CLXV
Textos sobre Filosofia
Lei do Karma

Diversas palavras de nosso vocabulário são repetidas muitas vezes e acabam por tomar significados diferentes do que realmente representam em seu Íntimo.
Muitas coisas são ditas e repetidas sem que o indivíduo se dê conta de que há certos detalhes incompreendidos que são no fundo a real compreensão do assunto em questão.

Falando sobre Karma e Dharma, muitos comumente atribuem Karma o sentido de Débito e Dharma à Crédito, no sentido das Leis Espirituais.

A Palavra Karma no fundo não representa algo nem positivo nem negativo, Karma representa e significa Ação e Resultado, sendo um Peso e uma Medida para todas as coisas existentes, suas ações e o resultado destas.

Karma pode mais ser comparado a palavra Capital, ou Moeda. Pois o Capital pode ser positivo, pode ser negativo ou neutro.
Quem nada tem, nada deve, também em nada excede.


Vejam que o que existe "A Lei do Karma", referindo-se exatamente ao sistema espiritual que rege as ações e consequências... NÃO chamamos de "Lei do Karma e do Dharma", mas sim "Lei do Karma", exatamente porque na palavra Karma, encontramos tanto o Aspecto Negativo, Positivo e Neutro desta questão, tal qual encontramos no Capital, na Moeda, pois é certamente um tipo de Capital Espiritual.

O Karma devemos dividir em três aspectos, Karma Negativo, Karma Neutro e Karma Positivo.
O Karma Negativo, é o que ocorre quando nossas ações, nossas consequências são negativas do ponto de vista Espiritual, também chamamos de Karma Negativo o acúmulo negativo de Karma; Ou seja, quando a soma das ações e consequências positivas e negativas de um indivíduo, de uma raça, de uma humanidade é negativo.

O Karma Neutro é o resultado neutro, quando alguma ação e sua origem não traz nem benefício nem prejuízo no sentido da visão espiritual, ou mesmo que a soma das boas e más ações e suas consequências acaba por anular-se.

O Karma Positivo é certamente o resultado de ações e consequências Divinamente reconhecidas como Positivas e que cujo acúmulo delas também chamamos de Karma Positivo.

Karma é equilíbrio, é harmonia, o que viole o equilíbrio, a harmonia, viola as leis e recebe um Karma Negativo que eventualmente tem de ser pago, gera uma divida para com a Lei Divina.
Karma sendo harmonia, equilíbrio, aquele que atue de maneira harmoniosa e dentro destas Leis, recebe Karma Positivo e a Lei Divina fica em débito para com ele, por suas ações.


Dhama é algo um pouco ainda além disto, na verdade. Dharma é praticamente o Caminho Espiritual... Muitas vezes a palavra Dharma é associada ao Karma Positivo, porque as exigências do caminho, no sentido da vida que leva o aspirante ao Espírito é certamente algo permanentemente voltado à Espiritualidade Transcendente, à uma Riqueza Espiritual e isto faz com que o Karma Positivo quase se confunda com a expressão do Dharma.

Dharma em seu sentido mais profundo é mais correto ao se atribuir ao Caminho Espiritual como um todo, do que a ações específicas esporádicas que faz alguém e que lhe traz Karma Positivo.


Na vida, tudo aquilo que fazemos, e tudo aquilo que obtemos por resultado destas ações é certamente crucial para nosso futuro, seja como indivíduos, seja como sociedade, pois dependendo de como isto resulte dentro do Karma, pode nos aguardar um futuro Luminoso ou Sombrio.

22/02/2019