Vocalize o “S” como um silvo muito fino. Como um zumbido de cascavel.


INRI ENRE ONRO UNRU ANRA
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VII
TERCEIRA SÉRIE DE MANTRANS
INRI – CLARIVIDÊNCIA
ENRE – CLARIAUDIÊNCIA
ONRO – INTUIÇÃO, INSPIRAÇÃO: CHACRA DO CORAÇÃO
UNRU – TELEPATIA, PLEXO SOLAR
ANRA – MEMÓRIA DE VIDAS PASSADAS. CHACRAS PULMONARES
VOCALIZAÇÃO
Estes mantrans se vocalizam durante as práticas de magia sexual, para despertar os CHACRAS respectivos. Alagar-se-á o som de cada uma das letras que os compõem. A letra “R” se vocaliza tal como já se esclareceu no capítulo IV.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 13
Jesus estudou no colégio dos Iniciados.
Por aqueles tempos um tenebroso personagem da sombra fazia guerra aos iniciados do Egito, contudo esses se mantiveram firmes na Luz.
Um instrutor ensinou a Jesus os grandes mistérios do sexo. Havia dentro de uma pirâmide uma regia câmara nupcial. Nesta câmara do templo Jesus praticou magia sexual com sua mulher, essa mulher sacerdotisa, que era, branca de cabelos ruivos e bela alma, era uma altíssima iniciada do templo. Jesus foi um homem e um Deus. Como homem foi completo e tinha sua mulher.
Durante o transe de magia sexual Jesus vocalizava os sagrados mantrans na seguinte ordem:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNNN.......RRRRRRIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
EEEEEEEEEEENNNNNNNNN......RRRRRREEEEEEEEEEEE
OOOOOOOOONNNNNNNNN.......RRRRRROOOOOOOOOO
UUUUUUUUUNNNNNNNNN.......RRRRRRUUUUUUUUUU
AAAAAAAAANNNNNNNNN.......RRRRRRAAAAAAAAAA
O mantram INRI desperta o sexto sentido situado no entrecenho, então podemos ler o pensamento alheio e ver todas as coisas dos mundos internos.
O mantram ENRE desperta o ouvido mágico, então podemos ouvir a milhares de léguas de distância e escutar as vozes dos mundos internos.
O mantram ONRO tem o poder de abrir a intuição, o sétimo sentido que reside no coração e na glândula pineal; é a voz do silencio no coração e a polividência ou visão intuitiva na glândula pineal. O intuitivo tudo vê e tudo sabe, é onisciente, poderoso.
O mantram UNRU nos desperta o sentido da telepatia e então podemos perceber os pensamentos das pessoas à distância. Seu chacra está situado no plexo solar, acima do umbigo.
O mantram ANRA nos desperta os chacras pulmonares e então podemos recordar nossas passadas reencarnações.
Estes sentidos parecem flores de loto no corpo astral.
Jesus fez girar estas flores de loto durante a magia sexual.
Nesses instantes em que o homem e a mulher estão unidos sexualmente, cheios de eletricidade e fogo cósmico, é quando pode despertar o Kundalini que faz girar os chacras, discos ou rodas magnéticas do corpo astral. Com a força sexual podemos despertar todos os poderes do corpo astral. Com a força sexual nos convertemos em anjos.

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. IX
O Divino Salvador do Mundo, quando praticava com a sacerdotisa na Pirâmide de Kefren, cantava com ela o poderoso Mantram Sagrado do Fogo. Este é INRI. O Senhor de Toda Adoração, praticou no Egito com sua Isis. Ele combinava este mantram com as cinco vogais I.E.O.U.A.
INRI, ENRE, ONRO, UNRU, ANRA.
O primeiro para clarividência. O segunda para o ouvido mágico. O terceiro para o chacra do coração, centro intuicional. O quarto para o plexo solar ou centro telepático. O quinto, para os chacras pulmonares. Estes conferem o poder de recordar a passadas reencarnações.
O mantram INRI e seus quatro derivados aos chacras, se vocalizam dividindo-os em duas sílabas, e logo alargando o som de cada ima de suas quatro letras mágicas. Com esses mantrans levamos o Fogo Sexual aos chacras durante as práticas de Magia Sexual.

CURSO ESOTERICO DE KABALA
O mantram INRI tem o poder absoluto sobre o fogo. Cante-o também no Laboratorium-Oratorium para levar o fogo a cada um de seus sete chacras. Cante-o assim: INRI, ENRE, ONRO, UNRU, ANRA.
Canta-se silabeando assim: IIIIIIIIIIIIIIIINNNNNN RRRIIIIIIIIIIIIII (CLARIVIDENCIA), EEEEEEEEEEENNNNNNN RRREEEEEEEEEEE (CLARIAUDIENCIA), OOOOOOOOOOOONNNNNNN RRROOOOOOOOO (CORAÇÃO, INTUIÇÃO), UUUUUUUUUUUUNNNNNNNN RRRRUUUUUUUUU ( TELEPATIA, PLEXO SOLAR), AAAAAAAAAANNNNNNN RRRAAAAAAAAAAA (CHACRAS PULMONARES, RECORDAÇÃO DE VIDAS PASSADAS).
o Grande Hierofante Jesus o Cristo cantava esses mantrans no Laboratorium-Oratorium da pirâmide de Kefren.


INRI E PANDER
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Há tempos na noite profunda dos séculos, no velho Egito dos faraós, o Grande Kabir Jesus, praticando o Maithuna com a vestal de uma pirâmide, cantava os mantrans INRI, ENRE, ONRO, UNRU, ANRA, fazendo ressoar cada letra em forma alargada, profunda.
É obvio que cada um desses mantrans se divide em duas sílabas Esotéricas para sua pronúncia. Necessitamos ser tragados pela Serpente, é urgente convertermo-nos em Chamas Vivas, é indispensável lograr o Nascimento Segundo para entrar no Reino.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. IX
Nas antigas escolas de mistérios astecas, depois das provas a que eram submetidos os candidatos, estes podiam passar a trabalhar diretamente com a serpente emplumada. Não queremos dizer com isso que você passou vitoriosamente por suas provas, isso veremos mais adiante. Entretanto vamos seguir trabalhando com a meditação.
A meditação é o pão do sábio. Quando o sábio medita busca a Deus, busca informação ou busca poder. Cinco são as chaves da meditação.
1. Postura cômoda
2. Mente em branco
3. Concentração
4. Introversão
5. Êxtase
Sentado na postura mais cômoda para você, concentre-se em seu corpo físico e depois de examiná-lo atentamente e comprovar que você não é esse maravilhoso veiculo seu, retire-o de sua mente dizendo: Eu não sou meu corpo físico.
Concentre-se em seu corpo etérico, identifique-o e, depois de observar atentamente sua belíssima luminosidade que sobressai do corpo físico formando uma aura multicolor e comprovar que você na o é esse segundo corpo, retire-o de sua mente dizendo: Eu não sou meu corpo etérico.
Adentre mais em você mesmo e concentre-se primeiro em seu corpo astral e depois em seu corpo mental. Estes corpos são as duas colunas dos templos maçônicos, JACHIN E BOAZ, cuja base fundamental é a pedra cúbica de JESOD, o corpo etérico.
Concentre-se bem nestes dois corpos e, depois de comprovar que você não é nenhum deles e que somente são mais dois de seus instrumentos de expressão, retire-os de sua mente dizendo: Eu não sou meu corpo astral. Eu não sou meu corpo mental.
Despoje-se de seus quatro corpos de pecado, ao chegar a esta etapa de sua meditação, passe pelo meio das duas colunas, branca e negra, do templo que é seu corpo vivente e nas quais está escrita com caracteres de fogo a “PALAVRA PASSE” INRI. Decomponha esta palavra em duas sílabas e vocalize-as uma imediatamente depois da outra assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINNNNNNNN
RRRRRRRIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
A continuação saia a vagar pelo mundo da neblina de fogo sem seus quatro veículos materiais.
Regresse a seu corpo para seguir trabalhando, concentre-se novamente na coluna negra de seu templo vivente, seu corpo astral, trate de escutar o agudo canto do grilo do qual falamos no capitulo IV, agudo canto que é a essência da palavra perdida INRI, e sem deixar de escutar esse agudo canto que agora sai dentre as cavidades de seu cérebro, concentre-se na coluna branca, seu corpo mental.
Não se detenha, siga meditando. Concentre-se em seu corpo da Vontade até que tenha consciência do mesmo e, quando houver comprovado que você não é esse outro de seus corpos, desfaça-o de sua mente dizendo: Eu não sou meu corpo da Vontade.
Dê um passo a mais em sua meditação. Concentre-se em seu corpo da Consciência, identifique-o e comprove que você não é ele, que se trata de outro de seus maravilhosos veículos de expressão, e desfaça-se dele dizendo: Eu não sou meu corpo de Consciência.
Então você se perguntará: Quem sou eu? Uma voz muito quieta e doce lhe responderá: TU ERES EU, o ÍNTIMO, o reflexo do eu CRISTO. TU E EU SOMOS UM. Nesse momento trate de identificar-se com seu Cristo Interno, sinta-se ser ELE, diga a si mesmo: EU SOU ELE.....EU SOU ELE...... EU SOU ELE.
Ao alcançar esse estado de consciência pronuncie mentalmente o mantram PANDER. Decomponha este mantram em duas sílabas e pronuncie-as uma imediatamente após a outra alargando o som. Este mantram lhe ajudará a identificar-se com seu Cristo Interno.
Com a introversão diária logrará despertar sua consciência a tal grau que durante o sono atuará em corpo astral com a mesma naturalidade e lucidez que no corpo físico. E quando, por sua sinceridade e devoção, em seu êxtase se lhe permita visitar os núcleos sobre os quais se fundamenta o universo, que alegoricamente falando parecem buracos, poderá contemplar a Divina Majestade do Absoluto. A meditação interna acelera o despertar da serpente emplumada, cuja ascensão libera o iniciado da roda de nascimentos, porém há que ajudar sua ascensão meditando primeiro em IDÁ e depois em PINGALÁ, correntes de fogo, negativa a esquerda e positiva a direita, que sobem pelos lados da medula espinhal até o chacra pituitário e que precedem em sua ascensão, a do fogo sagrado de Quetzalcoatl.
Para dar oportunidade ao etérico, que durante o sono se dedica a reparar o desgaste do corpo físico, todos saímos em corpo astral. Porém você deve sair em corpo astral a vontade, conscientemente e quantas vezes desejar.
No plano astral o submeteremos a provas para conhecer suas qualidades e defeitos, mas, se apesar dos exercícios que lhes foram dados não hão logrado sair em corpo astral a vontade, recomendamos que pratique tenazmente a meditação interna. Assim recobrará o poder natural de manejar seu corpo astral, poder que por agora há se perdido.
PRÁTICA
Durante sete dias pelo menos e não menos de trinta minutos por vez, deitado em seu leito, antes de adormecer, sinta que o fogo sagrado do Espírito Santo penetra em seu corpo pelo chacra pineal e que, em seu descenso, põe em movimento seus chacras pituitário, laríngeo, cardíaco e solar, e segue baixando até seu chacra prostático e o faz girar, da esquerda para direita, resplandecendo como belo loto de fogo em movimento.
Todas as manhãs, depois de seu asseio matinal, pare com o rosto em direção ao Leste como havíamos recomendado no capitulo anterior e vocalize os mantrans INRI e PANDER até que se familiarize com eles. Assim mesmo, vocalize todas as manhãs, cedo, uma das sílabas que demos em capítulos anteriores.
Como exercício deste capitulo vocalize a sílaba AN assim:
AAAAAAAAAAAAAAAAAAAANNNNNNNNN

MISTERIOS DEL FUEGO. CAP. 13
14. Nestas Colunas está escrita com caracteres de fogo a palavra INRI
15. Esta palavra de passe nos permitirá passar por entre as duas colunas do templo para funcionar no Mundo da Neblina de Fogo, sem veículos materiais de nenhuma espécie.
16. O discípulo meditará profundamente nestas Duas Colunas, que são os Corpos Astral e mental. Adormecerá profundamente. Vocalizará mentalmente o mantram INRI, alargando o som de cada letra imitando o agudo som dos grilos do bosque, até lograr dar a todas essas quatro letras um som agudo, um som sintético, um som único, um “S” alargado: SSSSSSSSSSSSSSSSSSS.
17. Há que identificar-se com esse som sibilante, muito agudo, semelhante a nota mais elevada que possa dar uma fina flauta.
18. Na Roma augusta dos Césares, o Grilo era um animal Sagrado, e se vendia em jaulas de ouro a preços muito caros.
19. Se nós pudéssemos ter esse animalzinho perto de nossos ouvidos, meditando profundamente em seu som, então a aguda nota desse animalzinho despertaria em nosso Cerebelo esse mesmo som.
20. Então poderíamos levantar-nos de nosso leito em nosso Corpo Astral e dirigir-nos a Igreja Gnóstica com plena Consciência.
21. Essa é a sutil voz mencionada por Apolônio de Tyana. Esse é o silvo doce e aprazível que Elias escutou na cova.
22. Leiamos alguns versículos da Bíblia:
“E ele disse: Saia e fique no alto da montanha, diante de JEHOVÁ, pois JEHOVÁ vai passar". Então aconteceu um furacão que de tão violento rachava as montanhas e quebrava as rochas diante de JEHOVÁ. No entanto, JEHOVÁ não estava no furacão. Depois do furacão, houve um terremoto. JEHOVÁ porém não estava no terremoto.
23. “Depois do terremoto, apareceu fogo, e JEHOVÁ não estava no fogo. Depois do fogo, ouviu-se uma brisa suave.
24. “Ouvindo-a, Elias cobriu o rosto com o manto, saiu e ficou na entrada da gruta. Ouviu, então, uma voz que lhe dizia: "O que é que você está fazendo aqui, Elias?" (R. 19, 11:13).
25. O discípulo adormecido, meditará profundamente na Coluna Negra (o Corpo Astral), e tratará de escutar o silvo doce e aprazível, dizendo: EU NÃO SOU O CORPO ASTRAL.
26. O discípulo meditará logo na Coluna Branca (o Corpo Mental), e tratará de escutar o silvo doce e aprazível, a sutil voz, a essência do INRI, o “S” sibilante, o agudo som dos grilos do monte e fazendo o esforço para dormir profundamente, deixará o discípulo seu Corpo Mental, e dizendo: EU NÃO SOU O CORPO MENTAL.
27. Concentrará agora o discípulo toda sua mente na Vontade, e logo deixará o Corpo da Vontade, dizendo: EU TÃO POUCO SOU O CORPO DA VONTADE.
28. Concentre-se agora o discípulo sua mente na Consciência, em Buddhi (Corpo da Consciência), e despoje-se agora deste maravilhoso veiculo, dizendo: EU TÃO POUCO SOU A CONSCIÊNCIA.
29. Agora discípulo concentre-se em seu Íntimo, adormeça profundamente, assuma uma atitude totalmente infantil, e diga: EU SOU O ÍNTIMO, EU SOU O ÍNTIMO, EU SOU O ÍNTIMO.
30. Adormeça mais ainda o discípulo, e diga: O ÍNTIMO É TÃO SOMENTE O FILHO DO CRISTO.
31. Medite profundamente, o estudante, no Cristo
32. Trate agora o estudante de absorver-se no Cristo. Trate o estudante de absorver-se N’Ele, N’Ele, N’Ele.
33. Diga o estudante: EU SOU ELE, EU SOU ELE, EU SOU ELE.
34. O Mantram PANDER, nos permitirá identificar-nos com o Cristo, para atuar como Cristos no Universo do Pleroma.
35. Adormeça profundamente o estudante. O sono é a ponte que nos permite passar da Meditação ao Samadhi.


INVIA
EL LIBRO AMARILLO. CAP. 14
Existe uma amêndoa muito comum chamada vulgarmente de Olho de Veado. Essa amêndoa tem maravilhosos poderes Jinas. O devoto deve adormecer tendo em sua mão essa amêndoa. Coloque-se o devoto na mesma postura da chave anterior, porém conservando em sua mão direita a maravilhosa amêndoa. É urgente recordar que essa amêndoa tem um gênio elemental maravilhoso que pode ajudar ao devoto a por seu corpo em estado de Jinas. O devoto deve se levantar de sua cama conservando o sono como ouro puro. Antes de sair de casa, o devoto deve dar um salto com a intenção de flutuar no ambiente. Se o devoto flutua, pode sair de sua casa em estado de Jinas. Se não flutua, repita o experimento horas, ou meses, ou anos, até lograr a vitória.

MISTERIOS MAYAS
O Logos Criador se expressa como Verbo, como som. Existe uma linguagem de ouro que o homem deveria de falar. Antes que o homem saísse exilado dos paraísos Jinas, somente se falava o verbo de ouro, o grande idioma universal, essa era a gramática perfeita. Os grandes Hierofantes egípcios, quando queriam visitar o jardim das delicias, se submergiam em Meditação profunda, tendo em sua mão direita uma amêndoa conhecida como “Olho de Veado”. INVIA: Este Mantram resulta ser uma verdadeira invocação; a sua influência, o elemental de dita amêndoa acode irresistivelmente. Esse elemental tem o poder de por o corpo em estado de Jinas ou seja, de submergi-lo dentro da quarta vertical.
Quando o Hierofante sentia que seu corpo começava a inflar-se ou a inchar-se dos pés até acima, então compreendia que seu corpo havia adquirido o estado de Jinas. Levantava-se de seu leito cheio de fé e se submergia no jardim das delicias, transportando-se a qualquer lugar da terra dentro da quarta dimensão no elemental da amêndoa de olho de veado.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
O Logos Criador se expressa como Verbo, como som. Existe uma linguagem de ouro que o homem deveria de falar. Antes que o homem saísse exilado dos paraísos Jinas, somente se falava o verbo de ouro, o grande idioma universal, essa era a gramática perfeita. Os grandes Hierofantes egípcios, quando queriam visitar o jardim das delicias, se submergiam em Meditação profunda, tendo em sua mão direita uma amêndoa conhecida vulgarmente com o nome de “Olho de Veado”.
Então, pronunciavam este mantram: INVIA. Este mantram resulta ser uma verdadeira invocação: a sua influencia, o elemental de dita amêndoa acode irresistivelmente. Esse elemental vegetal, tem pois, o poder de pôr o corpo em estado de JINAS. Quando o Hierofante sentia que seu corpo começava a se inflar, ou a inchar-se, desde os pés até acima, então compreendia que seu corpo havia adquirido o estado de Jinas. Levantava-se de seu leito, cheio de fé, e se submergia definitivamente no jardim das delicias, e se transportava a distintos lugares da terra. Quem queira praticar o anterior, que durante tal processo adormeça meditando no elemental da amêndoa de olho de veado.


IO
TAROT Y KABALA
O circulo com um ponto no centro, são os Mistérios de Lingam-Yoni. O circulo é o absoluto, o Eterno Princípio Feminino, é o Yoni de onde nascem todos os Universos. O ponto é Lingam, O Eterno Princípio Masculino. O circulo com um ponto é o Macrocosmos, são os mistérios de Lingam-Yoni com os quais podem ser criados os Universos.
O Circulo é Receptivo, o Ponto é Projetivo. Se o ponto se prolonga, se alarga, se transforma em uma linha,, divide o circulo em dois. Estando o ponto em movimento então temos o Lingam-Yoni, os sexos Masculino e Feminino.
Tirando a linha que está dentro do circulo, temos o número 10 e também o mantram da Mãe Divina.

LAS TRES MONTAÑAS
Urano, como primeiro Rei Divino da primitiva Atlântida, é o regente de nossas glândulas sexuais.
Urano, o Asura-Maya, é realmente o primeiro revelador dos Mistérios da Vida e da Morte. É certamente Ur-Anas, o Fogo e a Água primordiais, quem determina intrinsecamente o primeiro culto Luni-Solar da andrógina IO (IIIIIIIIIIIIIIIIIOOOOOOOOOOO).
IO Pitar é o Sol. Menes ou Mani é a Lua.


IOD HE VAU HE
TAROT Y KABALA
A trindade, a Tríada Perfeita, Pai, Filho e Espirito Santo mais a Unidade da Vida é o Santo Quatro, os Quatro Carpinteiros Eternos, os Quatro Cornos do Altar, os Quatro Ventos do Mar, o Santo e Misterioso Tetragrammaton cuja palavra mântrica é IOD-HE-VAU-HE, o nome terrível do Eterno.
O espírito Santo se desdobra em uma Mulher Inefável, esta é a Divina Mãe, veste túnica branca e manto azul. O Espírito Santo é Shiva, o Divino Esposo de Shakti, a Divina Mãe Kundalini.

TAROT Y KABALA. CAP. 24
Os Princípios Masculino e Feminino se conjugam no santo e Misterioso Tetragrammaton, nome esotérico que não deve ser pronunciado em vão e que está relacionado com as letras do Nome do Eterno em Hebreu: HE-VAU-HE-IOD (símbolos hebreus que se lêem ao revés).
IOD: ETERNO PRINCÍPIO MASCULINO
HE: ETERNO PRINCÍPIO FEMININO
VAU: PRINCÍPIO MASCULINO FÁLICO, O LINGAM
HE: PRINCÍPIO FEMININO, O ÚTERO, O YONI
IOD HE VAU HE SE REDUZ A SSSSSSSSSSSSSSSS
Essa quatro letras sao em si mesmas de imenso poder sacerdotal. Há que pronunciá-las como o uivo de um ciclone entre os montes ou imitando ao vento, se pronuncia suavemente quando se queira sanar a um enfermo ou invocar a um Deus, também serve para meditar. Nessas quatro letras estão representados os Dois Princípios: Feminino e Masculino do Macrocosmos e Microcosmos: A Vara, Princípio Masculino e a Taça, Princípio Feminino. Nessas quatro letras está o princípio do Eterno que não se deve pronunciar em vão.

CURSO ESOTERICO DE KABALA
AUM. O Arcano Quatro do Tarot é o Santo e Misterioso TETRAGRAMMATON. O Nome Sagrado do Eterno tem quatro letras: IOD, HE, VAU, HE.
IOD é o Homem, HE a mulher, VAU é o PHALO, HE é o ÚTERO. De outra forma dizemos: IOD é o homem, HE a mulher, VAU o fogo, HE a água. O profundo estudo das quatro letras do Eterno nos levam inevitavelmente a NONA ESFERA (o sexo). Devemos levantar nossa Serpente pelo canal medular até levantá-la a seu Santuário do Coração.

MENSAJE DE ACUARIO. CAP. 32
O nome do Eterno tem quatro letras hebraicas: IOD HE VAU HE.
Estes são os quatro ventos. Poucos são os que sabem pronunciar este nome como é devido. Todo aquele que queira edificar aa Nova Jerusalém, deve despertar o Fogo Sagrado do Kundalini. A Serpente Pentecostal é o INRI, o AZOE. O sol é seu pai, a lua a sua mãe, o vento a levou em seu ventre e a terra filosófica foi sua ama-de-leite.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 14
A coroa da vida tem três aspectos: o Ancião dos Dias, o Pai. O Filho muito amado do Pai e o Espírito Santo muito sábio, Pai, Filho e Espírito Santo são a tríada perfeita dentro da unidade da vida. Esta tríada mais a unidade da vida são o santo quatro, os quatro carpinteiros eternos, os quatro cornos do altar, os quatro ventos do mar, o santo e misterioso TETRAGRAMMATON cuja palavra mântrica é IOD HE VAU HE, o nome terrível do Eterno.

PENTAGRAMA ESOTERICO
É pois, o pentagrama, de um poder mágico realmente surpreendente. Vemos nos braços varias letras hebréias. Aparece IOD HE VAU HE. Essa palavra IOD, como princípio masculino, ou partícula divina, bem como chispa virginal, é terrível. IOD o princípio masculino-divino. HE, princípio feminino-divino. VAU, princípio masculino-sexual (ou seja o lingam). HE, o yoni feminino. Há um modo de pronúncia dessas letras hebraicas IOD HE VAU HE, porém são terrivelmente divinas e não em vão se devem cantar esses mantrans, porque essas quatro letras fazem vibrar a Divindade Interior (diz-se que é o nome do Eterno) e nunca em vão se devem pronunciar. Isto nos convida a reflexão. Aparecem outras letras hebraicas aí, para recordar-nos certos processos da Divindade, porém sobre eles agora guardarei silêncio.


IOD HE VAU HE AMOA HE VAU HE A GTA
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VI
RESTAURAÇÃO, TRANSFORMAÇÃO E INVISIBILIDADE
Corpos: o Físico, o Etérico, o Astral, o Mental, etc. O teurgo pode invocar a Agni quando se movo no Astral. Agni concorrerá ao chamado. E quando o teurgo invoque a Agni, o chamará “EM NOME DO CRISTO, PELA MAJESTADE DO CRISTO, PELO PODER DE CRISTO”.
Se se ordena a Ave de Fogo que transforme o rosto do invocador, ou que lhe dê a aparência de uma ave, ou de uma árvore, ante a vista dos amigos, a Ave operará a transformação e ninguém reconhecerá o estudante. Agora bem, se projetamos a Ave de Fogo sobre a mente de alguém que nos ameaça para causar-nos dano, e ordenamos, assim, a mente alheia que não nos veja, então seremos invisíveis. Porém, neste caso, devemos também vocalizar os Mantrans cujo poder nos fará invisíveis, que são:
IOD HE VAU HE AMOA HE VAU HE A GTA
Jesus o Grande Hierofante que nos ensinou a Gnosis, várias vezes teve que recorrer a fazer-se invisível. Com o poder do Fogo, pode-se empreender e executar incontáveis maravilhas. Com o Poder do Fogo podemos transformar-nos radicalmente. Com o Poder do Fogo nos convertemos em Deuses.


ISIS
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Em posição de pés firmes levantemos os braços para formar uma linha reta com todo o corpo e depois de orar e pedir ajuda a Mãe Divina, cantemos o Mantram ISIS assim: IIIIIIIIIIII... SSSSSSS..... IIIIIIIIIIII... SSSSSSSSSS. Alargando o som das duas letras e dividindo a palavra em duas silabas: IS – IS. Depois, deite-se o estudante com o corpo relaxado e cheio de êxtase. Concentre-se, medite na Mãe Divina.

LAS FACULTADES SUPERIORES DEL SER
É fácil desenvolvê-lo. Simplesmente, coloque um copo aí, com água, sobre uma mesa, e se sena comodamente. No fundo do copo ponha um espelho e ponha também algumas gotas (na água) de enxofre e mercúrio (bem sabemos, em ciência oculta, o valor do mercúrio). Ponham algumas gotas nesta água, para que se carregue com o mercúrio. Depois, sentado comodamente, a certa distancia, se concentra de tal forma que a o olhar atravesse o cristal, que caia exatamente no centro do copo, no centro exato da circunferência.
Há um mantram que há que pronunciar, é o mantram dos mistérios Isíacos, que se pronuncia “IS – IS”, repartindo em duas silabas: IIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSS – IIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS. Assim é como se pronuncia o mantram ISIS. A letra “S” é como um silvo doce e aprazível. Ao fazê-la, ao entoá-la como é devido, é claro que faz girar o CHACRA frontal da esquerda para a direita.
Assim pois, isto se deve praticar dez minutos diários. Agora, se alguém pudesse praticar este exercício durante trinta minutos diários, o avanço seria mais rápido.
O interessante deste exercício é que se possa praticar durante anos seguidos sem deixar de praticar nem um dia. E se alguém sai de viagem, pois terá que praticá-lo onde chegar: no hotel, onde puder, porém não deixar passar o dia sem o exercício.
Se alguém na vida tiver essa tenacidade, para não falhar nem um dia, esse alguém adquirirá a clarividência.
Pelos quinze dias, ou pelos vinte, começa-se a ver (na água) cores da luz astral. Pelos três ou quatro meses, ou seis meses (tudo depende do desenvolvimento psíquico de cada qual), se passa um carro pela rua, este vê uma fita de luz e também vê o carro, movendo-se nesta fita de luz. Essa “fita de luz” é a rua e o carro, vê-se claramente, movendo-se nesta fita.
Depois de um certo tempo (pouco mais ou menos de um ano), já não será necessário (para ver) exclusivamente o copo com água. No entanto, praticará seu exercício.
Depois de uns três anos, já não necessitará o copo para nada: poderá ver diretamente na luz astral; bastará que ele veja e verá. Já terá, então a clarividência.
Obviamente, quando se chega a esse grau, já se vê a Aura das pessoas com uma naturalidade surpreendente. O azul por exemplo, indica espiritualidade. Uma aura verde, bem verde, indica desconfiança, ciúmes. O verde brilhante, ceticismo; o cinza chumbo, egoísmo; um cinza escuro, porém não chumbo, tristeza, melancolia. O vermelho cintilante, mentira; o vermelho de sangue, muito sujo, luxuria; o negro, ódio; o amarelo, inteligência; o alaranjado, orgulho; o violeta, música transcendental, elevada, etc.
Assim pois que, chega o dia em que alguém vê a Aura das pessoas, porém tem que estar usando esse órgão para que funcione, porque órgão que não se utiliza se atrofia.
E como se utiliza? Há que fechar os olhos e tratar de ver com o CHACRA frontal, romper as trevas (por dizer assim) para ver a luz astral, ou para ver as auras das pessoas.
No princípio, o aprendiz de clarividente resulta, digamos, muito intrometido nas vidas alheias, e esse mal costume tem que deixá-lo; tem a tendência de ver a aura de fulano, para ver se é certo que está com Fulana, ou ao ver a Aura de Fulana para ver se está jogando sujo... Isto é gravíssimo, porque assim não se desenvolvem as faculdades! Não, para que se desenvolvam os poderes, se necessita, pois, aprender a respeitar aos demais, não meter-se na vida privada das pessoas. Ainda que a simples vista veja a Aura das pessoas, deve saber dissimular, isto é, saber calar: ver a coisa e guardar silencio. Se assim proceder, se desenvolverá harmoniosamente o CHACRA esse (esplendido) da clarividência.
A meditação também desenvolverá esse CHACRA: deite-se em sua cama, tranqüilo, com a cabeça ao norte; relaxar bem seu corpo, que nenhum músculo fique tensionado. Em seguida, imaginar-se uma terra fértil, pronta para ser semeada; imaginar-se que está depositando a semente de uma rosa (na terra); imaginar-se que esta semente está germinando, que vai crescendo, que vai desenvolvendo-se, que vai nascendo espinhos e folhas, até que um dia aparece a flor, a rosa, símbolo vivente do logos Solar. Logo, ir um pouco mais além; imaginar-se depois como as pétalas da rosa vão caindo, como as mesmas vão se murchando, como a mesma planta vai envelhecendo, até converter-se em um montão de lenha.
Isto é grandioso! Esse tipo de meditação, baseado no nascer e morrer de todas as coisas, desenvolverá a clarividência; desenvolverá, ajudará, coadjuvará no desenvolvimento desse sexto sentido maravilhoso.
Esse passo é fundamental. Muito mais tarde vem outro passo, que é ainda mais transcendental. Não esqueçam vocês que a imaginação, inspiração e intuição, são os três caminhos obrigatórios da iniciação.
Uma vez que seja capaz de ver a Luz Astral, uma vez que seja capaz de ver a aura das pessoas, uma vez que seja capaz de ver os elementais das plantas, terá que passar ao seguinte estado, que se chama inspiração.
Continuando com o exercício sobre o nascer e morrer de todas as coisas, podemos também alcançar o degrau da inspiração. Se imaginarmos que hajamos semeado a semente e que o rosal vai crescendo pouco a pouco, que vá desabrochando espinhas, folhas, e que ao fim desabrocha rosas, podemos também pensar no morrer daquele rosal, porém devemos sentir em nosso coração a inspiração, esse inspiração que deixa o processo do nascer e do morrer em todos os corações, essa inspiração que nasce da compreensão. Alguém chega a saber que tudo o que nasce, morre. Advém, pois, algo além, que se chama inspiração.
Há que procurar entrar em estado de êxtase, de amor, de amor por todo o criado, de amor pelo divinal, para que surja neste alguém a inspiração. Chegará o dia em que poderá, não somente ver, senão ao mesmo tempo sentir inspiração.
Por meio da inspiração chega-se mais profundo todavia, porque não somente poder ver uma árvore ao longe, ou o “Elemental” de uma árvore, senão que através da inspiração chega-se a sentir com esse elemental, chega-se a sentir a vida dessa criatura no coração.
Imaginação, inspiração e intuição (o terceiro degrau é a intuição). Quando se é capaz de imaginar algo, quando é capaz de sentir-se inspirado e de chegar a derramar lagrimas ao contemplar algo, então sente também algo mais profundo, muito mais profundo: “A VOZ DO SILÊNCIO”, da qual falava Helena Petrovina Blavatsky.
A intuição é maravilhosa. Por meio da Imaginação, pode-se ver o mundo astral; através da inspiração pode-se chegar ao mundo mental, porém a intuição o leva ao mundo do Espírito puro. Então pode-se contemplar, além, o espetáculo da natureza, do Universo. Ver a Natureza, ao universo, tal como é. Mover-se no mundo do Espírito Puro, conversar com os Devas, com os Elohim ou Prajapatis, com essa Hoste criadora do Demiurgo; poder falar diretamente com eles, para receber deles o ensinamento, a sapiência. Isto é “Intuição”.
Não esqueçam pois, que a imaginação, a inspiração e a intuição, são os três caminhos obrigatórios da iniciação.
No princípio é difícil o trabalho. Convém começar com o exercício do copo com água: fechar os olhos para tratar de romper as trevas e ver o mundo astral (não esquecer o mantram “ISIS”); praticar a meditação, imaginando o que queiram imaginar.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. XVI
O Deus Mucriélago tem o poder para curar qualquer enfermidade, porém também poder para cortar o cordão prateado da vida que une o corpo à alma.
Os Mestres Nahuas o invocavam para pedir-lhe cura para seus discípulos ou para seus amigos profanos.
À invocação assistiam somente iniciados que, no interior do templo, formavam cadeia, alternando entre eles homens e mulheres sem tocar as mãos nem o corpo.
Os extremos da cadeia começavam a ambos os lados do altar e todos permaneciam sentados de cócoras com a espada contra a parede.
No altar, flores recém cortadas, e a seus lados, sobre duas pequenas colunas talhadas em basalto, seus respectivos braseiros de barro pintados de vermelho, símbolo da vida e da morte.
Nos braseiros ardiam lenhas de cipreste (símbolo da imortalidade) cujo o aroma se mesclava com o do saumério de copalli (incenso), resinas aromáticas e brancos caracóis marinhos moídos.
O mestre vestia o uniforme do Deus do Ar e Maxtlatl (uma espécie de calça curta) ao redor da cintura.
De frente, levantando as mãos com as palmas estendidas, vocalizava três vezes o mantram ISIS, dividindo em duas largas sílabas assim:
IIIISSSSSSSSS IIIIIISSSSSSSSS
Depois, com um espadim de obsidiana de jade e ouro, bendizia aos concorrentes e em silencio fazia a invocação ritual.
“Senhor da vida e da morte, te invoco para que baixes a sanar todas as doenças”.
Silencio imponente somente interrompido pelo crepitar do saumério, de súbito, um bater de asas e um aroma de rosas, de nardos, se estendia por todo o templo.
Dos braseiros saía uma chama que se alargava como querendo alcançar o céu, e o Mestre e os assistentes se prostravam até pôr na terra suas frentes.

