zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Matéria, Energia e Consciência

Todo objeto por si só, sabemos contem e é formado por Matéria, Energia e Consciência, e certamente a Energia é ao mesmo tempo uma Matéria e uma Consciência assim como a Consciência também contém e é formada por Matéria e Energia.
No entanto assim como um elemento pode transformar-se em outro, temos de entender que o que hoje é matéria, já foi uma energia e em um primeiro momento já foi uma Consciência. O que relatamos é exatamente o Descenso do Espírito à Matéria e claro que esta Consciência que nos referimos é esta consciência Paradisíaca, Edênica que não está autorrealizada por si mesma mas que materializa-se com a promessa de ser um com Deus, de fusionar-se com a Grande Divindade.

O Próprio Nascimento nosso como pessoas, é exatamente o mesmo processo, porque internamente o que há é uma Consciência livre, e esta consciência potencializa-se em uma energia que da forma e caracteriza uma Matéria preparando-se para a manifestação desta Consciência ainda assim está esta consciência no final das contas manifesta, expressa como Matéria, encarnada.
Uma fruta qualquer, um legume, a carne, sabemos são matéria, também o ar é material, igualmente as vivências que temos no campo prático da vida são matéria, isto tudo quando ingressa em nosso organismo, seja pelo trajeto digestivo, também quando entra em nosso sistema respiratório (o ar), ou até mesmo seja por nossos sentidos como percepção sensorial, são transformados em uma energia potencial que pode converter-se mais uma vez em matéria ou em Consciência se sabemos aproveitar estes princípios.
Vejam que é assim que se forma em nosso organismo a Energia Sexual, o H-Si-12, do esoterismo, o qual podemos transformar em um novo corpo físico (matéria) ou em corpos internos que é um tipo de matéria espiritual, ou mesmo em Consciência, já que esta energia projetada contra nós mesmos, contra nossos erros psicológicos, libera e alimenta frações que tornam-se manifestas de nossa Consciência.

Nossas ações são um bom exemplo de como nossa Matéria humana, por meio da energia contida nas diferentes frações e mecanismos que compõe o corpo humano, pode gerar mais matéria ou outros tipos de energia e até mesmo e mais importante, Consciência... e é claro que nos referimos a esta Auto-Consciência, como realização de uma Obra por meio destas lutas conscientes contra nós mesmos.


Há um ciclo muito claro em nosso organismo de Matéria, Energia e Consciência, que se observamos, fica bastante óbvio entender a relação entre o altruísmo e o serviço desinteressado com a Castidade Científica como Transmutação das Energias Sexuais.
Diversas pessoas são dotadas de uma imensa potência sexual e por este motivo quando gastam de maneira exacerbada duas energias, não percebem grandes modificações em seu caráter, mas a verdade é que esta energia sexual está intimamente ligada com sua Consciência já que na proporção que a energia sexual é retirada de maneira passional do organismo, menor é a porcentagem de Consciência que o organismo é capaz de encarnar e manifestar.

Vejam que as Almas ainda em estado de Elementais que vem a encarnarem-se como Minerais e logo tornam-se Plantas, então animais e então chegam ao Reino Humano, passam por um processo claro de Matéria, Energia e Consciência já que o mineral é materialmente inerte e a Consciência está totalmente livre para manifestar-se internamente... mas conforme vai se avançando os reinos, vemos que aumenta a mobilidade e o encarne na Matéria e menos temos de ligação interna e manifestação daquela consciência original.
Logo totalmente "encarnados" na matéria como pessoas, temos o potencial para então iniciar esta jornada Consciente por meio da utilização destas energias depositadas e acumuladas em nosso organismo para tornar-nos mais uma vez Consciência.

A Obra como um todo, é um esforço por transformar toda a matéria em Espírito e isto fazemos aplicando sabiamente, constantemente, diligentemente nossas Energias acumuladas por meio desta matéria na Consciência.
Tudo em nossa vida acaba sendo um grande receptáculo de matéria para ser convertido em energia e logo direcionado a ser transformado em Consciência, algo guiado pela própria Divindade que aguarda ansioso o retorno do "Filho Pródigo".
Nós em geral na vida o que aprendemos é a gastar torpemente as energias em matérias inúteis e negativas. Constantemente assimilamos matéria para produzir outra matéria que em geral é de pior qualidade do que aquela que assimilamos...
A Sabedoria e o principio da vivência do caminho está em repetir o mesmo que faz a planta, como dizem os Mestres, que se alimenta do lodo e da imundície da terra e ainda assim transforma tal qual nos ensina o principio esotérico-alquimista do Bafometo, as Trevas em Luz.
Dissolver a Matéria em energia e logo coagular a energia como Consciência é o caminho.

Na vida todos nós temos o potencial das grandes realizações, basta direcionar nossas energias ao que este principio consciente vivente em nosso interior nos aponta.
Vejam que não importa a situação que nos cerca, não pensem que se o alimento (nossas vivências, a situação que nos encontramos, as pessoas que nos cercam) fosse diferente, o resultado seria diferente, porque se é isto que recebemos, é porque é o que precisamos neste momento e modificando a origem modificamos as consequências. Uma vez a Matéria que nos rodeia sendo assimilada como Consciência, certamente os rumos de nossa vida podem mudar para vivencias ainda mais benéficas a nossa Obra.

Apenas não nos preocupemos com mudanças inúteis. É óbvio que quanto melhor a qualidade do alimento, melhor a qualidade da energia e por consequência da Consciência. No entanto nas piores adversidades é que encontramos as melhores oportunidades para este trabalho. Assim que a mudança que precisa ocorrer é antes de mais nada a manifestação da Consciência para que esta possa criar novas oportunidades para assimilação destas matérias-energias que a vida tão sabiamente nos provê conforme avançamos no caminho.

28/03/16