CLXV
Textos sobre Metafísica
O Selo do Cordeiro, Involução, Hercólobus e a Castidade

Pergunta: Refleti sobre o assunto, e algumas coisas percebi que não compreendi. Por exemplo da parte de como se constitui o selo na fronte daqueles que fizeram 1 dos fatores pelo menos (não consegui fazer a visualização de como seria), como ocorre essa perda de frações de essência para hercólobus por falta do centro de gravidade, a essência não vai junto com o eu aos mundos internos para desintegração do eu e liberação da essência na morte segunda?
Quer dizer que se conseguimos a castidade científica, o equilíbrio da energia sexual, o centro de gravidade do chacra basal, este seria o fundamento necessário para prosseguir, claro sem esquecer da qualificação do trabalho interno através dos 3 fatores?

Resposta:
O V.M. Samael cita que a "Marca da Besta" é um Triângulo com um círculo no centro, no caso.. enquanto a pessoa não tenha executado os três fatores, sempre haverá este círculo no centro, porque quando cumpre com o requisito o 6 vira um 9 e vai para as pontas, isto é uma forma simbólica de representar, não temos que imaginar que no astral vamos ver estes números, etc.. é apenas uma forma de transmitir este entendimento de maneira que seja compreensível intelectualmente.
Entendi porque você não entendeu, é que leu sobre isto no texto de 2012 e não no livro de Alquimia Sexual.

Estas são as imagens que constam no material original que foi escrito sobre isto, no 2012 acabei não se fazendo uso das imagens:
http://www.clxv.org/livros/clxv/CLXV_Alquimia_Sexual.htm

A Pessoa pode por exemplo trabalhar com a Alquimia, porém negativamente (como um mago negro), então se vai para as pontas igual, porque os Magos Negros matam o ego (parece estranho mas o ego só existe na terra, eles precisam de uma Alma Negra, uma consciência corrompida, mas é diferente do que é o Ego), eles transmutam (negativamente, mas são "castos" da forma deles, só caem quando em seus rituais, o que claro os torna fornicários mas conforme sua vontade não a do Eu), sacrificam-se pela humanidade (de sua maneira, treinando seus discípulos, entregando sua doutrina negativa, atacando os magos brancos, os iniciados, etc..
Então se fazemos os três fatores, mas pelo caminho branco, vamos ter um triângulo para baixo com 999, o inverso seria 666, por isto os números.

Lembrando que isto é no corpo astral, e é o Ser quem dá, porque não é fazer algo mecanicamente, é uma integração que se está tendo com o Ser (Trindade, por isto os três fatores).
Então cumprir com os fatores não é uma pessoa pegar e fazer isto mecanicamente, é saber se integrar com o Ser, saber sentir a Mãe, sentir amor pela humanidade, veja que uma pessoa pode fazer a "SUA OBRA" e não estar fazendo a Obra do Ser, porque não está respondendo ao impulso dele, faz porque outros fazem, faz por medo, faz por uma série de coisas mas não por esta integração com o Ser.

Por isto que digo e reafirmo que é um Selo que o Ser dá a pessoa pela integração que está se tendo da Obra que ele determina e que a pessoa vá respondendo com fatos. Veja que mesmo que não tenhamos tempo de fazer a totalidade do que o Ser espera, mesmo que não tenhamos eliminado a totalidade do Ego até o final do processo do Êxodo (mesmo que tendo morrido e nascido novamente), há muitos benefícios de se estar pelo menos tentando... uma pessoa pode tomar corpo físico em outro planeta (se livra do Hercólobus mas claro durante a Era de Ouro não pode ter corpo físico na terra), ou então mesmo que vá ao Abismo (e vá nascer nesta nova leva evolucional do Hercólobus, já vai passar menos tempo nos abismos e vai se fazer presente nas primeiras ondas de evolução deste planeta. Então a verdade é que por menos que uma pessoa possa fazer, se ela tem anelo, é porque em algo ela é beneficiada com seu esforço (senão o Ser não estaria dando este impulso, fazendo esta tentativa).

