CLXV
Textos sobre Filosofia
Herdeiros Espirituais

Estamos nós em uma época de profundo descaso e de gigantescas incompreensões acerca de tudo e de todos.
Nossas atividades são regidas por duas possibilidades que são a Ação e a Inércia, a Ação por outro lado se divide em duas direções, em duas potências distintas, como bem podemos perceber.

As Pessoas aprenderam em seu interior a ignorar a verdade, a ignorar aquilo que é real e constantemente acham desculpas para não realizar o que lhes corresponde. Assim que agem com inércia ou tomando um caminho contrário àquele que lhes é adequado, correto, justo.


Vemos que o mundo, tanto na parte Humana como Espiritual tem certa continuidade, e aquilo que hoje somos, se dá de certa maneira a herança de velhas gerações, do resultado daquilo que os mais antigos escolheram, do que os mais antigos trilharam.
Isto nos mostra que o que somos, em parte é o resultado daquilo que Herdamos, tanto no aspecto Humano como Divino.

Tudo aquilo que foi alcançado pelos que estiveram antes de nós no caminho, serve de herança, para aqueles que hoje refazem este mesmo percurso, passam pelos mesmos processos, vivem os mesmos dramas. Isto significa que se torna mais fácil e ao mesmo tempo torna possível atingir patamares ainda mais elevados ao passar pelo mesmo processo.


Temos que entender que no caminho há muitos processos aonde morremos em nós mesmos, isto faz com que deixemos de ser aquilo que éramos, e passamos a ser algo novo, superior. Estas mortes deixam para trás certas cargas, certas forças, até mesmo poderes, compreensões, que seriam simplesmente um peso ao seguir adiante em nosso caminho. É Por isto que podemos afirmar que é um tipo de Herança que acabam por receber aqueles que vem depois trilhar o mesmo caminho, pois recebem aquilo que foi deixado para trás, de certa maneira.


Para entender isto, basta recordar que hoje onde existem as rodovias, todas as estradas que ligam os estados e cidades em algum momento foram selvas, foram terrenos acidentados, foram rios e tantas diferentes coisas que impossibilitariam nosso avanço. No entanto alguém em alguma época nivelou o terreno irregular, que permitiu com que removessem as árvores do caminho, que permitiu com que se construísse pontes sobre os rios, assim permitindo um caminho rápido e um avanço ainda maior ao longo do tempo. Isto gerou avanços para outros aspectos da vida cotidiana e é algo que de certa maneira herdamos humanamente.


Poucas pessoas estão realmente dispostas a realizar algo, a grande e absoluta maioria apenas tem desculpas para não atuar, sofrem e lamentam mas não tem a real disposição para fazer coisa alguma. Levantam os olhos para o céu e pedem ajuda, pedem auxilio e logo sequer recordam ou aguardam o que foi pedido, voltam a suas vidas vazias, e seus afazeres sem propósito.

Infelizmente, como dissemos anteriormente, somente com Disciplina (Vontade), conseguimos nos preparar para o que nos corresponde, então por meio da Liberdade (Consciência), discernimos o que nos corresponde, quando e de que maneira, para então se aplique nossa força, se atue na direção que nos é adequada, correta, justa.

A Vontade é o resultado da Unidade. Ninguém que hora pensa uma coisa e hora pensa outra, tem unidade, ninguém que hora faz uma coisa e hora faz outra, tem unidade. Há que ser UM, há que ser capaz de sustentar qualquer coisa pelo tempo que for necessário, para que a Vontade seja soberana e então o Espírito possa dar os caminhos e as direções para seguirmos.

Aqueles que querem caminhos para então exercer vontade, infelizmente apenas ficarão a esperar em vão, pois de nada adiantaria saber o que lhes corresponde, se não são capazes de sustentar tais desígnios, de executar o que lhes é assinalado.


O Espírito é como a água, o fogo, a terra e o ar, está para cada um na proporção que necessita. Assim que cada um recebe o que é capaz, na proporção de que é capaz.
Ninguém é contratado para um emprego no mundo e então vai a escola estudar, senão que primeiro prepara-se primeiro aprende a aprender, então dada sua disposição, sua capacidade, recebe seus afazeres no mundo.
Na parte Espiritual não é diferente, temos primeiro de desenvolver algo em nós, ter a capacidade de realizar, então vem as determinações e realizações. Claro que como já dissemos, na proporção da capacidade de cada um, e na área que corresponde a cada um.

15/12/2018