CLXV
Textos sobre Antropologia
A Cultura e a Sociedade

Todas as sociedades tem características marcantes que popularmente chamamos cultura, é esta tradição que segue um povo.

A Cultura é algo muito ligado à Personalidade, porque é algo do tempo.

A Personalidade sabemos são nossos hábitos, nossos costumes, nossas manias, tudo aquilo que constantemente repetimos e tempos por hábito.
Quando muitas Personalidades agem de uma mesma forma, chamamos isto de cultura. A Cultura é um sistema de ação e de convívio.

Então que a cultura é formada pela ação de muitas personalidades e serve por um padrão que segue um povo.

Se tomarmos a Cultura Gaúcha por exemplo, vamos ver que pelo clima frio, por terem que andar a cavalo, por uma série de plantas da região, por necessidades óbvias, cria-se uma vestimenta adequada, alimentos relativos à região, ações naturais para a sobrevivência.
Então que a Cultura é uma Personalidade a nível de massas.

A Cultura de um povo, surge como uma necessidade relativa a região que vive, e as ações que a maioria daquela região realiza.

No Sul do Brasil, e outros Países da América do Sul, foi muito normal o uso de Bombachas, que eram roupas largas para montaria, e para o trabalho no campo. Assim como havia o Mate, que era algo que ajudava para que se aquecessem, de uma maneira barata e com plantas da região.

Até aí vemos a Cultura como algo natural da sobrevivência e como exigências que tem a vida em cada região.


A Cultura surge pela necessidade, e morre pela falta de sua utilidade.
Nos dias atuais vemos que se confunde a necessidade com o gosto, com orgulho tradicionalista, com tantas coisas que transformam a Cultura em algo negativo, equivocado.

Assim como à Personalidade, esta nossa forma temporal de uma existência, pode servir seja à nossas Virtudes como à nossos Defeitos, a Cultura da mesma forma pode tornar-se um peso para uma sociedade que mantém mecanicamente velhos hábitos, sem a devida compreensão da necessidade, da realidade de cada coisa.


A Cultura deve ser algo que não temos que ter por rédea à nossa expressão, ou aprisionamento de nossos ideais. Ela é meramente uma forma de expressão daquilo que levamos dentro. Se a Cultura precisa de uma revisão, temos que começar por revisar a nós mesmos, a nível de Personalidade.

Mudando a nós mesmos como indivíduos, mudamos a sociedade. Se moldamos nossa personalidade de forma a atender a necessidade de nossas virtudes, mudamos a cultura de forma a que seja algo edificante para a sociedade.


As Massas tendem a mecanicidade e a seguir o impulso que dá a cultura de um povo.
Necessitamos nos tornar verdadeiramente Homens e Mulheres, e moldar a nós mesmos de forma a influenciar, da melhor maneira possível, nossa cultura, nossa sociedade.

Uma Cultura sem a presença de Deus, é uma Cultura que ruma para o Abismo. Esta divindade que nos referimos, é a força Espiritual que é o Íntimo de cada um.

12/07/13