zzzzzzzz

 

Livros e Documentos Esotéricos
Samael Aun Weor
As Respostas que deu um Lama


P. – O que é um Cosmocrator?

R. – Um Indivíduo Sagrado pertencente ao Exército dos Construtores da aurora do Mahanvantara.

R. – Por que os dicionários esotéricos figuram Samael como um Cosmocrator?

R. – Porque meu Real Ser Interior Profundo sim o é; porém quanto a mim, como pessoa, me considero um gusano da terra, algo que não tem a menor importância. Pois se querem citar-se a meu Deus Interior profundo, Ele sim é um Cosmocrator.

P. – Como explica você o dom da ubiqüidade que tem seu Real Ser?

R. – Bem, é muito norma a ubiqüidade... Aqueles que temos efetuado a Grande Obra temos a oportunidade de manifestar, esplendorosamente, a ubiqüidade. Assim, por exemplo, posso eu viver aqui no mundo ocidental, e sem dificuldade, estar também simultaneamente no Tibet, fazendo-me visível e tangível ali, conduzindo caravanas através dos Himalaias, etc. Todas estas coisas são conhecidas em nosso monastério, situado o local geograficamente a direita do Vale Sagrado de Amitaba.

P. – Como define você um Mestre da Loja Branca?

R. – Um adepto da Branca Irmandade, como qualquer indivíduo do Círculo Consciente da Humanidade Solar, é alguém que tem alcançado a estatura de autêntico Homem Real . Indubitavelmente, existem graus de perfeição do Adepto, já que, em nome da verdade, alcançar o Adeptado é um coisa e chegar a perfeição no Adeptado é algo muito diferente. Muitos tem alcançado o Adeptado, porém muitos raros são os que tem chegado a perfeição no Adeptado.

P. – Como define você a um Super-Homem?

R. – Um Super-Homem é aquele que tem chegado a perfeição no Adeptado, aquele que tem se integrado com a Divindade. É assim como deve se entender o Super-Homem.

P. – Quer isto dizer que a Consciência de um Adepto não é igual a de um Super-Homem?

R. – Em tudo há graus e graus e existem distintos níveis de Ser. Acima de nós existe um nível superior do Ser e, por baixo de nós, há um nível inferior do Ser. Podemos passar a um nível superior, eliminando certa quantidade de agregados psíquicos indesejáveis que em nosso interior carregamos; obviamente, também assim é possível chegar a nível mais elevado do Ser, para transforma-nos em Super-Homem. Distinguamos, pois, a um adepto que já chegou ao estado de Super-Homem, de outro que todavia não tem chegado. Essas são as diferenças que existem entre os distintos adeptos do Círculo Consciente da Humanidade Solar.

P. – Você alcançou em outros Mahanvantaras o grau de Super-Homem?
R. – Entendo que o Super-Homem autêntico é o Divinal no homem. Assim, pois, o que conta em nós e o Ser. Quando o Ser se tem integrado totalmente, seremos o Super-Homem.

P. – Venerável Mestre: Você é imortal?

R. – Claro que sim! Isto é óbvio, posto que possuo um corpo vivo no Egito (em estado de catalepsia). E nestas condições tenho que gozar da imortalidade, isso é óbvio.

P. – Poderia explicar-nos um pouco mais da múmia egípcia que possue lá na terra dos faraós?

R. – Não só eu a possuo; muitos outros sacerdotes tem seus corpos mumificado no Vale dos Reis. É certo, que também existe um grupo de irmãos maiores que deixaram seus corpos em estado de catalepsia; de maneira que tais corpos, até hoje, estão vivos, e meu caso é um desses .

P. – Esteve você presente na época em que viveu Tutancamón?

R. – No Egito só tive corpo físico durante a dinastia do faraó Kefren.

P. – Poderíamos saber que função tem, em sua existência atual, essa múmia egípcia?

R. – É útil, porque mediante um intercâmbio atômico constante chegarei a possui-la totalmente em minha presente existência. Isto significa que continuarei existindo no mundo com tal múmia.

P. – Esteve você reencarnado alguma vez na antiga China?

R. – Sim: na personalidade de Chou-Li. Também tive outras personalidade. Assim, pois, tive várias reencarnações na antiga China.

P. – De suas passadas reencarnações, qual lhe parece que foi mais proveitosa para a humanidade?

R. – Aquela que tive como Júlio Cesar, porque estabelecemos um cenário para que a quarta sub-raça da quinta raça Ária, tivera de onde desenvolver-se.

P. – É certo que você possuirá, num futuro mediato, o dom das línguas?

R. – Bem, isso dependerá do Pai; e se Ele me o conceder, pois tanto melhor, já que o necessito para realizar trabalho pela humanidade.

P. – Poderia dar-nos uma definição completa do que é realmente a Pedra Filosofal?

R. A Pedra Filosofal é o Cristo Íntimo vestido com os Corpos de Ouro. Porém, para que os Corpos Existenciais do Ser se convertam em ouro puro, é preciso ser alquimista e trabalhar arduamente na Grande Obra. Todos os alquimistas podem dar-se ao luxo de possuir corpos de ouro puro, porém, claro está, alquimista não é qualquer filho do vizinho.

P. – Quando alcançara você, Venerável Mestre, a citada Pedra Filosofal?

R. – Em 1978 se me entregará o Carbunclo Vermelho. Afortunadamente, com esse carbunclo podemos ajudar muito a humanidade. Este Carbunclo Vermelho também se denomina Diamante Precioso, com o qual se cinzelaram as paredes que constituíram o templo de Salomão (o que tenha entendimento que entenda, porque aqui há sabedoria). Não é coisa fácil chegar a possuir os Veículos Superiores do Ser e ninguém pode possuí-los se antes não eliminar o Mercúrio Seco da Filosofia. O Mercúrio Seco não é outra coisa que os “agregados psíquicos inumanos”, viva personificação dos nossos erros, de nossos defeitos psicológicos.

Não seria possível lavrar a Pedra Filosofal se não se desintegra o Mercúrio Seco e se elimina o Enxofre Arsenicado o fogo venenoso, bestial, animal. Existem muitos Iniciados que se tem dado o luxo de fabricar os Corpos Existenciais do Ser, porém são raros aqueles que tem logrado fixar o ouro nos Corpos. Tal ouro se encontra, normalmente, no Esperma Sagrado. Afortunadamente, dentro de cada criatura humana existe um alquimista, denominado Antimônio. Certamente: a Antimônio lhe corresponde a tarefa de fixar o espírito do ouro nos Corpos Existências do Ser... Assim é como os Corpos Existências do Ser, fabricados na Forja dos Cíclopes, chegam a converter-se em veículos de ouro puro, no Cristo Íntimo revestido com tais Corpos, na mesma Pedra Filosofal.