MAGIA PRACTICA. CAP. 3
10. O mantram “ISIS” é também mantram grandioso para despertar a clarividência; este mantram se vocaliza assim:
11. IIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS
IIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS
12. Uma hora diária de vocalização, é melhor que ler um milhão de livros de Teosofismo, Espiritismo, etc.
13. A clarividência é a mesma imaginação
14. Para o sábio imaginar é ver
15. O que queira fazer-se clarividente, tem que reconquistar a infância perdida
16. O Anjo Aroch me ensinou os mantrans mais poderosos que se conhece no mundo para o despertar da clarividência
17. O que queira ser clarividente, tem que acabar com os racionalismos e acostumar-se a olhar todas as coisas com a imaginação.

EL PODER DE LOS MANTRANS
Há um mantram que nos permite desenvolver a clarividência em muito pouco tempo, é o mantram ISIS.
Como sabem irmãos a Deusa Isis era muito venerada no Egito. Aquele que logre levantar o véu de Isis vê o ultra de toda a criação. É necessário que vocês aprendam a soletrar os mantrans.
A vogal “I” é o fundamento do mantram ISIS. O mantram se pronuncia assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSS
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSS
Como vocês vêem a letra “S” se deve prolongar como um silvo suave e aprazível. A letra “S” faz vibrar intensamente o loto maravilhoso situado exatamente entre as sobrancelhas.
Chegará o dia em que se vocês continuarem com essa prática desenvolverão a divina clarividência e verão o ultra da natureza. Então todos os mistérios da vida e da morte serão para vocês visíveis e tangíveis.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 14
Os astecas formavam uma cadeia em forma de ferradura para invocá-lo; essa cadeia se abria pelos lados do altar e seus enlaços ficavam soltos, isto é, ninguém tocava as mãos nem o corpo; os assistentes ao rito permaneciam cheios de respeito, de cócoras, agachados. O mantram ISIS era vocalizado por todos em duas sílabas e alargando o som de cada letra, sustentando o som de cada letra o mais possível:
IIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSS.... IIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSS...
O “S” soa como o canto do grilo ou como os cascavéis da serpente, tão sagrada entre os astecas; essa é a voz sutil com a qual podem fazer-se maravilhas e prodígios. O mantram era vocalizado muitas vezes seguidas. O sacerdote jogava em um turíbulo um saumério de caracóis marinhos reduzidos a pó branco; os caracóis e o fogo sagrado estão associados internamente.

CURSO ZODIACAL. SAGITARIO
Sentem-se de cócoras, ao modo das huacas peruanas; ponha suas mãos sobre as pernas, com os dedos índice assinalando para cima, para céu, para atrais os raios de Júpiter, tal como nos ensina Huiracocha, a fim de magnetizar os femorais intensamente.
O mantram é “ISIS”, que se pronuncia vocalizando assim:
IIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSS IIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSS
Pronunciando com o “S” um som sibilante como o do ar. Com esta chave despertará totalmente a Clarividência, e ganhará o poder de ler os “Arquivos Akashicos” da Natureza.
Há que meditar intensamente agora no ÍNTIMO, rogando-lhe que nos traga o Anjo Zachariel para que nos ajude.


J

JACHIN BOAZ
CURSO ZODIACAL. ARIES
Agora para terminar este preâmbulo de nossa presente lição, que no pórtico de todo Templo Sideral existem duas colunas: uma branca e outra Negra. A coluna da direita, se chama “JACHIN” e a coluna da esquerda se chama “BOAZ”. Também deve saber, bom discípulo, que junto a cada coluna há um Guardião. O Guardião da coluna direita tem a Vara da Justiça entre suas mãos, e o da esquerda tem um Livro entre suas mãos. Jachin e Boaz são as duas palavras de “passe”, que os permitirão entrar no Templo Coração de cada Estrela, para manipular Raios e provocar acontecimentos no Mundo Físico.


JAH
PISTIS SOPHIA. CAP. 33
Cante a vosso Deus interior profundo, cante salmos a seu nome; exalte ao que cavalga sobre todos os níveis superiores do Ser. “JAH”, é seu nome; “JAH” é o mantram mediante o qual se invoca ao Ancião dos Dias; cada um de nós, tem seu próprio ancião; ele é a parte superior do Ser.


JAO-RI
CURSO ESOTERICO DE KABALA
PROJEÇÃO DO FOGO
O Kundalini pode ser projetado a qualquer chacra ou a qualquer lugar distante, nas vértebras cervicais o Kundalini sói tomar a forma de Quetzal (esta é a Ave de Minerva). No momento supremo da cópula sagrada podemos enviar a Ave de Fogo a cada um dos Sete Chacras, para despertá-los totalmente. Os dois Queztales, do Varão e Varonia se nutrem com a água do poço. (o Ens Seminis). O homem e a mulher podem ordenar ao Quetzal e a Ave de Fogo obedecerá. O poderoso Mantram JAO-RI é a chave secreta que nos confere o poder de mandar a Quetzal. Esta ave milagrosa, pode transformar-nos o rosto em casos de perigo, pode fazer-nos invisíveis, pode nos despertar qualquer chacra do corpo astral, pode curar a um enfermo distante, etc.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VI
Agora já não podemos negar a Humanidade a chave dos poderes que divinizam. Com gosto vamos entregar a nossos discípulos essa CHAVE Milagrosa. Pois bem, durante o transe de Magia Sexual vocalize este mantram: JAO RI.
Prolonga-se o som de cada vogal. E se ordena a Ave Maravilhosa de Fogo, que abra, que desenvolva o Chacra que se necessita. Que comece o desenvolvimento total da faculdade que mais se esteja precisando. Estejam seguros que a Ave de Minerva trabalhará sobre o Chacra, disco ou roda magnética sobre a qual receba ordens supremas.
É evidente e positivo que essas faculdades não se desenvolvem instantaneamente. Porém a Ave de Minerva as despertará! E se a prática é continua, diariamente, essa Ave, esse sagrado Quetzal, desenvolverá a faculdade ordenada e ambicionada, em forma absoluta. O importante é perseverar, não cansar-se praticar diariamente com intensidade fervorosa.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Agora já não podemos negar a humanidade a chave dos poderes que divinizam. Com gosto vamos entregar a nossos discípulos essa Chave Maravilhosa.
Pois bem, durante o transe de Magia Sexual vocalize este mantram:
JAO RI
Prolonga-se o som de cada vogal. E se ordena a Ave Maravilhosa de Fogo, que abra, que desenvolva o Chacra que se necessita. Que comece o desenvolvimento total da faculdade que mais se esteja precisando. Estejam seguros que a Ave de Minerva trabalhará sobre o Chacra, disco ou roda magnética sobre a qual receba ordens supremas.
É evidente e positivo que essas faculdades não se desenvolvem instantaneamente. Porém a Ave de Minerva as despertará! E se a prática é continua, diariamente, essa Ave, esse sagrado Quetzal, desenvolverá a faculdade ordenada e ambicionada, em forma absoluta. O importante é perseverar, não cansar-se praticar diariamente com intensidade fervorosa.
PROJEÇÃO DO FOGO AOS CHAKRAS
A Ave Milagrosa de Fogo, proporciona a chave para projetar o Fogo do Kundalini a distancia e ajudar assim, aos enfermos, ou a lançá-lo a qualquer chacra do corpo astral do estudante esotérico. Alguns estudantes projetarão seu fogo até o chakra prostático, com o fim de adquirir poderes para poder sair conscientemente em corpo astral. Outros, o farão até o chakra frontal, com intuito de despertar a clarividência. Outros o farão até o chakra da laringe, que lhes conferirá o poder de ouvir o ultra. Este chakra facilita ao yogui conservar seu corpo físico vivo e perfeitamente são ainda que durante as Noites Cósmicas. Outros projetarão a Ave de Minerva ao plexo solar, o qual capacita a permanecer horas inteiras no fogo sem queimar-se. Alguns estudantes enviarão a Ave Maravilhosa ao chakra do coração, que conferirá o poder sobre o furacão, os ventos, etc. Também se pode remitir a Ave de Minerva ao Chakra das mil pétalas, situados na parte superior do crânio. Tal chakra proporciona a intuição, a polividência, a visão intuitiva, e o poder de sair do corpo físico conscientemente em espírito, no Íntimo, sem veículos de nenhuma espécie.
Também se pode lançar a Ave de Minerva, sobre os átomos do corpo Físico, e ordenar-lhe preparar o corpo para os estados de Jinas.
Todos temos que aprender a projetar o fogo, a qualquer rincão do Universo, e a qualquer chakra do organismo! Assim, todos despertarão seus poderes internos... não basta acender o fogo: há que aprender a manejá-lo inteligentemente para trabalhar na grande obra.
Se ordena a ave de Fogo que transforme o rosto do invocador, ou que lhe dê a aparência de uma ave, ou de uma árvore, ante a vista dos amigos, a Ave operará a transformação e ninguém reconhecerá o estudante.


JEUSE, VAUSE
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. IX
A clariaudiência é o “ouvido oculto” e se desenvolve com os seguintes mantrans: JEUSE VAUSE.
VOCALIZAÇÃO
JJJJEEEEEEEEEEEEEEE... UUUUUUUUUUUU... SSSSSSSSSS... EEEEEEEEEEEE
VVVAAAAAAAAAAA....UUUUUUUUUU....SSSSSSSSSSSS EEEEEEEEEEEEE
Como se percebe, a voz deve prolongar-se nas letras acima repetidas. Submergido em profunda meditação o estudante, vocalizará tratando de adormecer. Quando já conseguiu adormecer, se esforçará em escutar a voz de seus amigos que se encontram distantes: assim se desperta o “Ouvido Interno”.

K

KA
ROSA IGNEA. CAP. 3
1. Entremos agora, ó Arhat, para oficiar no templo com a aboboreira.
2. Veste tua túnica, teu manto branco e aproxima-te do altar, ó Arhat.
3. Com os poderes do elemental da aboboreira podemos trabalhar com as multidões.
4. O elemental da aboboreira tem terríveis poderes sobre as multidões.
5. Através da magia elemental da aboboreira, Jonas fez com que Nínive se arrependesse de seus pecados.
6. O elemental da aboboreira tem sobre sua glândula pineal uma minúscula coroa que lhe dá um poder terrível sobre as massas humanas.
7. Aprende, ó Arhat, a lutar contra as abominações dos homens através da aboboreira. Assim, ajudarás as multidões humanas e ao ajudar os homens tu ajudas a ti mesmo. Tu o sabes.
8. Lembra-te que o elemental da aboboreira possui a túnica rosada como o amor desinteressado. Parece uma linda menina vestida com essa túnica de amor.
9. Jonas esteve três dias no ventre de um grande peixe nas praias de Nínive.
10. Jonas sentou-se sob uma aboboreira e os habitantes Nínive arrependeram-se, rasgaram suas vestes, jejuaram e vestiram sacos e cilícios sobre seus corpos.
11. Quero que compreendas agora, Arhat, a íntima relação que existe entre os peixes do mar e a aboboreira.
12. Existe um poderoso anjo que governa os peixes do mar e os elementais da aboboreira.
13. A corrente vital que parra pelos peixes do mar é a mesma que passa pela família vegetal das aboboreiras.
14. O ígneo anjo que governa a aboboreira é a mesma chama ardente que governa a todos os peixes do imenso mar.
15. O oficiante jogará a abóbora numa vasilha com água, a qual deverá ferver as chamas de um forninho.
16. A fruta deverá ser partida em pedaços antes de ser jogada numa vasilha com água.
17. Esta vasilha deverá ferver frente ao altar.
18. O oficiante benzerá a vasilha fumegante e ordenará ao elemental da aboboreira trabalhar sobre as multidões para que se arrependam de seus pecados.
19. A Grande Hierarquia Branca te assistirá durante o ritual.
20. O colégio de iniciados colaborará contigo nesta Grande Obra do Pai.
21. Os poderes ígneos dessa criatura elemental flamejam intensamente no ardente faiscar das chamas universais.
22. Durante esta cerimônia de magia elemental, a branca pomba do Espírito Santo entrará em ti, ó Arhat!
23. Agora, absorto em profunda meditação, poderás escutar a palavra de Jeová, ó Arhat!
24. Não esqueças, irmão meu, não esqueças, ó Arhat, que cada uma das vértebras espinhais do corpo mental corresponde uma caverna sagrada, escondida nas entranhas da terra.
25. Conforme a cobra ígnea vá subindo pela medula incandescente do teu corpo mental irás entrando em cada uma das cavernas correspondentes a cada vértebra.
26. Aquelas cavernas que se iluminam com o fogo do teu candelabro resplandecem abrasadoramente.
27. Aquelas cavernas, onde ainda não flameja a tua tocha acesa, estão cheias de trevas e de fumo, e só tu, ó Arhat, podes dissipar essas trevas com o fogo agrado do teu candelabro.
28. Em cada uma das 33 cavernas da Arhat, faisqueia o fogo abrasador da mente cósmica da natureza.
29. Em cada uma das 33 cavernas do Arhat, situadas nas entranhas da terra, cultivam-se os sagrados mistérios do fogo.
30. Conforme o Arhat vá iluminando suas cavernas com o facho do seu candelabro, a luz e o fogo irão convertendo sua mente-matéria em Mente-Cristo.
31. Depois que Jonas foi vomitado pelo peixe, pregou em Nínive e sentou-se sob uma aboboreira para trabalhar com os poderes da mente, a qual flameja no crepitar das brasas ardentes da mente cósmica.
32. As pessoas não entendem o símbolo de Jonas apesar de saberem que o Cristo ressuscitou depois de três dias.
33. As multidões pediram sinais ao Cristo, porém Ele somente deu o sinal de Jonas.
34. Tira tuas vestimentas vis porque estão cheias de vermes e podridão.
35. O verme da podridão seca e mata a aboboreira.
36. Somente os Arhat podem oficiar com o ritual da aboboreira.
37. Todo o sagrado colégio irá vestido com túnicas brancas ao templo do santo rito. Somente alguns ajudantes usarão túnica e capa azul celeste durante o ritual.
38. Durante alguns instantes, apagam-se as luzes e o templo fica às escuras.
39. Agora, compreenderás que a planta da aboboreira pertence ao plano mental.
40. Agora, entenderás todo o símbolo do profeta Jonas sentado sob uma aboboreira.
41. O momentâneo apagar das luzes durante o ritual simboliza a passagem das trevas à luz.
42. Devemos expulsar de nós todas aquelas baixezas de natureza animal.
43. O mantram do elemental da aboboreira é KA.
44. O gongo oriental deve ressoar durante o rito.


KAM
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRATICA
MAGIA DA ÁRVORE BORRACHERO
(DATURA ARBOREA)
(Corneta de Angel, na costa da Colômbia; Higatón em Bolívar; Floripôndio, no Peru)
O elemental do floripôndio, é um mago; é netuniano, e tem poderes terríveis. Visto clarividentemente, este elemental parece uma criança de 12 anos de idade, e tem em suas mãos a vara do mago.
Toda árvore de floripôndio tem seu correspondente elemental, que deve ser utilizado por quem deseje sair conscientemente em corpo astral. Eu utilizava freqüentemente o elemental desta árvore para ensinar a meus discípulos a sair em corpo astral. Digo que utilizava porque estou me referindo a tempos antigos.
MANEIRA DE PROCEDER
Tomava uma vara da mesma árvore, com a qual traçava ao redor dela, um circulo bem amplo no solo; mastigava as flores da árvore e untava o sumo no cérebro do discípulo.
O discípulo deitado em seu leito, adormecia e eu dava ordens ao elemental para que o tirasse para fora do corpo físico. Estas ordens iam acompanhadas do mantram que tem o floripôndio o qual é “KAM”, que se pronuncia alargando o som das duas últimas letras assim: “KAAAAAAAMMMMMMM”.
Hoje em dia, todos nossos discípulos gnósticos devem empregar os poderes deste elemental para aprender a sair conscientemente em corpo astral, para o qual se procede, tal como já o ensinamos.
Logo ordenem imperiosamente o elemental assim: “Quando eu te chame, concorrerás sempre. Eu necessito que me tire em corpo astral, sempre que o ordene”.
Posteriormente, o discípulo dá uma pequena picada com um alfinete em um dedo de sua mão e com um cutelo fará na árvore uma incisão na qual depositará seu sangue, ficando desta maneira formalizado o pacto com o gênio do floripôndio.
“Escreve com sangue e aprenderás que o sangue é espírito”. (Nietzch)
“Este é um fluido muito peculiar”. (Goethe).
Logo o discípulo cortará algum de seus cabelos e pendurará na árvore. Cólera algumas pétalas das flores dela, as depositará em uma bolsa e os pendurará em seu pescoço como talismã. Desde este instante o discípulo tem baixo seu serviço este humilde elemental, que concorrerá a seu chamado.
Quando o discípulo queira sair em corpo astral, adormeça em seu leito pronunciando o mantram da árvore e com a mente concentrada neste gênio elemental, chamando-o mentalmente, rogando-lhe que o tire em corpo astral; e nesse estado de transição entre a vigília e o sono, o elemental do floripôndio o tirará de seu corpo físico levando-o a lugares por ele anelados.
Cada vez que o discípulo possa, deve visitar a árvore, regá-lo com água, bendizê-la e colher as flores, as que utilizará quando lhe agrade; pois como já dissemos antes, estas se lhes macera com uma pedra, se lhes extrai o sumo, o qual se aplica no cérebro para sair em corpo astral. É conveniente advertir que a aplicação do sumo se efetua no momento de se deitar, quando vai se entregar ao sono.
No entanto, quando não se tenham as flores a mão, o discípulo sempre poderá invocar a se servidor elemental para que o tire em corpo astral.
Também, este elemental tem o poder para fazermo-nos invisíveis.
Quando o discípulo queira fazer-se invisível, pronuncia o mantram do elemental “KAM” desta árvore; chama a seu servidor e lhe roga que lhe faça invisível; aplicava-me o sumo nas juntas do corpo, rogando ao elemental que me fizesse invisível.
Temos que advertir, não obstante, que o primeiro que tem que fazer o discípulo é “SUPERAR” o corpo. Em tempos antigos o homem vivia dentro do seio da MÃE NATUREZA e então todos os poderes da bendita Deusa Mãe do Mundo, ressoavam com grande potência em suas caixas de ressonância e se expressavam através de todos seus chacras, com essa euforia grandiosa do universo. Hoje em dia, já o corpo humano está completamente não adaptado à natureza e as potentes ondas do universo não podem expressar-se através dele.
Nos toca ajustar o corpo novamente ao seio da Bendita Deusa Mãe do Mundo. Nos toca limpar esse maravilhoso organismo e preparar o corpo para que se converta novamente em uma caixa de ressonância da natureza.


KAN DIL BAN DIL R
ROSA IGNEA. CAP. XXIII
61. O fogo sagrado entra em atividade quando os átomos solares e lunares do cordão Brahmânico fazem contato no triveni. Esse contato somente é possível para quem pratica a magia sexual intensamente com a sacerdotisa ou através do sacrifício de uma abstenção sexual total e definitiva.
62. Os mantras mais poderosos que se conhece em todo o infinito para se despertar o fogo sagrado são estes: KANDIL BANDIL RRRRRRR...
63. Vocalizam-se estes poderosos mantras em forma de canto, assim: KAM em voz alta, DIL em voz baixa. BAM em voz alta, DIL em voz baixa, e a letra R pronuncia-se de forma alongada e aguda, como imitando o som produzido pelos guisos da serpente cascavel.

ROSA IGNEA. CAP. 16
15. Depois, levarão a energia sexual até o entrecenho, o pescoço e o coração, nessa ordem.
16. Durante esta prática, os discípulos cantarão os seguintes mantras:
17. KANDIL BANDIL RRRRRRR...
18. Esses mantras são vocalizados assim: KAM em voz alta e DIL em voz baixa. BAM em voz alta e DIL em voz baixa. A letra R pronuncia-se de forma alongada e aguda, como que imitando o som produzido pelos guisos da serpente cascavel.
19. Esses são os mantras mais poderosos que se conhece em todo mundo para o despertar da Kundalini.

CUERPOS SOLARES. CAP. 25
Existem mantrans formidáveis para o despertar do KUNDALINI, porém esses dão resultado com a condição de que se cantam na Nona Esfera durante o Maithuna (magia sexual).
Vem-me à memória nesses instantes aquele formidável mantram que me ensinou o Anjo Aroch, Anjo de Mando: “KANDIL, BANDIL, RRRRRR...”. KAN, se canta com voz alta. DIL se canta com voz baixa. BAN com voz alta. DIL com voz baixa. A letra “R” como um motor muito fino ou como um moedor ou matraca com som como voz de criança, muito agudo.
Este é um dos mais poderosos mantrans de magia sexual e todo Alquimista Gnóstico deve usá-lo durante o Maithuna.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 4
MANTRAM PARA O KUNDALINI
Depois da queixa mencionada e da promessa de intervenção do Anjo, João rogou que lhe ensinasse o mantram mais poderoso que existe em todo o Universo para despertar o Kundalini. Então o Anjo cantou um maravilhoso Mantram que conturbou a João. Que é o seguinte: KANDIL BANDIL RRRRRRR.
VOCALIZAÇÃO: As primeiras sílabas de cada palavra sagrada (KAN e BAN), receberam uma entoação alta e suave e prolongada de tal forma que as sílabas finais de ditas palavras, tiveram uma entoação respectivamente baixa e prolongada (DIL e DIL). E o “R” recebeu uma vibração mais alta que as primeiras sílabas citadas, harmoniosa e sutil, como se uma criança tratasse de imitar o zumbido vibratório de um motor em marcha, ou como se escutasse o zumbido de um moedor movido a força elétrica quando se afia uma folha delgada de aço: som alto e agudo, alto, com tendência de produzir modulações de flauta.
KAAAAAAAAANNNNN... DIIIIIIIIIIILLLLLL...
BAAAAAAAAANNNNN... DIIIIIIIIIIILLLLLL...
RRRRRRRRRRR
Estes mantrans podem-se pronunciar repetidamente, diariamente, quantas vezes haja oportunidade, por bastante tempo. Depois que o Anjo Aroch cantou esses mantrans, o Teurgo João os cantou também. O Anjo bendisse a João e saiu do recinto levando entre suas mãos a Balança da Justiça, assim como a Revista hostil que João lhe havia mostrado.

ROSA IGNEA
Há que se praticar a magia sexual intensamente para transformar a mente.
Através da magia sexual enchemos nossa mente de Átomos Transformativos de altíssima voltagem.
Eis como preparamos nosso corpo mental para o avento do fogo.
Quando a serpente ígnea do corpo mental converteu a mente-matéria, nos libertamos dos quatro corpos do pecado.
Porém, os nossos discípulos solteiros podem chegar a grandes realizações com a terrível força do sacrifício.
A abstenção sexual é um tremendo sacrifício.
Francisco de Assis cristificou-se totalmente através da força do sacrifício.
Os solteiros concentrarão sua vontade e sua imaginação, unidas em vibrante harmonia, sobre as glândulas sexuais e farão subir sua força sexual desde as glândulas sexuais até o cérebro, seguindo o curso da coluna espinhal.
Depois, levarão a energia sexual até o entrecenho, o pescoço e o coração, nessa ordem.
Durante esta prática, os discípulos cantarão os seguintes mantras:
KANDIL BANDIL RRRRRRR...
Esses mantras são vocalizados assim: KAM em voz alta e DIL em voz baixa. BAM em voz alta e DIL em voz baixa. A letra R pronuncia-se de forma alongada e aguda, como que imitando o som produzido pelos guisos da serpente cascavel.
Esses são os mantras mais poderosos que se conhece em todo mundo para o despertar da Kundalini.

PREGUNTAS DE LAS DAMAS GNOSTICAS
Mestre: o mantram KAN-DIL BAN-DIL R, também pode ser utilizado na transmutação?
Vou a dizer-te: faz uns quatro anos, muitos anos atrás, conversava eu com o Anjo Aroch, Anjo de Mando, e me ocorreu a perguntar-lhe, cara a cara, frente a frente, por algum mantram para o Kundalini. Disse-lhe: Mestre, te peço um mantram, o mais poderoso que existe em todo o universo, para despertar o Kundalini. Então ele me respondeu: “Com o maior prazer”, e cantou o mantram. Cantou assim: KAAAAAAAANNN-DIIIIIIL BAAAAAAAANNN DIIIIILLL RRRRRRR... bom, esse é o mantram mais poderoso que existe em todo o cosmos para despertar o Kundalini. Claro, deve ser usado na “Forja dos Ciclopes”. As parceiras que estejam trabalhando na “Nona Esfera”, devem usá-lo cada vez que sinta a necessidade de cantá-lo, e desta forma, logo, logrará o despertar da serpente sagrada.
Venerável Mestre: Este mantram se utiliza antes de terminar a prática do Arcano, isto é, durante a prática?
Pois durante a prática, antes da prática e depois da prática.

CURSO ZODIACAL
O Kundalini se desperta com a Magia Sexual. Em instantes de Amor, em que a parceira sente delicias inefáveis, deverá conectar-se com sua esposa, sexualmente e pronuncie durante esta conexão os poderosos mantrans do Kundalini, tal como eu os recebi do Anjo de Mando chamado Aroch. Estes mantrans são os seguintes:
KAAAAAAAAANNNNN... DIIIIIIIIIIILLLLLL...
BAAAAAAAAANNNNN... DIIIIIIIIIIILLLLLL...
RRRRRRRRRRR
São vocalizados em forma de canto, alargando o som das vogais e levantando a voz na primeira sílaba de cada palavra e baixando-a na segunda sílaba. A letra “R” se pronuncia de forma alta e aguda, como a voz de uma criança, prolongando o som como se fosse o som de um motor de um moedor quando fica sem grão para moer, que produz um som agudo e delgado.
Ouça bem! Estes são os mantrans mais poderosos que se conhece em todo o infinito para despertar o Kundalini.
Poderá vocalizá-lo também com a Mente, e retirar-se de sua Esposa Sacerdotisa sem ejaculação seminal. O desejo refreado fará subir sua Energia até acima, até a cabeça e assim despertará o Kundalini e os converterá em Deuses.


KAWLAKAW SAWLASAW ZEESAR
MATRIMONIO PERFECTO
Depois de I.A.O. se continua com os poderosos mantrans arcaicos: KAWLAKAW, SAWLASAW, ZEESAR.
KAWLAKAW faz vibrar o homem espírito.
SAWLASAW põe em vibração a personalidade humana terrestre.
ZEESAR, faz vibrar o Astral do homem. Estes são mantrans antiqüíssimos.