A Questão de Hercólobus é diferente, nós como pessoas não somos íntegros, as pessoas não vão ao abismo em cheio, como um indivíduo completo.
99,9% da Humanidade tem frações de essência já involuindo dentro dos Eus, nos abismos da natureza, tem seus defeitos em animais, vegetais, etc...
Nós podemos ter um corpo físico e já estar involuindo em frações, porque há muitos defeitos que uma pessoa não trabalha e "desaparecem", eles não desaparecem porque foram eliminados, senão que por não termos mais condições de trabalhar e pela densidade daquele elemento, foi precipitado ao Abismo.
Então quando formamos o dito Selo, isto faz com que tenhamos uma gravidade superior que o Abismo, nós criamos um verdadeiro planeta purgatório dentro de nós mesmos, pelo fogo da castidade, pelo trabalho com a morte e pelos méritos do sacrifício, então estes elementos que já estavam no Abismo retornam para nossa Psique e temos a condição de precipitar ao nosso Abismo interior, assim liberando aquela essência que estava aprisionada.

Hercólobus é diferente, esta força vai levar aquele conjunto de pessoas que as mônadas não conseguiram impulsionar para fazer uma Obra, então sua totalidade é atraída por este planeta quando do choque magnético entre a terra e hercólobus, mas isto é algo distante.
O Problema é a retirada do Ser para com a pessoa, a humanidade de forma massiva se tornam quaternários e isto é exatamente o selo negativo que estava falando, então ficam marcadas as Almas para serem removidas da Terra e vão se projetando ao Abismo.
No Passado se falou em Julgamento, houve o julgamento da humanidade no ano de 1950, posteriormente houveram três juízos e agora temos a execução em fatos destes juízos, por isto a transcendência destes eventos de 2012.

Por isto que temos tantas formas físicas sobre a face da terra, há princípios como essência e egos nelas, mas não um Ser que as personifica, e isto tende a diminuir cada vez mais e com maior intensidade.
E Sem este princípio Divino não há como fazer uma Obra, e sem esta Obra não se pode mais ir a um êxodo ou ter a chance de permanecer na terra.

Claro que o Ser faz um resgate da consciência livre que temos, temos que entender que dentro de nós é como fora, assim como há um resgate fora, há um resgate dentro, a consciência que liberamos do Eu é assimilada pelo Ser nesta retirada (no caso de quem se torne um quaternário), então a parte livre desta consciência fica nas regiões superiores aguardando o final da raça, os Eus e as essências ainda presas vão ao abismo para serem liberadas, então ao fim pela falta de gravidade esotérica são levadas ao Hercólobus.

A Questão sexual é uma exigência que se tem, porque é a base, veja, se diz esotéricamente: "Pedro, tu és pedra e sobre ti estabelecerei minha Igreja", não há trabalho branco que não comece pela questão sexual.
Veja que no purgatório estão grandes, homens gigantes no sentido de sacrifício pela humanidade, mas não trabalharam com a Alquimia, nem estou dizendo que eram fornicários, mas simplesmente por não terem sido "batizados" que é ter criado os veículos superiores (corpos solares), vão a esta primeira região do Abismo.
Entenda que não é um problema nós estarmos solteiros, o problema é a masturbação, são as quedas sexuais em geral que se tenha (poluções noturnas), fornicação.
Não estou dizendo que uma pessoa que tenha uma polução noturna ou que caia sexualmente se tornará um quaternário, claro que não, mas que esforço se está fazendo neste sentido?
Porque tudo tem como base a energia, se queremos curar alguém, necessitamos da energia sexual porque quem cura, quem tem o dom de curar é o Espírito Santo ele é o "DOADOR de Vida", o Cristo é a Vida, mas se necessita deste mediador que é o espírito santo, então se não somos castos podemos até como fazem os espíritas e os reikianos entre tantos que mudam um problema de lugar, a pessoa se vê "curada" de algo, mas sempre terá algum problema para que volte lá, porque eles não podem retirar o problema, podem trocar de lugar, exatamente por não terem o dom da castidade que é o elo com o Espírito Santo.
Se vamos matar o Ego, que energia a Mãe usa? Pois é a energia sexual, como vamos matar um ego (Defeito Psicológico) sem o fogo da mãe kundalini? Mesmo como solteiros, mas se não somos castos não temos este fogo.
Tantos querem Despertar a Consciência, querem sair em Astral, querem ver os mundos internos, mas sem a energia sexual, não há força para mover estes chacras, não há este alimento para que a consciência esteja ativa.
E Sem a consciência estar ativa, sem estarmos matando o ego, sem termos esta força divina que nos impulsiona ao sacrifício pela humanidade, não estamos ainda fazendo uma Obra séria.