P. – Podia dizer-nos que poderes concede a Pedra Filosofal?

R. – Quando o Mestre possui a Pedra Filosofal, tem, por adição, a medicinal universal. Isto significa que não se enferma nunca, significa que pode viver são, porque entre o Ser e o corpo físico não existe o obstáculo do Ego. É o Ego que destrói o Corpo Vital com seus impactos bestiais, com suas luxúrias, rancores, etc. Quando o Corpo Vital se altera, o tem também o corpo físico e advém então as enfermidades e obviamente, a vida se corta ... O ego injeta veneno no corpo físico e o vai destruindo até sua morte total.

De maneira, pois, que se se destrói o Ego, já nada poderá afetar o corpo, exceto a personalidade. Porém se também se destrói a personalidade, e não sim se haverá eliminado radicalmente as interferências entre o Ser e o corpo físico. Quando o Ser se integra, sem interferências, com o corpo humano, se estabelece uma harmonia total que lhe permite alimentar-se com os frutos da Árvore da Vida... A melhor forma de eliminar o Ego e a personalidade é mediante a cooperação homem-mulher durante a cópula química. O varão, em plena transmutação, deve implorar a sua Divina Mãe Kundalini que lhe desintegre tal ou qual agregado psicológico e a mulher, nesse mesmo instante, deve acompanhar o varão implorando a sua Divina Mãe Kundalini para dissolução dos mesmos agregados.

P. – Poderia explicar-nos, Mestre, porque você é um Lama tibetano?

R. – Em realidade esse grau é do meu Ser. Indubitavelmente, alguma vez estive reencarnado no Tibet e então me fiz Lama. Tem passado séculos e, ainda quando tinha perdido aquele corpo tibetano que outrora tivera, meu Ser Interior Profundo continua sendo um Lama tibetano. É óbvio que, como espírito, como ser assisto sempre as reuniões da Ordem Sagrada do Tibet.

P. – Que é, em realidade, a Ordem Sagrada do Tibet?

R. – A Ordem Sagrada do Tibet é uma organização de Indivíduos Sagrados A Ordem tem, em si mesma, 201 membros e o plano maior está formado por 72 brahamanes. Nós temos o grande tesouro do Aryavarta Asram e por isso se pode deduzir, com inteira claridade meridiana, que os membros mais exaltados da Ordem são indivíduos que possuem a Pedra Filosofal.

P. – quem é o mais algo dignatário da Ordem do Tibet?

R. – O mais elevado de todos, o mais exaltados, é Bagavan Aclaiva, E ele, o supremo líder da Ordem Sagrado do Tibet.

P. – Que representa o Dalai Lama na história do Tibet?

R. – Tem existido muitos Dalai Lamas. Estamos, atualmente, no décimo terceiro ou treze avos , o qual, por certo, teve que sair para as terras sagradas do Indostão. Teve de retirar-se precipitadamente do Tibet quando chegou a invasão das hordas chino-comunistas; não lhe sobrou outro caminho que fugir para a Índia, pois do contrário teria sido assassinado. O Dalai Lama é um Adepto que trabalhou pela humanidade, porém, como eu disse tem existido vários Dalai Lamas e, no futuro, seguirão existindo. Todo aquele que seja uma verdadeira reencarnação poderá converter-se em Dalai Lama se a Grande Lei assim o quiser.

P. – É o Dalai Lama um Super-Homem?

R. – Nem sempre os Dalai Lama tem chegado a integração total com a divindade; sem embargo , os Dalai são verdadeiros adeptos, no sentido mais completo da palavra.

P. – Abandonarão os chino-comunistas o estado teocrático do Tibet?

R. – Os chino-comunistas, inevitavelmente, terão que sair do Tibet. Precisamente os Dharmapadas, a legião dos grandes Mestres da força, estão trabalhando intensamente para tirar os chino-comunistas dali. Sairão depois de ter sofrido muito e, quando isto suceder, o Dalai Lama será reposto em seu trono.

P. – Todos os lamas são Homens Solares?

R. – Não todos, senão os que tem feito a grande obra.

P. – Possuem alguns lamas naves inter-planetárias?

R. – As possuem um grupo muito seleto que vive nos Himalaia, porém só esse grupo e ninguém mais. Eles tem suas naves em lugares inacessíveis, não são para os tibetanos, nem também para os chineses; e muito difícil chegar até onde estão essas naves inter-planetárias.

P. – É certo que em Shangri-Lá estão só antepassados de nossos os Arianos?

R. – Ali vivem os Mestres da grande raça Ária; vivem, entre essas cavernas de Shangri-Lá. junto com Melchisedech, o Rei do Mundo.

P. – Que opinião lhe merece as grutas de kakawamilpa?

R. – Ditas grutas estão a uma quatro horas da capital mexicana e, certamente, até agora não se há encontrado um final. Possivelmente são uma extensão de Shangri-Lá.

P. – Existem nas cavernas do Tibet alguns aparelhos deixados pelos atlantes?

R. – Si o há, porém não só no Tibet , senão também em outros lugares da Terra onde existe cavernas que contém, todavia, aparelhos secretos dos antigos atlantes.

P. – É certo que na Índia se aguarda sua chegada?

R. – É no Tibet onde me aguardam um grupo de lamas e, logicamente, ali irei. Assim pois, que uma vez cumprida minha missão, me internarei secretamente no Tibet.

P. – Conhecia Hitler a doutrina do super-homem?

R. – Sim a conhecia, porém logo Hitler se desviou da raiz de uma visita que lhe fizera “o homem dos luvas verdes”, um emissário do Tibet; mas não precisamente do Reino de Agarti, como supôs Hitler, senão um enviado do plano de Dag-Dugpa (magos negros de capacete vermelho). O Fürher ia bem, esotericamente falando porém, repito, “o homem de luvas verde ” o desviou.

P. – Que é realmente, o Clan de Dag-Dugpa?

R. – É o contrário da Ordem do Tibet, o inverso da medalha. Uma coisa são os Adeptos da Fraternidade Branca da Ordem Sagrada do Tibet e outra coisa são os Adeptos da Fraternidade Tenebrosa do Clan de Dag-Dugpa.

P. – Chegou Hitler a conhecer o grande Arcano A-Z-F?

R. – Sim; ele trabalhou na Nona Esfera e logrou certo avanço, porém, como disse antes Hitler se desviou.

P. – É certo que Hitler foi em outra época o terrível Átila?

R. – Assim tem dito os membros de certa ordem mística.

P. – Sendo Hitler conhecedor das ciências ocultas. Que impulso fez ele fracassar?

R. – Ele não havia eliminado o Ego, pois se o tivesse desintegrado não fracassaria e, nestes momentos a Alemanha estaria vitoriosa. Hitler no começo foi genial, porém não eliminou o Ego e por isso fracassou.

P. – Em persa, que traduz a palavra Fürher?

R. – Quer dizer: “encarnação do Logos”

P. – É certo que Hitler se suicidou?

R. – Hitler morreu de velho em um lugar qualquer, não importa qual...

P. – Por que Hitler escolheu a Cruz Suástica como símbolo de sua doutrina?

R. – Porque tal cruz simboliza o trabalho na Forja dos Cíclopes, porque essa cruz representa as forças crísticas girando inversamente dentro do Laboratorium Oratorium de nosso corpo físico.

