zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Filosofia
Palavras e Silêncio

A Voz, as palavras, são uma capacidade, um poder muito interessante que temos. Já que é um dom intimamente ligado com o Pai que é o Verbo, o Som universal, a Verdade. Sendo como já sabemos o Cristo a Luz, e o Espírito Santo o Calor como manifestação destes princípios.

Os Deuses criam com o poder do Verbo, o que quer que precisam cristalizar o fazem pela palavra. E é por isto que em algumas orações pedem-se "Coros" de Anjos, que na verdade é exatamente como realizam a manifestação de nossas petições, por meio de suas palavras em uma ressoante harmonia.

É claro que para nós isto pode parecer algo muito distante, visto que usamos esta matriz do verbo (nossa laringe) em geral para causar danos, gerar enganos no entendimento das pessoas.
A Palavra é algo que traz consigo grande responsabilidade, pois é um poder que molda e esculpe o ambiente tanto física como internamente. Um local que serve de palco a discórdias e a troca de acusações, que serve para mentir e enganar aos demais, ou que usam palavras cujo significado é grosseiro, moldam um ambiente internamente negativo e por consequência fisicamente da mesma maneira. A Palavra também claro atua como um catalisador de forças internas as quais se aproximam, se afastam, também se moldam, de acordo com a palavra proferida.

É claro que a matriz da palavra nas pessoas em geral, não é dotada do verdadeiro poder do verbo, exatamente porque não tem a condição nem a responsabilidade de arcar com esta capacidade e com as consequências do uso da mesma.
Ainda assim, qualquer palavra dita, é uma espada que pode ser usada para o bem ou para o mal e traz consequências irrevogáveis uma vez proferida.

Há algo ainda mais profundo e mais significativo que a Palavra, e este é o Silêncio. Muitas vezes quando queremos transmitir algo, falamos, mas em geral vemos que por diversas vezes exatamente é quando as palavras cessam, que realmente o diálogo se dá de uma maneira plena e significativa já que internamente se transmitem e se recebem percepções muito mais claras e muito mais profundas do que podemos expressar com as palavras que hoje em geral conhecemos e usamos para o diálogo.

Por vezes, falar é um delito, por vezes calar é um delito. Assim claro também não apenas quando falamos, mas o que falamos, como falamos.
Ainda além disto, há os impulsos que geraram a manifestação desta palavra. Pois duas pessoas podem dizer o mesmo, da mesma forma, em um momento oportuno e ainda assim uma manifestação ser negativa e outra não.


Mas no silêncio das palavras vemos que muita coisa é transmitida, como já dissemos. E é interessante que muitas vezes o silêncio é mais eloquente e mais eficiente do que qualquer coisa que possa ser dita. Nem sempre quantidade indica qualidade, como bem entende qualquer pessoa observadora, a síntese na palavra, a síntese em um ensinamento serve exatamente para que o real seja transmitido não pelo discurso mas pelo silêncio e para que o próprio indivíduo busque por si mesmo as respostas de maneira concreta as encarne, e não tenha apenas uma informação inútil que nada lhe adiciona.

"Uma mesma palavra pode servir de bênção para uma pessoa e de insulto para outra.
Por isso, antes de se pronunciar uma palavra, seu resultado deve ser muito bem calculado.
Os Senhores do Karma julgam as coisas pelos seus feitos; sem ter em conta as boas intenções.
...
'Que as disputas sejam proibidas! Que a discórdia em palavras seja derrubada! Que todas as malezas deixem claro o caminho!'
" - Rosa Ignea, V.M. Samael Aun Weor.

"Se a pessoa não tem amor, nem luz que ilumine a consciência, não há compreensão continua; há compreensão por momentos, por chispas devido a sua vulnerabilidade ante os diferentes conceitos da emoção e do intelecto inferior; isto é, quem não cultiva o estudo com a profundidade que tem o conhecimento de si mesmo, jamais pode despertar a consciência, jamais pode ser um veículo de expressão de Deus, em um estado conscientívo constante. Não pode, porque Deus assegura o que é dele é justo; quando a pessoa incorre em qualquer erro, Deus se retira no ato, já não está presente! Qualquer Mestre dá ensinamento e quando diz uma palavra equivocada, neste momento já não está Deus. Alguns dizem: 'Se retirou, para onde foi?' Pois não está, porque Deus não valida algo que não vem dele e que não é justo. Deus começa a garantir o que fala a pessoa humana, quando já está conectada com ele e é ele quem fala." - As Joias do Dragão Amarelo, Tomo IV, V.M. Lakhsmi Daimon

"Certamente se luta por uma palavra; tiram-se deduções absurdas; cometem-se atropelos de toda espécie e se derrama sangue nos campos de batalha.
...
As pessoas lutam por palavras que nunca entendem, ainda que os dicionários as expliquem gramaticalmente.
" - A Grande Rebelião, V.M. Samael Aun Weor.

21/12/15