Gravidade temos no coração, necessitamos do domínio da energia sexual, mas isto é um trabalho que fazemos nos três cérebros, não é algo que esteja no chacra em si, senão que recebe a influência negativa do Ego destas outras regiões que temos que trabalhar. O Que há nos chacras são resíduos negativos da atuação do Ego, no entanto em vez de ficar limpando um centro melhor dedicar o esforço para eliminar o elemento que o esteja sujando, assim só precisamos limpar este centro uma única vez.

Nós Transmutamos para deixarmos de ser animais, um animal é animal porque tem corpos lunares, nós nascemos (a grande maioria, 99,999% da humanidade) com corpos lunares e por isto somos fisicamente (e os demais corpos) animais.
Só que Psicologicamente se formos observar igualmente somos animais.
Então temos que nos tornar homens física (a nível de corpos físico e internos) e internamente (psicologicamente).
É algo muito paralelo que tem que ser feito, porque é como em uma plantação, nós temos que preparar a terra e plantar a semente, se nós só tiramos as ervas daninhas e não plantamos nada, aquele espaço vai se encher novamente de elementos negativos, dentro é idêntico. Se não tiramos a erva daninha e plantamos uma semente ela não vinga por falta de espaço.
Dentro necessitamos matar o Ego, mas precisamos da energia sexual para prover a energia para a consciência, para preparar tanto física como internamente estes corpos de forma que estejam aptos para que em meio a eles vão nascendo e se expressando as virtudes.
O Sacrifício é quase que uma consequência, porque se estamos despertando a consciência estamos nos sacrificando, e se estamos nos sacrificando estamos despertando a consciência porque se fizemos pelos motivos certos (pelo impulso adequado), por este impulso do Ser, é algo divino que está acontecendo.

Então claro que se uma pessoa ainda não entende que um relacionamento homem-mulher é única e exclusivamente para que deixe de ser um animal (para que trabalhe com esta energia para formar os corpos e matar o ego), esta pessoa não entende o que é a Doutrina Gnóstica e com isto acaba comprometendo sua participação em um êxodo, percebe?
Isto são reflexões e re-valorizações que temos que ir fazendo de nossos entendimentos sobre as ações da vida. Tanto que se o Matrimônio tivesse outra finalidade os Mestres depois de certa altura teriam este direito e não tem, exatamente porque já terminaram toda a criação possível por meio da energia sexual, então se abstém definitivamente do sexo sob a pena de colocarem a perder tudo que fizeram (jogar a pedra filosofal na água, como diziam os Alquimistas).

A Maioria das pessoas não entende, mas existem dois Cristos, o Cristo-Lúcifer e o Cristo Divino como conhecemos, o primeiro é Fogo e o segundo é Luz, o primeiro nos dá a individualidade o segundo nos dá a sobre-individualidade.
Por isto que temos o trabalho com as Serpentes de Fogo e depois com as Serpentes de Luz.
Por isto que trabalhamos primeiro com o Sexo, depois com a perfeição daquela obra já realizada.

Por isto os Mestres dizem, temos que nos transformar de animais em homens, de homens em super-homens e para ao fim encarnarmos o Cristo.

Agora se uma pessoa não tem por algum motivo um companheiro na atualidade, perfeito, que faça com o que tem ou que se case. Se o parceiro não aceita, pois faça a sua parte porque vai conseguir seguir até a nona de menores, agora se este companheiro não aceita que o outro seja casto, se não aceita a prática do Arcano, para que existe este relacionamento?
Como diz o Mestre Samael se escolhe entre o Divórcio ou o Fracasso. Sei que são palavras duras, mas é a realidade dos fatos, podemos claro nos manter ao lado de uma pessoa até o final da existência, mas não fornicando, se é que entendemos o propósito Gnóstico do que é uma Obra.
Não é que a gnosis proíba algo, somos livres, só temos que avaliar as conseqüências de cada ato e entender o que o Ser espera que façamos em determinado momento.


06/02/12