zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Filosofia
Resolução de Conflitos

Nós todos temos conflitos, alguns dentro de nós mesmos, outros fora de nós mesmos. No fundo a origem dos problemas é sempre interna, pois são estados de Consciência, são forças que estão atuantes que acabam por perceber, por determinar se algo é negativo ou não. Para a verdadeira Sabedoria, não existem realmente conflitos, senão eventos os quais são pontualmente solucionados, e certamente superados com excelente habilidade.

Muitas das coisas que nos parecem negativo em determinado momento, em outros momentos seriam situações aceitáveis, compreensíveis, nada difíceis de serem vivenciadas ou resolvidas.
Isto mostra que no fundo os problemas somente existem na mente, nas emoções daquele que se deixa identificar com tais questões absurdas.


Todo conflito que tenhamos fora de nós, para que verdadeiramente seja resolvido, depende antes que sejamos capazes de eliminar primeiramente dentro o mal que sofre com tal situação, com tal evento, então fora por consequência, por reflexo, a própria situação perde o sentido maligno que vemos, e temos habilidade de dar a resposta adequada.

Muitas coisas que nas pessoas geram medo, muito do que geram preocupações, tristezas, desânimos, são no fundo falhas psicológicas, não eventos externos. Temos de entender que os eventos acabam sendo gatilhos de forças internas. Nunca realmente o problema está fora de nós, nunca o inimigo está fora de nós mesmos.

As inimizades, as guerras, tudo começa por nós, porque dentro de nós, há um problema, há uma falha que nos faz acreditar em certas loucuras sem sentido.
Isto porque como já dissemos, o ódio que se sente, a inveja que sente-se, os desejos que se tem, acabam sendo sempre geradores de conflito, e é o que atrapalha a convivência, a harmonia, a paz.


Isto tudo que aqui falamos é certamente algo que cada um tem de compreender e tem de vivenciar por si mesmo. Digo tanto no sentido de ver estas forças internas que moldam nosso entendimento, como o processo de resolução disto.

Conflitos sempre existirão em nosso dia a dia, enquanto nos identifiquemos com estas forças negativas que em nosso interior habitam. Enquanto não aprendamos a selecionar nossos entusiasmos, sofreremos, e faremos aos demais sofrer.


Conflitos geram muito mais problemas do que se imagina. Se as pessoas tivessem o mínimo de percepção interna, seja do que se passa dentro de si mesmo, seja do que ocorre nas regiões internas da natureza, certamente lutariam com todas as forças para não gerarem jamais nenhum tipo de conflito.
As perdas e prejuízos que se tem, os problemas que se criam por conta disto, sempre são muito maiores do que qualquer orgulho ou desejo insatisfeito.

Infelizmente se pelo menos as pessoas soubessem o que querem, mas geram conflitos por questões que ora sentem impulso e ora não lhes tem sentido algum aquele primeiro entendimento que tiveram.

Não temos como atender a caprichos das demais pessoas, ou nos dobrarmos no que seja contra aquilo que verdadeiramente seja uma determinação de nosso Espírito ou seja a profunda natureza de nossa Alma Divina, mas certamente podemos não fazê-lo com honra, com harmonia, com tranquilidade, pelo menos de nossa parte, ainda que isto vá causar algum tipo de mal estar nas demais pessoas.

O Problema para todos, claro, é saber reconhecer o que seja os Desígnios da Consciência, do Ser, ou mesmo o que realmente nos seja importante como Alma, como pessoa. Pois em geral nos identificamos com coisas sem nenhuma perenidade, sem nenhum sentido.


Grande parte dos conflitos e das preocupações que as pessoas tem, faz esta sofrer e entrar em estados que acabam por lamentar por um passado mal vivido, por um suposto infeliz futuro, ou mesmo porque algo no momento não lhe agrada. E por fim piora sua situação, não aproveita as coisas boas, sofre por aquilo que supostamente é ruim, e torna-se incapaz de aproveitar a vida, e mesmo criar um futuro agradável e harmônico.

28/12/17