zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Preto e Branco

A Cor é algo que sempre fascinou toda a humanidade, cada cor para nós vem com um significado, com uma importância, com um profundo significado que nos causa atração, fascinação, até temor, receio.
As cores que vemos são o resultado da reflexão da luz branca.
A Luz Branca é o tipo de luz que é emitida pelo Sol, e esta luz é composta por um amplo espectro de cores, os quais em seu conjunto completo formam a luz branca.

Certamente todos já vimos aqueles cristais que decompõe a luz solar no arco-íris ou mesmo o fenômeno natural quando as gotículas de chuva sob a incidência dos raios solares provocam esta manifestação do arco-íris como desdobramento da composição da Luz Branca.

Quando a Luz faz contato com um objeto, ele absorve certos espectros de cor e reflete outros, e este é o motivo pelo qual vemos os objetos com tal ou qual cor.
A Luz que eles absorvem nós não vemos, somente vemos a luz que eles refletem, que não absorvem.

Vemos Branco os objetos que refletem a totalidade da Luz Branca, vemos o oposto disto, o negro, quando os objetos assimilam, absorvem totalmente todo o espectro da luz branca, sem refletir nenhuma fração da cor do espectro que forma esta luz.

Assim que reforçamos que o Branco reflete todas as cores, e o Preto absorve todas as cores.
Claro que mesmo este Branco e Negro, no sentido esotérico não são definitivos, pois há outros espectros de luz, luzes que não vemos, que estão acima ou abaixo da nossa capacidade de ver esta luz refletida.

No esoterismo normalmente tomamos a cor Branca como “boa”, a cor Negra como “má”, e isto é por conta da natureza destas cores, da própria questão básica como é na reflexão da luz.
Cada cor tem um significado muito profundo, algo que não é inventado, senão que é a própria natureza mais básica de cada elemento e por isto temos tal ou qual objeto de uma cor ou de outra, mas não é o que vamos tratar aqui neste momento.
A Cor negra, como ela toma para si toda a luz, realmente nos recorda o egoísmo, esta força do indivíduo vivendo por si mesmo, para si mesmo.
Já a Cor branca, recorda-nos exatamente o esforço do “objeto” em iluminar com todo seu potencial os demais, de todas as formas possíveis, em todos os âmbitos possíveis.

Tanto é assim, isto de que a cor negra absorve toda a luz, e a branca reflete, que se usamos uma roupa preta, sofreremos muito mais com o calor do que usando uma roupa branca, por conta disto que anteriormente falamos.

Além do espectro visível da luz, há o infravermelho e o ultravioleta.
Sendo o Infravermelho correspondente as emanações da Loja Negra e o Ultravioleta correspondentes a emanação da Loja Branca.
Vejam, por favor, entendam... Um objeto, pode ser preto, dentro do espectro de luz branca, exatamente porque não reflete nenhuma fração da luz branca, mas pode ter uma natureza completamente diferente da que imaginamos, ao submetê-lo a luz ultravioleta ou infravermelha.

Quando dizemos que para os Demônios, os Anjos que são Negros, isto realmente é literal, porque refere-se exatamente a reflexão, a manifestação deles perante os influxos do infravermelho.
Para o mal, o bem é o negro, e isto se dá porque dentro da luz infravermelha, o bem, o bom, não reflete esta luz abismal e por consequência é negro.
Para o bem, o mal é o negro, e isto se dá porque dentro da luz ultravioleta, o mal, o mau, não reflete esta luz ultra-celeste e por consequência é visto como negro.

Assim que as mesmas cores, elas são utilizadas por ambas as Lojas, Branca e Negra (do ponto de vista universal), mas estão ligadas a uma ou a outra, por conta do espectro de luz que elas reagem.

Quando falamos em cores, devemos saber que por cima do espectro solar, nas dimensões superiores da natureza e do cosmos, resplandece toda a gama do ultravioleta e que por baixo do espectro solar, brilha fatalmente a gama do infravermelho. Este último é característico das infra-dimensões da natureza, sob a crosta geológica de nosso mundo.
Assim, pois, aquela cor vermelha passionária sanguinolenta da submersa região saturnina não poderia ser exibida em nosso mundo tridimensional de Euclides.
Tal cor encontra seu oposto em outra similar da gama do ultravioleta, sobre a citada região tridimensional.
” – Sim há Inferno, Diabo e Karma, V.M. Samael Aun Weor

O núcleo da Terra tem em si mesmo três aspectos. Primeiro: Físico. Segundo: Regiões do Ultravioleta. Terceiro: Regiões do Infravermelho” – O Colar de Buda, V.M. Samael Aun Weor

21/10/15