CLXV
Textos sobre Filosofia
O Gnóstico e o Estudante Gnóstico

Há comumente no Gnosticismo esta diferenciação entre o que é ser Gnóstico e o que é ser Estudante Gnóstico.

Na Prática vemos que Estudante Gnóstico é toda pessoa que conheça e aceite os ensinamentos gnósticos. O Estudante Gnóstico é aquele que conhece intelectualmente e até tem alguma compreensão sobre estes ensinamentos, mas seu aprendizado se dá pelo que os outros disseram ou ensinaram.
O Estudante Gnóstico é aquele que está ainda em processos iniciais de sua Obra, pode que reconheça a Castidade (Alquimia) como tábua de salvação mas ainda não é capaz de cumprir totalmente com este requisito. Reconhece a importância da morte psicológica mas não é capaz de aplicar isto a si mesmo. Percebe a necessidade de sacrificar-se em benefício de seus irmãos mas não encontra as formas de realizar ainda estes feitos.

Dizemos Estudante Gnóstico porque é quem está buscando as formas mas não encontrou ainda os princípios.

O Gnóstico é quem vive a auto-gnosis, é quem encontra seu aprendizado na prática destes ensinamentos. O Gnóstico é um homem que segue a seu Deus, que é capaz e realiza em seu dia a dia a prática do que são os Três Fatores de Revolução da Consciência.
A Verdade é que existem muitos Estudantes Gnósticos e poucos Gnósticos, é importante ir mais além das teorias, a exercer a prática e a vivência de tudo isto que já conhecemos teoricamente.

Um Gnóstico não se sente Gnóstico, o é porque tem o mérito da prática e o domínio interior que permite exercer a consciência que tenha.
Normalmente os Estudantes Gnósticos acreditam que são Gnósticos, mas os Gnósticos sempre sentem-se como eternos Estudantes Gnósticos.
Este é o principal obstáculo do Estudante, porque já sente-se realizado e na verdade nem começou o trabalho verdadeiro.

O Gnóstico sempre será um aprendiz, um estudante, isto porque sempre haverão novos níveis e novas capacidades que precisam ser perfeccionadas. Cada parte autônoma do Ser liberta em meio ao Eu deve ser educada, valorizada e perfeccionada e isto é um eterno aprendizado. Cada habilidade, cada dom exige um recomeço do zero, um aprendizado constante e permanente até a perfeição de cada uma destas partes internas.

Cada Iniciação igualmente são novos processos, novos aprendizados, uma pessoa que sinta-se realizada, que sinta-se pronto, ou em outras palavras Gnóstico, ficará estancada nestes processos que está vivendo, porque cada exaltação é precedida por uma humilhação, então é um começar de novo, é estar disposto a fazer um aprendizado de algo que desconhece, que não domina, porque o caminho é algo que fazemos sempre em frente, apesar de algumas circunstâncias parecidas por se relacionarem com os elementos da natureza, é um caminho sempre em frente, aonde estamos vivendo as mesmas coisas mas em oitavas superiores, então é sempre tudo novo para este eterno Estudante Gnóstico.

Em outras palavras temos que afirmar que os Gnósticos são os Deuses, e nós como Homens e Mulheres não somos mais do que a sombra pecadora daquele que jamais pecou, devido a isto seremos sempre e até o fim eternos Estudantes Gnósticos.

17/01/12