CURSO ESOTERICO DE KABALA
KAWLAKAW é o Deus Interno. SAWLASAW é o homem terrenal e ZEESAR é o corpo astral. Estes poderosos mantrans desenvolvem todos nossos poderes internos. O Alquimista não deve esquecer nenhum desses mantrans.


KAUM
TRADICIONES DE ESTUDANTES GNÓSTICOS
Nota do Editor: não vem em nenhum livro do V.M. Samael Aun Weor, no entanto os estudantes que estiveram com o Mestre asseguram que lhes foi entregue assim. O estudante gnóstico se coloca em posição de pé, firme olhando ao oriente, levantando o braço esquerdo conforme o indica a Runa KAUM. Respire ritmicamente e vocalize o mantram KAUM, assim:
KAAAAAAAAAAAUUUUUUUUUUUUUMMMMMMM...


KEM LEM
ROSA IGNEA. CAP. 1
1. Penetremos num velho palácio medieval. Um menino brinca nesse velho palácio.
2. O menino sobe numa escada; precisamos voltar a ser crianças para subir a escada da Sabedoria.
3. Nesse velho palácio vive uma rainha do fogo. Ela é a rainha elemental do zimbro, encarnada em corpo físico numa velha corte medieval.
4. Ela é uma maga sóbria, uma maga austera, e está vestida no estilo medieval. Essa rainha elemental tem uma bela aparência juvenil e vive uma vida exemplar nesse antigo palácio feudal.
5. Absortos em profunda meditação interna entramos em um salão subterrâneo dessa velha mansão e aos nossos olhos espirituais surge um humilde leito, uma sublime dama e alguns santos mestres, os quais assistem a essa rainha elemental do zimbro, encarnada em corpo físico em plena Idade Média.
6. Esse estranho aposento, onde se respira o pó dos séculos, é iluminado por uma velha aranha de vidro.
7. Frente àquele leito desprende-se de uma elegante vasilha de ferro um vapor suave e delicioso.
8. O fogo arde intensamente debaixo da vasilha.
9. Um líquido ferve e, nesse líquido, a planta do zimbro.
10. O líquido daquela vasilha é a água pura da vida, na qual aparece a árvore do zimbro.
11. Esta é a planta dos reis divinos. Três zipas chibchas de Bacatá praticaram o culto do zimbro.
12. Todos os reis divinos da antiguidade praticaram a régia arte do zimbro.
13. O mantra do elemental do zimbro é KEM-LEM.
14. O elemental do zimbro parece uma bela menina. Cada árvore tem seu elemental.
15. Todos os elementais do zimbro obedecem a essa rainha elemental, encarnada naquele velho palácio medieval.
16. A rainha suplica a Agni para que a ajude e esse menino do fogo flutua naquele estranho aposento.
17. O elemental do zimbro obedece e no vapor da vasilha aparecem alguns Mestres de Sabedoria.
18. O vapor do zimbro forma um corpo gasoso para que o anjo invocado possa se vestir com ele e fazer-se visível e tangível no mundo físico.
19. Todos os reis divinos da Antigüidade praticavam a régia arte do zimbro para conversar com os anjos.
20. O invocador deve beber um copo do cozimento de zimbro durante o rito.
21. Os chacras entram em atividade com o ritual do zimbro.
22. Cada árvore tem o seu elemental. Os elementais dos zimbros obedecem a essa rainha do fogo que esteve encarnada na Idade Média em uma luxuosa corte.
23. Agora, a rainha do zimbro cultiva seus mistérios em um templo subterrâneo da Terra.
24. As bagas do zimbro, usadas na forma de defumação, limpam o corpo astral de todo tipo de larva.
25. O Iniciado precisa vestir seu traje sacerdotal para oficiar no templo com o elemental do zimbro.
26. Durante o tempo que durar o sagrado ofício do zimbro, a árvore, da qual foram colhidos os ramos e as bagas, permanecerá coberta com panos negros e se dependurará nela algumas pedras.
27. Durante a santa invocação do elemental do zimbro, o iniciado fará soar uma trombeta de chifre de carneiro.
28. O elemental do zimbro forma com o vapor um corpo gasoso que servirá de instrumento ao anjo invocado.
29. Se a invocação é digna de resposta, o anjo invocado concorrerá ao chamado e far-se-á visível e tangível no mundo físico para conversar com quem o chama.
30. Mil vezes pode chamar o indigno e não será escutado porque para o indigno todas as portas estão fechadas menos a do arrependimento.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA ELEMENTAL DO ZIMBRO (“Enebro”, espanhol)
O zimbro (“Enebro”, espanhol) é um arbusto muito sagrado. O Gnóstico deve aprender a manipular os poderes deste grande arbusto, para conversar com os anjos. Vejamos agora os seguintes versículos bíblicos.
“E Achab deu a nova a Jezabel de tudo que Elias havia feito, de como havia morrido a faca a todos os profetas”.
“Então enviou Jezabel a Elias um mensageiro, dizendo: assim fazem os Deuses e assim me assinalam, se amanhã a essas horas eu não puser tua pessoa como a de um Deus”.
“Vendo pois o perigo, levantou-se e foi a salvar sua vida e veio a Beer-Seba, que é em Judá, e deixou ali seu criado”.
“E ele se foi pelo deserto um dia de caminhada, veio e sentou-se debaixo de um zimbro; desejando morrer, e disse: basta! Oh Jehova! Tira minha alma, que não sou melhor que meus pais”.
“E deitando-se debaixo do zimbro, adormeceu: e logo um anjo lhe tocou, e disse: levanta-te, come!”.
“Então ele lhe olhou, e havia sobre sua cabeça uma torta cozida sobre as chamas, e um copo de água, e comeu e bebeu, e voltou a dormir”. (versículo 1 a 6. cap. 19: 1° dos Reis).
A magia bíblica é algo muito santo, e muito poucos são os que a conhecem a fundo. Quando a Bíblia nos disse que Elias se sentou debaixo de um zimbro, e que debaixo deste zimbro apareceu um anjo, ele esconde uma sabedoria esotérica muito profunda.
Realmente para que um anjo possa fazer-se visível e tangível no mundo físico, é necessário preparar-lhe um corpo gasoso, que lhe sirva de instrumento físico. O mago que queira fazer visível e tangível no mundo físico aos anjos, deverá conhecer a fundo a magia elemental do zimbro.
Colherá o mago algumas ramas e frutos de zimbro. Colocará a cozer em uma caldeira ou panela com água, beberá um bom copo dessa bebida ao começar o ritual de invocação angélica. Também porá sobre o altar de seu santuário um incenso, dentro do qual jogará ramos e frutos de zimbro; também poderá adicionar ramas de Mil-Folhas (Achilea Millefolium), tanto para o cozimento que deve-se fazer, como para o saumério do templo. Mas, se não encontrar a rama de Mil-Folhas (Achilea Millefolium), somente com o zimbro é suficiente para o ritual.
O invocador deve estar revestido com seu traje sacerdotal. Poderá verificar o ritual de primeiro ou segundo grau, ou a Missa Gnóstica, tal como aparece em nossa obra titulada “APUNTES SECRETOS DE UN GURU”.
Terminando o ritual, moverá o incensário três vezes, ordenando-lhe imperiosamente ao elemental de zimbro, formar o corpo gasoso sobre o altar do templo, para que o anjo invocado, possa fazer-se visível e tangível no mundo físico. O sacerdote deverá pronunciar três vezes com voz potente, o nome do anjo invocado.
Pode invocar-se o anjo Israel, que regeu o povo de seu mesmo nome através de todos os êxodos bíblicos. Pode chamar também a Raphael ou o anjo Aroch, etc.
Então o anjo, envolto naquele corpo gasoso formado pelo elemental de zimbro, poderá ver-se agora visível e tangível no mundo físico, ante o invocador.
Durante aquele tempo em que o sacerdote está oficiando, o arbusto de onde se tiraram os ramos do oficio, deverá permanecer coberto com panos negros e deverá colocar sobre seus ramos algumas pedras. O elemental de zimbro parece uma menina de doze anos e possui grandes poderes ocultos. Os ramos e frutos de zimbro tem também o poder de limpar nosso corpo Astral de toda classe de larvas. De forma mais prática poderia se verificar neste trabalho, em um quarto devidamente purificado com incenso e oração. Neste caso o ritual pode ser substituído com invocações feitas com puro coração.
O zimbro formará um corpo gasoso que serve de instrumento ao anjo invocado. Se nossa invocação é digna, o anjo concorrerá a nosso chamado. E se fará visível e tangível; mas se nossa invocação não merece resposta, então o anjo não concorrerá a nosso chamado.
O altar pode fazer-se simplesmente com uma mesa.
Quando se diz que o profeta Elias se sentou debaixo de um zimbro, isto significa que ele, valendo-se do zimbro, invocou um anjo e este concorreu a seu chamado, fazendo-se visível e tangível.
O zimbro tem vários mantrans, que se devem pronunciar durante o Rito.
“KEM”, “LEM”, são os mantrans deste elemental vegetal.
Nas memórias da natureza, lemos que três de Bacatá praticaram os ritos do zimbro, para fazer-se visíveis e tangíveis os anjos. Todos os reis divinos da antiguidade, praticaram a magia elemental do zimbro para conversar com os anjos.
Este maravilhoso elemental obedece a uma rainha, o elemental do fogo. Nos mundos internos, vemos essa grande rainha elemental, sentada sobre seu trono de fogo, e as memórias da natureza nos dizem que esta planta tem o poder de levar nossas glândulas endócrinas a um grau de superfunção especial. Isto simplesmente significa que todos os chacras do corpo Astral entram em atividade mediante o rito do zimbro.
A magia elemental do zimbro pertence a arte dos reis divinos.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
A RAINHA DO FOGO
A Rainha Elemental do Zimbro (“Enebro”, espanhol), quem esteve reencarnada em uma velha corte medieval, tem tremendos poderes mágicos.
A planta de zimbro é o vegetal das Dinastias Solares. Todos os Reis Divinos do passado trabalharam com a magia do zimbro.
O Mantram ou Dharani do zimbro é “KEM LEM”.
O elemental do zimbro parece uma bela menina inocente. Cada árvore tem sua alma elemental.
Todos os Elementais do zimbro obedecem a esta Rainha Elemental encarnada como já dissemos, na idade média.
O zimbro cozinha dentro de uma vasilha no vapor, serve para invocar aos Anjos.
Também se pode usar como saumério. Há que suplicar a “Agni” para que este ajude na invocação.
O invocador beberá um copo de zimbro durante o ritual.
Os chacras entram em atividade com o ritual do zimbro. Os frutos do zimbro usadas como saumério eliminam as larvas do corpo astral.
Deve-se pedir ao Pai que está em segredo, faça vir a Rainha do zimbro para que nos auxilie no trabalho mágico.
Mediante a fumaça do zimbro se materializará o Anjo invocado. Peça ao Anjo o que necessite quando este se apresentar.


KLIM, KRISHNAYA, GOVINDAYA, GOPIJANA, VALLABHAYA, SWAHA
MATRIMONIO PERFECTO. CAP. XXX
O Pentagrama é o símbolo do Verbo Universal de Vida. Pode-se fazer resplandecer instantaneamente o Pentagrama com certos mantrans secretos.
Nos Upanisadas Gopalatapani e Krishna encontramos o mantram que tem o poder para formar instantaneamente, em Plano Astral, a terrível Estrela Flamígera, ante a qual fogem aterrorizados os demônios. Este mantram consta de cinco partes a saber: KLIM, KRISHNAYA, GOVINGAYA, GOPIJANA, VALLABHAYA, SWAHA. Ao vocalizar este mantram se forma instantaneamente a Estrela Flamígera ante a qual fogem aterrorizados os tenebrosos do Arcano Dezoito. Estes demônios atacam violentamente ao Iniciado quando está trabalhando na Grande Obra. Os devotos do Matrimonio Perfeito tem que travar tremendas batalhas contra os tenebrosos. Cada vértebra da espinha dorsal representa terríveis batalhas contra os Magos Negros. Estes lutam por afastar o estudante da Senda do Fio da Navalha.
O poderoso mantram que acabamos de mencionar tem três etapas perfeitamente definida. Ao recitar KLIM, que os ocultistas da Índia chama de Semente de Atração, provocamos um fluxo de Energia Crística que descende instantaneamente do Mundo do Logos Solar, para nos proteger, e se abre abaixo uma porta misteriosa. Depois, por meio das três partes seguintes do mantram, se infunde a Energia Crística naquele que o recita e finalmente, por meio da quinta parte, o que recebeu a Energia Crística pode irradiá-la com tremenda força para defender-se dos tenebrosos. Então estes fogem aterrorizados.
O verbo cristaliza sempre em linhas geométricas. Isto está demonstrado com a fita magnetofônica. O discurso fica gravado na fita. Cada letra cristaliza em figuras geométricas. Basta depois fazer vibrar a fita na máquina gravadora para que se remeta o discurso. Deus geometriza. A palavra toma figuras geométricas. Estes mantrans citados por nós tem o poder de formar instantaneamente no Mundos Suprasensíveis a Estrela Flamígera. Dita Estrela é um veículo de força crística. Dita Estrela representa o Verbo.
É urgente aprender a criar instantaneamente a Estrela Flamígera. Com este mantram podemos criar essa Estrela para combater os tenebrosos.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. XI
O discípulo também pode se defender de seus inimigos, em casos urgentes e graves, com estes outros mantrans: KRIN, KRISHNAYA, GOBISNAYA, GOPIJANA, BALLACHA


KRIM
MISTERIO DEL AUREO FLORESCER
O mantram ou palavra que simboliza todo o trabalho de Magia Sexual é KRIM.
Neste mantram deve empregar-se uma grande imaginação, insuflando-se energia e transformado-a em força mágica.
Para pôr em contato com a móvel potencia universal, o praticante percebe diversas imagens, mas antes de tudo se revela sua Divina Mãe adorável com a lança sagrada em sua destra, lutando furiosa contra aquele Eu-Diabo que personifica tal ou qual erro psicológico que anelamos destruir. O praticante cantando seu mantram KRIM fixa logo sua imaginação, seu translúcido, no elemento fogo de tal modo que ele mesmo se sinta como chama ardente, como chama única, como fogueira terrível que incinera o Eu-Diabo que caracteriza o defeito psicológico que queremos aniquilar. A extrema sensibilidade dos órgãos sexuais anuncia sempre a proximidade do espasmo. Então devemos retirar-nos a tempo para evitar a ejaculação seminal.
Continue o trabalho deitado no solo em decúbito dorsal (boca para cima) e a mulher em sua cama... suplique a Mãe Divina Kundalini, peça-lhe com frases simples saídas do coração sincero, elimine com a lança de Eros, com a força sexual, o Eu que personifica o erro que realmente compreendemos e que anelamos reduzir a poeira cósmica.
Bendiga por ultima a água contida em um copo de cristal bem limpo, e beba dando graças a Mãe Divina.


KTO ETNOY SONJOY KTO MOY VIAJNOY TOT POKAJETSIA NINIE
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
PROCEDIMENTO MÁGICO
Estabeleça dentro da mesmíssima recâmara, dois espelhos iguais de acordo com o binário homem, mulher. Frente a cada espelho deve haver uma vela acesa.
Os dois espelhos devem ficar colocados frente a frente e cada um com sua vela acesa porém de tal forma, que a chama acesa se reflita no cristal. As velas devem ser de cera...
Sinta-se logo a dama e cante três vezes em voz alta as seguintes palavras mágicas: KTO ETNOY SONJOY KTO MOY VIAJNOY TOT POKAJETSIA NINIE.
Depois de pronunciados o mantram, Dharani, ou palavras de poder, deve dirigir-se a vista com intensidade fixa a qualquer um dos espelhos, escolhendo o lugar mais longínquo e escuro onde há de realizar-se a mágica aparição.
É aconselhável orar o Pai Nosso, a oração do Senhor, antes de realizar o experimento. Assim e pedindo permissão ao Pai que está em segredo, se receberá a ajuda do Pai e aparecerá no espelho o futuro esposo.
As palavras mágicas: LUCIA, STOF, LUB, SALEM, SADIL, também podem e devem ser recitadas durante este experimento mágico. Este experimento se faz à meia-noite.

L

LA RA
EL PODER DE LOS MANTRANS
Bem, o maior poder que existe no mundo, a melhor chave que se conhece para sair em corpo astral depende das forças sexuais. É raro que falemos desta forma a vocês. Não? Verdade? Ponha cuidado, ponha atenção.
As energias criadoras, a famosa Libido Sexual de que nos fala Sigmund Freud, isto é, a fora sexual quando está em processa de transmutação libido genética produz um som, um som semelhante ao de “KRIM”. Bem irmãos, alguém pode aprender a usar esta chave para sair em ASTRAL. Vou a ensinar-lhes vocalizando mentalmente as sílabas “LA RA” assim:
LAAAAAAAAAAAAAAAAA...
RRRRRRRRRAAAAAAAAAA...
Porém há que fazer esta prática com tenacidade e constância. Vocaliza-se mentalmente. Entendido?
Deve haver méritos já que estas duas sílabas tem poder de fazer vibrar intensamente as energias sexuais. Então por lógica dedução sabemos que logo as energias estejam em potencia e elevada vibração se produz aquela letra que é o silvo mesmo do FOHAT, do fogo, a letra “S”. esta letra vibra assim:
SSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS...
De certo, certamente esta letra vibra no cerebelo como se fosse o canto de um grilo ou um som semelhante ao que produzem os freios de ar comprimido.
Quando você sinta ou melhor, quando você escutar este som não se assuste. Você pode dar-lhe maior ressonância com a vontade e quando este som já esteja vibrando intensamente, quando tenha já uma grande ressonância, aproveite, levante-se de sua cama, não se ponha a pensar que se levantar com o corpo ou que se me levantar se corpo ou que maneira me levanto.
De maneira geral os estudantes vivem nas coisas, vacilações ou incertezas internas. Não se apeguem, levantem-se, lhes repito, levantem-se.
Ao levantarem-se a natureza se encarregará de separar o corpo ASTRAL do corpo físico. Tudo que você tem que fazer é levantar-se. Claro não se trata de levantar-se mentalmente, o que falamos deve traduzir-se em feitos. Levante-se de sua cama!
Levantar-se é o que interessa a você. O que você tem que fazer é levantar-se e antes de sair de sua recâmara dê um salto com a intenção de flutuar na atmosfera.
Se você flutuar é porque está em corpo astral. Entendido? Se não flutuar volte e meta-se novamente em seu leito e repita o experimento. Repito, não se canse. Se hoje não pode, amanhã poderá. Muitos discípulos triunfam imediatamente e outras gastam meses e até anos inteiros para aprender. Em todo caso a tenacidade triunfa.
De maneira que ao você sentir o som se levantará de sua cama. Entendido? E sairá de seu quarto, porém antes de sair de seu quarto faça o saltinho dentro de sua habitação. Dê um salto com a intenção de flutuar. Se flutuar está em corpo ASTRAL, se não flutuar é óbvio que deve começar novamente. Regresse a sua cama.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. IV
PRÁTICA
Sem deixar de fazer o exercício entregado no capitulo anterior, deitado em seu leito, adormeça vocalizando mentalmente a sílaba LA; o tom dessa sílaba corresponde ao “FA” natural da escala musical. Alargue esta sílaba assim:
LAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...
Imediatamente depois vocaliza a sílaba RA:
RRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAA...

LOGOS MANTRAM TEURGIA
A força sexual se bipolariza em positiva e negativa. Pelo cordão ganglionar da direita que se enrosca na medula espinhal, ascendem os átomos solares desde nosso sistemas seminal. Pelo cordão ganglionar da esquerda, que se enrosca na mesma, ascendem os átomos lunares desde o mesmo sistema seminal.
Pois bem, os átomos lunares, vibram intensamente com o mantram RA. E os átomos solares, vibram intensamente com o mantram LA. Para fazer ressoar a Sutil Voz, o som Anahat, dentro do cérebro, utilize o poder sexual das duas testemunhas conhecidos no oriente com os nomes de Ida e Pingala.
O Som Anahat, é produzido pelas forças sexuais em movimento. E já se sabe que todo movimento produz som. Procura-se fazer vibrar com intensidade ao “Átomos Solares e Lunares” do sistema seminal, então o Som Anahat se produzirá mais forte, mais intenso, e capacitará para sair conscientemente em corpo ASTRAL.
Adormeça, desde já, vocalizando mentalmente assim: LAAAAAAAAAA RRRRRRAAAAAAAA ... LAAAAAAAAAA.... RRRAAAAAAAAA...
Com estes mantrans os átomos solares e lunares, girarão intensamente o torvelinho elétrico. Tal movimento produz o Som Anahat com o qual o estudante pode escapar conscientemente em do Corpo Físico. O importante é que se levante do leito em instantes de estar dormindo, aproveitando o místico SOM.
As duas testemunhas do Apocalipse de São João outorgam o poder de profetiza, porque produzem o despertar da consciência. Pelo cordão ganglionar da direita, sobe o fogo solar, pelo da esquerda se eleva a água lunar. Fogo mais Água igual a Consciência, o fogo de Flegueronte e a Água de Aqueronte, se entrecruzam na nona esfera (o sexo), formando o signo do infinito. Este signo é o santo oito, se observa cuidadosamente o caduceu de mercúrio, pode-se perceber duas serpentes enroscadas que formam o santo oito.

MENSAJE DE ACUARIO. CAP. 32
O ser humano pode viajar em corpo astral a qualquer lugar do mundo, ou do inferno. A chave para sair conscientemente em corpo astral é a seguinte: Deitado com a boca para cima em seu leito, adormeça vocalizando as sílabas: “LA”, “RA”.
O estudante vocalizará estas duas sílabas separadamente, sem juntá-las entre si, assim: LA....RA....LA....RA....
A vocalização destas duas sílabas sagradas se faz mentalmente.
Estas duas sílabas tem o poder de fazer vibrar intensamente as energias sexuais. O discípulo vocalizando, adormecerá em sua cama tranqüilamente. Quando o estudante vocaliza estas duas sílabas, faz vibrar as energias sexuais, as energias criadoras do Terceiro Logos.
Esta classe de energias, quando vibram intensamente produzem um som muito doce e aprazível. Algo semelhante ao canto do grilo. O estudante deve aprender a manejar este som. Essa é a voz sutil que nos confere o poder de sair conscientemente em corpo astral. Nos instantes de estar escutando o som místico, o estudante deve levantar-se de sua cama e dirigir-se a qualquer lugar do mundo. Não é questão de levantar-se mentalmente. O que estamos ensinando traduz-se em feitos. O discípulo ao se levantar, se desprende de seu corpo físico, e então pode entrar nos mundos superiores para estudar os grandes mistérios da vida e da morte. Todo aquele que queira aprender a cantar as duas sílabas sagradas que escute a “Flauta Encantada” de Mozart. Essa obra foi uma iniciação que Mozart recebeu no Egito. O profeta foi tirado de seu corpo em Espírito e levado a Vera Jerusalém Celestial.

MISTERIOS MAYORES
No presente capitulo vemos um fragmento de um códice indígena mexicano do Cerro de Chapultepec. Sobre esse cerro vemos um chapulin ou grilo.
Na Roma augusta dos Césares o grilo era vendido em jaulas douradas a preços elevados.
No Cerro de Chapultepec existe um templo asteca em estado de JINAS. Agora devemos compreender porque este cerro era considerado sagrado pelos astecas. Os índios do México faziam largas peregrinações místicas a Chapultepec.
Observando cuidadosamente o fragmento do códice mexicano de Chapultepec vemos a dois seres humanos flutuando sobre o cerro; esses dois seres vão em corpo ASTRAL. Alguem pronuncia uma nota que sai de seus lábios como ondas de luz.
Esta nota é o som sibilante e agudo do grilo. Essa nota é um coro, neste coro inefável está nossa nota chave.
Se tocamos uns instrumento, um músico, desse nossa nota chave, cairíamos mortos instantaneamente. Não há nada na natureza que não tenha sua nota chave.
O que queira sair a vontade em corpo ASTARL, adormeça pronunciando mentalmente a sílaba LA alternando-a mentalmente com a sílaba RA.
Pronuncie mentalmente essas duas sílabas de forma alternada e separada. Trate, o estudante, de escutar o som agudo do grilo. Este som sai dentre as cavidades cerebrais, necessita-se uma mente serena, boa quantidade de sono e boa atenção no que se está fazendo.
Se o exercício é bem feito, logo o estudante entrará naquele estado de transição que existe entre a vigília e o sono, sentirá dentro de seu cérebro o som agudo do grilo. Adormeça então um pouco mais, o estudante, e aumente a ressonância deste som por meio da vontade. Levante-se de sua cama e saia de seu quarto rumo ao templo de Chapultepec, a Igreja Gnóstica ou a onde quiser.
Quando dizemos que se levante de seu leito, isto deve ser traduzido em feitos; o estudante deve levantar-se de seu leito. Esta não é uma prática mental, verdadeiramente não se trata de levantar-se mentalmente, o discípulo deve levantar-se com atos, com feitos.
A natureza se encarregará de separar os corpos ASTRAL e físico para que o ASTRAL fique livre e o físico fique no leito. O que o estudante tem que fazer é levantar-se de seu leito, isso é tudo. Com esta chave nossos discípulos gnósticos poderão transportar-se em corpo ASTRAL aos templos de mistérios da Loja Branca.
O que queira saber ciência oculta tem que sair em corpo ASTRAL.
A ciência oculta se estuda nos mundos internos. Somente falando pessoalmente com os Mestres se pode saber ciência oculta. As teorias intelectuais do mundo físico servem unicamente para danar a mente e ao cérebro.
O dirigente do templo de Chapultepec é o Mestre Rasmussen. Dois guardiões de espada flamígera guardam a entrada do templo; neste templo se estuda a sabedoria antiga, neste templo se reúnem os grandes Mestres da Loja Branca.


LA RA S
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
É necessário que o discípulo aprende a levar-se, em suas saídas astrais, até a Donzela querida das Recordações para poder trazer à memória o que viu e ouviu nos mundos internos, pois ela serve de mediadora entre os sentidos do cérebro físico e os sentidos ultra-sensíveis do corpo ASTRAL. Este vem a ser, se cabe o conceito, como o depósito da memória.
No leito, na hora de dormir, invoque ao Íntimo assim: Pai meu, Tu que és meu verdadeiro Ser, suplico-te com todo meu coração e com toda minha alma, que tires de meu corpo etérico a Donzela das minhas Recordações , a fim de não esquecer nada quanto retornar a meu corpo. Logo pronuncie o mantram: LAAAAAAAAA RRAAAAAAAA SSSSS, e adormeça.
Dê a letra “S” um som sibilante e agudo parecido ao que produzem os freios de ar. Quando o discípulo está entre a vigília e o sono, levante-se de sua cama e saia de seu corpo rumo a Igreja Gnóstica. Esta ordem deve tomar-se tal qual dita, com segurança e com fé, pois é real e não fictícia. Nele não há mentalismos nem sugestões.
Saia da cama cuidadosamente para não despertar e saia do quarto caminhando com toda naturalidade como faz diariamente para dirigir-se ao trabalho. Antes de sair dê um saltinho com a intenção de flutuar, e se flutuar dirija-se a Igreja Gnóstica ou a casa de um enfermo que necessita se curar. Mas, se ao dar o salto não flutuar, volte a sua cama e repita o experimento.
Não se preocupe pelo corpo físico durante esta prática. Deixe a natureza obrar, e não duvide porque senão perde o efeito.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
É necessário que o discípulo aprende a levar-se, em suas saídas astrais, até a Donzela querida das Recordações para poder trazer à memória o que viu e ouviu nos mundos internos, pois ela serve de mediadora entre os sentidos do cérebro físico e os sentidos ultra-sensíveis do corpo ASTRAL. Este vem a ser, se cabe o conceito, como o depósito da memória.
No leito, na hora de dormir, invoque ao Íntimo assim: Pai meu, Tu que és meu verdadeiro Ser, suplico-te com todo meu coração e com toda minha alma, que tires de meu corpo etérico a Donzela das minhas Recordações , a fim de não esquecer nada quanto retornar a meu corpo. Logo pronuncie o mantram: LAAAAAAAAA RRAAAAAAAA SSSSS, e adormeça.
Dê a letra “S” um som sibilante e agudo parecido ao que produzem os freios de ar. Quando o discípulo está entre a vigília e o sono, levante-se de sua cama e saia de seu corpo rumo a Igreja Gnóstica. Esta ordem deve tomar-se tal qual dita, com segurança e com fé, pois é real e não fictícia. Nele não há mentalismos nem sugestões.
Saia da cama cuidadosamente para não despertar e saia do quarto caminhando com toda naturalidade como faz diariamente para dirigir-se ao trabalho. Antes de sair dê um saltinho com a intenção de flutuar, e se flutuar dirija-se a Igreja Gnóstica ou a casa de um enfermo que necessita se curar. Mas, se ao dar o salto não flutuar, volte a sua cama e repita o experimento.
Não se preocupe pelo corpo físico durante esta prática. Deixe a natureza obrar, e não duvide porque senão perde o efeito.
O cérebro tem um tecido muito fino, que é o ventrículo físico das recordações astrais. Quando este tecido tem algum dano, as recordações se impossibilitam, e somente se pode reparar o dano no templo de Alden, mediante a curação dos Mestres.


LA, VA, RA, YA, HA
MATRIMONIO PERFECTO. CAP. XIX
A Região da Terra vai desde os pés até os joelhos. Seu mantram é LA. A região da Água está entre os joelhos e o ânus. Seu mantram é VA. A região do Fogo está entre o ânus e o coração. Seu mantram é RA. A região do Ar está compreendida entre o coração e o entrecenho. Seu mantram fundamental é YA. A região do Éter se estende do entrecenho até o alto da cabeça e seu mantram é HA.


LIBIB LENONINAS LENONON
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. XI
O ELEMENTAL DE MAGUEY
O estudante se transladará para fora da cidade ou população de onde radique. Buscará no campo um maguey. Com um palito, fará um circulo no solo, da direita para esquerda, ao redor do maguey. As dimensões do circulo serão de umas oito quartas da mão ao redor da planta. Se bendizerá o maguey. E se rogará ao “Elemental” desta planta, que se transporte a onde se encontre o inimigo cuja ação se trata de rebater, e que desintegre seus maus pensamentos. Logo, com uma faca corte um pedaço de folha do maguey. Tomará essa porção entre as duas mãos. E com imperiosa vontade, ordene ao elemental do maguey obediência suprema. E lhe ordenará que se translade imediatamente junto ao inimigo, e que permaneça junto a ele desintegrando seus maus pensamentos. Ao mesmo tempo se pronunciarão mantrans.
MANTRANS: Os mantrans que serão pronunciados nos momentos de praticar todo este ritual, são estes: LIBIB LENONINAS LENONON.
Se dá a cada letra uma ressonância acampanada. O resultado será surpreendente, assim o elemental aludido desintegrará os pensamentos mal intencionados e os sentimentos de ódio do inimigo, e então este se converterá em amigo. Porém o fundamental nestas práticas, é chegar a amar verdadeiramente e de todo coração, ao que se declara inimigo.