P. - Qual sua opinião sobre o Lobsang Rampa?

R. - É um Adepto e cumpre sua missão de promover as inquietudes espirituais no mundo.

P.- É certo que a Índia e no Tibet se faz aos Iniciados uma incisão na frente para que desenvolvam a clarividência?

R. – Essas são opiniões de martes Lagos Logsang Rampa, porém são opiniões falsas. Certamente: sem se ter um trabalho muito especial aos Iniciados do Tibet, porém isso nada tem que ver com ditas incisões.

P. – Mestre: que quer expressar com a frase “para eliminar o Ego é necessário ferver a água a 100 graus”?

R. – Bom... É que eliminar Ego não é uma questão do frio intelecto. Obviamente, se a água não ferver a 100 graus, não se cozinha o que se deve cozinhar, não se desintegra o que é necessário desintegrar... Assim, também se não atravessamos por graves crises emocionais, não cristaliza o que se deve cristalizar e não se elimina aquilo que é necessário eliminar... É necessário eliminar ... É necessário desintegrar os agregados psíquicos e uma vez eliminados cristaliza a substituição de cada um deles, alguma faculdade, alguma virtude, algum poder anímico.

Quando dizemos Alma, deve entender-se que falamos de um conjunto de forças, poderes, virtudes, etc. Por exemplo, sem alguém desintegra o defeito da luxúria , cristaliza em nós a virtude da castidade, se eliminamos o ódio, cristaliza em nós o amor, se desintegramos o egoísmo, cristaliza em nós o altruísmo, e assim, sucessivamente, cada vez que eliminamos um defeito cristaliza em nós algo de Alma: uma lei, um poder, uma virtude, etc., e ao morrer todos os agregados psíquico que em nosso interior carregamos, possuiremos então a nossa Alma... Por isso dizem os evangelhos: “com paciência possuíreis vossas almas”. Existe um mas: até o mesmo corpo físico deve converter-se em Alma.

Quem desintegra o Ego, chega um momento em que se converte em Mutante e já com esta qualidade é visível o invisível a vontade, pode atravessar um muro sem sofrer dano algum, porque o corpo se tem transformado em algo elástico, dútil ... Pode, também, assumir-se um idade de vinte anos ou de cem anos, porque então o corpo já não pertence ao tempo, se tem convertido em Alma e isso é o importante. Aí daquele que perde sua Alma quando não a cristaliza em si mesmo! Um homem pode ser muito rico, pode possuir uma erudição extraordinária, pode ser um grande ocultista, etc. porém isto de nada lhe serve se tiver perdido sua Alma

P. – É certo que alguns santos chegaram a emanar odor de flores de seus corpos? Este sucesso se deve a o explicado em sua resposta anterior?

R. – Em grande parte é pelo antes dito; porém é necessário passar mais além da categoria de santo. Uma coisa é o profano, outra coisa é o santo e outra coisa é o Adepto. Num Adepto o mesmo corpo de carne e osso chega a tornar-se Alma, pode tornar-se imortal, num Mutante que já não está sujeito ao tempo...

P. – Poderia explicar-nos, Venerável Mestre, o processo que você realizou para compreender seus defeitos?

R. – Isto é questão de análise muito rigorosa, de aplicação da técnica da meditação, etc. Por essa via chega a compreender-se tal ou qual defeito; e uma vez já compreendido, pode então desintegrar-se com a ajuda da Divina Mãe Kundalini.

P. – Antes de alcançar você a Maestria, chegou a meditar todos os dias?

R. – A meditação é o pão diário de todo verdadeiro aspirante a sabedoria. Sempre eu meditei e sempre continuarei meditando.

P. – Poderia explicar-nos o que é isso de “auto-disciplinar-se esotericamente para não deixar-se tragar pelo Ego?”

R. – Em matéria de auto-disciplina esotérica existe mitos assuntos que não se podem publicar e são só comunicado de Mestre a discípulo.

P. – Definitivamente, Mestre: Quem não medita não dissolve o Ego?

R. – Não, pois não pode compreende-lo. Se não há compreensão. Como poderia então dissolver o Ego? Primeiro é necessário adquirir consciência do que se medita para logo dissolve-lo.

P. – Sendo assim: Opina você que o estudante gnóstico deve meditar diariamente?

R. – Os gnósticos deveriam praticar a meditação, pelo menos quatro a seis horas diárias; praticar de manhã, na tarde e quase toda a noite, até que amanheça. Isto deveria fazer-se durante toda a vida, e se assim procedessem, viveriam uma vida profunda e se auto-realizariam. De não faze-lo, levam uma vida superficial, oca , uma vida de crônica, algo assim , digamos, como um charco de pouca profundidade. Bem sabemos que um charco a beira de um caminho, e abaixa os raios do sol se seca e cai na podridão. Muitos distintos são os lagos profundos, cheios de paz e de vida. Devemos, pois, aprender a viver profundamente e isto se logra com a meditação.

P. – Mestre: certa vez se perguntou a um instrutor quanto tempo deveria durar a meditação e contestou: 10 minutos. Que opinião lhe merece esta resposta?

R. – Toda meditação deve durar horas: 3, 4, 6 horas. Já no “Vazio Iluminador” não há tempo. A falta de profundidade nos aspirantes é o que prejudica aos irmãozinhos.

P. Quer dizer que não existe seriedade nos aspirantes a Gnose?

R. – Isso é claro e manifesto! A meditação deve ser funda, profunda, prolongada...

P. Qual, em sua opinião, deve ser a conduta de alguém que ostente cargos hierárquicos em qualquer instituição, incluindo o Movimento Gnóstico?

R. – Quando não se trabalha na dissolução do Ego se comete erros e é, ademais, muito natural que se cometam diariamente. Isto atrai problemas e os problemas traem confusão. Porém se alguém trabalha sobre si mesmo, tudo marchará melhor, porque irá eliminando defeitos psicológicos.

P. – Como poderia conhecer-se a alguém que tenha eliminado a 50 % de seus defeitos?

R. – A boa conduta o indica, pois a árvore se conhece por seus frutos. De tais frutas da árvore.

P. – Corre perigo o estudando gnóstico de converter-se em hanasmussianos?

R. – Vai surgir uma boa colheita, sobre toda as terras Sul-americanas da Venezuela e Colômbia; sinceramente porque os irmãozinhos não se tem dedicado a desintegrar o Ego. São muitos frouxos e neste sentido, vem a preguiça, eles só querem iniciações, graus, poderes, etc., e não se preocupam por desintegrar o Ego.

P. – Teriam os antigos chineses alguma técnica para trabalhar psicologicamente na dissolução do Ego?

R. – Efetivamente: na China milenária se possui um instrumento que tinha 49 cordas. Cada uma das cordas desse instrumento se relacionava com cada uma dos 49 níveis subconscientes da mente. É claro que, quando certo artista fazia vibrar cada corda, os Iniciados iam entrando em profunda meditação, em cada um dos níveis inconscientes. Assim se iam descobrindo intimamente e por conseqüência lógica, se iam transformando.

