CLXV
Textos sobre Filosofia
Problemas Sociais

Dias atrás dialogava com algumas pessoas a respeito da Saúde e dos problemas gerais que hoje há seja em Hospitais e postos de Saúde.
Vivemos dias difíceis e isto em boa parte do mundo, aonde as verbas são mal usadas, quando claro não são roubadas.

Não negamos que isto da Política, da Administração Pública já é um castelo em ruínas e cada nova pedra nada mais faz do que tentar corrigir o que cada dia nos demonstra que não tem solução.

Lamentavelmente o grande problema social é que as pessoas atuam fora do que seja a sua vocação, e por este motivo não conseguem atuar por consciência e vivem em função do egoísmo e do voraz apetite pelo MAIS. Mais poder, mais dinheiro, mais prestígio, mais prazeres, etc., etc., etc.
Há muitas pessoas até de boa vontade que assumem os mais diferentes cargos e funções na sociedade, mas por estarem fora do que seja o impulso divino, acabam não atuando dentro de um parâmetro correto, do ponto de vista divino.

O Resultado destas peças mal colocadas na sociedade, é a corrupção, são todos estes egoísmo, roubos, mentiras, e tantos problemas que vemos.

Dizem os Mestres que Bom é o que está em seu lugar, e Mau é o que está fora de seu lugar. Do ponto de vista social, mesmo que uma pessoa seja muito boa pessoa, responsável, honesta, batalhadora, se ela atua em uma função social que não lhe corresponde, ela será um empecilho para a Administração Pública, um dano para si mesmo e para a sociedade.

Agora uma pessoa mesmo com falhas psicológicas, com problemas morais, se encaixada dentro do que seja sua vocação, passa a ter uma forte ligação com seu Ser e com seu espírito e por este motivo passa a ser impulsionada e guiada para uma total revolução física, moral, psicológica, anímica e espiritual inclusive.

O Trabalho dentro de nossa vocação, pode ser exercido como uma verdadeira religião em seu termo mais básico, uma reunião entre o indivíduo e seu Deus buscando o bem de seus semelhantes.

Há médicos que tem um bom conhecimento da medicina, mas que não tem o dom de Deus, este impulso nato, natural para esta função e nunca se realizarão totalmente nesta profissão que não lhes corresponde. Já quem tenha este "Dom Dei", certamente terá em suas mãos a condição de mudar o mundo por meio deste ofício. Isto é para todas as áreas, desde a Arte que já tanto impressionou e elevou o ânimo da humanidade. Também pela Filosofia, o Direito, a Psicologia, a Tecnologia, a Ciência...

Quando não vamos a uma profissão porque nos é cômoda, porque se adapta a nossos defeitos, seja porque queremos uma profissão rentável ou porque os familiares já tem um negócio e é mais cômodo seguir isto, etc. Então seguindo este impulso natural, temos condições de realizar grandes avanços não só Espirituais, e pessoais, como em benefício da sociedade, pois atuaremos não por egoísmo.

Mas estes problemas que hoje temos com a saúde, se formos pensar bem, se formos observar claramente, vamos ver que é muito prudente investir em educação, para que a saúde não tenha que pesar tanto no futuro como hoje pesa.
A Maioria dos problemas que as pessoas tem, são por falta de conscientização, de compreensão da vida como um todo.
A Escola deveria ser um alento para as Almas e um indicador certeiro das vocações, um preparador para a vida prática.

Hoje em dia já há projetos de conscientização nas escolas sobre as drogas por exemplo, isto feito não como uma oposição, mas como um "informativo" da realidade destas substâncias evitará que muitos meninos e meninas caiam nestes vícios e por este motivo, tenham mais saúde física, emocional, psicológica, etc.

Investir em educação é sempre investir em saúde, mas para que estes alunos encontrem suas vocações, precisamos de professores vocacionais, professores que realmente tenham nascido para serem professores. Não pessoas que não achando nada melhor para fazer na vida, se lancem a maltratar a mente e os corações das crianças, jovens e adolescentes nas escolas. Porque infelizmente é o que fará qualquer um que não esteja dentro de seu campo vocacional.

Uma pessoa pode saber a teoria de algo, mas a prática, saber realmente de forma inata e natural é completamente distinto. Uma pessoa poderia até imitar em parte o que faz um professor de vocação, mas é certo que jamais será o mesmo.
Se fosse assim, hoje teríamos mais Betthovens, mais Michelangelos, mais Platões, e não os vemos proliferando.

A Escola não nasceu para ser uma petrificadora de mentes e corações, mas é o que se tornou. Os Alunos atuais formam-se em série, todos são tratados de forma a responder iguais as mesmas perguntas, como robôs, inconscientes, mecânicos. O Professor tem preguiça de analisar a resposta, quem não responda como ele espera, está errado e ponto final. A Escola e os professores realmente não tem atualmente preparação para educar e guiar um indivíduo esta é a realidade.

Um aluno que nos dias atuais possa desenvolver uma nova metodologia de calcular algo por exemplo, de imediato seria taxado como errado, pois não faz tal qual como ensinou o professor, este terá de pensar e analisar o que diz o aluno e o seu orgulho, sua preguiça certamente o impedirá. Por isto que afirmamos a importância de professores de vocação. Um professor cuja vocação seja ser realmente professor, será capaz de vencer seu preconceito e quem sabe até aprender algo com este aluno que nada mais é uma velha alma que retorna ao mundo em um novo corpo. Assim guiar este inteligente personagem até o que seja seu destino, sua própria vocação.

A Educação Fundamental, é a que não apenas se dá à criança já depois de seu nascimento, mas toda esta educação que se dá à criança ainda no ventre da mãe, esta preparação dos pais para trazer este novo fruto humano ao mundo.
Também além disto toda uma preparação anímica, moral, psicológica, física para que esta semente masculina e feminina que irão unir-se sejam realmente o melhor.

Não podemos pensar que os maus modos, que os instintos negativos que tem os filhos, e por consequência todos os adultos que vemos, é fruto apenas da educação depois do nascimento, isto é o resultado de uma má educação, de más impressões que tiveram ainda no ventre da mãe, e também impressões que estavam impregnadas na energia sexual de seus pais.

A Educação Fundamental é a base para uma nova sociedade, e deste esforço pelo cultivo da semente humana, dar-se-á uma nova humanidade.

10/01/14