CLXV
Textos sobre Filosofia
O Gnosticismo Universal

É muito interessante ver o Gnosticismo tal qual ele é, o realmente chamado "Movimento Gnóstico" não como o sentido de instituição, mas como esta positiva força motriz de Aquário. Este principio altivo e revolucionário que impulsiona os homens até a Divindade.

Se formos observar de forma sincera tudo o que é ensinado pelo Gnosticismo, vemos com grande clareza que estes ensinamentos não são como a grande maioria dos ensinamentos. Não são ensinamentos para fabricar escravos, nem para tiranizar as demais pessoas, pelo contrário, são ensinamentos que transformam o escravo em Rei, o humilhado em exaltado, o humano em divino.

Nós somos escravos de nossos costumes, de nossos hábitos, somos escravos "do que dirão", e de tantas coisas vãs que certamente nos tomaria muito tempo listar.
Hoje mais do que nunca, existe este claro chamado, este impulso à Revolução da Consciência.


Apesar de que existam muitos livros sobre gnosticismo, a verdadeira Gnosis não se encontra nos livros, isto é algo que corresponde a uma busca que tem de realizar cada pessoa, dentro de si mesma.
Existe muita informação que já teve validade em um momento, mas que neste momento já não condiz com a realidade. Também há muita coisa que não era em outro momento, e agora é. A Vida recria-se de momento a momento e vive diferentes processos, aos quais somente a Consciência é capaz de observar e dar a devida ação que corresponde ao momento.

Nós temos nossa consciência presa nas coisas do mundo, em aspectos relativos ao corpo físico e os prazeres sensoriais, também em questões da personalidade, como o trabalho, a família, etc..
Por isto que dizemos que existem escolas Esotéricas e Pseudo-esotéricas, porque o esoterismo corresponde a esta fração espiritual e não material das coisas.
Há muitas pessoas e grupos que se baseiam nos sentidos humanos e utilizam isto como "esoterismo", a isto chamamos pseudo-esoterismo.


Cada pessoa já teve lampejos de consciência, breves momentos aonde abriu-se diante dela uma nova realidade, e isto é algo que não pode ser ignorado.
O Infeliz é que passado este breve momento aonde manifestou-se a consciência, este breve momento aonde os sentidos ocultos atuaram, retornamos miseravelmente para esta prisão meramente material.

Os ensinamentos gnósticos são este guia prático, este indicador de um caminho que abre espaço entre esta dura materialidade em que vivemos, para esta grande realidade mais além desta ilusão que é o mundo em que andamos.
Viver na prática estes ensinamentos é fazer-se um com seu Deus Íntimo, é encarnar as virtudes e os dons que temos latentes em nosso Ser.


Vivemos em uma época aonde a materialidade tem se feito cada vez mais espessa, aonde a vida livre em seu movimento tem desaparecido das ruas, aonde a mecanicidade e as regras tem imperado soberanas sobre as vidas das pessoas. Vemos o mundo literalmente afundar em trevas, e todos vão neste barco entre prantos e gargalhadas de loucura.
Nadar contra esta corrente involutiva é necessário, resgatar esta individualidade sagrada para nos sobre-individualizarmos é preciso.

"Estudai os rituais da vida e da morte enquanto chega o oficiante".


11/06/14