P. – Qual é a melhor técnica para desintegrar defeitos durante a prática do Sahaja Maithuna?

R. – Os esposos devem, durante a cópula química, pedir ambos pela desintegração do mesmo defeito. É falta de caridade e de amor, é que o marido está pedindo pela desintegração de tal ou qual defeito e sua companheira está, por sua vez, pedindo para a morte de outro defeito. É precisamente o poder do andrógino, formado pelo par no transe sexual, que vai utilizar a Divina Mãe Kundalini para incinerar tal ou qual agregado psíquico. E se o Fogo Elétrico o dirigem ambos cônjuges num mesmo defeito, a desintegração não faz por esperar. Repito: ambos cônjuges devem implorar pelo mesmo defeito.

P. Poderia dizer-nos, Venerável Mestre qual o quais defeitos foram, em sua presente reencarnação, os mais difíceis de eliminar?

R. – Pois obviamente, considero que a ira e a luxúria foram os radicais, e como que queria que estes se reduzissem a pó, todos os demais se foram eliminando com passo seguro e mão firme.

R. – Mestre: Pressentia você desde a infância a missão que lhe aguardava?

R. – Sim: desde minha infância a sabia. Assim é.

P. – Por que alguns dizem que você é um extraterrestre?

R. – Bem, meu Ser Interior Profundo assim o é, não pude nega-lo. Em realidade, de verdade, dentro de mim estão os princípios anímicos e espirituais do regente de Marte (Samael); ditos princípios estão contidos dentro de minha Alma e o mesmo regente de Marte é meu Real Ser Interior Profundo. De maneira que, obviamente, assim sou um extraterrestre.

P. – Venerável Mestre: conhece você a extraterrestres que estão aqui, em nosso planeta Terra, comprindo alguma missão?

R. – Sim os conheço. Atualmente existem vários que estão trabalhando e permanecem incógnitos, disfarçados de terráqueos.

P. – É certo que você cumprirá uma missão a bordo de uma nave inter-galáctica?

R. – Todavia não posso afirmar nada sobre isso. Aguardo algum dia, ser merecedor de abordar uma nave inter-galáctica, já que o capitão de ditas naves assim me tem prometido-o e eu o aguardo. Com esse capitão me entreviste pessoalmente (fisicamente, quero dizer) no deserto dos Leões, México, Distrito Federal.

P. – Venerável Mestre: Até que ponte pode se dizer que o papa João XXIII foi colaborador da Grande Loja Branca?

R. – Este ser foi útil no sentido de que fez compreender a essa igreja que não é ela a única igreja. Este ser feito hicapié na necessidade de uma fraternidade que deveria existir entro os diferentes credos. E se não chegaram a fraternizar, pois ao menos que compreenderam a importância do mútuo respeito entre os diversos credos e religiões.

P. Que fala você de Nostradamus?

R. Foi um grande profeta, é todo um Mestre, não tenho dúvida dele; do contrário não se explicaria a exatidão de suas profecias.

P. - Então Nostradamus é um Ressurrecto?

R. – Este último não o tenho investigado.

P. Que nos pode dizer de Cleópatra?

R. – Não sei por que se fala de Cleópatra em forma individual. Em realidade, foram muitas Cleópatras. Na ilha Elefantina viveram muitas Cleópatras e elas conheceram os Mistérios da Vida e da Morte. Aquela que figura na história é uma das tantas; esta também conheceu os Mistérios, ainda que para essa então , já era um Bodisattva caído.

P. – Podíamos então dizer que Nefertiti conhecia os Mistérios?

R. – É óbvio que sim.
P. - E Salomão é um Mestre levantado?

R. – Salomão Rei é um grande Hierofante, porém seu Bodhisattva está caído.

P. – É Jeová um Mestre levantado?

R. – Desde o ponto de vista genérico, Jeová é Iod-Heve o, o que equivale a dizer, Elohim: o Exército da Palavra.

P. – Retornará Napoleão ao mundo físico?

R. – Napoleão é um elemento que utiliza a Lei para fazer cumprir o Karma e retornará, voltará a tomar corpo físico, esta vez na cidade de Nova York.

P. Que nos pode dizer da senhora Helena Petronila Blavatsky?

R. – Ela também retornará, nascerá em Nova York com corpo físico masculino e haverá de cumprir certa missão.

P. – Conhecia Simón Bolívar as ciências ocultas?

R. – Simón Bolivar é um Bodisattva caído; é o Bodisattva do Mestre que dirige o raio liberado e seus átomos são muitos necessários para lograr a liberação do ser humano.

P. – Retornará de novo Simón Bolívar?

R. – Não se há informado nada todavia.

P. – Considera você a Moisés, como um Super-homem?

R. – Claro que sim; Moisés é um Super-homem no sentido mais completo da palavra.

P. – Abraão também chegou a categoria de Super-homem?

R. – Sim; também Abraão logrou integrar-se com a Divindade.

P. – Onde se encontram agora o arquifísico-químico Anjo Loisos e o Arcanjo Sakaki?

R. – No Cosmos, no Espaço, em viagem através dos Mundos. O Arcanjo Sakaki é um dos quatro Tetrasustentadores do Universo.

P. – O Deus Tlalok voltará a tomar corpo físico?

R. – Tlalok tomará corpo físico na futura Idade de Ouro, depois da grande catástrofe que se aproxima; voltará de novo para ajudar a humanidade consciente da Idade de Ouro.

P. – Foi Maria Antonieta uma mulher de consciência desperta?

R. – Não totalmente desperta, porém sim goza de uma boa porcentagem de consciência desperta.

P. – Conheceu Robespierre a Filosofia Iniciática?

R. Se verdadeiramente a tivesse conhecido não haveria cometido os erros que cometeu. Robespierre se converteu, praticamente, em um verdugo da França.

P. – Quem foi, realmente, o Conde de Montecristo?

R. – É um símbolo, uma alegoria plasmada na obra de Alexandre Dumas, uma viva representação de Cagliostro.

P. Trabalha todavia o conde Astaroth na Magia Negra?

R. – Jamais conheci a Astaroth como conde, só o conheci como duque. Agora tem corpo físico, porém já não é Mago Negro.

P. – Quem foi Cristovão Colombo?

R. – Um grande vidente que, baseado em umas tradições, se lançou para a Índia querendo dar uma volta por esta via e se encontrou com América.

P. – É Joana D’Arc uma Dama Adepto?

R. – Sim ... E vive todavia. Apesar de que a queimaram, segue vivendo, pois ela logrou a Ressurreição e todos os átomos físicos se reuniram com o poder da Ressurreição. De maneira que atualmente possui corpo físico, conserva seu mesmo corpo e viva num templo da Boemia (Alemanha).

