CLXV
Textos sobre Filosofia
Ensinar para aprender

Não poderíamos iniciar este ponto de nossas explicações sem mais uma vez recordar que "Quem dá, recebe; do que dá, recebe; e quanto mais dá mais recebe. Aquele que nada dá, até o que tem lhe será tirado."

É Uma lei, relacionada ao devorar e ser devorado, neste caso relacionado ao ensinar para poder aprender.
Nós sabemos que uma forma de pagarmos um Karma, é ajudar outras pessoas que vivam esta mesma situação. Então se uma pessoa tem fome, deve ajudar e lutar pelos que não tem o alimento; quem queira curar-se deve lutar por pessoas que sofram desta mesma enfermidade.

Então entramos neste paradoxo de que "precisamos aprender para poder ensinar", e "precisamos ensinar para poder aprender".
Seria muito fácil que os que nos acompanharam nestes últimos textos, tenham chegado a conclusão, se realmente revisaram sua vida e seus atos, que nada sabem e por isto não estão aptos para ensinar...

Realmente poderia ser assim, mas em verdade ninguém está mais perto da verdade, do que quanto se dá conta do quão longe está dela.
Uma pessoa que crê-se sábia, que acredita ser perfeita, que está "pronta", cessa sua caminhada e fica estancado em relação a Obra e ao Despertar da Consciência.
E é isto que necessitamos verdadeiramente nos dar conta, que nada sabemos de fato, sobre o que é Gnosis e da prática real destes ensinamentos, assim já tendo conhecido intelectualmente podemos nos dar a tarefa de lutar, desta vez verdadeiramente por fazer carne e sangue destes Mistérios que nos entregam estes benditos Mestres.

Com isto não queremos de forma alguma que as pessoas neguem-se a serem Sacerdotes e Ísis ou que abandonem ou deixem de buscar suas funções como Instrutores (Missionários) e colaboradores da Grande Obra a nível institucional; MUITO pelo contrário.
Fazemos todo esta advertência para que realmente se dediquem a Missão de ensinar e com isto tenham o mérito, o direito e a condição de aprender verdadeiramente.

O V.M. Lakhsmi, certa vez comentava quando passou por este processo em que entendia que precisava aprender antes de ensinar e que só foi realmente aprender quando passou a ensinar.
Todas estas informações plasmadas nos livros (principalmente do Mestre Samael), são guias, são mapas para que uma pessoa não precise buscar informações e práticas aqui e acolá, e que acabe enredado em tantas artimanhas de falsos Profetas.

É Muito fácil fazer prodígios, no caminho negro se tem muito cedo quaisquer habilidades que se deseje, então não é de se estranhar que tantos abandonem a seriedade do caminho e se percam em algum destes paraísos tentadores.

Temos um Avatara para a Era de Aquário, exatamente por um motivo, porque nesta Era que se iniciou, não temos como fazer uma Obra fazendo uso de velhos ensinamentos já caducos e expirados em relação ao momento que vivemos.
Não faz sentido buscar antigas verdades quando o que precisamos antes de mais nada é o Despertar desta Consciência e isto temos condições fazer somente vivendo estes ensinamentos, COM TOTAL PUREZA.

Não existe Gnosticismo-Espírita, nem Gnosticismo-Xamânico, nem nada que se mescle ao Gnosticismo, porque são adulterações de verdades entregues na atualidade pelo Avatara e que só serão revalidadas por um novo Avatara em uma Nova era, o que está muito longe de acontecer.

Não estamos dizendo que não exista alguma similaridade em alguns detalhes destes ensinamentos, mas no momento que nos colocamos a comparar e a tentar viver uma coisa com outra que por mais parecida que seja, não é compatível, não vamos a lugar nenhum, pelo menos no caminho Branco da auto-realização íntima do Ser.

Hoje em dia temos o exemplo da Ayuasca, que é uma planta cerimonial indígena, que é usada por grupos Umbandistas, Espíritas, enfim, tudo aquilo que sabemos não está de acordo com a realidade do caminho Gnóstico.
Nós só podemos mediar uma única força que é nosso Real Ser interno, somos mediadores e não médiuns, os médiuns são personalidades que manifestam em sua estrutura uma série de entidades, forças que não provém delas mesmas e nisto podemos citar tantas coisas como Reiki e atividades afim, ainda que possa não parecer uma mediunidade em um primeiro momento.

Então vemos a necessidade que há da pureza do que ESTUDAMOS, para que haja esta pureza do que estamos buscando viver.
Vemos que todos os Mestres, todos os Adeptos, se tornaram Mestres e se tornaram Adeptos, por algo em comum que fizeram, que foi esta culminação que sabemos que é o Sacrifício pela Humanidade, em outras palavras o Despertar da Consciência.

Não é demais salientar e reforçar que Sacrifício é Consciência, e que a consciência para manifestar-se necessita razões, motivos para fazê-lo.
Nisto entra a questão do ENSINAR, porque ensinar é aprender.
Parafraseando podemos dizer: "Quem ensina aprende, quando mais ensina mais aprende e do que ensina aprende. Aquele que nada ensina até o que sabe lhe será tomado."

