CLXV
Textos sobre Metafísica
Profecia, Premonição e Pressentimento

Nosso último texto relatava o processo e a progressão da Percepção interna em base ao Pressentimento, a Premonição e a Profecia.
O Pressentimento é este sentimento que nos toma antes de que o fato ocorra, assim como o Pensamento antecipado é a Premonição e a visão ou vivência interna do fato antes do ocorrido é uma Profecia.

Conta-se que o Cristo Jesus sabia totalmente tudo que deveria viver, e conhecia cada detalhe de seu processo. Isto se formos observar é uma Profecia que ele tinha recebido, como missão e como visão do que deveria realizar.

Nem sempre estas percepções internas, ou estas missões que nos são designadas por meio da Profecia, ocorrem nesta ordem. Muita vezes percebemos internamente como uma visão, ou seja, uma Profecia, e logo temos de buscar recursos na Premonição (Pensamento) e no Pressentimento (Sentimento) para poder entender dita Profecia quando dada de forma simbólica.

O Simbolismo usado nas profecias é voltado a consciência do indivíduo, de maneira que o mesmo tem de se voltar a sua consciência, seu Real Ser, integrar-se com ele, se anela desvendar o significado de sua Profecia. Este é o principal motivo de não vermos literalmente os fatos como acontecem, também muitas vezes são simbólicos para que não possam ser alterados, senão que uma vez ocorridos tenhamos consciência de que sabíamos que iriam ocorrer.

Temos de entender que estas informações são acessíveis a consciência e esta naturalmente faz uso destas percepções, mesmo que intelectualmente a pessoa humana não esteja ciente de seu significado.


"Respondeu o rei, e disse a Daniel (cujo nome era Beltessazar): Podes tu fazer-me saber o sonho que tive e a sua interpretação? Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei; Mas há um Deus no céu, o qual revela os mistérios; ele, pois, fez saber ao rei Nabucodonosor o que há de acontecer nos últimos dias; o teu sonho e as visões da tua cabeça que tiveste na tua cama são estes: Estando tu, ó rei, na tua cama, subiram os teus pensamentos, acerca do que há de ser depois disto. Aquele, pois, que revela os mistérios te fez saber o que há de ser. E a mim me foi revelado esse mistério, não porque haja em mim mais sabedoria que em todos os viventes, mas para que a interpretação se fizesse saber ao rei, e para que entendesses os pensamentos do teu coração." - Daniel 2:26-30

Assim que o indivíduo tem muitas experiências internas simbólicas, Profecias em forma de visões do futuro e missões, ensinamentos que hão de ser entregues à humanidade e que por meio destas Profecias internas fica sabendo de sua missão a cumprir.
Pois então que diferente do que escrevemos anteriormente, muitas vezes passamos pelo processo inverso, em vez de ter um sentimento, um pensamento e culminando uma visão acerca do futuro, sim temos uma visão e logo temos de buscar em nosso sentimento e em nosso pensamento, intuitivamente uma explicação e uma inspiração divina para decifrar o proposto enigma que nos foi dado.

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.
Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
" - Mateus 7:15-20


Nem todas as Profecias, nem todas as Premonições nem todos os Pressentimentos, provém da consciência, muitas pessoas desenvolvem poderes negativos, principalmente quando se lançam a trilhar o caminho das trevas. Assim como há o Profeta de Deus, há os "falsos profetas", que são"os profetas de outros deuses" como diz a bíblia, dentre outros casos.

"Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá." - Deuteronômio 18:20

Muitos indivíduos atribuem percepções próprias, medos, desejos, anseios à Premonições e Profecias dadas pela Divindade e nisto cometem crimes terríveis. Também sabemos que temos um Deus Íntimo, uma força Espiritual a qual é nosso Pai, no sentido de ser nossa origem individual como criaturas. Isto que a bíblia diz de "falar em nome de outros Deuses" é uma referência ao ato "espírita" de emprestar o veículo a profecias (visões) dadas por entidades tenebrosas e larvas, etc. É óbvio que internamente estas criaturas podem gerar falsas visões e falsas percepções de origem mediúnica. A Mediunidade não é somente emprestar o veículo físico para entidades, é também médium aquele que internamente serve de expressão a mensagens destas mesmas criaturas tenebrosas.


Esta progressão de termos primeiro o Pressentimento ou primeiro a Profecia, é certamente algo de importante significado. Claro que depende o momento que vive o indivíduo em questão. Mas normalmente, realmente o comum é que quando surja primeiro uma Profecia, uma visão sem que tenhamos posto atenção em algo (o que normalmente gera o Pressentimento), são visões geradas pela Divindade, Missões a se cumprir, ensinamentos que recebemos para entregar à humanidade ou claro para atravessar algum processo de nosso caminho.

E tudo isto é muito interessante porque transcende qualquer função emocional conhecida ou intelectual pois não é uma reação a algo, é uma ação provocada por forças não materiais, espirituais. Que claro acabamos percebendo por meio dos sentimentos, do pensamento e da vontade.
De nada adiantaria termos uma Profecia, uma Premonição de um ensinamento e não termos a condição de Pressentir, de Intuir, se este ensinamento é algo para nós exclusivamente ou para entregarmos a um grupo ou à humanidade.
Também de nada serviria termos uma visão do futuro, sem ter pelo menos uma Premonição de se é algo que devemos aguardar resignadamente ou lutar para evitar que aconteça.

Pode parecer exagero para alguns que não tenham vivências os Fatores de Revolução da Consciência, mas a Intuição cristalizada como Profecia está intimamente relacionada ao Sacrifício pela Humanidade, assim como o Pressentimento está ligado a Alquimia e a Premonição a Morte Psicológica.
Assim que do trabalho com o Nascer, Morrer e Sacrifício, desenvolvemos positivamente o Pressentimento a Premonição e a Profecia.


"Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos, como tu, e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar.
E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, eu o requererei dele.
" - Deuteronômio 18:18-19


28/01/15