zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Filosofia
O Preço de Tudo

"Custoso é o saber que compras com a experiência e mais custoso o que te falta comprar." - Arcano X

Tudo na vida e mesmo mais além dela, tem um preço... Pagamos um preço ao nascer, e certamente pagamos um preço ao morrer. Cada dia que estamos vivos nos custa algo, tanto no sentido físico como interno.
Cada passo que damos, cada escolha que fazemos, nos conduz a um resultado e isto por si só é o preço que pagamos por estas escolhas, seja das ações que tomamos, seja do caminho que escolhemos. Claro que ainda mais além disto há forças que sacrificamos para estas realizações e outras cobranças internas acerca disto.

Preço é a atribuição do valor, do custo que tem alguma coisa, ou alguma situação.
Na vida comum, no que são os produtos e serviços, o preço geralmente está relacionado a oferta e a procura. Quanto mais se tem um produto, ou mais fácil é oferecer um serviço, menor o preço, do outro lado quanto maior a procura, maior o preço. É certo que há outras variáveis ocultas e mais significativas, mesmo no que seja relativo a moeda e é também o que queremos hoje declarar.

O Preço de algo, está relacionado ao valor que damos a esta coisa. No fundo, é um valor que atribuímos nós mesmos, relativo ao quanto queremos algo, e o quão rápido. Se queremos algo neste momento, e aquilo está a nossa frente, poderíamos pagar um valor bem mais elevado, do que se estivéssemos dispostos a pesquisar ou mesmo esperar uma entrega de um lugar distante.
Uma loja que sempre estivesse aberta, ou estivesse disponível em horários incomuns, poderia praticar valores mais altos, baseado exatamente nisto de que alguém querendo algo de imediato, poderia pagar valores mais elevados por este serviço ou produto.
Na verdade isto já existe e é muito comum. Vejam que há muitos lugares que compram itens em supermercados e revendem, isto porque diversas pessoas estão dispostas a pagar mais, por não terem que andarem mais, ou terem de enfrentar filas, ou mesmo a confusão que por vezes é um supermercado. Pagam por uma comodidade, seja na forma de obter o produto como por um atendimento diferenciado.

Entendam que aqui não estamos dando aulas de Mercado, estamos expondo a nossa psicologia e a psicologia geral das pessoas, pois necessitamos compreender profundamente como funcionamos e como a natureza humana costuma na atualidade operar, se é que de verdade sabemos o preço que pagamos por cada coisa, mesmo as mundanas.


Falando ainda em preços, nos voltamos ao preço de nossas ações, tanto do que é investido para termos algo, como do resultado que colhemos disto.
Grande parte das pessoas sonham em uma vida distinta da que tem, gostariam de uma vida diferente, de uma situação distinta da que hoje vivem.
Quando observamos a realidade da vida destas pessoas, encontramos a questão de que elas não estão dispostas a pagar o preço necessário para estas mudanças, também não seriam capazes de lidar com as consequências desencadeadas pelo destino que tanto almejam.

Muitos buscam o Verdadeiro Amor, buscam a Completa Felicidade, mesmo a Integração Espiritual e tantas coisas maravilhosas e certamente dignas e puras, mas, estão muito longe de serem capazes de sacrificar o que tem, o que são, por aquilo que precisam ser, para chegarem até tal extremo.
O Certo é que as pessoas sonham que tais fatos ocorram como por encanto, sem qualquer esforço, sem qualquer mudança, como se fosse possível duas naturezas tão distintas coexistir; Ou seja, a vida que levam, e tais consequências que almejam.

Devemos certamente a cada passo do caminho avaliar o preço de cada coisa e decidir se estamos realmente dispostos a pagar o preço de cada coisa, pois sempre temos de prestar contas, de tudo aquilo que acabamos nos tornando, também que acabamos fazendo e mesmo cultivando ao longo de nossa existência.
Infelizmente, como já dissemos, raras pessoas tem a suficiente intrepidez para trilhar certos caminhos e superar certos obstáculos que levam até estes tão sonhados resultados que praticamente todas as pessoas vivas buscam, mas tão raras alcançam conquistar.

25/07/17