P. – Que nos pode dizer de Uri-Geller?

R. – Não me tem interessado. Não o investiguei, porque não me tem interessado.

P. – É certo que o conde Saint-Germán está na Espanha?

R. – O conde de Saint-Germán não está na Espanha, sim no Tibet Oriental e voltará a Europa no ano de 1999.

P. – Que grau esotérico alcançou o Mahatma Ghandi?

R. – Mahatma Ghandi não pode realizar a Grande Obra; se dedicou exclusivamente a política.

P. – Foi Santo Agostinho um patriarca gnóstico?

R. – Claro que sim: Santo Agostinho é um grande Hierofante. E também fundo a ordem dos agostinianos, uma ordem gnóstica, uma seita gnóstica.

P. – Em que escala esotérica se encontra agora aquele que se chamou Sidharta Gautama Sakiamuni (o Budha) ?

R. – É um Mestre liberado, um Mestre de perfeição. Mais tarde, depois de haver sido Gautama, voltou a tomar corpo, renasceu no mesmo Tibet com o nome de Soncapa, o grande lama tibetano.

P. – Pedro, o discípulo de Jesus o Cristo, chegou a Auto-realização?

R. – Claro que sim! Pedro é um Mestre de perfeições.

P. – Também se Auto-realizaram todos os outros apóstolos?

R. Sim, todos eles se Auto-realizaram.

P. Foi um Iniciado Alexandre Magno?

R. – Alexandre Magno não foi nenhum Iniciado; foi simplesmente um conquistado, e isso é tudo.

P. – Que opina você, Venerável Mestre, de Federico Nietzsche?

R. – Em sua teoria do Super-Homem, a Nietzsche se lhe esqueceu chamar de Homem . Há necessidade de criar primeiro o Homem, pois o animal intelectual não é homem todavia. Nietzsche acreditou que o Homem existia e se equivocou. Obviamente, uma vez criado o Homem, se pode então falar em termos de Super-Homem, porém antes não.

P. – Foi Nietzsche conhecedor das Ciências Herméticas?

R. – Em realidade, de verdade, Nietzsche sim conhecia as Ciências Herméticas, isso não podemos negar. Os símbolos que usa são herméticos: a águia, a serpente, etc.

P. Conhecia Mao-Tse-Tung o esoterismo?

R. Indubitavelmente, Mao-Tse-Tung se dedicou ao bolcheviquismo comunistas e isso é tudo... Ele não se preocupou por questões esotéricas. Observe-se que MAO é AOM, ao contrário.

P. – Se Auto-Realizou Dante Alighieri?

R. – É um Mestre ressurrecto e agora vive na Itália.

P. – Conhecia aos ensinamento gnósticos o grande escultor Michelângelo?

R. – Conhecia o esoterismo e era um Iniciado.

P. – Logrou Auto-realizar-se Platão, o filósofo de Atenas?

R. – Sim, Platão logrou Auto-Realizar-se.

P. – Que fala você de Fulcanelli?

R. – Fulcanelli é um Ressurrecto que realizou a Grande Obra. Sua máxima obra, precisamente, tem sido chamada “As Moradas Filosofais” e nada, desgraçadamente a tem entendido. Isso se deve a que, para entende-la, é necessário have-la realizado... Depois da Segunda Guerra Mundial certos serviços secretos estiveram buscando a Fulcanelli ( ele é uma esperto físico-nuclear) para arrancar-lhe alguma informação, porém, afortunadamente, ele soube evadir-se e agora está em certos lugares secretos que são, por sua vez, templos ou monastérios.

P. Que fala você de Gurdjieff?

R. – O ensinamento de Gurdjieff é magnífico, porém, sem demora sofre de muitos graves erros . Por exemplo: desconhece todo o relacionado com a Divina Mãe Kundalini Sakty, se pronuncia contra ela, deixando a seus discípulos em condições de não poder trabalhar sobre si mesmos. É óbvio que se um soldado se lhe tiram as armas, que pode fazer então no campo de batalha? Assim também, se um estudante se lhe tira a Divina Mãe, como se vai defender? Como vai desintegrar os agregados psíquicos? ... Só a Serpente Ígnea de nossos mágicos poderes tem pleno poder para desintegrar os agregados psíquicos inumanos que em nosso interior carregamos.

Gurdjieff confunde o Kundalini como o abominável órgão Kundartiguador... Há duas serpentes: a que sobe e a que baixa; a que sobe é a que se enrosca na Vara de Esculápio, Deus da Medicina; a mesma que também se enroscado no Tao Gerador com qual Moisés sanava os israelita no deserto. A que baixa é a horrível semente Pitón de sete cabeças que se arrastava na lama da terra e que Apolo irritado feriu com seus dardos; é a Serpente tendadora do Éden... Esta última se projeta desde o cóccix até os inferno atômicos do homem. Gurdjieff cometeu o erro de atribuir-lhe a que sobe, a Serpente de Bronze, os poderes sinistros, hipnóticos e malvados da serpente descendente, a que baixa... Assim que, em realidade, de verdade, o erro de Gurdjieff é imperdoável e por isso fracassou sua Escola.

P. – Poderia dizer-nos, Venerável Mestre, quem foram os construtores da Grande Esfinge?

R. – Foram os membros da Sociedade de Alkadan, uma sociedade atlante. Os grandes sábios da mencionada sociedade sempre levantaram esfinges na antiga Atlântida e depois, quando estes sábios se retiraram desse continente por causa do grande cataclismo que se avizinhava (e que eles não ignoravam), se orientaram até o Continente Gramonsi ( hoje chamado África). Dalí, desde o sul da África, avançaram até o país do Nylia (hoje chamado Nilo) e, precisamente em Cairona (chamado hoje o Cairo), viveram e construíram as Esfinges.

Ditas esfinges representam o Fogo, o Ar, a Água e a Terra. As garra do leão representam o fogo; o rosto humano a Água; as asas simbolizam o Ar e as patar de touro fazem referência a Terra. Estes quatro elementos são fundamentais na Grande Obra e se sintetizaram no Sal, no Enxofre e no Mercúrio da Alquimia, o Sal está contido o elemento Terra, o elemento Água e o elemento Ar. Enquanto o Enxofre, vemos que se alimenta da Terra (e isto o evidenciam com os vulcões) donde também está presente o Fogo. E enquanto ao Mercúrio, vemos que participa do Ar e da Água. O Sal, o Enxofre e o Mercúrio estão pois, ali nos quatro elementos.

P. Poderia explicar-nos porque os antigos egípcios rendiam culto ao gato?

R. – Porque o associavam com o Mercúrio. O gato sempre tem sido símbolo do Mercúrio da Filosofia Secreta (já sabemos que o Mercúrio é a Alma Metálica do Esperma)... Observe-se que o gato é um grande vidente, é vê na noite, nas trevas e inclusive sai na noite, se reproduz na noite e é precisamente na noite profunda dos Sábios, na obscuridade, entre o augusto silêncio, donde se trabalha com o Mercúrio, a dizer, na elaboração do Mercúrio da Filosofia Secreta... A atuação do gato indica que está intimamente relacionado com o Mercúrio e por isso se há rendido culto. Não esqueçamos que o Mercúrio nos converte em um Gentil Homem, em Homens iluminados.