MEDICINA OCULA Y MAGIA PRACTICA
PITA, FIQUE, MAGUEY OU CABUYA
(AGAVE AMERICANA)
Em épocas da Lemúria um Senhor da Luz, um mago branco, quis extraviar-se pelo caminho negro. Eu admoestei a ele com meus conselhos para detê-lo, mas ele insistia em seus propósitos. Vi-me obrigado a operar com o elemental da pita, possuidor de grandes poderes, para impedir tão funesta decisão. Ritualizei de forma já conhecida. Cortei uma de suas folhas, a pus entre as palmas de minhas mãos e pronunciei vária vezes os três mantrans do elemental da pita: LIBIB, LENONINAS, LENONON. Ordenei imperiosamente que o elemental viajasse até o lugar onde morava o mago branco que corria o perigo de extraviar-se pelo caminho negro. O elemental tomou a forma de um cabrito, e se submergiu na atmosfera do mago, cumprindo exatamente as ordens que lhe dei: desintegrar os maus pensamentos e fortificar os bons.
Nos primórdios da América do Sul recordo outro caso curioso: “um pai levou a mim seu filho, um menino de pouca idade para que lhe receitasse. O menino gravemente enfermo de peste e desenlace fatal era inevitável. Eu curo seu filho, disse-lhe, e como é caso perdido, tu me cedes ele como filho adotivo”.
O pai aceitou minha proposta. Operei na hora com a pita, isto é, fiz o circulo, bendisse a planta, pronunciei seus três mantrans: LIBIB LENONINAS LENONON, e ordenei ao elemental sanar o menino da terrível peste.
Extraí a raiz da pita e preparei um cozimento. Conforme a água fervia, bendisse a folha e a ordenava ao elemental: trabalha, sana ao enfermo! Este recobrou sua saúde rapidamente.
O elemental da pita é jupteriano e possui grandes poderes ocultos.
Durante o governo dos últimos césares de Roma, estando encarnado lá e tendo a fama de mago, fui chamado pelo César para que o ajudasse a se desfazer de um personagem político, seu inimigo mortal. Aceito o encargo, operei com o elemental de manguey (pita). Acerquei-me da planta, a bendisse, caminhei em circulo ao seu redor, da direita para esquerda, cortei uma folha, peguei entre minhas mãos, pronunciei os mantrans da pita: LIBIB LENONINAS LENONON: ordenei imperativamente o elemental da pita para que se transladasse aonde o inimigo de César estivesse, para que desintegrasse seus pensamentos de ódio e infundir-lhe amor para com o soberano.
O resultado foi surpreendente. Em poucos dias reconciliaram-se os mortais inimigos.


LIFAROS LIFAROS LICANTO LIGORIA
CURSO ESOTERICO DE KABALA
CHAVE DIRETA PARA O CONHECIMENTO DIRETO
É necessário que nossos discípulos Gnósticos aprendam a sair do coro físico em seus veículos interiores a plena consciência para penetrar nas distintas regiões sephiroticas. É necessário conhecer diretamente as doze esfera de vibração universal de onde se desenvolvem e vivem todos os seres do universo. Concentre-se no Chacra do Coração onde mora a Divina Mãe Cósmica, suplique, o discípulo, à SEPHIRA a mãe dos sephirotes, rogando-lhe que o tire do corpo e o leve aos distintos departamentos do reino para estudar diretamente os sephirotes da kabala.
Ore muito, o discípulo, e medite na Divina Mãe e vocalize mentalmente os seguintes mantrans kabalisticos: “LIFAROS, LIFAROS, LICANTO, LIGORIA”. Vocalize estes mantrans silabeando-os. Se observar cuidadosamente a fonética inteligente destes mantrans, ressaltam as três vogais I.A.O. dos grandes mistérios. Nestes sagrados mantrans da kabala se esconde e combina I.A.O. O discípulo deve dormir vocalizando mentalmente este quatro mantrans kabalisticos, ao despertar de seu sono normal é necessário praticar um exercício retrospectivo para recordar o que vimos e ouvimos durante o sono.


LUMICALES GNOSTICO
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
Nossos santuários Gnósticos, em língua de ouro, se denominam: LUMICALES GNOSTICO.


LUTENER MASLEIM AEODON
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
Nos paraísos de Jinas era empregado o grande verbo universal de vida. Por exemplo, caso pretende dizer: “Eu estou aqui cumprindo com minha missão e com grande sacrifício”, se utilizaria esta frase com os seguintes mantrans da grande linguagem da luz: LUTENER MASLEIM AEODON.




M


M
TRATADO ESOTÉRICO DE KÁBALA
PRÁTICA COM AS ONDINAS
ÁGUA: Ante uma taça com água, adormeça meditando o seguinte exorcismo:
EXORCISMO
Fiat firmamentum in medium aquarum et separet aquas ab aquis, quæ superius sicut quæ inferius, et quæ inferiur sicut quæ superius, ad perpetranda miracula rei unius. Sol ejus pater est, luna mater et ventus hunc gestavit in utero suo, ascendit a terrae ad coelum et rursus a coeluo in terram descendit. Exorcisote, creatura aquae, ut sis mihi Speculum Dei vivi in operibus ejus, et fons vitae, et ablutio peccatorum. Amém.
Logo entre no sonho vocalizando a letra “M”, assim: MMMMMMMMMMMM. Lábios fechados hermeticamente. Este é o som como o de um mugido de um touro, porém largamente sustentado, sem este descenso da voz, próprio do touro. A letra “M” é o mantram das águas. Assim os colocará em contato com as criaturas das águas. INVOQUE logo ao Gênio das águas. Esse gênio se chama NICKSA.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. VII
O CHACRA prostático proporciona o poder para sair conscientemente em corpo astral. Todo estudante deve possuir tal poder. Senão, desperte com urgência este CHACRA.
EXERCICIO PARA O CHACRA PROSTÁTICO: Submirja, o discípulo, em profunda meditação do CHACRA prostático. Imagine este CHACRA como uma flor de loto, como um disco magnético que gira da esquerda para direita, ao mesmo tempo, vocalize a vogal “M”, como o principio do mugido de um touro, porém sustentado, largo e sem decadência, com uma forte inspiração do ar, para logo provocar este som tendo seus lábios hermeticamente fechados, até expirar a última partícula de seu alento, assim: MMMMMMMMMMM...

ENDOCRINOLOGIA Y CRIMINOLOGIA
No ultra da natureza, na quarta dimensão, vivem muitos seres em corpo ASTRAL. Os sábios asiáticos dizem que esse chacra prostático lhes dá consciência de todos esses seres. Os grandes sábios do Indostão se concentram diariamente no chacra prostático. Imaginam que este chacra gira da esquerda para a direita como uma roda magnética. Vocalize a letra “M” com os lábios fechados, de tal forma que se imite um mugido do touro, porém sem esse descenso da voz, este é um som ondulatório e prolongado. Esta prática desperta o chacra prostático se é praticado diariamente e durante muitos anos.
O Chacra prostático quando entra em atividade nos confere o poder de sair do corpo físico, no corpo astral. Então podemos mover-nos neste corpo ASTRAL independentemente da matéria física, em corpo ASTRAL o ser humano pode transportar-se a outros planetas. Em corpo ASTRAL o homem pode investigar por si mesmo os grandes mistérios da vida e da morte. O chacra prostático nos confere o poder do desdobramento da personalidade.


M (ALOE)
ROSA IGNEA. CAP. 15
1. O Aloés é uma planta de grandes poderes ocultos.
2. Os elementais desta planta se parecem com crianças recém-nascidas.
3. Essas crianças elementais são verdadeiros adamitas cheios de inocente beleza.
4. Essa planta multiplica suas folhas (pencas) sem a necessidade do elemento terra ou do elemento água.
5. Muitas vezes vi um aloés pendurado na parede sem luz solar, sem água e dentro do aposento. No entanto, a planta seguia vivendo milagrosamente, reproduzindo suas folhas e até multiplicando-as.
6. De que vivem? De que se alimentam? Como fazem para se sustentar?
7. Investigações clarividentes levaram-nos à conclusão lógica de que a planta se alimenta e vive dos raios ultra-sensíveis do sol.
8. Os cristais dessas plantas são sol líquido, cristo em substância, sêmen cristônico.
9. Os elementais dessas plantas têm poder sobre todas as coisas e por meio da Magia Elemental podemos utilizá-los para todo tipo de magia branca.
10. Antes de colher a planta, há que se regá-la com água afim de batizá-la.
11. Abençoa-se a planta e recita-se a seguinte oração gnóstica: “Eu creio no filho, o Crestos Cósmico, a poderosa mediação astral que enlaça nossa personalidade física com a imanência suprema do Pai Solar.”
12. Pendura-se um pedacinho de prata na planta.
13. Em seguida, pendura-se a planta na parede da nossa casa para que com o esplendor da Luz Crística que atrai do sol ilumine e banhe todo o ambiente da casa, acumulando-se luz e sorte.
14. Por intermédio do poder da vontade, podemos ordenar ao elemental do aloés a fim de que execute o trabalho mágico que desejamos; esse elemental obedecerá imediatamente.
15. Fora de dúvida, se dará ordem diariamente para obrigar o elemental a trabalhar.
16. Os poderes solares dessas criaturas são realmente formidáveis. Porém, aquele que tentar usar essas criaturas elementais da natureza com propósitos malvados, contrairá um horrível Carma e será severamente castigado pela Lei.
17. Os elementais do aloés estão intimamente relacionados com as Leis da Reencarnação.
18. O departamento elemental do aloés está intimamente relacionado com as forças cósmicas encarregadas de regular a reencarnação humana.
19. Assim como o aloés pode ser arrancado da terra para ser pendurado numa parede, isto é, continuar vivendo apesar da mudança de ambiente, assim também o ser humano pode ser arrancado da terra e seguir vivendo. Esta é a Lei da Reencarnação.
20. Podemos ainda provar esta lei fisicamente.
21. Existe nos bosques de clima tropical um inseto que se conhece pelo nome de cigarra.
22. “Gênero de insetos hemípteros de cor verde amarelada. A cigarra produz durante os calores do verão um ruído estridente e monótono através de um órgão particular que o macho possui na parte inferior do abdôme.”
23. Na Colômbia, dão a esse inseto o nome vulgar de chicharra.
24. É crença comum entre as pessoas que este pequeno animal se rebenta cantando e morre. No entanto, a realidade é diferente.
25. O que é acontece é que esse animal abandona sua quitina – substância que compõe o corpo dos animais articulados.
26. O inseto faz uma abertura na região toráxico-dorsal e sai por ali, revestido de um novo corpo, cheio de vida...
27. Esse animalzinho é imortal e reencarna-se em vida incessantemente.
28. O Mestre Huiracocha, falando sobre o aloés, na página 137 de seu livro Plantas Sagradas (edição Argentina de 1947), diz o seguinte: “Os viajantes que vão ao oriente verão sobre as portas das casas turcas um couro de crocodilo e um planta de aloés, já que ambos, dizem, garantiria uma longa vida.”
29. Examinando esse símbolo, descobrimos que representa a reencarnação.
30. O Livro dos Mortos dos egípcios diz textualmente: “Eu sou o crocodilo sagrado Sebekh. Eu sou a chama de três pavios e meus pavios são imortais. Eu entro na região de sekem, eu entro na região das chamas que derrotaram meus adversários.”
31. O crocodilo sagrado Sebekh simboliza o Íntimo e se colocamos o aloés junto, teremos o Íntimo com seus três pavios, isto é, a divina tríada reencarnando-se incessantemente, para alcançar a perfeição.
32. A reencarnação para uns é uma crença, para outros uma teoria e para muitos uma superstição, mas para aqueles que se lembram se suas vidas passadas ela é um fato.
33. Conheci o amanhecer da vida sobre a Terra e estou neste planeta desde a época polar.
34. Testemunhei a saída do Éden, portanto posso afirmar que a causa causarum da perda dos poderes internos da raça humana foi a fornicação.
35. Na Lemúria, as tribos viviam em ranchos e os soldados dessas mesmas tribos, em quartéis.
36. As armas desses soldados eram flechas e lanças.
37. Em um único rancho gigantesco vivia toda uma tribo.
38. A união sexual verifica-se unicamente nos enormes pátios dos templos em determinadas épocas do ano e sob as ordens dos anjos.
39. Porém, os lucíferes despertaram em nós a sede passional e nos entregamos à fornicação nos ranchos.
40. Eu assisti à saída do Éden, fui testemunha da saída do paraíso, por isso dou testemunho de tudo o que vi e ouvi...
41. Ainda recordo quando fomos expulsos da Loja Branca, quando fornicamos...
42. Os grandes hierofantes dos Mistérios Maiores nos expulsaram do pátio de seus templos, quando comemos do fruto proibido.
43. Desde então, os seres humanos vêm rodando através de milhões de nascimentos e mortes tão numerosas como as areias do mar.
44. O plano dos anjos era que tão logo o homem adquirisse um cérebro e uma garganta para falar deixaria de ter comércio sexual com a mulher.
45. Esse era o plano dos anjos, porém os lucíferes puseram esse plano a perder e o homem se afundou no Abismo.
46. Foi enviado um Salvador à humanidade, mas, em verdade, é triste dize-lo, a evolução humana fracassou.
47. Durante a época polar, hiperbórea e princípios da lemuriana, os seres humanos eram hermafroditas e a reprodução verificava-se por esporos, que se desprendiam das panturrilhas.
48. O homem utilizava os dois pólos (positivo e negativo) de sua energia sexual para criar por esporos.
49. Com a separação em sexos opostos, o homem pôde reter um pólo de sua energia sexual para formar o cérebro e a garganta.
50. Então, houve a necessidade de cooperação sexual para a reprodução da raça.
51. A ato sexual passou a se verificar sob a direção dos anjos em determinadas épocas do ano.
52. O plano dos anjos era que tão logo estivessem o cérebro e garganta constituídos, o homem continuaria a sua evolução criando seu corpo com o poder do verbo.
53. Eu fui testemunha de todas essas coisas. Por isso a reencarnação para mim é um fato.
54. Conheci a magia sexual tenebrosa, o tantrismo ensinado por Cherenzi e Parsival. Eu a vi ser exercida pelos magos negros da Atlântida, por isso aquele continente afundou em meio a grandes cataclismos.
55. Conheci os impérios egípcios e romanos. Pelas portas da antiga Roma dos césares, muitas vezes vi Nero sair sentado em sua liteira, carregado nos ombros de seus escravos...
56. Há mais de dezoito milhões de anos que os seres humanos vêm evoluindo através dessas rodas de nascimentos e mortes...
57. Porém, é triste... muito triste... dizê-lo: a verdade é que a evolução humana fracassou...
58. Um grupo mínimo de almas conseguirá se reencarnar na luminosa Era de Aquário...
59. Conheço demasiado os pseudo-espiritualistas teóricos do mundo. Sei por antecipação que eles acharão graça desta minha afirmação, julgando-me um ignorante... Pobrezinhos... Sei de memória todas as suas teorias, conheço todas as suas bibliotecas e posso afirmar que a maioria dos espiritualistas dessas sociedades, escolas, ordens etc., seguem o caminho negro.
60. Parece incrível, porém entre os humildes aldeães e gente simples, aqueles que nunca devoram teorias (MANJARES SEPULCRAIS) há almas verdadeiramente luminosas, almas milhões de vezes mais evoluídas que a daqueles santarrões que sorriem docemente diante de um auditório dessas gaiolas de papagaios do mais arraigado espiritualismo profano.
61. Os anjos que regem a Lei da Reencarnação estão intimamente relacionados com o departamento elemental do aloés.
62. O mantra desse elemental é a vogal M.
63. A pronúncia correta dessa vogal faz-se com os lábios cerrados.
64. Seu som assemelha-se ao mugido do boi.
65. Porém, não quero dizer que se deva imitar o boi.
66. Ao se articular o som, far-se-á com os lábios cerrados, então ele sairá pelo nariz.
67. Todo ser humano pode recordar suas vidas passadas, praticando o exercício retrospectivo para lembrar minuciosamente os incidentes ocorridos na véspera. Lembrem-se de todos os acontecimentos ocorridos em ordem inversa; oito dias antes, quinze dias antes, um mês, dois meses, um ano, dez, vinte anos... Até recordar com precisão os acontecimentos dos primeiros anos de infância.
68. Acontecerá que o estudante, ao chegar com seu exercício retrospectivo aos primeiros quatros anos de vida, sentirá muita dificuldade em recordar-se dos primeiros anos da infância.
69. Ao chegar a esse ponto, o estudante praticará seu exercício durante aqueles instantes de transição entre a vigília e o sono.
70. Então, vem a visão de sonhos, recordará minuciosamente sua infância porque durante o sonho entramos em contato com o subconsciente, onde estão todas as recordações.
71. Este procedimento de retrospecção interna, aproveitando o estado de transição entre a vigília e o sono, podemos prolongar até recordar aqueles instantes que precederam a morte do nosso passado corpo físico, as últimas e dolorosas cenas. Continuando o exercício retrospectivo, passaremos a recordar a nossa reencarnação anterior e todas as demais que a precederam.
72. Esse exercício de retrospecção profunda, interna e delicada, permite que recordemos as nossas vidas passadas.


MAMA PAPA
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
18. Os mantrans mais poderosos da clarividência, são as primeiras sílabas que a criança começa a silabear durante seus primeiros anos.
19. Essas sílabas são:
20. MA MA, PA PA
21. Ao pronunciar a primeira sílaba MA, se vocalizará está sílaba de forma muito alta e aguda.
22. Ao vocalizar a segunda sílaba MA, se vocalizará de forma muito baixa.
23. O mesmo se fará com as sílabas PA, PA.
24. se subirá a voz com a primeira sílaba de cada uma das palavras, e logo se repetirá por varias vezes, baixando a nota
25. o Mestre Huiracocha em sua obra titulada “Logos Mantram Magia”, disse o seguinte:
26. “Não esqueçamos a vida e seu desenvolvimento nas crianças. A historia se repete e está neles o reflexo da criação do cosmos como uma segura orientação para nossa existência. Eles, em seus primeiros balbucios vão pronunciando primeiro ae... ae.... ae.... Logo ma.... ma...ma... Mais tarde ba...ba... Seus primeiros gestos, enfim, recordam o B e o M e é que é por aí onde devemos, pois, começar a Iniciação que, no momento oportuno, eu os ensinarei” (pagina 46. capitulo El Lenguage y la palabra, logos mantram teurgia).
27. as pitonizas de Delfos recebiam ajuda do Deus Apolo, e nossos discípulos podem invocar a Apolo durante suas práticas para que ele desperte a clarividência.
28. as pitonizas de Delfos despertavam a clarividência olhando a água fixamente durante horas inteiras, e nossos discípulos podem fazer o mesmo.
29. nos átomos da infância temos o poder da clarividência.
30. esses átomos estão em nosso universo interior, e podemos colocá-los em atividade mediante as sílabas: MA MA, PA PA.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
CLARIVIDENCIA
Quem queira fazer-se clarividente deve reconquistar a infância perdida.
Os átomos da infância vivem submergidos em nosso universo interior, e há necessidade de colocá-los novamente na superfície para adquirir a clarividência. Este trabalho pode ser realizado mediante o verbo. Vocalizando os seguintes mantrans:
MAAAAAAAA MAAAAAAAA PAAAAAAAAA PAAAAAAAAA
Cantam-se estes mantrans fazendo subir a voz com a primeira sílaba de cada palavra, e fazendo baixar com a segunda sílaba de cada palavra. Então a criança que vive submerso em nós surge à existência novamente, e assim nos tornamos clarividentes.
Este ensinamento me foi entregue pelo anjo AROCH, para os discípulos. Estes exercícios de vocalização são praticados diariamente.


MAMA PAPA (PINO)
ROSA IGNEA. CAP. 12
1. O pinheiro é a árvore de Aquário. O pinheiro é a árvore da nova era. Ele é o signo do pensamento aquariano.
2. O elemental do pinheiro possui toda a Sabedoria da cana. Esse elemental tem uma aura branca imaculada, cheia de beleza.
3. Cada pinheiro tem seu elemental próprio porque toda planta, toda árvore, tem corpo, alma e espírito como os homens.
4. Os poderes ígneos do elemental do pinheiro flamejam por entre as chamas abrasadoras do Universo.
5. O anjo que governa essas populações elementais dos pinheiros trabalha com a geração humana.
6. Esse anjo está encarregado de fazer as almas humanas chegarem ao ambiente que lhes corresponde em cada reencarnação, de acordo com as leis cármicas.
7. Os elementais dos pinheiros têm poder de nos mostrar as coisas do futuro na água.
8. O oficiante, vestido com a sua túnica, fará com que uma criança inocente olhe fixamente em um recipiente com água.
9. Por-se-á uma pedra na porta do templo durante todo o tempo que durar o ofício.
10. A criança estará vestida com uma túnica branca.
11. Realiza-se esse ritual do pinheiro em templos subterrâneos ou em qualquer caverna do bosque.
12. Toda criança é clarividente durante os quatro primeiros anos de idade.
13. Se nossos discípulos querem despertar a divina clarividência precisam reconquistar a infância perdida.
14. Os átomos da infância vivem submersos em nosso universo interior.
15. Precisamos despertá-los para uma nova atividade.
16. Esses átomos da infância vivem submersos em nosso universo interior.
17. Precisamos despertá-los para uma nova atividade.
18. Esses átomos infantis surgem das profundezas da consciência até a superfície exterior.
19. O bendito e venerável Guru Huiracocha falou-nos em seu livro Logos, Mantra e Magia sobre o verbo sagrado da luz e disse-nos que tínhamos de começar a soletrar pouco a pouco, como faz a criança quando começa a pronunciar a palavra MAMÁ (mamãe).
20. Nesse livro, o Mestre Huiracocha falou do poder maravilhoso da vogal M, mas como o grande mestre falou em chaves, somente os Iniciados entenderam.
21. Quem quiser reconquistar a infância perdida deve começar vocalizando as sílabas infantis.
22. Vocalizem as palavras MA-MA e PA-PA, subindo a voz na primeira sílaba de cada palavra e baixando na segunda sílaba de cada palavra.
23. Durante a prática, a mente deve assumir uma atitude totalmente infantil.
24. Assim, despertará a divina clarividência em nossos discípulos sob a condição da mais perfeita castidade.
25. Durante o ritual do pinheiro, o sacerdote se deitará no chão, enquanto a criança esteja observando a superfície cristalina da água.
26. Em seguida, o sacerdote vocalizará a sílaba AU várias vezes.
27. Sobre a criança, por-se-á um ramo de pinheiro. Esse ramo fará sombra na cabeça da criança, mas não tocará na cabeça dela.
28. Então, a criança verá clarividentemente o lugar desejado.
29. Bastará que se ordene à criança ver, que ela verá.
30. Ordena-se rigorosamente ao elemental do pinheiro para que mostre à criança a pessoa, o ambiente ou o lugar que nos interesse.
31. Implora-se também a ajuda do Espírito Santo durante este trabalho com o pinheiro.


MA MA PA PA BA BA
MENSAJE DE ACUARIO. CAP. 33
IMAGINAÇÃO: Primeiro: As sílabas MA, MA, PA, PA, BA, BA, são as primeiras que articulamos na infância. Com estas sílabas poderá começar a iniciação. Cantem-nas assumindo uma atitude inocente, infantil. Na “La Flauta Encantada” de Mozart poderá aprender a entonação dessas sagradas sílabas.
Mozart pôs essas sílabas em sua maravilhosa obra.
Adormeçam assumindo uma atitude infantil, recordando os primeiros anos de sua infância e entoando mentalmente as sagradas sílabas. A palavra PAPA se vocaliza entoando em voz alta a primeira sílaba PA, e baixando a voz na segunda sílaba PA. Logo articulará a sílaba PA muitas vezes. O mesmo fará com a sílaba MA.
Adormeçam meditando em sua infância. Reviva com sua imaginação toda a infância. Articule mentalmente as sílabas sagradas.
Saiba que toda criança é clarividente até a idade de quatro anos. Depois, os átomos inocentes da clarividência se submergem no subconsciente. Se quer reconquistar a clarividência, medite na infância e adormeça profundamente articulando as primeiras sílabas da criança. MA, MA, PA, PA, BA, BA.
A meditação e as sagradas sílabas despertarão os átomos infantis da clarividência. Então os elevará ao conhecimento imaginativo. Aprenda a pensar em imagens vivas. A raça atual só pensa em conceitos de idéias. As ideais são o resultado do desejo.
Alguém pensa conquistar uma mulher, então surge uma idéia, etc. as idéias são do EU. Tu aprenderás a pensar com imagens viventes. A meditação infantil e as sagradas sílabas, despertarão os átomos infantis para uma nova atividade.


MANGUELE MANGUELA
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. XX
MANTRAM
Os mantrans astecas desta cadeia são os seguintes: MANGUELE MANGUELA. Deve-se fazer ressoar a letra “U”. Ditos mantrans se pronunciam silabeando-os. É necessário aos estudantes gnósticos que cada uma dessas palavras leve acento na última sílaba (MANGUELÉ, MANGUELÁ).
Com esta cadeia, que se pode fazer em todos os santuários gnósticos, os varões recebem um grande beneficio. É claro que os varões do centro se carregam com toda força da cadeia mágica. Nos tempos do antigo México, quando os varões saiam do ritual, andavam pelas ruas curando aos enfermos, bastava pôr as mãos sobre eles para que se sanassem imediatamente.
O homem, carregado com as forças de semelhante cadeia maravilhosa, pode fazer maravilhas e prodígios como faziam os apóstolos do Grande Mestre Jesus, o Cristo.
As mulheres, carregadas com as forças dessa cadeia, também podem fazer maravilhas.
Realmente, a cadeia da nona esfera é maravilhosa. Todo santuário gnóstico pode trabalhar com a cadeia da nona esfera.
É assombroso contemplar clarividentemente como sobem as forças sexuais sublimando-se até o coração durante o ritual. Os iniciados devem estar em profunda meditação interna adorando a nosso Deus Interno.
As palavras mágicas devem ser pronunciadas com muitíssima devoção. Todo o ambiente deve estar cheio de pureza e verdadeira oração.
Com esta cadeia deve-se trabalhar no santuário gnóstico para o desenvolvimento dos poderes internos do ser humano.
A meditação deve durar uma hora. Os mantrans devem ser pronunciados com o verdadeiro fervor místico, com suprema adoração. A mente deve dirigir-se ao Deus Interno.
Recordemos que nossos santuários gnósticos são centros de meditação interna. Homens e mulheres podem organizar essas cadeias em todos os santuários a fim de despertar suas faculdades superiores.

MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. XVIII
A medida que se progride, a magia amorosa se faz desnecessária. Observa-se o gravado deste capitulo, verá que nove mulheres sentadas ao estilo oriental, abraçando-se e com as mãos nos rins de suas companheiras, forma uma cadeia de meia-lua. Três homens sentados frente a elas em triangulo, com as pernas cruzadas, empunham, cada um, uma canha com a mão direita.
(Jeremias 17, 10).
Esta é uma cadeia de magia amorosa sem contato. As nove mulheres atraem as forças lunares até os rins dos três homens e esses atraem as forças solares até os rins delas. Para que essas forças sejam mais intensas, ao lado direito da cadeia se acende uma lareira com lenha de ahuehuete (Taxodium mucronatum) e no lado esquerdo da cadeia, num pequeno poço cheio com água fresca e limpa, se jogam nove rãs vivas que não tenha havido lástima ao colhê-las.
Tudo que se faz no mundo astral se manifesta no mundo físico. Esta cerimônia mágica faz que a serpente dos astecas se agite na medula espinhal dos adeptos e, então estes devem vocalizar os mantrans MANGUELE MANGUELA.
Para vocalizá-los, decompõem-se as sílabas e se vocalizam três vezes cada um deles. Seu tom é o “FA” natural que ressoa em toda Natureza. Carregados de forças solares e lunares, os praticantes deste ritual mágico, quando abandonam o templo, com apenas a inefável palavra ou imposição das mãos, pode-se curar qualquer enfermidade e fazer muitos do que chamam milagres.


MASLEIM URIM SEIDAU
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
Se pretende expressar “estou aqui com vocês por um pouco mais de tempo”, em língua de ouro se diz: MASLEIM, URIM, SEIDAU.


MIÑA PICA FRASCO
CURSO ZODIACAL. CAP. 3. GÊMEOS
É indispensável levar o corpo físico à Igreja Gnóstica todas sexta-feiras e domingos, na aurora, para recebem de carne e osso a Santa Unção Gnóstica. Também poderá levar o corpo físico desde a mesma cama, sem necessidade de invocá-lo ao longe. Adormeça vocalizando os seguintes mantrans: MIÑA PICA FRASCO.
Logo levante de sua cama muito lentamente e conservando o sono. Dê um pequeno salto, e se flutuar e inchado, então saia de sua casa e dirija-se até a Igreja Gnóstica. As forças do subconsciente entram em atividade durante o sono, e são precisamente essas poderosas energias que nos permitem “meter o corpo físico dentro do plano astral”. Isto é o que se chama de Estado Jinas.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
O discípulo que queira viajar no corpo físico em plano astral, deve encantar seu corpo. Adormeça, o discípulo, pronunciando o mantram: MIÑA PICA FRASCO.
E logo sairá de seu quarto, e se dirigirá de carne e osso a cada de seus enfermos para medicá-los. Esta é uma espécie de sonambulismo voluntário, uma modificação do sonambulismo. O que se necessita é muita fé e tenacidade até lograr com êxito.

MANUAL DE MAGIA PRACTICA. CAP. 3
Os discípulos também poderão aprender a viajar com seu corpo de carne e osso em estado de Jinas.
O discípulo adormecerá um pouco, e logo se levantará de sua cama como um sonâmbulo. Conservando o sono como um tesouro preciosíssimo.
Antes de sair de sua cama, o discípulo dará um pequeno salto com a intenção de flutuar, e se flutuar no ambiente circundante é porque seu Corpo Físico já penetrou dentro do plano astral.
Agora o discípulo poderá carregar seu corpo físico aos lugares remotos da terra, em poucos instantes.
Quando o Cristo caminhava sobre as águas, ia com seu Corpo Físico em estado de Jinas. Para carregar o corpo físico, um pouco de sono e muita fé é suficiente.
A letra que corresponde ao chacra do fígado é a “G”.
O mantram FE UIN DAG – esta última palavra gutural – serve para despertar todos os chakras do corpo astral.
O mantram MIÑA PICA FRASCO, serve para viajar em estado de Jinas, de um lugar a outro da terra. O discípulo se levanta de sua cama, como um sonâmbulo, pronunciando os mantrans MIÑA PICA FRASCO.
Alguns discípulos aprendem imediatamente, outros gastam meses e anos inteiros para aprender.

