CLXV
Textos sobre Filosofia
Busca por Segurança

Um homem que sinta-se verdadeiramente pronto para ser provado, deve abrir mão de toda segurança que tenha, de toda boa posição, boa situação e deixar-se realmente provar pelos eventos da vida e ser provado em sua virtude.

É Muito fácil uma pessoa ser honesta, ser justa, ser equilibrada se tem um bom lar, tem o que comer até fartar-se, se tudo tem e nada lhe faz falta.
Um jejum, uma abstinência nos traz a uma realidade bastante distinta do que estamos acostumados a ver e realmente nos permite ver quem somos em realidade.

A Vida como um todo é uma constante busca por segurança, as pessoas tem medo da vida, tem medo da morte, tem medo até mesmo de sua própria sombra e por tal motivo constantemente buscam segurança das maneiras mais complexas e inimagináveis.
Ninguém vive de momento a momento, todos pensam no ontem, no amanhã e preparam-se exaustivamente buscando prever e antecipar fatos que não sabem se irão acontecer mas por temê-los assim agem.


Na iniciação todos buscamos uma segurança esotérica em nossos mentores, em nossos Mestres, este é um dos principais motivos que o Mestre sempre se retira quando o Discípulo está pronto. Isto não é um abandono, mas um momento aonde o Discípulo tem de fazer-se Mestre e para este fim precisa estar só e sem uma guiatura, para que seja ele mesmo seu guia, em outras palavras, seu Ser, seu Espírito quem o guie.


O Mais cômodo para nós é viver na luz, vivermos sempre conscientes, iluminados, ainda que sejam luzes alheias e compreensões alheias. Este é um dos motivos de que em certos momentos tenham os Mestres que retirar este magnetismo que exercem sobre nós, apagar suas luzes, e deixar este discípulo só, a mercê de suas próprias debilidades, de seu próprio destino, e desta maneira possa este reerguer-se por seu próprio mérito, realizar verdadeiramente a Grande Obra, e não apenas teorizar e imitar aquilo que o outro tem.

"Por este motivo, o homem que quiser conseguir a liberação autêntica não deve jamais apegar-se à falsa sensação de segurança. É urgente aprender a viver perigosamente de instante em instante, de momento em momento." - O Mistério do Áureo Florescer, Samael Aun Weor


Nós não temos como fugir da tentação, temos apenas de vencê-la, de subjugar estes impulsos equivocados e errôneos que tentam nos levar ao delito. Qualquer um que tente fugir da tentação, sempre estará dentro de uma "falsa segurança" já que no primeiro evento que se depare com a tentação, não terá sabedoria alguma, compreensão alguma sobre o delito e por isto será certamente vencido.

Temos de aprender a conviver tanto com o bem como com o mal, de estar entre as tempestades e entre o fogo sem jamais deixar-nos tocar por seus devastadores efeitos psicológicos. Um homem que queira ser verdadeiramente livre, precisa viver sem segurança e por consequência aprenderá a viver sem medos e travas de nenhuma espécie.


Existe um processo bastante difícil para os recém iniciados no caminho, que é aquele momento aonde este rompe estas amarras que tem "o diabo" sobre esta pessoa, e este passa por terríveis processos aonde sente-se sem destino, pois tem de devolver ao Diabo tudo que este lhe deu, e passar a viver com aquilo que Deus passa a lhe dar.
Nossos defeitos sempre buscam segurança, seja financeira, seja matrimonial, seja em diversões, em amizades, em trabalho... a vida é uma constante busca por uma segurança e muitos até ao caminho buscam por um medo, por uma ânsia de sentirem-se seguros de que "não vão ao abismo", etc..


O Problema é que o Espírito é algo incompreensível e a lógica humana não tem como entender a didática do espírito e se não nos sabemos deixar guiar por esta estrela que brilha divinamente em nosso interior, estaremos perdidos.

"É tão necessário conhecer as coisas más como as boas; porque, quem saberá o que é bom, se não sabe o que é mau?" - Paracelso


O Talvez incompreendido por muitas pessoas é que não temos de fazer coisas "grandes", temos de fazer o que nos impulsiona nossa consciência, o que ativamente desde nós, temos este impulso interno nos guiando à realizar. E aí sim, estaremos com pés firmes no caminho.
Recordemos que os sábios Mestres sempre afirmam que uma hora de meditação ou uma hora de vocalização ou de qualquer prática esotérica tem mais valor que milhares de livros... e isto é simplesmente porque buscamos o exemplo, buscamos a sabedoria, buscamos a guiatura, em nosso Real Ser, em nossa Consciência.

28/01/14