P. – As pirâmides egípcias são templos em outras dimensões?

R. – As Pirâmides egípcias tem, em realidade, suas correspondências em outras dimensões do Cosmos e da Natureza. Não o negamos, assim é.

P. – Que significado tem a palavra Heliópolis?

R. - Quer dizer: Cidade Sagrada.

P. – Mestre: Porque Tutankamón morreu tão jovem?

R. – Morreu jovem pelo destino que já trazia, porém se Auto-Realizou.

P. – As múmias descobertas pelos arqueólogos, constituem atos de profanação o é assim porque a Lei o tem querido?

R. – As múmias descobertas pelos arqueólogos, mesmo estando mortas, constituem atos de profanação, porque isso corresponde aos Mistérios dos Antigos.

P. – Porque algumas pessoas, mesmo sem ter efetuado este tipo de estudos, conservam seus corpos depois da morte?

R. – Se deve ao cal que contém o corpo, ou aos muitos antibióticos que ingeriram quando estavam com vida.

P. – Existe por ali um personagem chamado Ramatis, este senhor é um Adepto?

R. – Ramatis não se tem visto na Loja Branca, portanto não me consta que seja um Adepto.

P. – Que representa o escaravelho para os egípcios?

R. – O escaravelho, entre os Iniciados egípcios, tem o significado de Alma.

P. – Quem construíram as estátuas da Ilha de Páscoa?

R. – Esta é uma questão da antiga Lemúria. Os lemures levantaram essas estátuas e as colocaram em direção da Lemuria (terceira raça-raíz).

P. – As escrituras cristãs mencionam a cidade de Belém; existiu realmente essa cidade?

R. – Belém é uma palavra derivada de Bel: “Torre de fogo”, em caldeu. Belém não existia como aldeia e nem sequer figurava nos mapas... De maneira que Belém traduz: “Torre de Fogo” e essa Torre há que levantar-se dentro de si mesmo com o Fogo Sagrado. Ao chegar dito Fogo a altura do cérebro, fica estabelecida a Torre dentro de si mesmo, aqui e agora.

P. – Você acompanhou a Jesus o Cristo na Terra Santa?

R. – Na época de Jesus de Nazareth eu estava desencarnado.

P. – Por que os cristãos que eram jogados aos leões nos circos romanos em vez de ir chorando iam rindo?

R. – Porque eram gnósticos e os gnósticos não tem medo da morte. Os gnósticos conhecer a fundo os Mistérios da Vida e da Morte.

P. – Que fala Jesus, o Grande Kabir, do estado atual da humanidade?

R. – Ele sente piedade por esta humanidade fracassada, porque, definitivamente, esta humanidade está fracassada.

P. – Por que se diz que (esotericamente) “o aspirante deve caminhar entre triângulos, octógonos e esquadros?”

R. – Os triângulos representam o manejo das Três Forças, dos três fatores da Revolução da Consciência: o Santo Afirmar, o Santo Negar e o Santo Conciliar... Recordemos as forças positivas, negativas e neutras (o masculino, o feminino e o neutro). Os octógonos significam as oito iniciações (pois, em verdade, são oito iniciações); e os esquadros representam o reto pensar, reto sentir e o reto obrar (em geral, a boa conduta).

P. - Por que se diz “os Iniciados devem ir de mão com Marta?”

R. – Marta é um das vinte quatro partes de nosso Ser. Ela representa “a humildade do Iniciado”. Sem Martita (sem a humildade) não podemos integrar-nos com as partes mais elevadas de nosso Ser.

P. – Seu Gurú, certamente, se chama Adolfito, ou é um nome simbólico?

R. – Assim se chama; esse é o nome que teve em uma de suas últimas existências, ou melhor dito, que adotou, porque ele existe desde a Lemúria: ele nasceu na Lemúria, porém não tem morrido, conservou o mesmo corpo que teve na Lemúria... Se chama Adolfo e carinhosamente, lhe digo Adolfito...

P. – De que se alimenta um Ressurrecto?

R. – Se alimenta da Árvore da Vida. Isto sucede quando se tem conseguido a Pedra Filosofal, quer dizer, quando alcançamos o Elixir da Longa Vida e a Medicina Universal. A Árvore da Vida nos permite aos Ressurrectos operar com certo artifício com o qual Recriamos os Corpos e os fazemos plásticos. Alguns corpos plásticos assumem a forma que alguém queira: bem seja de árvore, de pedra ou de animal; em conclusão, nos convertemos em autênticos Mutantes... Tenha-se em conta que toda enfermidade tem sua origem na Mente, nos “eus”. Mortos estes últimos, conseguimos então que nossos corpos recriados se tornem plásticos e podemos aparecer como velhos ou jovens.

P. – Considera você que um Ressurrecto necessita eliminar a personalidade?


R. – Até há pouco eu mesmo defendia a personalidade, porém agora que dissolve o Ego a cinzas, me dói quando que a personalidade em um estorvo entre o Ser e nós mesmos. Atualmente, pois, estou quebrando até a minha personalidade, porque sé que a presença do Ser pode suprir perfeitamente a esse instrumento. A presença do Ser é o suficiente forte por o que sai sobrando a personalidade... A personalidade é o veículo do Karma, e nela se encontram muitas coisas que nós ligam ao Karma... É bom saber que a personalidade é múltipla e perniciosa, não é individual. Gurdjieff e outros estudiosos rendem culto a personalidade porque a consideram necessária, porém o afirmo categoricamente que não o é.

P. – Tem Melchisedeck corpo físico imortal?

R. – Claro que sim!: O tem seu corpo físico imortal, possue o Elixir da Longa Vida e La Pedra Filosofal; É o Gênio da Terra.

R. Se encontra Melchisedeck em algum lugar específico da Terra?

R. – Normalmente se encontra em Agarti, em certas cavernas desse reino. Tanto Ele, como os que o acompanham possuem naves espaciais com as quais viajam através do inalterável espaço infinito.

P. – Chegaram as massas a comunicar-se com os extraterrestres?

R. – Tenho entendido que nós devemos entregar a humanidade a humanidade os métodos e meios científicos, para que os terráqueos entrem em comunicação com outros mundos habitados e também com as naves que viajam através do infinito. Logo entregaremos a humanidade aparatos mais perfeitos que a televisão e o rádios; estes se propagarão, em forma massiva, por todas as partes do mundo. Pode dizer-se, então, que os extraterrestres instruiremos a humanidade em forma massiva.

P. – É certo que nas selvas amazônicas há bases extraterrestres?

R. – Sim é certo que há. Tais bases estão tão escondidas que jamais os profanos darão com elas.

P. – São reais as fotografias de Marte dadas a conhecer pela NASA?

R. – Não são reais! Em verdade, essas fotografias são da Lua e não de Marte. Os terráqueos acreditaram que as fotografias, conseguidas pela NASA com os artefatos enviados a Marte, eram deste planeta, como dizemos, são da Lua... Os marcianos souberam orientar muito bem os aparatos americanos até a Lua; de maneira que as fotografias tomadas são da Lua.