CURSO ZODIACAL. GEMINIS
Também poderá levar o corpo físico desde a mesma cama, sem necessidade de invocá-lo ao longe. Adormeça vocalizando os seguintes mantrans: MIÑA PICA FRASCO.
Logo levante de sua cama muito lentamente e conservando o sono. Dê um pequeno salto, e se flutuar e inchado, então saia de sua casa e dirija-se até a Igreja Gnóstica. As forças do subconsciente entram em atividade durante o sono, e são precisamente essas poderosas energias que nos permitem “meter o corpo físico dentro do plano astral”. Isto é o que se chama de Estado Jinas.


MOUD MUUD HAMMACA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA DO GUACIMO (MUTAMBA)
O elemental da Mutamba está amado de poderosos atributos mágicos, vive no Tatwa Tejas como distinto elemental do Fogo, e assim usa capa que cai até os pés.
Os mantrans deste elemental ígneo são: MOUD, MUUD, HAMMACA.
Com estas vozes mântricas se ordena ao elemental da mutamba trabalhar no que se deseja. O mago colherá um dos ramos desta árvore depois de havê-lo bendito para traçar com ela o circulo mágico, de acordo com o já ensinado.
Concluindo o ritual, colha um punhado de folhas e ponha a macerar em uma garrafa com Ron por 15 ou 20 dias. antes de dar inicio ao medicamento, faça passes com a mão direita sobre os órgãos afetados com a intenção de colher fluidos morbosos, os quais devem ser jogados em uma mochila de lã, pois a lã pe um material isolador de grande eficácia. Sete vezes deve introduzir-se a mão na mochila de lã com a intenção indicada. Terminada esta operação, feche a boca da mochila e ore ao elemental para que cure o enfermo. Esta oração a fará o medico gnóstico de joelhos sobre uma pedra, e quando a petição termine, arremessará a mochila de suas mãos com o animo fervente de jogar o reumatismo do corpo do enfermo.
Da maceração do Ron, dê ao enfermo um copo a cada hora. A cura é rápida.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
ENFERMIDADES COM CONSEQUENCIA DE VONTADES PERVERSAS
Se quer investigar a causa de uma enfermidade quando se suspeita que se deva a feitiçaria ocasionada por vontades perversas, lavra-se um boneco de osso de coelho, veado, zaino ou tigre. Estes ossos devem haver estado enterrados por algum tempo, e se desenterram e se faz um boneco o mais perfeito possível.
Faça logo altar com um arco de fundo. Utilize para o arco uma de “abóbora americana” silvestre. Para a cruz do altar servirá um ramo de goiaba doce. Coloque dois floreiros e neles um ramo da planta chamada “bouganvillea”. Deverá o enfermo colher pessoalmente os ramos enumerados, da seguinte forma ritual: a da “abóbora americana” e goiaba pelo lado do oriente, e a bouganbillea, partindo-a em dois e servirá para cada floreiro.
O altar será feito abaixo de uma árvore de mutamba. Pronuncie os mantrans da mutamba e rogue ao elemental que mostre na água dos floreiros a enfermidade do paciente. Os mantrans da mutamba são: MOUD MUUD HAMMACA.
O mago permanecerá de joelhos frente ao altar, e depois de fazer suas petições à mutamba solicitará ao anjo ATAN que intervenha para que o elemental mova a água e fale através do boneco. Tenha a vista fixa nos floreiros e observe o que apareça na água. Se a enfermidade se deve a magia de vontades perversas, ver-se-á na água as más entidades, causa da enfermidade. Volte a rogar ao anjo ATÁN sua assistência e trate de escutar a voz que sai da figura de osso. Essa voz será clara e precisa. Fale com ela como se tratasse de uma pessoa.


MUERISIRANCA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
O discípulo deve invocar diariamente as sete potencias com o poderoso mantram “MUERISIRANCA”, rogando-lhes que lhe preparem o corpo para o exercício de magia prática. Também devemos ser tenazes e perseverantes ano após ano, invocando diariamente as sete potências para que nos preparem o corpo. O corpo de um mago tem uma tonalidade vibratória diferente dos demais corpos da espécie humana.
Para que seja um instrumento musical, se não está devidamente afinado, o artista não poderá executar com êxito suas melodias. Caso similar sucede com o corpo humano do mago; este deve afinar seu maravilhoso organismo para executar com plenitude de êxito seus grandes trabalhos de magia prática.

N


NA NE NI NO NU
CURSO ESOTÉRICO DE KABALA
As práticas com a Runa Not nos levam ao pranayama, a sabia e inteligente combinação de Átomos Solares e Lunares.
Inale profundamente o ar vital, o Prana, a Vida, pela fossa nasal direita e exale pela esquerda contando mentalmente até doze, e logo inale pela esquerda e exale pela direita, e vice-versa. Continue este exercício por dez minutos. (com os dedos índice e polegar se controlam as fossas nasais para esta prática).
Logo, sente-se, o estudante gnóstico, e deite em decúbito dorsal (boca para cima) com o corpo relaxado, concentre-se e trate de recordar suas vidas passadas.
No caso de necessitar a assistência de Anúbis, caso se faça urgente negociar com ele, abra os braços e uma vez assim forme uma Runa abrindo um braço que forme um ângulo que tenha 135 graus e o outro somente 45 graus. Logo o braço que forma o ângulo de 45 graus passará a formar o de 135 graus e este em si mesmo formará o ângulo de 45 graus.
Durante o exercício se cantarão os mantrans NA, NE. NI, NO, NU, tendo a mente concentrada em Anúbis o Chefe do Karma, suplicando-lhe o negócio que desejares, pedindo a ajuda urgente. (observe bem a forma da Runa Not imitando com os braços este signo, direito e esquerdo se alternam em seu movimento).


O

O
LAS TRES MONTAÑAS
CHAKRA CARDIÁCO: Faculdades: Intuição, inspiração, DESDOBRAMENTO ASTRAL, etc, etc, etc. Desenvolve-se vocalizando a letra “O”, assim: OOOOOOOOO...

MATRIMONIO PERFECTO
O estudante deve praticar todas as manhãs, ao amanhecer imaginando no oriente uma grande cruz de ouro. Imagine o estudante que desta grande cruz saem raios divinos que chegam ao cárdias e o fazem resplandecer e centelhar maravilhosamente. Esta prática deve se fazer por uma hora diária ao mesmo tempo que se canta o mantram do chacra, este mantram é a vogal “O”. Há que prolongar o som. É também necessário identificar-se com Vayú, o principio etérico do ar; imaginar que dentro do coração há montanhas, bosques, furacões, pássaros que voam, etc.
Praticando diariamente a meditação neste chacra pelo tempo de três anos é claro que se desenvolvem os poderes do coração. Necessita-se praticar diariamente sem deixar um só dia se quer, as praticas inconstantes não servem para nada.
Convém também subir às montanhas onde sopram ventos fortes para meditar no cárdias e na Deusa Kakini. Recorde que os grandes mestres aproveitam as altas montanhas e os fortes ventos para tirar seus discípulos em corpo astral.

MAGIA PRACTICA. CAP. 3
INTUIÇÃO
46. No coração reside o Íntimo
47. No coração está Deus
48. O que despertar o CHACRA do coração, adquire a intuição
49. O que despertar o CHACRA do coração, adquire o poder para conjurar o vento e os furacões
50. O que despertar o CHACRA do coração, aprende a estudar todas as coisas com o coração e se torna sábio
51. O CHACRA se desperta com a vogal “O”.

ESTUDIO INDIVIDUAL DE LOS CHACRAS
Seu mantram é a vogal “O” com som alongado.
É de muita importância que se desenvolva antes que se esfrie, já que caso contrário a pessoa se converte em uma intelectualizadora.
As pessoas que meditam neste chacra percebem ou ouvem o som do Anhata que tem intima relação com o FOHAT. Este som é concebido quando pronunciamos a vogal “O” como um som doce e aprazível.
Está controlado por um Ser ou Mestre... Um exercício para despertar este chacra é a meditação, e se conquista o poder da intuição. Outro exercício que se deve realizar entre as 5h e 6h da manhã é: relaxa-se, sente-se comodamente de frente ao oriente; de onde se visualiza uma grande cruz de cor dourada que reflete sua luz até nosso coração e se começa a vocalizar a vogal “O” pura, prolongando o som relacionado com a boca, repete-se durante dez minutos ou mais.
A vocalização e a meditação afloram e desenvolvem esta Igreja, santuário do amor. O amor é tão puro como a luz da manhã; o amor é universal, impessoal, inefável, desinteressado.

O PODER DOS MANTRANS
Bem, agora vou a ensinar-lhes os mantrans do coração. Comecemos com a vogal “O”. Inala-se bem o oxigênio pelo nariz e logo exala-se lentamente articulando a letra “O”, assim:
OOOOOOOOOOOOOOOOOOOO....


O AO KA KOF NA KONSA
MATRIMONIO PERFECTO. CAP. XXVIII
Em um ritual gnóstico está escrito esta súplica: “Oh Hadit, Serpente Alada de Luz, seja Tu o Secreto Gnóstico de meu Ser, o ponto central de minha conexão; a Sagrada Esfera e o azul do Céu são meus. O, AO, KAKOF, NA, KONSA (3 vezes)”.
Os adoradores do Fogo podem orar com esta súplica durante a prática da Magia Sexual com a Sacerdotisa. A letra “H”, de Hadit, se vocaliza como J (no espanhol) ou R ( simples, no português), assim Jadit, Radit.
Os mantrans desta suplica tem o poder de sublimar as Energias Sexuais, o Hylé dos Gnósticos até o coração.

CURSO ESOTÉRICO DE KABALA
INVOCAÇÃO
“Seja tu, Oh Hadit, meu secreto gnóstico de meu Ser, o ponto central de minha conexão, meu coração mesmo, e floresce em meus lábios fecundos, feito verbo. Lá em cima, nos céus infinitos, na altura profunda do desconhecido, o esplendor incessante de luz é a desnuda beleza de Nuit. Ela se inclina, se curva em êxtase deleitoso, para receber o ósculo de Hadit. A alada esfera e o azul do céu são meus”.
O AO KAKOF NA KONSA
O AO KAKOF NA KONSA
O AO KAKOF NA KONSA
Estes mantrans tem o poder de transmutar nossa energia sexual em luz e fogo dentro do laboratório alquimista do organismo humano. A oração com seus mantrans podem ser utilizados na Magia Sexual, tal oração com seus mantrans, é uma chave onipotente para meditar em nossa Mãe Divina. O Mestre Huiracocha disse em sua novela Rosa-Cruz: Pois neste momento “quando o homem se une em ato secreto com a mulher, é um Deus, pois neste momento se converte em um criador. Os videntes dizem que no momento preciso do amor, do espasmo, vem aos dois seres envoltos em uma rajada de luz brilhante. Envolvem-se nas forças mais sutis e potentes que há na natureza. Se sabem aproveitar o momento (não ejaculando o Ens-Seminis), se sabem reter sua vibração, com ela podem operrar como o Mago para purificarem-se e conseguir tudo. Se não sabem respeitar essa luz, ela os abandonará, para se refugiar nas correntes universais, porém deixando para trás as portas abertas, por onde se introduz o mal. O amor se converte em ódio, a ilusão deixa lugar para a decepção.
Com a oração mântrica que ensinamos nesta lição, retemos essa brilhante luz cósmica que envolve a parceira humana no instante supremos do Amor, com a condição de evitar a todo custo a ejaculação do Ens-Seminis. Os mantrans desta invocação tem o poder de transmutar as energias criadoras, em Luz e Fogo.
Os solteiros e as solteiras podem transmutar e sublimar suas energias sexuais com esta oração e estes mantrans, até levá-los ao coração. É urgente sublimar as energias sexuais até o coração. Saiba que no templo Coração, as energias criadoras se mesclam com as forças do Cristo e se elevam aos mundos superiores. No templo Coração vive o Cristo Interno. A Cruz da Iniciação se recebe no Templo Coração. E esta oração mântrica é também uma fórmula de poder sacerdotal que o mago utiliza em suas práticas de meditação interna, para chegar aos pés de sua Divina Mãe. Se a meditação é perfeita, vossa adorável Mãe escutará vosso chamado e virá a vocês; então poderá conversar com ela coisas inefáveis do paraíso.

LA REVOLUCION DE BEL
Em um dos rituais rosacruzes que o Mestre Huiracocha trouxe a Colômbia, há uma oração mântrica que serve para a Magia Sexual e que se deve pronunciar no momento de estar praticando a conexão de Magia Sexual com a sacerdotisa. A oração é dita assim:
ORAÇÃO
“Oh Hadit, Serpente Alada de Luz, seja Tu o Secreto Gnóstico de meu Ser, o ponto central de minha conexão; a Sagrada Esfera e o azul do Céu são meus. O, AO, KAKOF, NA, KONSA (3 vezes)”.
Estes mantrans fazem subir nossa força seminal das glândulas sexuais à cabeça.

PREG. DE LAS DAMAS GNOSTICAS
Mestre: Que significa o Mantram O AO KAKOF NA KONSA?
Esses são mantrans para transmutação; servem para o homem e servem para a mulher. Pronuncia-se assim
OOOOOOO AAAAAAOOOOOOO KAAAAAAAAAKOF NAAAAAAKOOOOOOONSHAAAAAAAA... Essa vogal “O”, faz vibrar as gônadas masculinas e femininas, e por tanto produzem transmutações. Até com os raios X se podem observar as gônadas, tanto no homem como na mulher, quando se está vocalizando a letra “O”.
A letra “K” é maravilhosa: se formam arcos, semelhantes aos dos Templos de Yucatán, vistos (naturalmente) com o sentido da auto-observação psicológica, ou clarividência.
A sílaba “KOF” (volta a utilizar o “K” dos templos de Yucatán), golpeia novamente as gônadas para a transmutação.
“NA”: Faz exalar o alento
“KOOOON”: Golpeia outra vez as gônadas.
“SAAAAA”: O alento.
Total, que é toda uma maquinária mágica, para fazer subir a energia criadora para dentro e para cima. Vocaliza-se, muito especialmente, quando se trabalha na “Nona Esfera”. Aqueles que estejam trabalhando na Forja dos Ciclopes, podem (durante a copula química) pronunciar estes mantrans e como seqüência ou corolário, se realizará neles a transmutação sexual: evitarão “cair” sexualmente, poderão conjurar o perigo de derramar o vaso de Hermes Trismegisto, o três vezes grandes Deus Íbis de Thot.


OM
MISTERIOS MAYAS
FILADÉLFIA: CHACRA Ajna: Situado entre as sobrancelhas. Mantram: OM. Este CHACRA é o da clarividência ou visão psíquica.
O plexo deste CHACRA é uma flor de loto que emana da glândula pituitária. Esta glândula é o pajem e porta-luz da glândula pineal, de onde está a coroa dos santos, o loto de mil pétalas, o olho de Dagma, o olho da Intuição.

EL PODER DE LOS MANTRANS
A INTUIÇÃO: Que se entende por intuir? Vou dizer-lhes. A intuição nos confere o poder de saber sem a necessidade do processo deprimente da razão. Exemplo: isto é branco por aquele, etc. na intuição se põe o coração, o chacra do coração nos da a preciosa faculdade da intuição. O mantram para aflorar a intuição é o sagrado “OM”. Essa sílaba se pronuncia assim:
OOOOOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMM.....
Como vêem o “O” é uma letra muito vital do centro do coração.

MISTERIOS MAYORES. CAP. 18
O mantram OM tem o poder de despertar os chacras frontal e cardíaco, isto é, clarividência e intuição. Meditando em OM chegamos a iluminação. Imaginação, inspiração e intuição são os três caminhos obrigatórios da iniciação.

MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION X
1. Este chacra está conectado a seu maravilhoso centro situado entre as sobrancelhas.
2. O Mestre que o dirige é Paramasiva
3. O mantram que faz vibrar este chacra é OM
4. Este chacra tem duas pétalas
5. Este maravilhoso chacra tem uma puríssima cor branca. O plexo que corresponde a este chacra é o cavernoso.

MATRIMONIO PERFECTO. CAP. X
PRÁTICA
O Grande Mestre Huiracocha ensina uma prática muito simples para ver os TATWAS (Tatwa é a vibração do Éter).
O exercício é o seguinte: Introduza, o devoto, seus dedos polegares entre os ouvidos. Feche os olhos e tape-os com os dedos índices. Tape seu nariz com os dedos médios e finalmente sele seus lábios com os dedos anelar e mindinho. Nessas condições o estudante deve tratar de ver os Tatwas, com o sexto sentido. Este olho está entre as sobrancelhas.
Yogananda, quem dá o mesmo exercício que Krum Heller, aconselha que se use também o mantram OM. Diz Yogananda que o devoto deve apoiar seus cotovelos sobre umas almofadas. Estes estarão sobre uma mesa. O devoto diante a mesa, com o rosto para o oriente, fará esta prática. Yogananda aconselha que o assento onde o devoto se senta para realizar esta prática, deve estar envolta em um cobertor de lã. Isto nos recorda a Apolônio de Tyana quem se envolvia em um manto de lã para isolar-se totalmente das correntes perturbadoras.
Muitos autores dão este exercício e nós o consideramos muito bom. Cremos que com esta prática se desenvolve a Clarividência e o Ouvido Mágico.
Em principio, o devoto não verá nada além de trevas. Contudo, quanto mais se esforcem em praticar, sua Clarividência e seu Ouvido Mágico se desenvolverão lenta, porém seguramente.
No inicio, o devoto não ouvirá nada além de seus sons fisiológicos, porém pouco a pouco escutará durante a prática, sons cada vez mais e mais delicados. Assim despertará seu ouvido mágico.
Em vez das indigestas teorias contraditórias, é melhor que pratique e desenvolva suas faculdades internas. O processo de regeneração deve marchar intimamente associado ao exercício esotérico. Diz a ciência que o órgão que não se utiliza se atrofia. É necessário usar estes órgãos da Clarividência e do Ouvido Mágico. É urgente exercitarmos estes órgãos e regenerá-los para lograr a Realização Íntima.


OM HUM
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA DAS MEMÓRIAS DA NATUREZA
Quer ver suas passadas existências em um Espelho Mágico?
Isto é muito simples, vou dar-lhes a seguinte fórmula:
Coloque uma vela acesa à direita de um espelho, em uma posição tal que ilumine o espelho sem refletir a imagem da vela, apague todas as demais luzes da habitação.
Não pense em nada, respire como respiram as crianças recém nascidas, ponha os dedos índice, médio e polegar sobre o coração. (dedos da mão direita).
Pronuncie os mantrans “OM HUM”, com cada palpitação do coração. Estas palavras abre o chacra do coração, ali estão as vidas passadas, rogue a sua Mãe Divina que te mostre no espelho tuas vidas passadas, com paciência ao fim lograrás.

FACULDADES SUPERIORES DEL HOMBRE
Há algumas práticas, que são as que lhes disse, que somente digo a vocês. E vou dar-lhes outra prática, para ver se também vocês se atrevem e a fazem... A que vou lhes dar, é a seguinte: Colocar um espelho grande, de frente para vocês. Ao lado direito, acenda uma vela (ou um castiçal, para ser mais claro), porém de tal forma que a chama não se reflita no cristal. Magnetize o espelho, fortemente. Em seguida, concentre-se no coração (sim, no coração, profundamente), pronunciando os mantrans OM HUM, para abrir o chacra do coração. Roga a Mãe Kundalini que o faça; imagine (e esse é um trabalho de pura imaginação) que no coração há uma profunda caverna, uma caverna em chamas, onde existe muito fogo. Imagine que ali tem que aparecer a Mãe Divina, em figura de Serpente. Peça a ela que apareça, além de pedir que apareçam porém pronunciando os mantrans OM HUM... Feche os olhos, em meditação profunda; colocar um pouco de sono, um pouquinho, e esse pouquinho combine com a meditação, e assim, entre sono, entre despertos, logra ver a Serpente ali, então, já vista, peça a Serpente que no espelho lhe mostre a imagem de nosso passado retorno (de nossa passada existência, para ser mais claro). Dito isto, concentre-se no espelho, olhando fixamente, sem pestanejar, até que o espelho (como espelho) desapareça. Se lograrmos que desapareça (olhando sem pestanejar), então aparecerá outra figura em seu lugar: A figura de nossa Personalidade na existência passada. Necessita-se muito valor, isto é claro. E se seguimos suplicando a Mãe Divina, se lhe rogamos que nos faça ver essa passada existência, tal como sucedeu, se a concentração é boa poderemos chegar a ver, realmente, a passada existência, tal como sucedeu.
Esse é outro modo maravilhoso para chegar a conhecer a existência anterior e as existências anteriores. Por esse procedimento, não somente se pode repassar a vida anterior, senão que se podem repassar todas as demais vidas anteriores.


OM MASI PADME JUM
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
68. O mantram para despertar a intuição é: OM MASI PADME JUM
69. Este mantram se vocaliza assim?
70. OM MASI PADME YOM
71. A vocalização é letra por letra, assim:
72. OOOOOOOOOOOMMMMMMMMMMM
MAAAAAAAAAAA... SIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII....
PADME YOOOOOOOOOOOOOMMMMMMMMM....
73. O significado é: “OH, MEU DEUS EM MIM!”
74. Se vocalizará este mantram adorando ao Íntimo, rendendo-lhe culto ao Íntimo

LAS TRES MONTAÑAS. CAP. 37
OM MANI PADME HUM como mantram de imenso poder esotérico, tem sua equivalência nos deuses Sol e Lua, no seio do Sagrado Loto surgido milagrosamente das Águas Espermáticas do Primeiro Instante.

MANIFIESTO GNOSTICO 1971
O sagrado mantram OM MANI PADME HUM, equivale aos Deuses Sol e Lua (PHALO-UTERO) nos quais está a chave maravilhosa do grande arcano.
IO, PITAR, é o Sol, o PHALO. MENES ou MANI é o UTERO a LUA, OM MASI PADME HUM é a flor de loto com seus pólos masculino e feminino submergidos entre as águas genesíacas do primeiro instante.

CURSO ZODIACAL. PISCIS
E todo homem tem seu ÍNTIMO, e todo ÍNTIMO tem seu PAI que o engendrou; esse é nosso PAI que está nos céus.
AUM MANI PADME JUM
Este mantram se pronuncia esotericamente assim:
OM MASI PADME YOM
Alargando o som de cada letra, e de forma silabeada.
O significado deste mantram é: “OH MEU DEUS EM MIM!”.
Deve vocalizar-se este mantram com o coração em meditação profunda, adorando ao ÍNTIMO, amando ao ÍNTIMO, rendendo-lhe culto ao ÍNTIMO, porque o ÍNTIMO é em essência a Alma de nosso Pai encarnada em nós, nossa Divina Individualidade na qual necessitamos absorver-nos para entrar nessa infinita e indescritível Felicidade do Nirvana, de onde já não há penas, nem lagrimas, nem dor.
Nosso Senhor, o Cristo, nos ensinou a orar assim:
“Pai nosso que estais no céu, Santificado seja vosso nome; Venha a nós o vosso Reino; Faça a Tua vontade assim na Terra como no Céu; O pão nosso de cada dia nos daí hoje; Perdoa nossas dividas, assim como nós perdoamos a nossos devedores e não nos deixe cair em tentação, mas livra-nos, Senhor, de todo mal. Amém”.
Esta oração se faz em Meditação Profunda adorando a essa Estrela Inefável da qual saiu nosso ÍNTIMO e assim aprenderemos a falar com nosso PAI que está em secreto.

LA REVOLUCION DE BEL. CAP. 8
Todos os ensinamentos do Cristo tem o grande ritmo musical do Plano das Ondas da Vida, que é o Mundo Búdico ou Intuicional. O mantram AUM MANI PADME JUM, vocalizado 10 minutos diários, desenvolve a Intuição. Esse mantram se pronuncia assim:
OOOOOMMMM... MAAAASSSIIIIIII... PADME.... YOOOOOMMMM...
Este é o mantram da intuição.
A prática dos ensinamentos cristãos desperta o chakra do coração em nós e põe em atividade o Corpo Búdhico ou Intuicional, que nos conduz à Sabedoria e a Felicidade Eterna. A Magia Sexual forma parte dos ensinamentos que Cristo ensinou em segredo a seus 70 discípulos, e conforme vamos praticando os ensinamentos cristãos, o Corpo Etérico vai se reorganizando totalmente, aumentando o volume dos dois Éteres Superiores; certo centro que se forma na cabeça, descendo ao Coração e organiza esse centro para a Intuição.


OM SEJA FORÇA
CADENAS
Viemos até aqui para pedir-lhes com nossa alma, com nosso coração, em nome do Cristo, com a Força do Cristo, pela Majestade do Cristo, uma ajuda poderosa de PROTEÇÃO E FORÇA, com seus Anjos guerreiros de Marte, para o Movimento Gnóstico Cristão Universal, para cada um dos Santuários estabelecidos sobre o planeta Terra, para seus dirigentes e a comunidade em geral.
OM SEJA FORÇA. OM SEJA FORÇA. OM SEJA FORÇA.


OM TAT SAT
EL UNIVERSO Y LAS TRES GUNAS
OM TAT SAT...... OM: “Aquele que existe”. Foi declarado como a “Tríplice denominação de Brahama” (o supremo). Desta forma surgiram os Brahamanes, os Vedas e os Jagñas no remoto passado. Por isso, os que seguem os mandamentos védicos pronunciam OM, antes de começar suas Jagñas ou Ritos, Caridades e Austeridades. Os que buscam em MOSHA (emancipação espiritual) pronunciam TAT (“aquilo”) antes de começar suas Jagñas ou Ritos, Caridades e Austeridades (eles não desejam nenhum mérito por essas ações. A palavra SAT, ou PARDAT, é usada no sentdo de “A Realidade”, “A Bondade”, e também par aos atos auspiciosos.
De maneira que, vejam vocês: OM TAT SAT, é de grande poder, como dizer também, AUM TAT SAT... Também se pronuncia a palavra SAT para lograr constância no Jagña (isto é, no rito), na austeridade, na caridade e em todos os atos feitos indiretamente pelo Senhor, qualquer ato ou “Parda”, seja este Jagña ou Ritual, a caridade ou a austeridade, se feito sem fé é considerado como ASAT (inexistente), não foi propriamente feito, e não dá fruto nem aqui nem lá (mais além).


OM TAT SAT OM
LA REVOLUCION DE BEL
Em nosso cérebro existe um tecido nervoso sumamente fino e que os homens da ciência desconhecem totalmente. Dito tecido é o instrumento para trazer a nossas “Recordações Internas”, porém quando se apresenta algum dano em dito tecido, então o discípulo não pode trazer suas “Recordações” ao cérebro. Então há que solicitar aos Mestres Hermes, ou Harpócrates, ou Paracelso, a cura de ditos centros.
Escreva uma carta ao Templo de Alden solicitando ajuda de qualquer dos Três Mestres mencionados. Dita carta se satura primeiro de incenso e logo se queima com fogo, pronunciando os mantrans “OM TAT SAT OM”.
Este ato deve se realizar cheio de fé e estando em posição de joelhos, orando ao céu e rogando ser escutado.
Certamente se queima a parte material da carta, porém a contraparte Astral desta vai diretamente às mãos do Mestre ao qual se dirigiu a carta.
O Mestre lê a contraparte Astral da carta e procede a curar o discípulo.
O Templo de Alden é o Templo da ciência.
Os Corpos Internos também se enfermam e necessitam de médicos. Os Mestres da ciência são ricos em sabedoria e eles curam os Corpos Internos dos Iniciados e de todos que peçam ajuda.


OMNIS AUM
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. 13
Quando fizer suas práticas de meditação, concentre-se no Íntimo, que é você mesmo, e pronuncie com toda reverencia o mantram: OMNIS AUM. “E será arrebatado até o paraíso onde escutará palavras secretas que o homem não pode revelar”.


OMNIS BAUN IGNEOS
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Kalusuanga, o DEUS primitivo da luz, alegremente admitirá em seus mistérios as almas sedentas do Raio Maya. A chave para entrar no templo de Kalusuanga, o Mestre Índio, é a seguinte: O discípulo se sentará em uma poltrona de frente a uma mesa; apoiará os cotovelos sobre a mesa e sustentará a cabeça com a mão esquerda, enquanto com a direita se fará passes magnéticos sobre a cabeça, desde a fronte até a nuca, com o propósito de magnetizar-se a si mesmo e lançar com força (com os passes magnéticos), o corpo astral para fora, em direção ao templo de Buritaca, sede da sabedoria antiga do Raio Maya.
O discípulo unirá sua vontade e sua imaginação em vibrante harmonia, fazendo esforço para adormecer. Deve se sentir atuando com sua vontade e imaginação como se estivesse em carne e osso dentro do templo Buritaca.
Com o pensamento deve pronunciar esses mantrans ou palavras mágicas: OMNIS BAUN IGNEOS. Essas palavras se pronunciam seguidas, alargando o som das vogais, até adormecer.
Depois de certo tempo de prática, o discípulo “sairá” do corpo físico, em seu astral, e Kalusuanga, o Mestre sublime do Raio Maya, o instruirá em seus mistérios e lhes ensinará a sabedoria médica.
Kalusuanga prova primeiro o valor do invocador, e aparece gigantesco e terrível para provar ao discípulo. Se este for valoroso, será instruído na ciência sagrada dos “Mamas”.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Adormeçam pronunciando o mantram: OMNIS BAUN IGNEOS, assim:
OMMMMMMMMNISSSSSSSSSSS
BAAAAAAAAAAUUUUUUUUUUUNNNNNNN
IIIIIIIIIGNNNNNNNNNNNEEEEEEEEEOOOOOOOOOOSSSSSSSS
Silabeando o mantram e alargando o som de cada vogal, e rogando ao vosso Íntimo que os tire do corpo.
Logo, levante-se suavemente de vosso leito, e flutuando no espaço dirija-se a Igreja Gnóstica.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Kalusuanga, o DEUS primitivo da luz, alegremente admitirá em seus mistérios as almas sedentas do Raio Maya. A chave para entrar no templo de Kalusuanga, o Mestre Índio, é a seguinte: O discípulo se sentará em uma poltrona de frente a uma mesa; apoiará os cotovelos sobre a mesa e sustentará a cabeça com a mão esquerda, enquanto com a direita se fará passes magnéticos sobre a cabeça, desde a fronte até a nuca, com o propósito de magnetizar-se a si mesmo e lançar com força (com os passes magnéticos), o corpo astral para fora, em direção ao templo de Buritaca, sede da sabedoria antiga do Raio Maya.
O discípulo unirá sua vontade e sua imaginação em vibrante harmonia, fazendo esforço para adormecer. Deve sentir-se de carne e osso dentro do templo Buritaca.
Com o pensamento deve pronunciar esses mantrans ou palavras mágicas: OMNIS BAUN IGNEOS. Essas palavras se pronunciam seguidas, alargando o som das vogais, até adormecer.
Depois de certo tempo de prática, o discípulo “sairá” do corpo físico, em seu astral, e Kalusuanga, o Mestre sublime do Raio Maya, o instruirá em seus mistérios e lhes ensinará a sabedoria médica.
Kalusuanga prova primeiro o valor do invocador, e aparece gigantesco e terrível para provar ao discípulo. Se este for valoroso, será instruído na ciência sagrada dos “Mamas”.

