zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Filosofia
Memória versus Consciência

Falávamos anteriormente, em outra oportunidade, em Consciência, no caminho em que a informação passa até transformar-se em Consciência, naquilo que realmente Somos, no que temos encarnado.

Algo que precisa ficar muito claro para nós, é a profunda diferença que existe entre Memória e Consciência.
Boa parte daquilo que sabemos, sabemos apenas como uma informação gravada na Memória, algo que sabemos porque lembramos, e somente isto.

Existe uma profunda diferença entre o que Decorar e o que seja verdadeiramente aquilo que chamamos de Inteligência.
Vemos nos dias atuais muitas pessoas serem chamadas de inteligentes pelo fato que conseguem decorar muitas coisas, que são capazes de acumular uma grande quantidade de informação e posteriormente replicá-la por meio de testes, ou mesmo na vida prática. Em geral isto é o que acaba sendo verificado nestes estúpidos testes de escola, e em todos estes concursos e demais similares.

Ninguém preocupa-se com a Consciência, porque a humanidade como um todo não a possui, não tem Consciência, vive adormecido e sua vida caminha de acordo com tais preceitos distorcidos da realidade.

Como já explicamos, há uma significativa diferença entre o que sabemos porque lembramos, e o que sabemos porque vivenciamos, porque compreendemos.

Tudo que é resolvido em base a memória e o raciocínio, é tremendamente limitado e estúpido. Este é o motivo de tantas invenções negativas que surgem, e de tantos danos a natureza e mesmo as pessoas, supostamente tentando fazer o bem.
Vejam que é a falta de Consciência das pessoas que permite com que tantos delitos ocorram, e tantas coisas tremendamente negativas e absurdas aconteçam. É exatamente porque as decisões são baseadas em conceitos teóricos, ou mesmo em vivências distorcidas, sem percepção real dos fatos.

O Sofrimento comum em geral é sempre o resultado de uma escolha errada, resultado da teoria, do conceito distante e contrário a realidade que somente a Consciência poderia perceber, e por consequência agir adequadamente.

Nós Teorizamos (Assimilamos teoricamente) em vez de nos Conscientizar, por conta das forças negativas e contrárias a Consciência, que carregamos dentro de nós, antes de mais nada.
É Claro que a Consciência é algo libertador, a Consciência é algo inexplorado, é uma força capaz de penetrar em qualquer outra força, em extrair o sentido real de tudo, de todos.
Os Tiranos jamais aceitariam que as pessoas desenvolvessem Consciência, que tivessem realmente uma percepção concreta da verdade, e por isto que a Sociedade vive este ciclo contínuo de estímulos negativos e contrários a Manifestação da Consciência.

A Padronização do Pensamento, é o resultado da Tirania da Memória. Todas os Sistemas, todas as Instituições que exigem um pensamento padronizado, uma não reflexão acerca de tudo, é absolutamente contra o desenvolvimento da Consciência.
Muitas vezes encontramos Teóricos tentando ensinar o Caminho até a Divindade, e não é possível isto, porque o que sabem acerca disto é uma teoria, é um conceito que alguém disse e decoraram. Qualquer coisa que saia desta programação não pode ser discutida, não pode ser perguntada...

Somente a Consciência pode guiar a Consciência, por este motivo que muitos dos sistemas, senão todos, dos que hoje temos, acabam sendo invalidados em sua funcionalidade, sustentam-se pelo medo das pessoas, pela incompreensão, pela inconsciência. Os Tiranos sempre temem perder o controle, o poder, quando seus subordinados transcendem sua natureza comum, ordinária.

21/09/17