Então que este ensinar, é a forma que temos de que tenhamos o respaldo da Loja Branca, que tenhamos esta guiatura interna, este suporte interno, inclusive de nossa própria consciência e de nosso Ser.
Já na Quinta Iniciação de Mistérios Menores, os que estejam sacrificando-se, ensinando e por consequência aprendendo, encarnam o que chamamos de Bodhisita que é exatamente esta fração de consciência livre que se tem e com isto já se opera maravilhas no campo da Sabedoria do Ser.

Igualmente não podemos deixar de reforçar a importância que há nestas instituições verdadeiramente constituídas com o Aval da Loja Branca.
Já recebemos convites de irmãos que quiseram fundar novos grupos gnósticos, e temos que salientar que isto é algo delicado e que não estamos de acordo, já que para isto se necessita a autorização da Loja Branca, e não temos visto isto sendo dado a ninguém na atualidade, porque as instituições já existem, se estão de desacordo matem o ego e fiquem de acordo.
Tanto que este trabalho que aqui realizamos, não teria sentido, não teria a força ou o mérito, sem que fosse algo encomendado pela Loja Branca.

Então que solução temos aos que queiram ensinar...? Pois que façam isto por meio de Instituições devidamente formadas e que estejam de acordo com os Postulados e a guiatura da Loja Branca.

Muitos, e a grande maioria, gostaria que sua instituição fosse a "certa", que fosse realmente o "único caminho", mas lamentamos dizer que isto não é bem assim como podemos talvez por um equívoco imaginar.

Dificilmente a Loja Branca colocaria, neste momento, todo o peso da responsabilidade em um único ponto, pois isto seria uma grande catástrofe (como já vimos acontecer), caso algo venha a falhar.

É Praticamente impossível, para não dizer que realmente é... que uma pessoa só, que uma pessoa que não ensine o que vá aprendendo, possa trilhar este caminho.
Já foi assim, já fizemos a Obra em tempos aonde uma pessoa, sozinha, vivendo afastada de tudo e de todos, podia realmente fazer grandes avanços sobre si mesmo, mas hoje em dia não é mais possível.

Então fazemos este convite sincero, aos que sintam este anelo de sacrificar-se, de despertar a consciência, de que exerçam estas capacidades, aprendendo, ensinando por meio destas Instituições devidamente formadas e deixadas pela Venerável Loja Branca como guiatura de um Povo.

Sacrificar-se é algo bastante simples; uma pessoa pode sacrificar-se até mesmo servindo, escutando, permitindo com que outra pessoa lhe ajude, não é verdade? Um simples exemplo, a própria transformação interna e externa já é um sacrifício e certamente nos dá méritos e avanços neste Despertar.
Mas precisamos mais, se realmente sentimos este anelo deste verdadeiro Despertar da Consciência.

Temos um primeiro Despertar da Consciência quando retiramos a matéria do Ego (Morte Psicológica), porque a consciência se faz livre e isto é um Despertar.
Temos um segundo Despertar da Consciência quando impregnamos esta consciência de Energia (Nascimento Alquímico), e isto é um novo Despertar.
Por fim necessitamos deste terceiro choque consciente do Despertar da Consciência que é o Sacrifício pela Humanidade, este é o verdadeiro e único, absoluto Despertar e isto bem sabe todo Bodhisatwa autêntico.

Hoje temos a imensa necessidade de fazer este ultimo esforço por levar esta mensagem, EXATA, PRECISA, VERDADEIRA a todos os cantos da terra. De nada nos adianta levar uma mensagem que não poderia ser compreendida ou entendida.
Hoje temos pilhas, milhares de ensinamentos, tudo teorias jogados na lixeira de nossa memória.

Precisamos ensinar, precisamos aprender, é urgente isto. Já passou o momento do estudo teórico, já vimos que não deu resultado apenas ler e ler, devemos verdadeiramente nos lançar a prática e a viver de verdade cada detalhe, cada ponto deste ensinamento tão precioso.

Quantos Sacerdotes e Isis mataram a aura de seus Lumisiais Gnósticos por sua falta de prática e de sinceridade nestes ensinamentos. Multidões guiadas ao Abismo pela inconsciência, inconstância e incompreensão de seus guias.
Quantos irmãos, perdidos, caídos a beira do caminho, por uma falta de exatidão e de precisão do que precisava ser vivido.

Claro, todo este Sacrifício, os Mestres fazem por amor, algo que talvez mesmo nos mais belos ideais e sentimentos não possamos sequer nos aproximar de um entendimento disto. Mas nos esforcemos para entender tudo que estes grandes Seres tem feito e continuam fazendo para que cada um destes Homens e Mulheres não se percam.
Saibam irmãos que muitas vezes nada ganham, ao final de tudo. Bem, há coisas que são realmente mistérios, mas há irmãos, há Mestres que deram tudo, absolutamente tudo, para que este povo, para que a Alma, a Consciência de cada uma destas pessoas pudesse fecundar verdadeiramente.

Nada pediram em troca estes Mestres, apenas fizeram estes esforços para que cada um pudesse por um momento ver esta luz que brilha para cada um de nós (nosso Ser), e que queiram as Divindades, que cada um se proponha a seguir seus desígnios e seus caminhos (deste Ser Interno).

Negue-se a si mesmo (Morte Psicológica), tome sua Cruz (Nascimento Alquímico), e siga-me (Sacrifício pela Humanidade), diz sempre o bendito Cristo. Nestas palavras fica verdadeiramente consumada e resumida toda a Grande Obra.

Paz Inverencial!

18/10/12