CLXV
Textos sobre Metafísica
O Final da Raça e os possíveis caminhos

Para a Sagrada Loja Branca do Tibet há esta necessidade de gerar aquele número de Almas necessárias para que se dê inicio ao processo que chamamos de Êxodo.
Este Êxodo consiste em uma remoção de um povo até um local seguro enquanto a terra passa por turbulentos processos de reorganização geológica.

Claro que o Êxodo é mais do que apenas aguardar a reorganização terrestre e sim um período ou processo aonde aqueles que chegaram até certo grau de perfeição possam terminar o seu trabalho interno.

Certamente as pessoas gostariam que suas vidas durassem eternamente, o ego (nossos defeitos) se pudessem se satisfariam até a exaustão de toda a capacidade humana e planetária.
A Verdade é que tudo que nasce um dia morre e a civilização como conhecemos assim como grandes potências do passado necessita dar lugar ao novo.
Tudo é cíclico e assim como os anos passam, as estações passam, até mesmo a dura rocha vem a ser desintegrada, as civilizações tem um fim, assim como a vida humana e disto somente levamos elementos internos; virtudes, defeitos e conseqüências de nossos atos.

Sabemos que há muita incompreensão das pessoas no que diz respeito as exigências para um Êxodo e há os que se desanimem de pensar que talvez não tenham condições e sejam condenados a Segunda Morte (Involução, Abismo).

A Questão é que realmente muitos não cumpriram e não cumprirão com estas exigências até o momento clímax deste processo, mas isto não quer dizer que tenham que sofrer por isto.

Temos que recordar que apesar de que na Terra, nesta futura raça, não haverá pessoas com Ego (Defeitos Psicológicos), pois realmente será uma Era de Ouro. No entanto afirmamos que aqueles que estejam realmente trabalhando ainda que não tenham tido condições de um êxodo ou de nascer em uma futura Raça na Terra, não serão abandonados pelas Hierarquias.

A Verdade é que existem outras possibilidades, outros caminhos que certamente arrebatarão estas Almas, em vez de que sigam pela Segunda Morte.

Em fatos, uma pessoa que no momento exato aonde se iniciem os resgates para um êxodo, esteja trabalhando sobre si mesmo e apesar disto não tenha cumprido com as exigências para ter ingresso neste processo, poderá ser levada a outra região distinta para que continue vivendo e trabalhando por seu progresso e pelo progresso de outros que estejam em uma situação similar.
Ainda que pareça fantástico para alguns, existem humanidades que habitam planetas de nosso próprio sistema solar, ainda que a vida lá não seja física e sim etérica, qualquer um facilmente não perceberia a diferença da região em que se encontra (fisico/etérico), por sua similaridade.

Uma das possibilidades é dar ingresso em alguma destas culturas destes planetas de nosso Sistema Solar, ou ainda outros mais que existem.

O Que queremos dizer é que não se deve desanimar em caso de não se estar conseguindo cumprir adequadamente com algum fator essencial da Obra. Claro que devemos lutar por cumprir a totalidade do que nos é exigido, mas precisamos saber que não se pode desistir de tudo, por se estar falhando em algum aspecto.

Muitos irmãos abandonaram totalmente o trabalho, literalmente se jogaram ao abismo ao se deparar com alguma barreira intransponível no caminho de sua Obra Espiritual.
Se Existe algo intransponível, é porque existe um porque haver; muitas vezes é simplesmente para testar a tenacidade deste Iniciado, outras vezes são Karmas que temos que pagar ficando estancados por algum tempo.

Ainda que seja algo que realmente não podemos resolver, se estamos trabalhando neste sentido, temos todo o apoio de uma série de Mestres e forças muito além de nosso entendimento.
Talvez algo seja impossível para a pessoa humana, mas somos a representação de uma força superior, nosso Ser, e para ele nada é intransponível.

Sabemos que são momentos difíceis, sabemos que muitas coisas vão piorar e muito antes de melhorar, mas segurem-se aonde estão, não se deixem rolar montanha a baixo, porque colocarão a perder muitas possibilidades de caminhos, se fecham muitas portas.
E aos que por ventura falharam totalmente, que façam o que seja possível no tempo que ainda reste, porque toda ação tem sua consequência e todo esforço é compensado.

08/08/12