CURSO ZODIACAL. GEMINIS
7. Adormeça pronunciando o mantram OMNIS BAUN IGNEOS. Assim:
OMMMMMMMMMNISSSSSSSSSS
BAAAAAAAUUUUUUUUMMMMMMM
IIIIIIIIIIIIIIGNNNNNEEEEEEEEOOOOOOSSSSSSS
Silabeando o mantram e alargando o som de cada vogal, e rogando ao seu Íntimo que o tire do corpo. Logo levante-se suavemente de seu leito, e flutuando no espaço dirija-se à Igreja Gnóstica.


OMNUS JAUN INTIMO
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
63. O mantram OMNIS JAUM INTIMO serve para nos comunicar com o Íntimo.
64. Este mantram se vocalizará mentalmente
65. o discípulo adormecerá adorando o Íntimo, e pronunciando mentalmente o mantram OMNIS JAUM INTIMO
66. O discípulo poderá conversar com seu Íntimo
67. O Íntimo aparecerá ao discípulo em visão de sonhos.


ON
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. VII
PRÁTICA
Deitado em seu leito em decúbito dorsal, imagine, sinta que o fogo sagrado do Espírito Santo descende desde o céu e entra em sua cabeça pela glândula pineal, passa ao entrecenho e faz girar, da esquerda para a direita, o loto de fogo de sua glândula pituitária.
Sinta que esse fogo segue baixando até sua laringe, onde, da esquerda para a direita, faz girar, como se fosse um disco, o loto de fogo de sua glândula tireóide.
Sinta que o fogo segue baixando, chega a sua glândula cardíaca, acende suas doze pétalas de cor ouro e faz girar, da esquerda para a direita, o loto maravilhoso deste seu centro psíquico. Veja-se cheio de fogo, luminoso, resplandecente.
Neste estado de consciência, adormeça pensando em seu Íntimo, em seu Deus Interno, Quetzalcoatl. Reverencie-o, adore-o e peça-lhe que lhe guie e ajude. Depois vocalize a sílaba ON, assim:
OOOOOOOOOOOONNNNNNNNNNN...
Pronuncie esta sílaba três vezes e durma.

MAGIA PRACTICA. CAP. 3
52. A sílaba ON serve para despertar o chacra do coração
53. Esta sílaba se vocaliza assim: OOOOOOOOONNNNNNNN...

MAGIA CRISTICA AZTECA
MONOGRAFIA NÚMERO 5-A
PRÁTICA: Deitado em seu leito em decúbito dorsal, imagine, sinta que o fogo sagrado do Espírito Santo descende desde o céu e entra em sua cabeça pela glândula pineal, passa ao entrecenho e faz girar, da esquerda para a direita, o loto de fogo de sua glândula pituitária.
Sinta que esse fogo segue baixando até sua laringe, onde, da esquerda para a direita, faz girar, como se fosse um disco, o loto de fogo de sua glândula tireóide.
Sinta que o fogo segue baixando, chega a sua glândula cardíaca, acende suas doze pétalas de cor ouro e faz girar, da esquerda para a direita, o loto maravilhoso deste seu centro psíquico. Veja-se cheio de fogo, luminoso, resplandecente.
Neste estado de consciência, adormeça pensando em seu Íntimo, em seu Deus Interno, Quetzalcoatl. Reverencie-o, adore-o e peça-lhe que lhe guie e ajude. Depois vocalize a sílaba ON, assim:
OOOOOOOOOOOONNNNNNNNNNN...
Pronuncie esta sílaba três vezes e durma.

EL PODER DE LOS MANTRANS
Vocalize intensamente irmãos, vocalize esta vez para que logrem o despertar da faculdade intuitiva. Podem combinar o “O” com o “N”, assim:
OOOOOOOOOOOONNNNNNNNN...
Assim então, darão a vogal “O” um som acampanado, essa é a virtude da “N”, dar certo som acampanado às vogais.
Saiba que a imaginação, a oração, a meditação, a contemplação, são os caminhos que nos levam a intuição; não se cansem de estar vocalizando.


ONOS AGNES
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
SEGREDOS MANTRICOS PARA CURAR A DOR DAS CÁRIES
Observa-se a cárie afetada do paciente, fazendo que este distraia o olhar para outro lugar, pronuncie os seguintes mantrans, ao mesmo tempo que se faz com a cabeça o sinal da cruz:
“ONOS AGNES”. Este segredo é efetivo, pois a dor passa quase que no mesmo instante.


OREMUS PRECEPTIS SALUTARIS MONITIS
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
PROCEDIMENTO MAGISTA PARA CURAR A EPILEPSIA
Esta espantosa enfermidade é kármica e se deve a que o paciente em vidas anteriores se dedicou ao espiritismo ou espiritualismo como se diz aqui no México.
Obviamente foi Médium do espiritismo.
Não é demais afirmar de forma enfática que o Karma que originam os médiuns do espiritismo, é isso que se chama epilepsia.
Obviamente os epiléticos são possessos por entidades tenebrosas das regiões inferiores do astral.
FÓRMULA MÁGICA
Sente o epilético em um jardim delicioso e agradável.
Recita-lhe logo no ouvido as seguintes palavras mágicas: “OREMUS PRECEPTIS SALUTARIS MONITIS”.
Depois orará o Pai Nosso, a oração do Senhor.
Este trabalho se fará diariamente.


OSI OSOA OSIAS
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
PARA ENCANTAR COBRAS
Cante as palavras mágicas: OSI, OSOA, OSIAS.

LAS TRES MONTAÑAS. CAP. 19
Cada vez que esse ermitãos anelavam de verdade encantar magicamente as terríveis cobras, silabeavam as misteriosas palavras: OSI... OSOA... OSIAS...


OSI OSOA ASI
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
PARA AFASTAR COBRAS
Pronuncie os seguintes mantrans: OSI, OSOA, ASI.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Efetivamente, o homem pode dominar, governar a natureza com o Verbo, com a palavra. Por exemplo, as SERPENTES VENENOSAS se afastam com os mantrans: OSI OSOA ASI

LAS TRES MONTAÑAS. CAP. 19
Os eremitas Gnósticos de Serra Nevada, jamais matavam as perigosas víboras. Eles aprenderam a amá-las sinceramente.
Como conseqüência deste proceder, ganharam a confiança das terríveis serpentes. Agora, tais cobras venenosas se converteram em guardiãs do Templo...
Quando estes anacoretas da montanha queriam afastar as serpentes, cantavam cheios de fé os seguintes mantrans: OSI... OSOA... ASI...




P


PADORIA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
CAJUEIRO
(Anarcardium Occidentale)
O elemental desta árvore tem poderes mágicos. Se o mago quer fazer vir um amigo distante, ou suspender os rancores de um matrimonio, deverá operar magicamente da seguinte forma:
Colherá em suas mãos a fruta de cajueiro, dizendo:
“À AJUDA DE DEUS. PADORIA, PADORIA, PADORIA”.
Este mantram se pronunciará com voz régia, imperiosa, ordenando ao elemental desta árvore que trabalhe sobre a mente da pessoa que se trata de influenciar. Durante esta operação mágica se deverá riscar com um alfinete a casca da fruta, e o fenômeno se realizará matematicamente. Eu conheço a fundo a psicologia de certos super-transcendidos. Quando lerem essas linhas nos qualificarão de magos negros, e como a nós, a todos aqueles que pratiquem a magia vegetal e a Elemental-Terapia.
Se a nós coubesse o qualificativo de magos negros, pelo motivo de manipular elementais das plantas, que qualificativo se daria aos anjos por manipular os Tatwas por meio de suas populações elementais?
A vida manifestada é a expressão das essências monádicas e estas se compõem de consciências focais revestidas com veículos de distinta densidade. A ditas consciências focais as chamamos “elementais”, “homem”, “deuses”, “bestas”, “anjos”, “arcanjos”, etc...
Cada planta é a expressão física de uma mônada. E estas “mônadas” vegetais as chamamos “elementais”. A quem pode ocorrer pensar que seja mal conhecer ou manipular a vida dos vegetais? Quantos estúpidos, cheios de hipócrita e barata sabedoria, desejarão ver sequer, já que não poderão exercer poder sobre eles, aos elementais da natureza?


PANDER
MAGIA CRISTICA AZTECA. CAP. XI
O Ancião dos Dias é a bondade das bondades, o oculto do oculto, a misericórdia absoluta. O mantram PANDER nos permite chegar até o Ancião dos Dias e isto é possível com a meditação profunda.

TAROT Y KABALA. CAP. 49
O mantram PANDER nos permite chegar até o Ancião dos Dias. Isto é possível com a meditação profunda. No Mundo de Aziluth há um Templo maravilhoso onde nos ensinam a majestuosa presença do Ancião dos Dias. O Ancião dos Dias mora no Mundo de Kether, o Chefe desse Mundo é o Anjo Metraton. Esse anjo foi o profeta Enoch, com sua ajuda podemos entrar no mundo de Kether, o discípulo que queira penetrar em Kether durante seus estados de Meditação Profunda, rogará ao Anjo Metraton e será ajudado.


PARILLA
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA DE SASAFRÁS
(Sasafrás officinale; Laurus sasafrás)
Recordo lá pelas primeiras épocas da América do Sul, um acontecimento muito interessante em relação com o “sasafrás”.
Certo indígena da mesma tribo a que eu pertencia, se encheu de ciúmes por sua mulher a qual ele amava, e chegou até a pensar que eu SAMAEL AUN WEOR estava interessando. Recordo claramente que indo por um caminho me encontrei com o marido dessa mulher, e ele ao ver-me, cheio de horríveis ciúmes tentou atacar-me agressivamente, porém se conteve, resolveu, o homem, pôr o caso nas mãos do cacique da tribo.
Eu era o médico-mago da tribo, e conhecia a fundo a magia dos vegetais, e em vista do “escândalo”, optei por defender-me com o elemental de sasafrás. Antes de que sol do dia seguinte iluminasse o horizonte, muito cedo me dirigi ao bosque em companhia da mulher cuja causa era o escândalo.
Também me acompanharam alguns índios, e depois de localizar a planta chamada “Sasafrás”, (na costa da Colômbia, Mateo e Moreno),, a bendisse, roguei ao elemental o serviço desejado e arranquei a planta com a raiz, muito vagarosamente. Esta planta serve para acabar com escândalos. Logo macerei a planta e lhe extraí o sumo, o qual dei a beber a mulher que era a causa do escândalo; bebi também a planta, enquanto meus companheiros nos observavam silenciosos...
Em seguida cravei no tronco do sasafrás um espinho, ajoelhei-me frente a ele, e concentrei a mente intensamente no espinho ordenando ao elemental de sasafrás transladar-se aonde o cacique estava e dominá-lo com seus poderes. Enquanto estava trabalhando, pronunciava o mantram ou palavra mágica do sasafrás: PARILLA, PARILLA, PARILLA.
Então o elemental do sasafrás se transladou aonde o cacique estava, e deu voltas ao redor dele, pronunciando seus encantamentos mágicos. Logo penetrou no sistema cérebro espinhal do cacique, o dominou totalmente, e o saturou com os átomos de amor, luz e harmonia.
Quando no outro dia me apresentei ante o trono do cacique, este já estava a favor, e então falei de forma arrogante e soberba: Para que me chamou? Tu não pode contra mim! O cacique respondeu: Basta de escândalos! Podem retirar-se, tu não sabes nada. E assim foi como passou aquele penoso incidente.
O elemental do sasafrás usa túnica de cor amarelo ouro resplandecente, é muito inteligente, tem um rosto belo e seus olhos são de cor castanho claro.
O sasafrás misturado com suco da planta chamada sansiviera (espada de são Jorge) e bálsamo fioraventi, se usa em cataplasmas para combater as neuralgias.
O sasafrás é também diurético e depurativo, porém há que colhê-lo na aurora com a Luz da Manhã, pois esta planta é venusiana.


PAZ INVERENCIAL
MISTERIOS MAYORES. CAP. 22
Os gnósticos devem se comprimentar com o mantram “PAZ INVERENCIAL”, devem se reconhecer com o sinal com que pintam CRISTO JESUS: polegar, índice e o coração da mão direita entendidos e devem tratar-se com os términos do senhor, senhora, cavalheiro, etc.; proíbe-se o uso da palavra “irmão” devido que a isto conduziu o abuso, a perda do mutuo respeito, a desordem, fornicação, adultério, furto, etc.; a humanidade não está preparada para usar tão nobre palavra. Conservemos o mútuo respeito, a decência e o cavalheirismo.


PROWEOA
CURSO ESOTERICO DE KABALA
IMAGINAÇÃO
Existem dois tipos de imaginação. Imaginação mecânica (fantasias). Imaginação conscinete (clariviidencia).
Os estudantes devem aprender a utilizar a imaginação consciente.
PRÁTICA
1°. Sentado em uma cômoda poltrona ou deitado em decúbito dorsal, o discípulo deve quietar a mente e suas emoções.
2°. Imagine agora a Quetzal maravilhoso flutuando sobre sua cabeça.
3°. Vocalize mentalmente o mantram de poder PROWEOA com este mantram atrairá a sua imaginação a Divina Imagem de Quetzall, esplêndida ave de formoso penacho e longa cauda. O discípulo deve familiarizar-se com essa ave e aprender a manejar, com ela pode despertar seus poderes internos.
O mantram PROWEOA tão utilizado pelas escolas da GRANDE CADEIA DE OURO nos permite trazer a imaginação Consciente, qualquer imagem dos mundos superiores. Então vemos clarividentemente. O alquimista deve utilizar esse mantram, durante o transe de Magia Sexual para ver a Quetzal.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Este exercício faculta para perceber o existente nos mundos internos, em qualquer plano: físico, astral, mental, etc.
Quando o estudante necessita perceber clarividentemente algo de urgência, sumirá em profunda meditação interna, ao mesmo tempo que vocalizará este mantram: PROWEOA.
Far-se-á a vocalização alargando o som de cada vogal. É necessário que os estudantes esoteristas aprendam a concentrarem-se profundamente. Concentração profunda. Meditação perfeita, e suprema Adoração. Essas são as três escalas da iniciação.
A concentração, a meditação, a adoração e os mantrans nos convertem em verdadeiros Teurgos. A concentração a meditação e a adoração supremas nos levam ao Samadhi.
Há que saber se concentrar.
Há que saber meditar.
Há que vocalizar os mantrans, e há que saber adorar.


R


R
EL PODER DE LOS MANTRANS
Outro mantram também muito importante para o desenvolvimento da clarividência é a letra “R”. o importante é aprender a vocalizar esta letra dando a ela uma entonação muito aguda, muito fina, imitando a voz de uma criança, assim:
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRR...
Uma voz muito aguda, verdade? Por isto digo demasiadamente aguda, difícil para os homens, porém indispensavelmente necessário para o desabrochar da consciência. Com esta letra despertarão a clarividência muito rapidamente.
Vocês podem vocalizar estes mantrans dentro de seu próprio apartamento, em sua recamara. Se temem que alguém os estão escutando, pois, há uma maneira muito fácil de evitar que os escutem a um quando está fazendo suas práticas. Pôr seus rádios, sintonizar uma estação com um volume alto e então o som do rádio evitará que as pessoas profanas possam escutá-los.
Assim é que se deve fazer na vida moderna e porque como nós vivemos uma vida tão artificial, não estamos naquelas épocas da Índia, do Tibet ou da antiga Jerusalém em que cada um podia fazer suas práticas sem que os demais se intrometessem ou interessasse no que a pessoa estava fazendo. Agora irmãos há que saber manejar o melhor possível dentro deste ambiente tão rude em que vivemos.


RA
TRATADO ESOTERICO DE ASTROLOGIA ESOTERICA
Áries é o símbolo de RA, Rama, o Cordeiro. O poderoso mantram RA, cantando-o como é devido, faz vibrar os fogos espinhais e os sete centros magnéticos da espinha dorsal.

LA REVOLUCION DE BEL
O mantram RA ajuda a despertar o Kundalini, porém há que saber como e isto é o que ignoram os magos negros do Amor. Eles crêem que pronunciando Rama todas as manhãs, em posição de pé fazendo varias aspirações do ar vão a purificar-se, e com ele demonstram desconhecer por completo a sabedoria dos egípcios.
Nós os antigos egípcios, pronunciamos o mantram RA na posição egípcia: de joelhos na terra, as palmas da mão, tocando-se com os polegares na terra e a cabeça sobre o dorso das mãos. Pronuncia-se o mantram assim: RRRAAAAA, por várias vezes.

LIBRO AMARILLO. CAP. 7
QUATORZE: o devoto se levantará de seu assento e se ajoelhará na terra.
QUINZE: colocará agora as palmas das mãos no solo e tocando-se entre si os dedos polegares.
DEZESSEIS: inclinado ao oriente, prostrado na terra, cheio de suprema veneração, com a cabeça para o oriente, apoiará sua testa sobre o dorso das mãos, ao estilo egípcio.
DEZESSETE: vocalizará agora o devoto, com sua laringe criadora, o poderoso mantram RA dos egípcios. Esse mantram se vocaliza alargando o som das duas letras que compõem o mantram RA, assim: RRRRRRRAAAAAAAAAAA. Vocalize sete vezes consecutivas.


RA RE RI RO RU
CURSO ESOTERICO DE KABALA
Os mantrans fundamentais da Runa Rita são: RA... RE... RI... RO... RU...
Na Runa “F”, levantamos os braços. Na “U”, abrimos as pernas. Na “D”, pusemos a mão na cintura. Na “O”, as pernas abertas e as mãos na cintura. Na presente Runa Rita devemos abrir uma perna e um braço. Assim, nesta posição, verão nossos estudantes Gnósticos que são eles, em si mesmos, as mesmas Letras Rúnicas, tal qual se escrevem.
A presente prática rúnica tem o poder de liberar o Juízo Interno. Necessitamos converter-nos em Juizes de Consciência, é urgente despertar o Buddhata, a Alma.
A presente Runa tem o poder de despertar a Consciência dos Juizes.
Recordemos isso que se chama “Remorso”, certamente essa é a voz acusadora da Consciência.
Aqueles que jamais sentem remorso estão de verdade muito distantes de seu Juiz Interior, normalmente são casos perdidos.
Pessoas assim devem trabalhar muito intensamente com a Runa Rita, liberar seu Juízo Interior. Necessitamos com urgência aprender a nos guiar pela Voz do Silencio, isto é, pelo Juiz Íntimo.


RAM IO
EL AGNOSTOS THEOS
Jesus de Nazareth reprovou ao Jehová antropomórfico dos judeus, a esse Jehova bíblico, ao da Lei de Talião, ao da vingança. Jesus de Nazareth amou a seu Pai que está em segredo e a sua Divina Mãe Kundalini. Vemos ao Divino Rabbi da Galiléia, crucificado, exclamando ao Pai com grande voz: “Pai, em tuas mãos encomendo meu Espírito! Sua Mãe Divina Kundalini está ao pé da Cruz; ela lhe assiste, ela é Ram Io.
RAM é um mantram, o mantram de fogo, o mantram do Tatwa Tejas. IO nos recorda os mistérios Isíacos, IO é o ponto dentro do circulo, é o Lingam-Yoni.

CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA. CAP. 22
Amando a nossa Mãe Divina e pensando nesse grande ventre de onde se gestam os mundos, oremos diariamente assim:
“Dentro de meu Real Ser Interno reside a Luz Divina. RAAAAMMM.. IIIIIIIIIIOOOOO, és a Mãe de meu Ser Devi Kundalini. RAAAAAMMMM.. IIIIIIIIOOOOOOO. Ajudai-me, RAAAAAMMMMM... IIIIIIIIOOOOOO. Socorrei-me, iluminai-me, RAAAAAAMMMM... IIIIIIIIIOOOOOO. És minha Mãe Divina Ísis minha, tu tens o menino Horus, meu verdadeiro Ser em teus braços, necessito, morrer em mim mesmo, para que minha Essência se perca Nele, Nele, Nele”.


RAM SUA
MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION. VII
1. O Manipura é o terceiro CHACRA de nosso medula espinhal
2. Este chacra da medula espinhal reside no Laabhi-Sthana (Região do Umbigo)
3. Quando este chacra desperta, faz entrar em atividade os plexos hepático e esplênico
4. Dez yogas NADIS emanam deste chacra
5. A cor deste chacra é de fogo resplandecente
6. O tatwa Tejas está intimamente relacionado com este chacra maravilhoso
7. A deidade reitora deste chacra é Vishnu, e a Deusa Lakhsmi está intimamente relacionada com este maravilhoso chacra
8. O mantram RAM desperta este maravilhoso chacra. Alargar-se-á o som de cada vogal, assim: RRRR AAAAAAAAAAAA MMMMMMMM
9. Nossos discípulos podem invocar ao Deus Agni, para que lhes ajudem a despertar o fogo maravilhoso
10. O Deus Agni tem a forma de um menino recém nascido e quando se apresenta vestido de gala, leva uma túnica cristalina adornada maravilhosamente.
11. Então, vemos o rosto deste ser portentoso como um relâmpago inefável
12. A Aura de Agni produz luz e música.
13. Agni o Deus do Fogo, restaura os poderes ígneos de cada um de nossos sete corpos.
14. O mantram SWA se pronuncia assim: SUUUUUUUUUAAAAAAAAA. SUÁ!
15. O yogui que aprende a meditar neste chacra alcança o Patala Siddhi, adquire grandes poderes ocultos e se livra de toda classe de enfermidades.
16. Este chacra é o centro telepático ou cérebro das emoções.
17. As ondas mentais das pessoas que pensam em nós chegam ao plexo solar, e logo passam a nosso cérebro.
18. Assim, pois, é nossa antena receptora.
19. Nossa glândula pineal é nosso centro emissor.
20. Este chacra recolhe as forças solares e com elas nutre a todos os plexos.
21. O yogui que desperta este chacra adquire o sentido da telepatia.
22. O yogui que desperta este chacra, não temerá o fogo e poderá permanecer vivo entre as chamas.


RAOM GAOM
ROSA IGNEA. CAP. 15
297. As hierarquias relacionadas com a Hortelã (“Hierbabuena”, espanhol) dirige cientificamente e de acordo com a justiça cósmica todos os processos biológicos da reprodução da raça
298. Os anjos governadores deste departamento elemental da natureza nos conduzem sabiamente pela estreita passagem dos templos de mistérios, levando-nos até o altar da iluminação.
299. A Hortelã está intimamente relacionada com os arquivos akashicos da natureza
300. Os mantrans da Hortelã (“Hierbabuena”, espanhol) nos permitem recordar nossas passadas reencarnações
301. Estes mantrans são: RAOM, GAOM. Podem vocalizar esses mantrans mentalmente durante os exercícios retrospectivos, na meditação profunda para recordar vossas vidas passadas.
302. Os mantrans RAOM, GAOM nos permitem abrir os arquivos akashicos selados da memória da natureza, para recordar todas nossas passadas reencarnações.
303. Esta é a magia elemental da Hortelã (“Hierbabuena”, espanhol).

150 PREGUNTAS 150 RESPUESTAS
Deite-se comodamente em suas camas, com os braços bem relaxados, as pernas bem relaxadas, com seu corpo solto, relaxado, e em seguida concentre-se no último instante de sua passada existência, no último segundo. Façam este exercício nos momentos em que sintam mais pré-disposição ao sono. Podem utilizar, como mantrans, RA-OM GA-OM. Porém como lhes digo, há que fazer o exercício em instantes em que se sintam com mais pré-disposição ao sono. A concentração deve ser muito profunda no último instante de sua passada existência, pode ser que nesse instante logre adormecer, porém nesse instante, lograrão se verem em seu leito de morte, rodeados de seus familiares; voltarão a sentir as mesmas palavras que disseram, etc.,etc.,etc. Então haverão recordado o último instante de sua passada existência.
Outro dia qualquer façam o mesmo exercício para recordar o penúltimo instante, e assim vão indo para trás, em cada exercício, tratando de recordar a passada existência, de forma de “quadros”, de cenas, de sucessos, vão vivendo as recordações da passada existência, até que completem toda a recordação da mesma. Uma vez completada toda recordação da passada existência (para trás, desde a velhice à maturidade, a juventude, a infância, o nascimento), então podem seguir com a penúltima existência, logo com a ante-penúltima, e assim podem ir recordando suas existências para trás, até que as recordem todas. Os mantrans são: RAOM GAOM.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. IX
O estudante pode utilizar, combinando com o exercício retrospectivo, os seguintes mantrans
RRRRRAAAAAAAAAA... OOOOOOOOOOMMMMMMM
GAAAAAAAAA... OOOOOOOOOOOMMMMMMMM
Estes mantrans se vocalizam mentalmente. Quando o estudante tenha revisado sua vida atual, até seu nascimento, estará preparado para dar o salto até as recordações do último instante de sua passada reencarnação. Claro que isto implica em um esforço a mais, assim como um maior gasto de energia. Então o estudante combinará o sono com o exercício retrospectivo e com os mantrans e tratará de reviver com a recordação, na memória, o último instante daquela reencarnação, o penúltimo, a velhice, a maturidade, a juventude, a adolescência, a infância. Confie que logrará! Durante estas práticas se produz o “desdobramento astral”. O estudante que foi capaz de reviver suas passadas reencarnações, fica recebido como clarividente e desde este momento, estará com aptidão para estudar, na memória da natureza, a história completa da Terra e de suas raças. Este exercício retrospectivo faz girar o chacra frontal.


RIS
MAGIA PRACTICA. CAP. 3
7. O mantram RIS se usa também para clarividencia
8. Esse mantram se vocaliza assim:
9. RRRRRRRRIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSSSSS.....


ROTANDO
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
A VENERÁVEL LOJA BRANCA, entrega a humanidade, por meu conduto, de forma absolutamente gratuita, a fórmula inefável para curar o CÂNCER. Melhor ainda, despreza o imundo dinheiro e rechaça, pelo mesmo, a retribuição oferecida. A fórmula a saber é:
Em um “calabacito” amargo, (fruto de mate com sua polpa, árvore de climas quentes da Colômbia, muito usado pelos camponeses como utensílio de cozinha), joga-se rum (bebida alcoólica), carvão mineral, paraguay – Scoparia dulcis – (planta de climas médios, chamada também de “escudilla”, parecida com paico – Chenopoides ambrosioides) e limão. Tudo isto se deixa em maceração por uns 15 dias e logo se tomar em copos um a cada hora.
Banhe o corpo com o cozimento das folhas e raízes da árvore chamada “damasco”. No momento de tomar a medicina e o banho, pronuncie o mantram, ROTANDO, assim:
ROOOOOOOOOOO TANNNNNNNNN DOOOOOOOOOOOO
Antes de colher as plantas que entram na composição desta fórmula, caminhe em circulo, da direita para esquerda, de sul a norte, ao redor de cada uma delas, e enquanto se faz isto, se roga aos elementais de curação do Câncer.
Em seguida se acariciam as plantas, se bendizem e se colhem. Quando se juntam os componentes do centro do “calabacito amargo”, pronuncia-se a palavra “Rotando”, tal como já explicamos, e se ordenará aos elementais destas plantas com todo o poder da vontade que sanem o enfermo. Os elementais são a vida do vegetal, e somente a vida pode lutar contra a enfermidade e a morte. A força seminal das plantas são o instrumento dos elementais.


RUSTI
CURSO ZODIACAL
Deite-se o discípulo em seu leito, em posição horizontal. Relaxe seu corpo para que nenhum músculo faça pressão sobre seu corpo ASTRAL. Adormeça pronunciando o mantram RUSTI assim: RUUUUUUUSSSSSTIIIIIIIIII. Este mantram se pronuncia mentalmente. O discípulo deve converter-se nesses instantes em um “espia de seu próprio sono”. Quando o discípulo já esteja em estado de supor ou sonolência que precede ao sono, levante-se de sua cama e saia de seu quarto. Como? De que maneira? Quase todos os estudantes supõem que se trata de uma prática de magnetismo ou de auto-sugestão, etc, porém se equivocam lamentavelmente, pois aqui não se trata de praticar auto-sugestões ou hipnotismos, simplesmente levante-se de sua cama, que a natureza fará o resto, ela saberá como vai separar o corpo astral do corpo físico, ao discípulo cabe somente levantar-se e sair de seu corpo, que a natureza fará o restante.
Já fora de seu quarto, o discípulo dará um pequeno salto com a intenção de flutuar no espaço, e se flutua poderá então transportar-se à Igreja Gnóstica, em poucos segundos mais, se não flutuar, meta-se novamente o discípulo em seu leito e repita o experimento. Alguns triunfam imediatamente, outros tardam meses e até anos para aprender, porém o “Tenaz” ao fim triunfa.

CURSO ZODIACAL. GEMINIS
1ª. Deite-se o discípulo em seu leito, em posição horizontal. Relaxe seu corpo para que nenhum músculo faça pressão sobre o Corpo Astral. Adormeça pronunciando o mantram RUSTI, assim: RUUUUUUUUSSSSSSSSTIIIIIIIIIIIIII.
Este mantram se pronuncia mentalmente. O discípulo deve converter-se nesses instantes em um espia de seu próprio sono.


S

S
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA DO GUASGUIN. Para reconciliarmos com um inimigo. Esta planta se colhe durante o dia. Faz-se um círculo por cima da planta com uma vara. Pronuncia-se a letra S da seguinte forma: SSSSSSSSSSSSSSSSSS. Depois de haver passado saumério nesse pau com o fumo das ervas, bendizem-se com “água benta” dando três passes em cruz. Em seguida se perfuma com essência de rosa fina e com essência de heliotrópio e água de colônia. Os assistentes deverão guardar castidade e haver se limpado de larvas astrais; deverão pois, praticar magia sexual.

CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Sele sempre seus trabalhos mágicos, invocações, suplicas, cadeias de cura, etc., com esta Runa. Trace com a mão, com o dedo índice, estendido em zigzag do raio ao mesmo tempo que faz ressoar a letra SSSSSSSSSS como um silvo doce e aprazível.

MISTERIOS MAYAS
TIÁTIRA: chacra ANAHATA, região do coração. Cor: vermelho vivo.
Dentro deste centro há um espaço cor Azabache (pedra conhecida com tal nome, também conhecida como Âmbar Negro), hexagonal. Este chacra se relaciona com Vayú, Tatwa do ar. MANTRAM: SSSSSSSSSS. Quando se aprende a meditar neste centro se faz amo absoluto do ar e pode-se dissipar os furacões e governar os ventos a vontade.
Flutuar no ar é mais fácil que tomar um copo de água, é simples, basta com que o discípulo aprenda a meter-se no plano astral com seu corpo físico.