P. – Como define você o Triângulo das Bermudas?

R. – Como uma espécie de porta aberta até a Quarta Vertical ou Quarta Dimensão.

P. – Esse fenômeno se verifica em outros lugares similares ao das Bermudas?

R. – Sim; o mesmo fenômeno se verifica em outros lugares similares ao das Bermudas.

R. – Quando se entra em meditação, escutando música especial para este tipo de prática, é indubitável que se logram viagens astrais.

P. – Existiram realmente os três reis magos?

R. – Não como pessoas físicas. São, unicamente, o símbolo das cores da Grande Obra, a dizer, da Pedra Filosofal. Obviamente, o Rei Mago de cor negra simboliza o primeiro testemunho da Alquimia, quando as águas, o Mercúrio, são todavia negras; o Rei Mago de cor branca alegoriza o processo das águas tornando-se brancas; o Rei Mago de cor amarela simboliza as águas do Mercúrio tomando a cor amarela; e a cor vermelha, que é o mais elevado na Alquimia, está formado pelo púrpura dos reis... Tomar os três reis magos como personagens físicos é um absurdo.

P. – Como observa a Grande Loja Branca o Movimento Gnóstico Internacional?

R. Os Irmãos da Fraternidade da Luz Interior, obviamente, conhecem o programa do Movimento Gnóstico Internacional e cooperam ajudando intensamente a todo o Movimento.

P. Como define você a Antropologia Gnóstica?

P. – É uma antropologia psico-analítica. Inquestionavelmente, nós mesmos, por meio da psico-análise, podemos extrair de cada peça, nicho, pirâmide, tumba, etc., os princípios psicológicos contidos em tais peças.

P. – Se implantará a Gnose no Canadá?

R. – Sim: A Gnosis se desenrolará no Canadá e alí se criará uma base para preparar delegados internacionais que logo irão a Europa.

P. – Que futuro aguarda a Gnosis na Europa?

S. Pois um futuro glorioso. A Gnosis chegará a Europa em sua forma antropológica e produzirá uma verdadeira revolução cultural.

P. – Chegará a Gnosis até a Ásia e África?

T. – Sim: deverá chegar até a Ásia e África, porque a mensagem gnóstica temos que entrega-la a humanidade inteira.

P. – Venerável Mestre: como se vai introduzir a gnosis na Ásia com tanto fanatismo que ali existe?

P. – Necessitaremos marchar em forma inteligente. Temos planos, temos projetos e em geral, tudo está sabiamente coordenado para que não tenhamos problemas.

P. – Quantos membros chegar a ter a Gnosis no México?

R. - Temos calculado três milhões de gnósticos para o México.

P. – Aproximadamente, quantos membros terá a Gnosis na Europa?

R. – Chegará a ter muitíssimos milhões de pessoas em todo o continente.

P. – Que missão cumprirá a Pistis Sophia desvelada por sua pessoa?

R. – Deverá levar as gentes o Esoterismo Crístico e estes, compreendendo o ensinamento, trabalharão sobre si mesmas de uma forma eficiente.

P. – Por que ordenou você a construção do Summun Supremum Santuarium numa serra nevada Sul-americana?

R. – Para trabalhar eficientemente para o gigantesco Movimento Gnóstico Internacional. É óbvio que um Templo, devidamente preparado e embaixo da terra, tem poderes extraordinários. O Summum Supremmum Santuarium foi construído com essas características e muito logo entrará em Estado de Jinas (na Quarta Dimensão).

P. – Desde quando existe na Quinta Dimensão o Palácio da Lei do Karma?

R. – Existem três coisas eternas na criação: A Lei, o Nirvana e o Espaço. O Palácio da Lei do Karma, existe, pois, desde a Aurora da Criação.

P. – Em que Mahamvantara se Auto-Realizou o Mestre Anúbis?

R. – Não o sei, porque não o perguntei.

P. – Como chegaram alguns Seres a hierarquia de Anjos Lunares de Marte?

R. – Trabalhando sobre si mesmos com os três fatores da Revolução da Consciência: Nascer (fabricação dos corpos existenciais superiores do Ser): Morrer (desintegração do Ego animal) e Sacrifício pela humanidade... Foi assim como o lograram.

P. – Venerável Mestre: Quantos mandamentos existem?

R. – Existem 22 mandamentos que se correspondem com os 22 arcanos do Tarot.

P. – Por que Moisés só entregou a humanidade 10 mandamentos?

R. – Porque a humanidade só estava preparada para receber esses 10 mandamentos, porém através do tempo se irão ensinado os outros.

P. – Poderia dizer-nos, Venerável Mestre, que é o Aeón 13?

R. – É o mesmo Ain da Cabala hebraica, o Sat dos indostanes um Sat Gurú, por exemplo, é um homem, que tem chegado ao Aeón 13. Mais além do Aeón 13 está o Imanifestado Absoluto, o Eterno Pai Cósmico Comum.

P. – Existe ainda, no mundo físico, a Ordem dos Templários?

R. – Sim; existe ainda, está ativa e é a mesma Ordem dos Cavaleiros do Santo Graal. Eles vivem em certos lugares secretos que agora não citarei, porque também tem inimigos secretos.

P. – É certo que os russos estão inseminando mulheres com sêmen de macacos?

R. – Os russos estão realizando essas estupidezes porque querem fabricar uma raça de degenerados para que se façam emprego dos trabalhos materiais e poder eles, então, dedicar-se a outros estudos, “diz que” de alta ciência, alta moral, etc. Isto não é mais que um cúmulo de ensaios torpes efetuados pelos russos.

P. – É certa a existência de vampiros no mundo físico?

R. – Eles existem em grandes quantidades, mais do que se crê. Existem técnicas tenebrosas que servem para fabricar vampiros. Os vampiros são o produto de um homossexualismo combinado com magia negra. Os vampiros odeiam as mulheres, porque são homossexuais; as vampirescas odeiam os homens, porque são lésbicas.

P. – Considera você que um homossexual pode regenerar-se ou progredir dentro deste tipo de estudos?

R. – Os homossexuais e lésbicas são caso perdidos, são verdadeiros fracassos. Este tipo de gente são sementes podres e as sementes podres não germinam jamais.

P. – Porque alguns varões normais, em sua vida diária, se tem visto copulando em sonhos com outros varões.

R. – Ocorre algumas vezes que nestas pessoas existe homossexualismo subconsciente, submergido. Outras vezes se deve a que conservam na psique agregados femininos de suas existências anteriores (quanto tiveram corpo físico feminino). Igual caso ocorre com as mulheres que se tem visto nos sonhos copulando com outras damas, ainda que na vida cotidiana não sejam lésbicas.

