zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Alquimia
A Lótus da Manhã

Após a úmida e perfumada noite, quando a escuridão cessa e o Sol brilha de maneira esplendorosa no horizonte, há uma flor que emerge de seu profundo sono em saudação ao Dia e em reconhecimento ao ao Cristo-Sol.
A única força que é capaz de fazer esta flor abrir-se e manifestar-se na plenitude de sua beleza e de sua natureza, é o amor. Ela emerge de suas trevas quando percebe os primeiros raios do Astro Luminoso, em busca de seu alimento e de seu complemento, que descende a terra em busca desta.


Toda a vida, tudo que conhecemos, e mesmo o que desconhecemos, é o resultado do Sacrifício dos Deuses em criar a natureza para que a Divindade dê a cada um a chance de fazer suas escolhas, de reconhecer ou não seu caminho, seu destino.

Muitas vezes fala-se de um Sacrifício pela Humanidade, infelizmente raras vezes vemos um Ser capaz de realizar isto, porque toda fundação depende de sua base, e a base do indivíduo é o Lar, no caso o nascimento deste Amor, como manifestação máximo do Sacrifício Individual, para que então transcendendo a natureza humana e fusionando-se com esta força Cristo que vamos encarnando ao longo dos processo amorosos, torne-se possível verdadeiramente o Sacrifício pela Humanidade.

Hoje saudamos e rendemos culto a este princípio.

11/11/16