ROSA IGNEA
O S como mantram nos permite sair de nossa cova (o centro físico) e entrar no monte (o corpo ASTRAL). A vogal S é um mantram para sair em corpo ASTRAL. Adormeça o discípulo, fazendo ressoar com seus lábios o som doce e aprazível do S e quando já esteja em estado de transição entre a vigília e o sono, levante-se de sua cama e saia de seu quarto em direção à Igreja Gnóstica. Lá nós os ensinaremos e instruiremos na sabedoria divina. No entanto, devemos esclarecer a nossos discípulos que esta explicação que acabamos de ar deve traduzir-se em ação imediata. O estudante deve levantar-se de seu leito com tanta naturalidade como faria uma criança que soubesse ocultismo. Não é prática mental e deve traduzir-se em feitos concretos, como quando se levanta pela manhã ao tomar o desjejum. A vogal S tem um poder terrível.

PISTIS SOPHIA
S – é silvo doce e aprazível que Elias escutou no deserto e que Apolonius utilizou para abandonar o corpo físico à vontade, é profundamente significativo. Bem sabemos que Apolonius se envolvia com um manto de lã para praticar. Sentado, se concentrava no umbigo. Rogava a seu DEUS, lhe enviava o “S”, o silvo doce e aprazível, a voz sutil. Quando já escutava esse som que o grilo produz, abandonava o seu corpo físico à vontade.
Esse fino som vibra dentro do cerebelo na cabeça. Para escutar a voz sutil, necessita-se quietude e silencio mental. “S” é o raio, o fogo, e sem “O”, origo, principio ou espírito, seria impossível porque “S” é “O”, espírito.
“S”, fogo, também é “O” origo, o principio espírito.

ROSA IGNEA
11. O “S”, como mantra, permite-nos sair da nossa caverna (o corpo físico) e subir no monte (o plano astral).
12. A vogal S é mantra para saída em corpo astral.
13. Adormeça o discípulo, fazendo ressoar com seus lábios o som doce e aprazível do S. Quando já se encontre nesse estado de transição entre a vigília e o sono, levante-se da cama e saia do quarto rumo à Igreja Gnóstica.
14. Ali nós te ensinaremos e te instruiremos na Sabedoria divina.
15. Porém, temos de esclarecer aos nossos discípulos que esta explicação que terminamos de dar deve ser traduzida em ação imediata.
16. O estudante deve se levantar do leito com tanta naturalidade quanto à de um menino que nada soubesse de ocultismo. Não se trata de prática mental. Isso deve ser traduzido em fatos concretos, como quando alguém se levanta para o seu desjejum.
17. A vogal S tem um poder terrível.
18. A vogal S é a Runa SIG. Quando a vocalizamos, são produzidos raios na atmosfera interna, que têm poder para despertar a Kundalini.
19. A laringe criadora será o órgão sexual da futura e divina humanidade.
20. A garganta é um útero onde a palavra é gerada.
21. A Kundalini dá à laringe todo o poder onipotente do verbo criador.
22. O importante é aprender a menejar o principio feminino das forças solares.
23. As forças solares femininas são simbolizadas por uma águia com cabeça de mulher.
24. A magia sexual é o caminho...
25. Devemos realizar o Eu-Cristo em nós para falar o verbo criador, porém isso somente é possível quando se aprende a manipular o princípio feminino do sol...

LOGOS MANTRAM TEURGIA
O estudante pode adormecer vocalizando a letra S, como um silvo doce e aprazível, assim: SSSSSSSSSSSSSS...
Com a vocalização desta letra, adquirirá a capacidade de fazer ressoar em seu cerebelo a voz sutil, o som Anahat, a vontade, o qual lhe permitirá sair conscientemente em corpo ASTRAL.

EL LIBRO AMARILLO
O Kriya de Babaji, o Cristo Yogui da Índia, ensina o poder da letra S (o silvo doce e aparazivel). Atrás do silvo muito fino, que o yogui sabe produzir com sua boca, está a voz sutil, um silvo ainda muito mais fino, que quando ressoa no cerebelo confere ao yogui o poder de sair instantaneamente em corpo ASTRAL.
Todos aqueles devotos que estejam trabalhando com o KUNDALINI, não devem deixar de praticar com o S. O S entoada assim: SSSSSSSSSSSS...., como um silvo muito fino, transmuta o licor seminal em fogo sagrado do KUNDALINI.

MISTERIOS DEL FUEGO. LECCION VIII
1. Este chacra exerce completo controle sobre o plexo cardíaco.
2. Sua cor é de fogo vivo.
3. Dentro deste maravilhoso chacra existe, realmente, um espaço hexagonal de cor de azabache (cor da pedra ônix negra).
4. Este chacra está intimamente relacionado com o Tatwa Vayú.
5. A Deidade reitora deste chacra é Isha, e com a Devota Kakini regem e governam este chacra.
6. O Lingha Bana está intimamente relacionado com o Anahata.
7. O chacra Muladhara está intimamente relacionado com o Lingha Swayambhu.
8. O som Anahata ou o som de Shabda Brahman ressoa neste maravilhoso chacra do nadi Sushumna.
9. Este som maravilhoso é o som do Fohat.
10. O som do Fohat é a letra S, que se vocaliza assim: SSSSSSSSSSS... como um silvo doce e aprazível.
11. O yogui que aprende a meditar neste chacra se fará amo absoluto do Tatwa Vayú, e poderá dissipar os furacões e governar os ventos à vontade.
12. Alguns yoguis dizem que meditando neste chacra pode-se flutuar no ar e introduzir-se no corpo de outro.
13. Indubitavelmente flutuar no ar ou meter-se no corpo de outra pessoa pode ser feito por qualquer um, ainda que até agora seja um principiante nestes estudos.
14. Flutuar no ar é mais fácil que tomar um copo de água.
15. O segredo é muito simples: bastará que o discípulo aprenda a meter-se com seu corpo físico no plano astral.

EL LIBRO AMARILLO
O Kriya de Babaji, o Cristo Yogui da Índia, ensina o poder da letra S (o silvo doce e aparazivel). Atrás do silvo muito fino, que o yogui sabe produzir com sua boca, está a voz sutil, um silvo ainda muito mais fino, que quando ressoa no cerebelo confere ao yogui o poder de sair instantaneamente em corpo ASTRAL.
Todos aqueles devotos que estejam trabalhando com o KUNDALINI, não devem deixar de praticar com o S. O S entoada assim: SSSSSSSSSSSS...., como um silvo muito fino, transmuta o licor seminal em fogo sagrado do KUNDALINI. O canto mântrico do Anjo Aroch, e o silvo doce e aprazível, são urgentes para despertar o KUNDALINI. Todos aqueles que estejam trabalhando com o KUNDALINI, não devem esquecer da letra S.
Saibam amados, que a letra S tem o poder de transmutar o licor seminal em distintos valores energéticos. O licor seminal deve transmutar-se em sete tipos de energia escalonada, os sete graus de poder do fogo. A letra S deve fazer-se ressonar como um silvo doce e aprazível. Apertam-se os dentes de cima com os de baixo, para dar esse silvo finíssimo e muito delicado. Essa é a voz sutil que o yogui deve aprender e manejar.


SANA
EJERCICIOS DE LAMASERIA
Em tais momentos, deve identificar-se com o Logos, com o Espírito Santo e de forma tremenda, imperiosa, ordenar ao órgão que está enfermo dizendo-lhe: SANA, SANA, SANA; TRABALHA, TRABALHA, TRABALHA, com fé verdadeira, com energia, com coragem, falar a este órgão, pois, que tem que sanar forçosamente.
Há que se concentrar decididamente em cada célula do órgão que está enfermo, em cada átomo, em cada molécula, em cada elétron do órgão enfermo, ordenando-lhe que trabalhe, que se Sane, que se cure e profundamente concentrado no Logos, plenamente identificado com o Espírito Santo que nesses momentos está fazendo a cura, sanando o órgão enfermo, assim, esse órgão terá que sanar, terá que se curar, isso é obvio.


S M HON
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
ENFERMIDADES NO CORPO MENTAL
O Corpo Mental é um organismo material que tem sua anatomia e sua ultra-fisiologia oculta. O mantram para curar as enfermidades do Corpo Mental é: “S M HON”
o “S” se pronuncia com um som sibilante, agudo semelhante ao que produz os freios de ar comprimido, assim: SSSSSSSSSSSS......
O “M” se pronuncia como se estivesse imitando o mugido de um boi: MMMMMMMMM....
O “H” é como um suspiro profundo. A sílaba “ON” se pronuncia alargando o som do “O” e do “N”, assim: OOOOOOONNNNNNN...
Este mantram se pronuncia por uma hora diária. O discípulo deverá invocar ao Arcanjo Raphael, diariamente, e a Hermes Trismegisto solicitando a cura do Corpo Mental.
Quando as enfermidades do corpo mental se cristalizam no cérebro físico, então se produz a loucura.
Nós estudamos nos mundos supra-sensíveis a anatomia e fisiologia dos corpos internos do homem.


SAL TUL UL
MANIFESTO GNOSTICO 1972
Inicia-se a reunião de Terceira Câmara fazendo cadeia para irradiar amor à humanidade pronunciando as palavras ritualísticas: “Que todos os seres sejam felizes, que todos os seres sejam ditosos, que todos os seres estejam em paz”. Depois se dá forma aos mantrans “SAL TUL UL”. (Estas palavras mágicas são exclusivas de terceira câmara).

MANIFESTO GNÓSTICO 1971
Inicia-se a reunião de Terceira Câmara fazendo cadeia para irradiar amor à humanidade pronunciando as palavras ritualísticas: “Que todos os seres sejam felizes, que todos os seres sejam ditosos, que todos os seres estejam em paz”. Depois se dá forma aos mantrans “SAL TUL UL”. Estes mantrans somente em sacra reunião produz resultados.
Depois se sentam os irmãos e começa a cátedra esotérica; tendo por base MENSAGENS DE NATAL.
Passada a cátedra seguirá a meditação de acordo com as técnicas que temos ensinado nas mensagens.
Conclui-se a reunião com a cadeia de amor, palavras rituais: “Que todos os seres sejam felizes, que todos os seres sejam ditosos, que todos os seres estejam em paz”. Logo vem os mantrans “SAL TUL UL”.


SENOSAN GORORA GOBER DON
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 5
Um grande amigo nosso, quem se dedica a Astrologia Cientifica, nos narrava certo dia, o caso de um homem que, quando era posto na prisão, desaparecia misteriosamente, burlando a vigilância de seus guardiões. Era inútil encerrá-lo na prisão!
E resultava inútil sujeitá-lo com cadeias, porque sempre se livrava delas e... Desaparecia! Este homem travou amizade com o astrólogo, e ao fim, não teve inconveniente em revelar a este, a chave respectiva, o valioso segredo. Vejamos:
Sobre um grande pão se escrevem os seguintes mantrans: SENOSAN GORORA GOBER DON. Logo o estudante come o pão. Tem que escrever essas palavras mântricas dispostas em forma de cruz, com lápis, ou com tinta, etc.
A distribuição dita ficará assim Em posição horizontal, SENOSAN GORORA. E verticalmente, GOBER DON. Estas de cima para baixo. E passando perpendicularmente pelo espaço que deixam entre si as duas primeiras palavras sagradas.

MISTERIOS MAYAS
Os grandes iniciados mayas vivem, dentro da Quarta Vertical ou Quarta Dimensão. Ali tem seus Templos e cidades maravilhosas. Se queremos investigar isto, aqui está a chave precisa para fazê-lo.
Em um pão grande se escreve o seguinte mantram: SENOSAN GORORA GOBER DON tal como aparece escrito abaixo:
G
O
B
E
R
SENOSAN GORORA
D
O
N

Logo se come o pão. As palavras mântricas se escrevem em cruz, com lápis ou tinta. Quando investigamos esta chave nos mundos superiores, para conhecer o valor cientifico e esotérico de dita chave obtivemos o seguinte:
Os irmãos investigadores, em grupo, adormecemo-nos vocalizando o mantram e o resultado foi surpreendente. Quando abandonamos o Corpo Físico e entramos no astral vemos então o mar. Um terrível Deus do Mar, fez estremecer até as profundidades, que no mar, se formaram ondas etéricas que girando concentricamente ameaçavam a precipitar-se até onde nós estávamos.
Aquele Deus Terrível, havia provocado o torvelinho elétrico, o furacão etérico, a força pavorosa para precipitar-se no lugar onde havíamos deixado o Corpo Físico. Quando nós pronunciamos o Mantram SENOSAN GORORA GOBER DON, esse Deus inefável concorre a nosso chamado e submerge o Corpo Físico dentro da Quarta Dimensão.


SILVO, E, R, S
MISTERIOS DEL AUREO FLORECER
Depois que compreendi a fundo todos esses processos da humana Psiquis, o abate nos mundos superiores fez-me entrega da segunda parte da chave régia.
Certamente foi esta uma serie de mântricos sons com os quais pode-se de forma consciente e positiva realizar a projeção do EIDOLON.
Para o bem de nossos estudantes Gnósticos convém estabelecer de forma didática a sucessão inteligente destes sons mágicos.
A) Um silvo longo e delicado semelhante ao de uma ave
B) Entoação da vogal “E” (eeeeeeeeeeee) alongando o som com a nora “RE” da escala musical.
C) Cantar o “R” fazendo-o ressoar com o “Si musical” imitando a voz de criança de forma aguda. Algo semelhante ao som agudo de um moedor ou motor demasiado fino e sutil (rrrrrrrrrrrrrrrrrrr).
D) Fazer ressoar o “S” de forma muito delicada como um silvo doce e aprazível (ssssssssssssss).
Esclarecimento: o ponto “A” é um silvo real e efetivo. O ponto “D” é somente semelhante a um silvo....
ASANA. Deite-se o estudante gnóstico na posição de homem morto: decúbito dorsal (boca para cima).
Abra as pontas dos pés de forma de leques, tocando os calcanhares.
Os braços ao longo do corpo. Todo o veiculo físico bem relaxado.
Adormecido o devoto em profunda meditação cantará muitas vezes os mágicos sons.
ELEMENTAIS.
Estes mantrans se encontram intimamente relacionados com o departamento elemental das aves e é ostensível que estas últimas assistirão o devoto ajudando-lhe efetivamente no trabalho do desdobramento.


SOLIN SALA RA
TRADICIONES DE LOS ESTUDIANTES DE GNOSIS
Nota do editor. Em nenhum livro do V.M. Samael Aun Weor se encontram este mantram, mas no entanto os estudantes que estiveram com o mestre asseguram que o entregou em uma liturgia antiga e que é mantram para invoca aos extraterrestres.


SOLU SUGI SIG
ROSA IGNEA. CAP. 31.
5. O Nome esotérico do Kundalini é SOLU-SIGI-SIG.
6. Este é também o nome do Sol Central.
7. Estas letras podem também ser vocalizadas na seguinte ordem: Ssssss-uuuuuu-Luuuuuu... Sssssss-Iiiiiiiii-ggggggg-iiiiiiii...
Ssssss-iiiiiiii-gggggg...
8. Vocaliza-se letra por letra, alongando-se o som de cada letra, tal como
indicamos antes.
9. O importante é prolongar o som de cada vogal. A letra S soa com um silvo
doce e aprazível. A Bíblia fala desse silvo doce e aprazível nos seguintes
versículos:
10. “E ele disse: Sai fora e põe no monte diante de Jeová. E eis aqui que
passava Jeová, e um grande e poderoso vento que fendia os montes e
quebrava as penhas diante de Jeová, mas Jeová não estava no vento. E, após
o vento, um terremoto, mas Jeová não estava no terremoto. E após o
terremoto um fogo, mas Jeová não estava no fogo. E após o fogo um silvo
aprazível e delicado. E quando Elias o escutou, cobriu seu rosto com seu
manto e parou-se à entrada da caverna. E eis que veio a ele uma voz
dizendo: Que fazes aqui, Elias?” (Versículos 11 a 13. Capítulo 19. Reis).


SUA E PAS
LOGOS MANTRAM TEURGIA
Aos cães furiosos se lhes afugenta com os mantrans: SUA. Também com o mantram: PAS. Aos burros com a vogal “O”.


SUIRA
EL PODER DE LOS MANTRANS
Outro mantram também muito importante para o desenvolvimento da divina clarividência é o mantram SUIRA.
Este mantram se vocaliza assim:
SSSSSSSSSUIIIIIIIIIII... RRRRRRRRRRRRAAAAAAAAAAAAA...
Podem vocalizar este mantram meia hora diária. O importante é não cansarem-se, o importante é a tenacidade. É urgente que cada um de nós aprenda a ser tenaz.
Assim é irmãos como vocês lograrão suas faculdades. É indispensável que sejam constantes, é indispensável que tenham fé, é necessário que tenham profunda devoção interior.


SUIRA SUERA SUORA SUURA SUARA
LOGOS MANTRAM TEURIGA. CAP. VII
QUARTA SÉRIE DE MANTRANS:
SUIRA – CLARIVIDÊNCIA
SUERA – CLARIAUDIÊNCIA
SUORA – INTUIÇÃO: CHACRA DO CORAÇÃO
SUURA – TELEPATIA, PLEXO SOLAR
SUARA – MEMÓRIA DAS VIDAS PASSADAS. CHACRAS PULMONARES.
VOCALIZAÇÃO
Fixe-se, o estudante, na acentuação das vogais que formam a quarta coluna, e na acentuação do A, em cada mantram.
No sublime SUARA, segundo os Vedas, está contido o silencioso GANDARVA, Musico Celeste. Com estes mantrans da quarta série, se conduz o fogo do plexo solar a cada um dos chacras do corpo astral.
Insistimos, as primeiras sílabas mantricas desta série: SUI, SUE, SUO, SUU, SUA, se vocalizam com entoação de ditongo acentuado na última vogal, a qual se prolongará largamente.
E a sílaba RA, de cada um destes mantrans, se vocaliza dando ao R, a entonação explicada no cap. IV, e a vogal desta sílaba RA, se prolonga largamente.

MATRIMONIO PERECTO. CAP. XIX
O CHAC MOOL
O Chac Mool do México Asteca é maravilhoso. Realmente o Chac Mool existiu, foi um adepto Encarnado, um dos Grandes Iniciados da poderosa civilização Serpentina do antigo MÉXICO e da Grande Tenochtitlán.
O sepulcro de Chac Mool foi achado e seus restos encontrados. Assim é fora de toda duvida de que Chac Mool existiu realmente. Se observa a figura em que está deitado o Chac Mool, veremos que está deitado na mesma posição em que sei deitavam os Iniciados Egípcios quando queriam sair em corpo astral pronunciando o mantram FA-RA-ON. Contudo, oalgo curioso aparece no umbigo de Chac Mool: é um recipiente como para receber algo. Realmente o Plexo Solar é maravilhoso e o Chac Mool deixou a humanidade um grande ensinamento.
O Kundalini ou Serpente Ígnea de nossos Mágicos Poderes, tem um grande depósito de Energia Solar na Região do Umbigo, no Chacra do Plexo Solar. Este Centro Magnético é muito importante na Iniciação porque é ele quem recebe a energia primária que se subdivide em Dez Radiações, esplendorosas. Dita energia primaria circula pelos Canais Nervosos Secundários animando e alimentando todos os chacras. O Plexo Solar está governado pelo Sol. Se o estudante quer ter uma vigorosa clarividência realmente objetiva no sentido mais completo da palavra, deve aprender a levar a Energia Solar desde seu deposito do Plexo Solar, até o Chacra Frontal. O mantram SUI-RA é a chave que nos permite extrair energia solar do plexo do sol para levá-la ao Centro Frontal. Vocalize assim SUIIIIIIIIIIII RRRRRRRAAAAAAAAA. Uma hora diária, o resultado será o despertar do Chacra Frontal de forma positiva. Se queremos força solar para o chacra Laríngeo, vocalizemos o mantram SUE-RA, assim: SUEEEEEEEEE RRRRRRRRRRRAAAAAAAAA. Se necessitamos energia solar para o loto do coração vocalizemos o mantram SUO-RA, assim: SUOOOOOOOOOO RRRRRRRRRRRRRAAAAAAAAA. Tudo se resume no Grande SUA-RA, de onde segndo os Vedas e os Sastras, se encontram o Silenvioso Gandarva (Musico Celeste). É necessário saber utilizar a energia solar depositada no Plexo Solar. Convém que os aspirantes a Iniciação se deitem em decúbito dorsal, os pés sobre a cama, joelhos levantados,. (Veja figura de Chac Mool). É claro que ao por as solas dos pés sobre a cama, os joelhos ficam levantados, dirigidos ao céu, até Urânia.
O aspirante nesta posição se imaginará que a Energia do Sol penetra por seu Plexo Solar fazendo vibrar e rodar da esquerda para a direita como os ponteiros de um relógio quando o olhamos de frente. Este exercício pode ser feito uma hora diária. O mantram básico deste Centro Magnético é a vogal U. Esta vogal pode ser vocalizada alargando o som assim: UUUUUUUUUUUUUUU. Um Plexo Solar bem desperto anima a todos os Chacras do organismo maravilhosamente. Assim nos preparamos para a Iniciação.


SAW-RA
MISTERIOS DEL FUEGO. CAP. 3
24. Logo do mantram SWA-RA se forma o sublime SWARA do qual se diz no versículo 15 do ZHIVAGAMA. “No SWARA estão os Vedas e os Zastras (Livros Sagrados dos Hindus). No SWARA estão os Três Mundos. O SWARA é o reflexo de Parabrahman (o Único Todo Absoluto). Por isso alguns autores exclamam: SWARA é a Vida, e adicionam: SWARA é a música...” (pa. 72 de Bioritmo por Huiracocha, Dr. Arnold Krumm Heller).
25. SWARA forma depois a base dos Tatwas, já que estes são as Cinco Modificações do Grande Alento (Bioritmo).
26. Agora bem, esse Grande Alento é o Cristo Cósmico, Avalokitesvara, Kwan Yin, a Voz Melodiosa, o Exercito da Voz, cujo chefe é um Paramarthasatya conhecido na humanidade com o nome de JESUS CRISTO.



T

TA TE TI TO TU
TAROT Y KABALA. CAP. 43
SINTESE
Nossos discípulos solteiros de ambos sexos podem praticar transmutando sua Energia Sexual com a Runa Olin.
PRÁTICA
1. Em posição de pé firme, o discípulo fará varias inspirações e exalações rítmicas.
2. Conforme inspira o ar, deve unir sua imaginação e sua vontade em vibrante harmonia, para fazer subir a Energia Sexual pelos dois cordões ganglionares da Medula até o Cérebro, entrecenho, pescoço e coração, em sucessiva ordem.
3. Logo o discípulo exalará o alento imaginando firmemente que a Energia Sexual se fixou no Coração.
4. Ao exalar o alento o discípulo vocalizará o mantram “THORN” assim: THOOOOOOORRRRRRRRNNNNNNNNNNNNN
5. Com as práticas da Runa Olin, devemos realizar vários movimentos dos braços
6. O discípulo deve colocar a mão direita na cintura.
7. Estenderá ambas mãos para o lado esquerdo, a mão esquerda um pouco mais elevada que a direita, estirando os braços, formando um ângulo agudo com o tronco.
8. Coloque ambas mãos na cintura.
Assim é como nossos discípulos solteiros de ambos sexos podem transmutar sua Energia Sexual.
As Energias Sexuais também se transmutam com o Sentido Estético, com o Amor à Música, à Escultura, e com as grandes caminhadas, etc.
O solteiro que não queira ter problemas sexuais, deve ser absolutamente pura em pensamento, em palavra e em obra.

ROSA IGNEA. CAP. 31.
26. No entanto, sabemos que a magia sexual é muito árdua e difícil para os homens de vontade débil. Por isso, recomendamos aos nossos discípulos primeiro praticar os exercícios da Runa TORN para adquirir a força de vontade necessária para manipular com heroísmo a magia sexual.
27. O discípulo realizará este exercício pondo sua mão direita sobre a cintura para em seguida vocalizar as sílabas TI TE TO TU TA. O som de cada vogal deve ser alongado. Depois, vocalizará o mantram TORN, assim: TOOOOOORRRRRRRRNNNNNN...
28. Praticando-se diariamente este exercício, o discípulo adquirirá uma poderosa força de vontade com a qual poderá praticar a magia sexual e dominar o animal passional.
29. Simboliza-se a força de vontade com a coroa de espinhos do Nazareno.
30. Há que se golpear fortemente o duro pedernal para fazer saltar a chispa da imortalidade.
31. A força de vontade é a tremenda força do sacrifício; a coroa de espinhos do Mestre.
32. A vontade e o movimento da Kundalini estão intimamente unidos.
33. A força de vontade é simbolizada pela Runa ESPINA e o movimento é simbolizado pelo signo OLIN dos mexicanos astecas.
34. As Runas ESPINA e MOVIMENTO encerram o segredo da nossa liberação.
35. Há que se ter força de vontade para se pôr a Kundalini em movimento.
36. As hierarquias relacionadas com o departamento elemental dos cedros têm o poder de abrir a porta de OLIN.
37. Essa porta está situada no orifício inferior da medula espinhal e por ela entramos nos grandes mistérios do fogo.
38. O mantram para se abrir essa porta é TORN, o qual se pronuncia alongando-se o som de cada vogal, assim: TOOOOOOORRRRRRRRRNNNNNNNNN...
39. O mantram TORN tem o poder de pôr o akasha puro em movimento a fim de despertar a Kundalini e fazê-la subir através das 33 vértebras da coluna espinhal.
40. Esse mantram tem o poder de reforçar o akasha puro dentro do nosso cordão Brahmânico.
41. OLIN, o signo sagrado dos índios astecas, é a porta de entrada aos grandes mistérios do fogo.
42. Faz-se os exercícios de OLIN colocando-se o braço direito na cintura. Depois, baixa-se o braço direito mantendo-se ambos os braços baixos do lado esquerdo. Por último, põe-se ambos os braços na cintura enquanto se vocaliza o mantram Torn.
43. Vocaliza-se fazendo-se inalações e exalações de ar puro com a intenção de levar o Cristo vital a cada um dos sete corpos.


TAI-RE-RE-RE
MATRIMONIO PERFECTO DE KINDER
A Santa Igreja Gnóstica, situada no ASTRAL pode concorrer à humanidade inteira. Ali se oficia nas “Viernes” e Domingos pela aurora, ou quando se necessita fazer bem a humanidade, muitos concorrem ao “Pretor” em corpo ASTRAL, outros com o corpo físico como já dissemos, em estado de Jinas.
Naturalmente o que queira aprender a viajar em seu corpo astral para concorrer ao “Pretor” ou o que queira aprender a viajar com seu corpo físico em estado de Jinas para assistir ao Templo, terá que aprender a fazê-lo. Para efeito, necessita-se que o discípulo tenha fé e tenacidade, pois há muitos que aprendem isto no mesmo dia, e há outros, em meses e até anos inteiros para aprender o que outros fazem em um dia. Tudo depende da evolução do individuo.
A chave para sair em corpo ASTRAL é muito simples, basta adormecer pronunciando o poderoso mantram (isto é, as palavras mágicas) TAI-RE-RE-RE, a pontuação exata indica o modo de sua pronúncia.
E logo quando o discípulo já se encontra nesse estado de transição entre a vigília e o sono, se adentrará profundamente dentro de si mesmo por meio da deflexão, e logo suavemente se levantará de seu leito.
Em seguida voará rumo a Igreja Gnóstica situada no Astral.

LOGOS MANTRAM TEURGIA
Ou de outra maneira, o discípulo adormecerá vocalizando este mantram: TAI-RE-RE-RE.
Deve cantar este mantram acentuando fortemente a vogal A, assim: TAAAAAIII...
As três silabas restantes, se vocalizam dando ao E, um som acampanado, melodioso, prolongado. O R não se faz vibrar, senão que só se pronuncia de uma maneira simples.
REEE... REEE.... REEE...
A sílaba TAI, se canta em tom profundo.
A repetição de RE, em tom mais alto que TAI.
Quando o discípulo já esteja adormecendo, quando se encontra nesse estado preciso de transição entre a vigília e o sono, deverá levantar-se de sua cama sem vacilações, sem preguiça, sem duvidas, sem racionamentos, com naturalidade, de forma refletiva instintiva, automática e absolutamente infantil... Observar às Aves, elas quando vão voar, não raciocinam para isto, não abrigam dúvidas, nem preconceitos, senão que voam instintivamente, diríamos automaticamente. Desta maneira deve proceder o discípulo. Imitar as aves. Deve levantar-se, pois, do leito e sair do quarto. E dirigir-se a qualquer rincão do infinito, ou aonde quiser.
Quando dizemos que o estudante deve levantar-se do leito, traduza-se isto em feitos efetivos e imediatos, sem dar lugar a pensamentos.


TALITA CUMI
APUNTES SECRETOS DE UM GURÚ
“TALHITA CUMI” disse Cristo quando verificou um trabalho de ressurreição. “TALHITA CUMI” é um mantram para ressuscitar mortos.

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
Outro mantram muito interessante que o Cristo ensinou para curar enfermos e ressuscitar mortos foi: “TALHITA CUMI”, difícil. A ressurreição somente é possível quando o cordão prateado não está danificado. Nesses casos se insufla calor nos lábios do cadáver. Toma-se o defunto pela mão e logo se pronuncia o mantram TALHITA CUMI, e se chama três vezes por seu nome.
Este elevadíssimo trabalho mágico somente é possível quando a lei o permite.


THORN
ROSA IGNEA
As Jerarquias relacionadas com o departamento elemental dos Cedros têm o poder de abrir a porta de Ollin.
Essa porta está situada no orifício inferior da medula espinhal e por ela entramos nos grandes mistérios do fogo.
O mantram para abrir essa porta é THORN, que se pronuncia alargando o som de cada vogal, assim: TOOOOOOOOORRRRRRRRRRNNNNNNNN...
O mantram THORN tem o poder de por em movimento o Akasha Puro, para despertar o KUNDALINI e fazê-lo subir através de cada uma das trinta e três vértebras de nossa coluna espinhal.
Este mantram tem o poder de reforçar o Akasha Puro, dentro de nosso cordão Brahmanico.
Ollin, o signo sagrado dos índios astecas, é a porta de entrada aos grandes mistérios do fogo.


TELEMA
APUNTES SECRETOS DE UN GURÚ
O gozo de NOUS é de hálito de Deus, e por ele nunca pode ser mau. “O gozo sexual de NUS é um gozo legitimo do homem, porém há que aprender a brinda a NUS sem prejudicarmo-nos. Nossa divisa é “TE-LE-MA”.
Esta palavra é o nome mântrico da “Vontade”. Sim, vá aonde a mulher não esqueça o látego, exclama Frederico Nietzsche. Esse látego é o látego da vontade. Esse é o látego que nos permite dominar a besta e gozar de NUS sem prejudicarmo-nos. NUS nos converte em deuses, por ele o Mestre levantando o cálice exclama....

