zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Magos Negros e seus Nomes

Viemos falando em nossos últimos contatos, acerca do Íntimo, de seu nome, e dos processos pelos quais a Alma Humana recebe ou mesmo conquista a informação referente a esta natureza superior a qual está formado.
Hoje falaremos da manifestação negativa do nome do Íntimo, quando assumido pela Alma Humana já divorciada da expressão Divina.

Samael sabemos é o Arcanjo que corresponde a Marte, é um princípio que se ergueu já há muito tempo e por vezes sua Alma Humana esteve caída, e foi nestas épocas também imortalizado como Samael o esposo de Lilith, ou seja, uma referência a própria antítese do Deus vivo.
Belzebu, tão famoso dos Grimórios e dos encantamentos tenebrosos, igualmente por muito tempo foi reconhecido por ser um dos Príncipes submergidos e no entanto hoje estes textos e estas referências já não fazem jus ao que é, visto que voltou-se ao caminho superior, espiritual.

A Queda dos Deuses ou o levante dos Demônios, é algo que por vezes vemos acontecer ao longo da história e figuras que hoje são idolatradas como Deuses, amanhã certamente serão reconhecidas como Demônios e vice-versa.

Algo que precisa ficar claro em nosso entendimento, é que Samael, o Íntimo nunca caiu, que nenhum Íntimo nunca caiu, o único que pode cair, ou seja, o que realmente submerge nas Trevas e o que cria seus Principados Abismais, é a própria Alma Humana quando age independente ao íntimo fazendo uso dos corpos inferiores.
Como a Alma Humana é um desdobramento do Íntimo, em geral também recebe o mesmo nome, e faz uso do nome do Íntimo esta Alma quando trilha o caminho obscuro.
Recordemos que a Consciência inevitavelmente sempre Desperta, seja para Luz, seja para as Trevas, e sendo assim não nos supreende que ditas Almas reconheçam quem sejam no fundo e façam uso deste nome mas de forma tenebrosa.

Os Magos Negros, eles julgam que a Alma Humana é superior ao Íntimo, e que a vontade que tem de ser seguida e as realizações que lhes correspondem, são seus próprios desejos e por isto ignoram a voz e a expressão do Íntimo e por isto acima de tudo que convertem-se em Magos Negros, por esta desobediência.


É certamente para qualquer indivíduo muito difícil reconhecer a natureza de um Mestre. Vejam, que tanto um Mago Branco como um Mago Negro, ambos tem a Consciência desperta, sabem quem no fundo são, ainda que ajam sob impulsos distintos. O Próprio Mestre Samael comenta o caso de um Mago Negro que somente pode comprovar ser tal, devido a uma investigação muito extensiva nos mundos internos, e porque nunca referia-se ao Cristo (ou com outras palavras uma referência a este princípio) em suas Obras, ainda que falasse de todo o restante divino e espiritual.

A Vida é certamente algo cheio de mistérios, realmente repleto de uma sabedoria infinita a qual nós pobres criaturas nada somos capazes de realmente perceber, que dirá de encarnar.

Esta mesma vida ela sempre nos conduz a estes dois caminhos, ou a Luz, ou as Trevas, e ao final nunca há como ficar no meio, somos forçados a resolver-nos e a definir com o que seguimos. A Virtude ou o Delito, conscientes.


Sabemos que muitas pessoas cometeram ao longo desta e mesmo de outras existências delitos mais ou menos graves, não necessariamente para com a Lei dos Homens, mas antenando para as Leis de Deus, as escritas e as que não estão escritas. Mas a realidade é que o arrependimento sincero, sempre foi capaz de abrir as portas da Luz, e nos permitiu mudar totalmente o rumo o qual nos faz descontentes com nossa atual realidade.
Assim também que ninguém sinta-se seguro por ter trilhado até tão longe o caminho da Luz, sendo que as trevas sempre espreitam e muitas vezes como é comum, um pequeno erro, um pequeno deslize, conduz esta Alma a caminhos obscuros e tenebrosos.

Mas o fim... realmente o fim, somente vemos quando o ciclo de existências acaba, ou quando realizamos a Obra em definitivo. Ainda há tempo...

01/07/16