CLXV
Textos sobre Antropologia
Paz Inverencial!

Prezados leitores que nestes instantes se dedicam a ler este breve texto que aqui nos propomos a escrever. Entendam que cada palavra traz consigo um sentido profundo, significativo e eterno.
Devemos compreender que a Palavra é para o Verbo o que a Matéria é para o Espírito. O Verbo se expressa por meio da palavra, escrita ou falada.
Certamente cada palavra encerra um sentido simbólico e transcendental por traz de sua mera forma. É necessário estudar a luz da consciência tudo isto que ouvimos, lemos, falamos e escrevemos.
Certamente uma palavra muito conhecida e apreciada por seu sentido de tipo superior, é a palavra PAZ. Ela mesmo para os mais desinformados encerra um sentido de tranqüilidade, calma e até mesmo certa felicidade, embora seja difícil explicar desta forma, já que usamos outras palavras para explicar a primeira.
A Paz é um estado anímico, uma virtude, um poder, um atributo da Alma o qual aquele que se liberte de certas amarras psicológicas que tem, é capaz de conquistar.
A Paz é uma não preocupação, um estado de singela santidade, no qual uma pessoa que consiga chegar, certamente procuraria sempre manter ativa esta faculdade tão especial.
Temos que entender que a paz nem sempre está conosco, principalmente por nossos temores, medos, irritações e outros diversos sentimentos e pensamentos de tipo inferior, que lamentavelmente nos arrastam a estados de infraconsciência.
Quando dizemos Inverencial, nos referimos a algo que é interno, não afetado por eventos, pessoas ou circunstâncias externas.
Precisamos entender a profundidade que tem isto, já que grandioso é sermos capazes de nos manter, por exemplo, com uma Paz inalterável pelas diversas ocasiões e eventos que são gerados pelo mundo que vivemos.
Este estado o qual falamos é a chave que devemos buscar para poder abrir a porta que nos leva a compreensão de tudo o que nos rodeia, pois senão seremos sempre escravos das circunstâncias e dos demais, no que se refere ao nosso mundo interior.
Os Gnósticos, entre sí, costumam aplicar esta saudação cordial, como que anelando a este Irmão que possa alcançar e se manter neste estado de Paz de tipo superior.
Poderíamos traduzir "Paz Inverencial!" como Paz Interior, Paz no Coração, Paz esta que não é alterada por eventos externos.
Esta saudação é comumente usada nos mundos internos, no mundo dos sonhos, o plano astral (Quarta Dimensão), quando vamos adentrar à algum dos Templos de Mistérios.
No caso dos Templos (em alguns deles), pode se dizer que esta é a frase secreta, a senha, o passe que permite com que o Aspirante tenha admitido pelo Guardião, seu ingresso ao Templo. Isto ocorre porque o Templo não deve ser profanado com sentimentos, pensamentos ou qualquer outro tipo de atividade de tipo inferior, definitivamente é necessário que o Aspirante tenha ativo e desperto dentro de si mesmo, a Paz Inverencial.
Paz Inverencial!

04/07/05