zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Filosofia
Sexualidade e Desenvolvimento Urbano

O Indivíduo é sempre resultado do meio e o meio sempre consequência do indivíduo.

Bem sabemos que tudo quanto ocorre, tudo quanto ansiamos e buscamos, no fundo tem suas bases nos impulsos e nas variações da energia sexual.
Tudo é criado pelo princípio sexual, novas criações dependem desta mesma energia e mesmo o fim da vida, e das coisas como conhecemos, é resultado deste mesmo princípio reduzindo as formas a sua matéria prima para que sejam mais uma vez fecundadas em meio a natureza.

Falando em termos mais humanos, e de questões mais ligadas a sociedade, podemos observar que a cidade, que as casas, que os prédios, que mesmo os locais que servem para diversão, ou para trabalho, seguem obviamente características marcantes de um povo, e sendo isto resultado das mudanças psicológicas de cada pessoa, temos de entender o que motiva o indivíduo e para onde ruma, de onde vem.

Os grandes visionários sempre levaram em conta isto, esta progressão de onde viemos, para onde vamos, e quando as coisas chegam em um ponto crítico e tendem a retornar a seu princípio, somado claro as experiências deste ciclo.
Como já dissemos, todos os anseios e desejos que temos, são determinados pelos caracteres sexuais e pelos seus impulsos.
Nós todos nascemos pelo sexo, e certamente passamos a vida sustentados e impulsionados por esta mesma energia.
Não é difícil entender que mesmo detalhes simples como mobilia, vestuário, veículos, lares, são o resultado das diferentes ondulações da energia sexual impulsionando a psicologia humana a certas realizações.

A Própria continuidade da espécie, a reprodução, os filhos, são resultados desta mesma energia sexual.
Vejamos que o Matrimônio, um fato também profundamente marcante na vida de todos, é resultado da mesma energia, e dos mesmos impulsos sexuais.
A Voz, a forma de falar, a forma de andar de cada indivíduo, é certamente o resultado das variações da energia sexual e isto molda o meio em que vivemos, molda a vida que temos, e aquilo que precisamos, aquilo que ansiamos ou não.

Se analisamos ao longo do tempo as estruturas das casas, os sistemas de edificação, claro que tudo isto estará definitivamente ligado as variações da sexualidade, a população em geral, que claro como já afirmamos é o resultado da sexualidade.
Quanto menos expressiva é a sexualidade, no sentido de algo velado, algo com pudor, mais distantes as pessoas vivem umas das outras e maiores são as edificações. Isto porque primariamente os centros urbanos não são abarrotados de pessoas e porque há a necessidade de quartos individuais e mesmo cômodos específicos para o namoro, como era antigamente, aonde o casal de namorados ficava em uma sala da casa, com a supervisão de outro parente junto.

Vejamos como as coisas mudam e por consequência como as edificações alteram-se no processo. Casas e apartamentos que antes necessitavam de muitos cômodos, para famílias muitas vezes de quatro, sete filhos, passam a abrigar um filho, por vezes dois e muitas vezes nenhum.
Isto faz com que a configuração das residências mude, e faz com que a aparência das edificações e o próprio formato da cidade assuma diferentes formas. Os próprios veículos certamente já não necessitariam ser tão grandes, dependendo do tamanho das famílias e com isto tantas coisas são alteradas e perceptivelmente rumam para um fim distinto.

Claro que muito do que mudou nos últimos tempos, é resultado dos avanços Tecnológicos, mas como já dissemos, sendo tudo impulsionado pelo princípio sexual, estes próprios inventos e descobertas, são resultados das variações desta mesma energia, a qual em todas as áreas molda-se de acordo com o indivíduo e por fim acabam moldando também o indivíduo.

Esta resposta do meio as modificações do indivíduo, podemos chamar de reforço psicológico, pois reimprime e reforça as mesmas impressõess e rumos os quais o indivíduo molda no meio, sobre si mesmo.
Um exemplo disto é a Música, a Moda, a Literatura, os Filmes, os Programas Televisivos, o Conteúdo da Internet, e tudo mais que surge para suprir um interesse e uma necessidade que tem o indivíduo e passa a também moldar o indivíduo por consequência.


Assim vemos a importância que tem cada indivíduo na área que lhe corresponde, pois tendo ele suas percepções e impulsos, cabe a ele saber selecionar e escolher que rumos anseia para a cidade, a humanidade, para o todo, pois o resultado de suas ações certamente determina o indivíduo, o conduzindo para aquilo que ele já está destinado, ou alterando este destino para outro mais adequado, mais promissor.

O Atual formato das cidades, os grandes conglomerados, são o resultado principalmente desta liberação sexual sem precedentes que vimos ocorrerem um curto espaço de tempo.
Alguns dirão que muitos buscam as grandes cidades por questões financeiras, mas se formos ver o motivo pelo qual querem o dinheiro, veremos que é para ajudar sua família, e como já dissemos família é formada pelo princípio sexual. Também outros anseiam por posses, por reconhecimento social, e mesmo que fosse apenas pelo dinheiro, certamente encontraremos em sua psicologia a raiz de todos estes anseios como uma fonte sexual, no sentido do resultado mais básico que anseia.
Recordemos que no caso dos animais, o Macho Alfa, é aquele que comanda a matilha e o que tem por direito comandar e dominar a todos, certamente com isto ganhando a fêmea que deseja, algo que apesar de um pouco mais complicado em nossa psicologia humana, é o mesmo, algo acima de tudo sexual. E não apenas pela escolha da fêmea, mas pela virilidade necessária para ser o princípio dominante.

Este rumo que atualmente tomamos, certamente faz parte de um ciclo que inevitavelmente tem um fim, e tem um fim porque há processos que são equivocados e nocivos, a partir de certos limites que são ultrapassados, nocivos tanto para o indivíduo como para a sociedade em geral.

Hoje em dia o Governo Brasileiro ainda tem estes sistemas que premiam as fábricas de filhos... Onde pessoas cuja natureza é questionável povoam as cidades, alimentando as favelas e as extremidades das cidades com violência e crimes. Também estas mesmas pessoas, com o objetivo de comover os mais emotivos, fabricam filhos, um atrás do outro, sempre para ter em seus braços uma desculpa para rogar esmolas dos menos compreensivos a este crime.
Nossa sociedade premia o delito e o equívoco e isto tem resultados muito claros e precisos que vemos claramente ampliar-se rapidamente ao longo dos anos.
As ondas de violência, a falta de uma qualidade de ensino adequada, são o resultado disto que já dissemos, destas mudanças do indivíduo e da mudança do meio para adaptar-se a esta nova realidade do indivíduo.
Vejam que estas construções como grandes Supermercados, Shoppings, certos Restaurantes, mesmo Boates, são o resultado de uma mudança psicológica do indivíduo, a qual está diretamente relacionada com o aspecto sexual.

Não nos aprofundaremos hoje em tudo que é possível falar do tema, mas certamente é muito a observar e analisar, visto que nos tornamos algo distinto pelo meio que vivemos, pela influência que recebemos, e também temos uma parcela de mudança do meio, dentro daquilo que realizamos em nossas vidas.

20/03/2017