TETRAGRAMMATON
TAROT Y KABALA
O Tetragrammaton é um mantram de imenso poder sacerdotal.
...
Os Princípios Masculino e Feminino se conjugam no Santo e Misterioso Tetragrammaton, nome esotérico que não deve ser pronunciado em vão e que está relacionado com as letras do Nome do Eterno em HEBREU. HE VAU HE IOD (símbolos Hebreus que se lêem ao contrário).
...
Do Ain Soph (o Átomo Super Divino) emanam KETHER, CHOKMAH E BINAH, a Coroa da Vida, o resplandecente Dragão da Sabedoria.
Quando chegar a Grande Noite Cósmica, o resplandecente Dragão da Sabedoria se absorverá dentro do Ain Soph... Aí está a Trindade absorvendo-se dentro da Unidade! Aí está o Santo Quatro, o Tetragrammaton dos kabalistas...
O Tetragrammaton é um mantram de imenso poder sacerdotal.

LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 1
O SANTO QUATRO
O resplandecente Dragão da Sabedoria é a Coroa da Vida, é aquele Raio do qual emana o ÍNTIMO, a MÔNADA. O resplandecente Dragão da Sabedoria é Triuno. João havia lido que a Trindade dentro da Unidade formava o Santo Quatro, o TETRAGRAMMATON. Porém, apesar de havê-lo lido, não o havia compreendido totalmente. Somente havia penetrado com o entendimento o que é a Trindade. Contudo faltava algo mais. Queria completar aquele do Santo Quatro!...
O AIN SUPH OU AIN SOPH
E outra noite, João cheio de êxtase abandonou todo desejo, todo pensamento, toda vontade, toda consciência, e toda ideologia, e todo preconceito, e como um hálito, saiu de seu corpo físico... Pela glândula pineal. Então viu-se a si mesmo, convertido em um átomo branco, imaculado, inefável, divino! Esse átomo é o AIN SUPH.
Desse átomo inefável emanam o PAI, o FILHO e o ESPÍRITO SANTO. Quando chegara Grande Noite Cósmica, o resplandecente Dragão da Sabedoria de todo homem se absorverá dentro do AIN SOPH... Aí está a Trindade absorvendo-se dentro da Unidade! E aí está o Santo Quatro, o TETRAGRAMMATON dos kabalistas.

PENTAGRAMA ESOTÉRICO
A palavra TETRAGRAMMATON é bastante interessante. “TETRA” é a Trindade dentro da Unidade da Vida. TETRAGRAMMATON é exatamente o Quatro, porque o Pai é o número um, o Filho é o dois, e o Espírito Santo é o três, emanam de AIN SOPH, isto é, da Estrela Interior que sempre nos sorriu, e os três, emanando de AIN SOPH, formam o Quatro: o TETRAGARMMATON.
Esta palavra, TETRAGRAMMATON, é mântrica. Alguma vez quis experimentar com o TETRAGRAMMATON, o vocalizei nos mundos superiores de consciência cósmica e então muitos inefáveis, dos nove céus (Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno), emergiram para ver o que acontecia, como se dissessem: “Porque pronunciaste o nome do Eterno em vão?”. Fiquei mudo, senti-me perplexo, confuso.

TRATADO ESOTERICO DE TEURGIA
Encontrava-nos frente ao espantoso e terrível Chavajoth! Estendendo a mão direita até aquela besta maligna e sedutora, com grande voz a conjuramos dizendo:
Em nome do TETRAGRAMMATON, eu te conjuro, Chavajoth!


TE VIGOS COSILIM
LA REVOLUCIÓN DE BEL. CAP. 17
Ai daquele ousado que se atreva a chamar ao príncipe dos demônios sem estar devidamente preparado! Ai do atrevido, porque morreria debaixo das garras da horrível besta! Entretanto o Mago bem disciplinado, firme como guerreiro, estendia sua mão direita até o príncipe dos demônios e o conjurava com as seguintes palavras: “Em nome de Júpiter. Pai dos Deuses, eu te conjuro! TE VIGOS COSILIM”... E o monstro então ficava apavorado.

TRATADO ESOTÉRICO DE TEURGIA. CAP. 2
Submergimo-nos nessas regiões atômicas onde habitam os Príncipes das Trevas. Observando atentamente, notamos que alguém se dirigia em nossa direção com passo firme e decidido. Era Chavajoth! Aquele sinistro personagem se revistiu com sua túnica de cor sangue e se dirigiu a nós. Então o conjuramos dizendo-lhe assim:
“Em nome de Júpiter, Pai de todos os Deuses, eu te conjuro, Chavajoth, TE VIGOS COSILIM”. Estes mantrans são de um efeito tremendo. Chavajoth, como ferido por um raio mortal, levanto o braço como para se defender.

TRATADO ESOTÉRICO DE TEURGIA. CAP. 5
Ao fim, na metade da caverna apareceu um estranho personagem negro como o carvão. Um personagem gigantesco, tenebroso e horrível. Estendendo à nós a mão direita até aquele monstro horrível, dissemos:
“Em nome de Júpiter, Pai de Todos os Deuses, eu te conjuro, Andrameleck! TE VIGOS COSILIM”.
O resultado foi formidável. Aquele demônio, ferido de morte pelo raio terrível da Justiça Divina, ficou sob nosso domínio.


TIANA PANA
LOGOS MANTRAM TEURGIA. CAP. 13
Isto é algo de língua universal a qual falam todos os habitantes do Éden. E é o idioma em que se expressava antigamente a humanidade divina, até o instante em que foi jogada para fora do “Jardim das Delicias”. Outro exemplo, “A paixão de nosso Senhor Jesus Cristo”, se expressava assim: TIANA PANA.


TISANDO
MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
MAGIA DO “GUALANDAY” (JACARANDÁ-MIMOSO)
O elemental do “Gualanday” (jacarandá-mimoso) tem túnica de cor verde escuro, e pertence à sabedoria da serpente. Recordo que nos tempos em que a América do Sul estava unida com os submersos continentes de Atlântida de Lemúria, um caso muito interessante: Uma jovem índia, prometida a um galã da mesma tribo, sofria horrivelmente a conseqüência de ressentimentos que ameaçavam frustrar o convenido matrimonio. Como medico mago da tribo que era, fui consulto pela amarga mulher, a quem prometi ajudar, e operei em seguida com o elemental do Gualanday, da seguinte forma: À saída do Sol, com o rosto para oriente, a cabeça coberta com um manto, aproximei-me do Gualanday. Feito o conhecido ritual, colhi dois de seus ramos simbolizando aos noivos. São um ramo em cada mão e de frente para o lugar onde morava o noivo, pronunciei por três vezes o mantram do Gualanday: TISANDO, TISANDO, TISANDO.
Ordenei ao elemental transportar-se à residência dos noivos, concluir os ressentimentos e harmonizar a parceira, e não se separasse do trabalho até que não se cumprisse o mandato.
Realizada a operação, coloquei os ramos de Gualanday sobre os troncos de pau, no pescoço, açoitei os ramos contra os troncos até desprender as folhas; entreguei estas a noiva para que fosse cozinhadas com os alimentos do noivo. A parceira se desposou em pouco tempo e foram felizes. Nada mais eficaz para destruir os ressentimentos dos casados, que o ritual de Gualanday.
O elemental desta árvore pertence à sabedoria da cobra, e se deve invocar e ordenar imperiosamente assim TISANDO, trabalha intensamtente. TISANDO, cure o enfermo, sane o fígado. TISANDO, harmonize o matrimonio (tal), conclua seus ressentimentos, etc.
Não se pode esquecer do ritual no instante de colher a planta, bendizendo-a e ordenando-a o que se deseja. Quando esteja fervendo a água do cozimento, se repetirão as bendições e as vocalizações do mantram “TISANDO”.
Dose: Para curar o fígado, tome três copos diários do cozimento, antes das comidas, durante quinze dias.


TOLIPHANDO
MAGIA ELEMENTAL DEL ESTORAQUE
270. O Estoraque simboliza a sabedoria da justiça.
271. O mantram desta árvore é TOLIPHANDO
272. O departamento elemental do Estoraque está intimamente relacionado com aquelas atividades do karma.
273. O departamento elemental do Estoraque está dirigido pelos senhores do karma.


TON SA HAM TON RA HAM
LIBRO AMARILLO. CAP. 7
1 - Sente-se o devoto em uma cadeira, com o rosto para o Oriente.
2 - Faça muita oração, rogando à Divina Mãe que lhe desperte a Kundalini.
3 - O peito, o pescoço e a cabeça deverão estar em linha vertical. Não se deve dobrar o corpo para os lados, nem para frente ou para trás. As palmas das mãos devem descansar sobre as pernas em forma muito natural.
4 - A mente do devoto deve estar dirigida para dentro, para a Divina Mãe, amando-a e adorando-a.
5 - Feche os olhos para que as coisas do mundo físico não o distraiam.
6 - Tape a fossa nasal direita com o dedo polegar (Damas), vocalizando mentalmente o mantram "TON", ao mesmo tempo em que respire ou inale muito lentamente o ar pela fossa esquerda.
7 - Feche agora a fossa nasal esquerda com o dedo índice. Retenha o alento. Envie o Prana aos órgãos sexuais para ativar as energias e pronuncie mentalmente o mantram "SA"...
8 - Exale lentamente pela fossa nasal direita vocalizando mentalmente o mantram "HAM" e imagine as energias subindo pelos dois canais simpáticos até o cérebro e depois descendo até o coração.
9 - Tape agora a fossa nasal esquerda com o dedo índice.
10 - Inale a vida, o Prana, pela fossa nasal direita, vocalizando mentalmente o mantra TON. Retenha o alento vocalizando o mantram "RA". Feche as duas fossas nasais com os dedos índice e polegar. Envie o Prana ao centro magnético do cóccix para despertar a Kundalini.
11 - Exale muito lentamente pela fossa nasal esquerda, vocalizando mentalmente a sílaba mântrica "HAM", e imagine as energias subindo pelos dois canais simpáticos até o cérebro e depois descendo até o coração.
12 - Isto constitui um Pranayama completo.
13 - Seis (6) Pranayamas seguidos devem ser realizados ao amanhecer e ao anoitecer.
14 - O devoto levantar-se-á de sua cadeira e ajoelhará no chão.
15 - Colocará agora as palmas das mãos no solo, com os polegares se tocando.
16 - Inclinado para diante, prostrado em terra, cheio de suprema veneração, com a cabeça para o Oriente, apoiará sua testa sobre o dorso das mãos, ao estilo egípcio.
17 - O devoto vocalizará agora com sua laringe criadora o poderoso mantram "RA", dos egípcios.
Esse mantra se vocaliza alongando o som das duas letras que o compõem, assim: RRRRRRRRAAAAAAA. Vocalize sete vezes consecutivas.
Estes são os dezessete pontos do Pranayama Egípcio. O mantram RA tem o poder de fazer vibrar a Kundalini e os chacras para despertá-los. Os mantrans do Pranayama são: TON - SA - HAM -TOM - RA - HAM.
Nota: Esta prática é para Damas. Como os cordões ganglionares do homem e da mulher são invertidos. O homem deve fazer ao contrário, ou seja, iniciando no item (6) tapando a fossa nasal ESQUERDA e inspirando o alento pela fossa nasal DIREITA, apenas inverte-se o processo. Também lembramos que esta prática é sempre feita com a mão DIREITA.

MISTERIOS DEL FUEGO. CAP. 3
18. O PRANAYAMA é um Sistema Esotérico para transmutar o Sêmem em Energia Cristica.
19. O PRANAYAMA é um Sistema de Transmutação da Energia Sexual.
20. Quando o Yogui Esoterista inspira o Prana ou Cristo Vital pela fossa nasal direita, quando exala esse Prana pela fossa nasal esquerda e vice-versa, quando inspira pela esquerda e exala pela direita, o que busca, não é atrair átomos externos, como crêem os profanos, senão fazer subir os Átomos Solares e Lunares desde os testículos até o campo magnético da raiz do nariz.
21. O Clarividente que observe nesses instantes os cordões ganglionares (Ida e Pingalá) do Yogui durante o Pranayama, verá as Águas Puras de Amrita, as Águas Primordiais do Genesis, ascendendo pelos nadis: Ida e Pingalá.
22. SWARA é a Ciência do Alento. SWARA é a Ciência Sagrada da Respiração.
23. TOM-SA-HAM são os mantrans da inspiração. TOM-RA-HAM os da exalação cujos extremos correspondem ao encolhimento rítmico e a expansão da Matéria Cósmica indiferenciada, Prakriti, Mulaprakriti (Bioritmo do Mestre Huiracocha).


TRIN
CURSO ESOTERICO DE KABALA
É urgente que os devotos pratiquem o poderoso mantram da intuição. Este mantram é o seguinte: “TRIIIIIIIIIIIIIINNNNNNN”... prolongue o som da vogal “I” e a consoante “N” dando uma entoação semelhante ao um sino. O estudante sumido em meditação perfeita e com a mente em branco deverá inundar-se de um grande silêncio, então vocalizará mentalmente o mantram sagrado, pode cantar este mantram quantas vezes se queira, depois de uns dez minutos de vocalização suspenderá a vocalização deste mantram e continuará por tempo indefinido com a mente em branco, quando o grande silencio nos inunda, advém a nós a experiência da grande realidade.


TUM
TAROT Y KABALA. CAP. 36
Durante o Ritual Gnóstico nos comunicamos com o Mundo do Logos Solar com o “RA” Egípcio, com o TUM, esta palavra é muito importante, tem três aspectos para representar as Três Forças Primarias.
T: O PAI. U: O FILHO. M: ESPÍRITO SANTO.
Este é um mantram poderoso, se atraem as Forças do Logos até nós. No instante em que se consagra o Pão e o Vinho descendem os “Átomos Crísticos” e se transformam de feito em Carne e Sangue de Cristo. Isto se logra por meio de um canal que se abre e se comunica diretamente com o Logos mediante o mantram.
Ao estar em êxtase com a Transubstanciação descendem “Átomos Crísticos” de altíssimas voltagens dando-nos Luz dentro das Trevas. Estes Átomos Cristonicos nos ajudam na luta contra os Demônios de Seth. Assim fazemos Luz nas Trevasm nós somos trevas profundas. Escrito está que “A Luz sai das trevas”. Os Deuses surgem do Abismo e se perdem logo no Absoluto. Logo o Abismo é indispensável para que hajam Deuses.

TAROT Y KABALA. CAP. 38
Há que chegar a uma transformação por meio de NU, a Mãe Divina, com cuja ajuda podemos eliminar todo esse conjunto de entidades tenebrosas, o Satan... “NU” pode nos transformar radicalmente de forma definitiva. É necessário que se verifique uma transformação completa, que nossa cabeça, nosso rosto seja “RA” e nosso corpo, mãos e pernas sejam de “TUM”. RA é o PAI. TUM é o CORPO DO PAI.
TUM é o mantram terrivelmente Divino, nunca deve pronunciar em vão ou por brincadeira porque de imediato descende de onde esteja nosso Pai que está em segredo.
Devemos nos converter em obreiros da Grande Obra do Pai. RA é o Cristo, é a vida, é o Segundo Logos. TUM é o Pai, o Primeiro Logos, ao pronunciar há Fogo e descende. São mantrans de imenso Poder Sacerdotal Mágico.


TYR
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
As práticas correspondentes à Runa TYR ou TIR, consistem em colocar os braços para o alto e baixar as mãos em semelhança às conchas, fazendo ressoar o mantram TIIIIIIIIIIRRRRRRRRR (alargando o som das letras “I” e “R” para despertar consciência).
A “T” ou TAU golpeia na Consciência para despertá-la. O “I”, trabalha intensamente com o sangue, veiculo da Essência e o “R”, ademais de intensificar a circulação nas veias e vasos sangüíneos, opera maravilhas com as Flamas Ígneas, intensificando, estimulando o despertar.


U

U
LOGOS MANTRAM TEURGIA
Recordemos que este plexo é o centro da Telepatia.
O discípulo sentado em uma poltrona cômoda, com o rosto dirigido ao oriente, se imaginará lá naquela distância, uma cruz imensa, radiante, de uma bela cor dourada. Imagine que emite raios dourados e azuis que chegam até seu plexo solar, situado na região do umbigo. O discípulo se esforçará para sentir as vibrações desses raios banhando de luz o chacra deste plexo.
Ao mesmo tempo se praticará o mantram com a vogal U, a qual se pronuncia longamente, em tom semi-profundo: UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU.....
Este exercício durará meia hora diária. Lograr-se-á a telepatia.
Quando se desenvolve este chacra do plexo solar, o chacra frontal se inunda de esplendor e de fogo, e o clarividente percebe todos as sintilantes matizes da aura da pessoa, e todas as formas de pensamento que flutuam, com suas cores acesas, nos mundos superiores.

CURSO ZODIACAL. VIRGO
Os exercícios zodiacais fundamentais que aqui damos, vem dos Antigos Templos de Mistérios, e por tanto, não são patrimônio exclusivo de ninguém. No entanto, temos que agradecer ao grande Guru Arnoldo Krumm Heller (Huiracocha), ele que os recompilou e investigou, par os dar a conhecer em seu maravilhoso “Curso Zodiacal”. Durante este Curso Zodiacal de Virgo, deverão vocalizar diariamente a vogal “U” para desenvolver o Centro Telepático do Plexo Solar, assim: UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU...(durante uma hora diária).

CURSO ZODIACAL
Nesta lição de Virgem ensinamos ao discípulo, que no ventre as forças que sobem da terra se carregam de hormônios adrenais afim de preparar-se para seu ascenso ao coração, também ensinamos a vocalizar a vogal U para desenvolver o chacra do Plexo Solar ou Cérebro das Emoções.
O Plexo Solar é a antena que recebe os pensamentos distantes, e com ele podemos captar as condições morais de todos aqueles que se ponham em contato social ou comercial conosco.


U, UN
EL PODER DE LOS MANTRANS
Se querem desenvolver a telepatia, devem saber que o fundamento da telepatia está no chacra manipura, e esse chacra está situado exatamente acima do umbigo. O chacra relacionado com a telepatia é o Plexo Solar.
O plexo solar existe realmente no organismo humano; como lhes disse está situado um pouco acima do umbigo. Há muitos exercícios para o desenvolvimento da telepatia. Vou a lhes ensinar dois.
Em uma cômoda poltrona, relaxados profundamente frente ao oriente imaginarão radiações no plexo solar. Imaginar que o plexo solar é uma flor de loto que está girando da esquerda para direita, não desmaie nesta prática. Imaginar que os raios são de uma bela cor azul e dourada. Sinta em vosso plexo solar toda a sensação desses raios inefáveis.
Pratique sem cansar-se, com meia hora é suficiente. Esse é o primeiro exercício meus caros irmãos. O segundo consiste em se concentrar intensamente no plexo solar e vocalizar a vogal U, assim: UUUUUUUUUUUUUUUUUU....
Pode-se adicionar também a esta voga a letra “N” para ter um som acampanado assim:
UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUNNNNNNNNNNNN...
Faça vossas práticas com intensidade, não descansem, o importante é que não se cansem irmãos. É necessário a constância, a tenacidade. São muitos irmãos que começam a fazer estas práticas e logo se cansam.


UN
MAGIA PRACTICA
91. Outro exercício muito interessante para despertar o plexo telepático é o seguinte:
92. Sente-se o discípulo em uma poltrona cômoda, com a vista para o oriente.
93. Imagine-se o discípulo que no oriente há uma grande cruz de ouro, que lança raios dourados e azuis.
94. Imagine-se o discípulo a esses raios entrando por seu plexo solar, para despertar-lhe e dar-lhe vida. Este exercício se pratica dez minutos diários.
95. Este exercício sempre se pratica nas primeiras horas da manhã, ou seja, ao amanhecer.
96. O chacra do plexo solar recolhe as energias solares, e com elas nutre e desenvolve os demais chacras de nosso organismo astral.
97. Aquele que desenvolva este chacra, adquire o grandioso poder da Telepatia.
98. A sílaba “UN” alongando o som sobre as letras “U” e “N”, pode-se vocalizar durante a prática da cruz de ouro, ao amanhecer.
99. O plexo solar é nossa antena receptora, e nossa glândula pineal é nosso centro emissor.
100. Este chacra tem dez irradiações.


V

VAGO A EGO
ROSA IGNEA. CAP. 15
1. A romãzeira representa a amizade.
2. A romãzeira representa os acordos amistosos.
3. A romãzeira representa o lar.
4. Os elementais das romãzeiras têm o poder de estabelecer relações amistosas.
5. Os elementais das romãzeiras têm o poder de estabelecer acordos fraternais entre os homens.
6. Os elementais das romãzeiras têm o poder de estabelecer a harmonia nos lares.
...
32. VAGO O A EGO são os mantras dos elementais das romãzeiras.
33. Quando queremos utilizar o elemental de alguma romãzeira, caminhamos em círculo ao seu redor, abençoando a árvore, pronunciando os mantras, e ordenamos ao elemental trabalhar sobre a pessoa ou pessoas que nos interessam, de acordo com os nossos fins anelados.
34. Os anjos que velam por todos os lares da terra pertencem a esse reino elemental das romãzeiras.
35. Cada família humana está protegida por um anjo familiar.
36. Tais anjos familiares pertencem ao departamento elemental das romãzeiras. Os maçons ignoram seu significado oculto.


VEYA VALLALA VEYALA HELAYA VEYA
DOCTRINA SECRETA DE ANAHUAC. CAP. XV
Os antigos Magos quando chamavam as Ondinas dos rios e dos lagos, ou aos Gênios das nuvens ou às Nereidas do tormentoso oceano, clamavam com grande voz pronunciando os seguintes mantrans: VEYA VALLALA VEYALA HELAYA VEYA

MEDICINA OCULTA Y MAGIA PRACTICA
PARA CHAMAR ÀS ONDINAS DA ÁGUA
INVOCAÇÃO: VEYA VALLALA VEYALA HELAYA VEYA. Cante estas palavras nas beiras dos rios e dos mares e as Ondinas das águas verão a seu chamado.


W

WU
CURSO ESOTERICO DE MAGIA RUNICA
Resulta certamente interessante, atrativo, sugestivo, saber que este Grande Iluminado estudou com infinita humildade aos pés do Venerável Ancião de Wan Shan, quem lhe ensinou a utilizar inteligentemente o poderoso mantram “WU”, que se pronuncia como um “U” duplo, imitando sabiamente esse uivo, esse uivo do furacão entre as gargantas das montanhas.
Nunca pude esquecer este irmão o Estado de Alerta Percepção, Alerta Novidade, tão imprescindível, tão urgente, para o Despertar da Consciência.
O Venerável Ancião, Guru Wan Shan lhe disse: “Que durante as doze horas do dia é de suma importância estar alerta como um gato que cerca um rato, ou como uma galinha que ponha ovo, sem abandonar nem um segundo a tarefa”.
Nestes estudos não contam os esforços senão os super-esforços, enquanto não estejamos iluminados devemos trabalhar sem descanso, como um rato que rói um ataúde.
Se pratica desta maneira, finalmente nos liberamos da mente e experimentaremos, de forma direta, este elemento que transforma radicalmente, Isso que é a Verdade.
.. Depois de formular estes votos se submergiu em profunda meditação cantando mentalmente o mantram “WU”. A enfermidade lhe atormentava, os intestinos lhe torturavam espantosamente, porém ele resolveu não lhes pôr atenção.
Meng Shan se esqueceu radicalmente de seu próprio corpo, suas pálpebras se fecharam firmemente e ficou como um morto.
Contam as tradições chinesas que quando Meng Shan entrou em meditação, somente o Verbo, isto é, o mantram “WU” (U...U...) ressoava em sua mente, depois não soube mais de si mesmo.

EL COLLAR DEL BUDA. CAP. XVIII
O mestre chines Wu Wen foi até o mestre Huai Shi, quem lhe ensinou a meditar com a ajuda do mantram sagrado WU.
Este mantram se canta mentalmente com a letra U repetida duas vezes U...U... alargando o som vocal, como se estivesse imitando o som do furacão quando uiva entre a garganta da montanha, ou como o golpe terrível das ondas contra a praia.
O canto deste mantram se faz mentalmente quando praticamos a meditação, com o propósito de chegar a quietude e ao silencio da mente, quando necessitamos esvaziar a mente de toda classe de pensamentos, desejos, recordações, preocupações, etc.
,,,
consciente disso, se propôs tolerar pacientemente a todas pontadas, com os punhos contraídos e as mandíbulas apertadas, agüentando as horríveis picadas dos mosquitos. Concentrava sua mente no mantram WU (U...U...).
Wu Wen cantava o mantram W.U.. Imitava com o U o som do vento entre a garganta da montanha, ou o som do mar quando açoita a praia. Wu Wen sabia combinar inteligentemente a meditação com o sono.
Wu Wen cantava seu mantram com a mente e não pensava em nada.
Quando algum desejo ou recordação, ou pensamento surgia em seu entendimento, Wu Wen não o rechaçava, o estudava, o analisava, o compreendia em todos os níveis da mente, e logo o esquecia de forma radical, total ou definitiva.
Wu wen cantava seu mantram de forma continua, nada desejava, nada raciocinava, qualquer desejo ou pensamento que surgia na mente era devidamente compreendido e logo esquecido, o canto do mantram não se interrompia, os mosquitos e suas picadas já não importavam.

MI REGRESO AL TIBET
Na velha China, os Buddhistas ZEN não usam o termo KOAN, eles preferem dizer “Exercício HUA TOU”.
Um monge perguntou ao Mestre CHAO CHOU. “Tem um cão a natureza de Buddha?”. O Mestre respondeu: “WU” (Não). Esta palavra só “WU”, ademais de ser um mantram que se pronuncia com duplo “U” como imitando o som do furacão, é também por si mesmo um KOAN.
Trabalhar com o KOAN “WU” tendo a mente quieta e em silêncio, é algo maravilhoso.
A experiência do “Vazio Iluminador” nos permite vivenciar um elemento que transforma radicalmente.

PARSIFAL DEVELADO. CAP. 44
“Isto me fez compreender que eu todavia, não havia chegado a este ponto. Então fui ver a Hsueh Yen e segui suas instruções sobre o modo de meditar sobre a palavra “WU”. “Na quarta noite, o suor surgiu de todo meu corpo, e me senti como e leve”. “Permaneci na sala de meditação, concentrado, sem dirigir a ninguém a palavra”.
“Depois vi a Miao Kao Feng, quem me disse que continuava meditando sobre a palavra WU sem cessar, dia e noite”. “Quando me levantei, antes de amenhecer, o Hua Tou (o significado da palavra, a essência da sentença) imediatamente se apresentou diante de mim”.
“Enquanto tive um pouco de sono deixei o assento e desci. O Hua Tou (isto é, a palavra WU) me acompanhou enquanto caminhava, preparava a cama ou a comida, quando tomava colher ou quando deixada de lado os palitos. Estava comigo o tempo todo, em todas as minhas atividades, dia e noite”.
“Se alguém lograr fundir sua mente em um todo continuo e homogêneo, a iluminação está assegurada”. “Como resultado deste conselho, me convenci completamente de que havia alcançado este estado. Em vinte de Março o Mestre Yen se dirigiu à Congregação”.
“Sentem-se erguidos, refresquem vossas mentes como se estivessem na borda de um precipício de dez mil pés e concentrem-se em vosso Hua Tou” (a palavra mágica WU). “Se trabalhar deste modo durante sete dias (sem descansar nem um só segundo), sem dúvida chegará a realização. Eu realizei um esforço semelhante faz quarenta anos”. “Comecei a melhorar no momento que segui essas instruções. Ao terceiro dia senti que meu corpo flutuava no ar. No quarto dia me tornei completamente inconsciente de tudo que sucedia neste mundo. Aquela noite permaneci um pouco apoiado contra uma varanda. Minha mente estava tão serena como se não estivesse consciente. Mantinha constantemente ante mi o Hua Tou (a palavra WU) e depois voltava a meu assento”.

CUERPOS SOLARES. CAP. 36
Conta a tradição que, em estado de terrível angustia e desespero, Kao Feng buscou o Mestre Hsueh Yen que compadecido de sua dor, lhe ensinou o poderoso mantram WU, exigindo-lhe diária informação sobre seus trabalhos. O mantram WU se canta como duplo U...U... imitando o uivo do furacão entre as embravecidas ondas do mar. Durante esta prática a mente deve estar absolutamente quieta e em profundo e espantoso silencio, tanto no exterior como no interior. Nem o mais leve desejo, nem o mais insignificante pensamento devem agitar o profundo lago da mente.


Y

YAM-DRAM-HUM
MISTERIO DEL AUREO FLORECER
OM obediente à Deusa, que semeia uma serpente adormecida no SWAYAMBHULINGAM e maravilhosamente ornada, desfruta do amado e de outros embelezamentos. Está presa pelo vinho e irradia com milhões de raios. Será despertada durante a MAGIA SEXUAL pelo ar e pelo fogo, com os mantrans YAM e DRAM e pelo mantram HUM. (O H soa como J no espanhol ou como um R simples no português).
Cante estes mantrans nesses preciosos instantes em que o Phalo está metido dentro do Útero, assim despertará a serpente ígnea de nossos mágicos poderes.

PARSIFAL DEVELADO. CAP. 46
A esotérica VIPARITAKARANI ensina de forma clara e precisa, como o yogui faz subir lentamente o sêmem mediante concentração de maneira que homem e mulher em plena cópula podem alcançar o VAJROLI.
OM! obediente à Deusa, que semeia uma serpente adormecida no SWAYAMBHULINGAM e maravilhosamente ornada, desfruta do amado e de outros embelezamentos. Está presa pelo vinho e irradia com milhões de raios. Será despertada durante a MAGIA SEXUAL pelo ar e pelo fogo, com os mantrans YAM e DRAM e pelo mantram HUM. (O H soa como J no espanhol ou como um R simples no português).
Cante esses mantrans nesses preciosos momentos em que o LINGAM-YONI se encontram conectados no leito nupcial. Assim despertará DEVI KUNDALINI, a serpente ígnea de nossos mágicos poderes.

YEW (JEÚ)
PISTIS SOPHIA. CAP. 25
YEW, o nome profundamente sagrado, se relaciona com a Luz e a Clarividência.
Escrito está, que Jesus o grande Kabir, entoou um doce cântico em louvor do grande nome.
Escrito está, que pronunciou o Nome profundamente sagrado YEW, e lhe soprou nos olhos dizendo: “Já és clarividente”.
Inquestionavelmente YEW é uma palavra mântrica ou chave mágica relacionada com a clarividência. Esta palavra YEW figura na Missa Gnóstica.