P. – Que deve fazer uma pessoa que descubra elementos de infrasexualismo em suas experiências oníricas?

R. – Esses agregados deve trabalha-los com a ajuda da Mãe Kundalini. É precisamente na Forja dos Cíclopes (o Sexo) onde deve pedir a Divina Mãe que desintegre esse agregado de tipo luxurioso. Então, depois de certo tempo esse agregado será destruído totalmente, e se logo aparecer outro similar, haverá que desintegrá-lo também.

P. – Venerável Mestre: que fala você sobre o aborto?

R. – O aborto é uma destruição da obra da Mãe Natureza. Bem sabemos que a Deusa Mãe Natura trabalha criando organismos. Cada um de nós a leva dentro de si mesmo na própria psique e é Ela quem une o zoosperma ao óvulo; Ela é quem elabora a célula germinal primitiva com seus quarenta e oito cromossomos; Ela é a que da os impulsos para a formação genuína da célula germinal primitiva e graças a isto, o organismo se desenrola e se converta num arquétipo criador. Assim, pois, em realidade, de verdade, a Mãe Natura luta intensamente para fixar um organismo e quando alguém destrói sua obra, comete um crime que de modo algum pode passar desapercebido para a Grande Lei. Seria absurdo que a Grande Lei estivesse de acordo com este tipo de destruição e naturalmente sanciona severamente a todo aquele que destrói a obra da Mãe Natureza. Então, o aborto provocado intencionalmente é um homicídio, sancionado como tal pela Grande Lei.

P. – Mestre. E quando sobrevem o aborto involuntário, pode considerar-se como um Karma?

R. – Nem sempre é karmico, pois muitas vezes um acidente pode provocar o aborto. É karmico, algumas vezes, como nos casos em que mulheres começam a gestar uma criatura e, uma e outra vez, falham em seus intentos.

P. - Em rasgos gerais, que conseqüências trará a humanidade a legalização do aborto?

R. – Como queira que a humanidade está dedicada ao erro e ao aborto se for legalizado e se tomar como um direito norma já oficializado, isto acarretará num karma terrível para os habitantes da Terra. É claro, que quem não tenha provocado abortos não terá nada que pagar, porém tudo isso, em geral, influirá nas grandes catástrofes que se avizinham.

P. – É certo que um planeta chamado Hercólubus se está acercado perigosamente da Terra?

R. – Sim... Esse grande planeta, ao acercar-se demasiado a Terra atrairá o fogo líquido do interior do nosso planeta e provocará a explosão dos vulcões, também a de produzir intensos terremotos e grandes maremotos. O fogo líquido da Terra queimará tudo o que tenha vida e na máxima aproximação de Hercólubus, sobrevirá a revolução dos eixos da terra, os mares mudarão de leito e se tragará a todos os atuais continentes; a terra regressará ao estado caótico para que dentre esse caos surja um mundo novo, uma terra regenerada, transformada onde viverá uma nova humanidade.

P. – Conhecem os cientistas a aproximação desse planeta?

R. – Sim... Todos os astrônomos o sabem.

P. – Por que, se eles o sabem, não alertam a humanidade?

R. – Porque os governos o proíbem para evitar a psicose coletiva.

P. – É certa essa lenda que tenha a existência do Lobisomem ?

R. – Isso se chama Licantropia, e é conhecida deste há muitíssimos ciclos. Obviamente, alguns tenebrosos magos negros, hechiceros (europeus), conseguem meter o corpo físico dentro da Quarta Dimensão (Estado de Jinas) e ali assumem a figura de verdadeiros lobos sangrentos que atacam as gentes e até as devoram de verdade.

P. – O que você tem chamado Aeón 13, tem relação com os treze céus e com os treze infernos?

R. – Tem relação com tudo isso e com os treze sephirotes.

P. – Tem algum significado esotérico o Elefante Branco?

R. – Este animal representa o Logos.

P. – Qual a causa da política fracassada que caracteriza os líderes governamentais atualmente?

R. – Esta política fracassada, utilizada pelos líderes modernos, tem suas raízes na debilidade sexual dos mesmos. Bem sabido é que a sociedade moderna está controlada pelos patifes do intelecto. Os patifes do intelecto são terrivelmente fornicários, e tudo isto está demonstrado até a saciedade. Um patife é uma mescla de intelectualismo desprovido de espiritualidade e a falta de espiritualidade ocasiona luxúria exorbitante. Como querem que o mundo esteja governado por patifes não é estranho que isto suceda. Assim pois, os políticos por ser débeis são governados pelo Super-Homem. Os políticos são débeis sexualmente, estão governados pelo Círculo Consciente da Humanidade Solar que opera sobre os Centros Superiores do Ser. Os políticos vem a ser como fichas negras que a grande Loja Branca manipula. Existem fichas branca e negras e a grande Loja Branca reforça as vezes as vezes uma ficha ou outra, de acordo com o Karma e o Darma das nações.

P. – Que conselho daria você ao que se dedicam a ensinar a doutrina gnóstica?

R. – Os instrutores gnósticos, antes de tudo, deve falar ao povo em linguagem fácil, para que o mesmo possa entender-lhes com toda claridade.

P. – É certo que a NASA tem em seus laboratórios alguns extraterrestres congelados?

R. – Isso é tão absurdo como chegar a crer que um homem se deixar capturar por uma formiga. Os extraterrestres são Super-Homens e conhecer muito bem aos animais intelectuais terráqueos, não são pois tão tontos como que para deixar-se capturar.

P. – Como definiria você a uma boa esposa?

R. – É uma mulher que ante tudo é fiel ao homem e que sabe cumprir com seus deveres como mulher, como esposa, como mãe, etc., etc.

P. – Existem realmente os homens das neves?

R. – Os homens das neves existem em todas as partes do mundo, porém jamais ele tem feito mal a ninguém.

P. – Aguarda ao México uma catástrofe espantosa?

R. – Sim lhe aguarda, porém não sabemos a data porque os senhores do Karma não tem dito jamais a data.

P. – Desaparecerá a cidadela de Teotiuacán com o cataclismo que se prediz para o ano 2040?

R. – Não. Não desaparecerá.

P. – Ao terminar o cataclismo, você governará a primeira sub-raça da sexta grande raça Khoradhi?

R. – Depois da grande catástrofe a todos os Irmãos nos tocará trabalhar com essa futura grande raça. Assim será como nós todos criaremos uma nova civilização e uma nova cultura.

P. – Entende você a linguagem dos animais?

R. – A linguagem dos animais se entende quando alguém entra em meditação interior profunda. Qualquer homem ou mulher que entre em meditação interior profunda, pode chegar durante o Shamadi a entender a linguagem dos animais.

P. – Pensa você que existem alguns planos por parte das empresas internacionais produtoras de cinema, ao criar filmes de violência e sexologia degenerada?

R. – Tenho entendido que o inimigo secreto trabalha intensivamente para degenerar a raça humana por meio das películas pornográficas e da fomentação dos vícios.


Samael Aun Weor