zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Ensinamentos para a Continuidade da Obra

Na vida encontramos muitas classes de ensinamentos, realmente uma diversidade de conhecimentos, sejam de coisas abismais, humanas, mesmo celestiais, por onde quer que olhemos.

Há mistérios obscuros, e ensinamentos que conduzem o indivíduo à ruína espiritual, às trevas, e ao abandono de Deus.
Há ensinamentos que são relativos as coisas cotidianas, e relacionam-se com os distintos aspectos da vida, da convivência, das profissões, de todas estas coisas intermediárias que constantemente vivenciamos em nosso dia a dia.
Existem também Mistérios Espirituais, ensinamentos os quais são entregues pelas Divindades, por seus representantes, para a edificação, e a integração da fração Humana com os distintos aspectos Divinos, os quais são um desdobramento direto.

Todos os dias uma centena de vezes acabamos nos deparando com estas classes de ensinamentos, de informações, de mistérios, e voluntária ou involuntariamente assimilamos uma pequena percentagem disto, já que não há como nos isolar com o que apenas onde colocamos nossa atenção e nosso interesse, pois nossos sentidos tudo captam.


A Própria música, as esculturas, as pinturas, os escritos, os discursos, todos estes podemos classificar nestes três níveis de classes, Abismal, Terrestre ou Celeste.
Se não estamos em um estado adequado de consciência, se estamos abertos à qualquer influência externa, inevitavelmente somos moldados drasticamente por tudo isto que nos cerca, e como bem vemos hoje em dia, a grande influência que há por todos os lados é Abismal, contrária a tudo que é Divino, verdadeiro e realmente belo.
Isto de "Estar entre as chamas sem sentir seus efeitos", é realmente algo admirável, mas não somos todos que acabamos conseguindo filtrar conscientemente todos estes estímulos negativos, e tal como é dito popularmente, por mais que sejam brandos, tanto insistem que entram, tal como a água que com o tempo é capaz de furar a pedra, pela repetição constante.
E é isto que acabamos tendo, uma constante repetição, e um acercamento constante de influências negativas, as quais a seu tempo, acabam geralmente infiltrando-se em nossa psicologia e nos conduzindo a um estado de PSR (ponto sem retorno), no sentido de que passa um elemento contrário à Consciência, à fazer parte deste Governo Interior e acabamos sendo conduzidos a cometer erros os quais por vezes permitem o ingresso de outros aspectos negativos e mais erros, crimes, delitos.

A Promessa final, que existe, é que realmente o indivíduo torne-se capaz de realmente passar entre qualquer circunstância e não ser abalado, mas isto é algo relativo à Maestria, não ao Adeptado, muito menos algo que se espere de um Neófito.
Assim que precisamos ser muito seletivos, e estar muito atento com o que estamos assimilando, permitindo entrar em nosso mundo interior, já que isto moldará certamente nossa natureza.

Falávamos em uma oportunidade anterior, acerca dos Governos, Governos estes que são de tipo Psicológico e que regem um indivíduo.
Não precisamos entender muito de Diplomacia, e de Política externa, para entender como é difícil e sensível a relação entre os Países, algo que em menor nível, é exatamente o que ocorre entre estes Governos Psicológicos que regem o indivíduo.
Assim, desta relação, destas aproximações, destes distanciamentos, geram-se mudanças, seja no sentido global, seja mesmo no aspecto individual de um povo, de uma pessoa.

Vejam que muitas ações negativas em países, tiveram o apoio, o estímulo, o ensinamento de outros, de como se realizar, e também o inverso, muitos exemplos humanitários sinceros, diversas ações realmente conscientes, acabam brotando em um país, graças à guiatura de outro, o qual já realizava isto.
Como pessoas, claro é idêntico, afinal muito aprendemos, e na verdade mais aprendemos pelo exemplo, e também claro por aquilo que o outro possa nos transmitir, ainda que no fundo, sejam as próprias vivências o resultado concreto deste aprendizado.


Muitas pessoas estranham, realmente veem com um olhar de suspeita, muitos ensinamentos Espirituais, devido ao grande distanciamento que tem dos demais similares, e isto por vezes se dá, porque são para algumas pessoas em específico, já que nos mundos internos temos os Raios Esotéricos, e isto por si só, já é determinante no tipo de características esotéricas os quais se encaixam com aquele indivíduo.
Muitas Almas acabam não realizando a Obra em um determinado momento da Humanidade, exatamente por não sentirem-se tocadas com os ensinamentos da época, e isto é compreensível, já que internamente tem contato com algo que fisicamente não encontram par no mundo tridimensional e se encontram, é no fundo apenas uma matéria morta, um aborto de algo que já foi um dia a cristalização deste raio materializado no mundo tridimensional.

Há indivíduos que estão trilhando o caminho já há muito tempo, que já subiram até o extremo do extremo, e já desceram também até o extremo do extremo, e todos estes casos, toda esta continuidade e estas particularidades, exigem certas classes de ensinamentos e de guiaturas, as quais muito dificilmente são encontradas, e mesmo encontradas, em geral são muito difíceis de serem seguidas, já que o caminho é algo individual e interno, qualquer aspecto externo é apenas um direcionador, um guia, para algo que cabe sempre a nós mesmos realizar.


Por vezes parece que nos esquecemos que a existência que hoje temos, é apenas uma continuidade da vida, ao longo de muitas existências, e que o que hoje estamos fazendo, é uma sequência de algo que muitos já começaram há muito tempo e que entre acertos e fracassos seguem tentando e buscando integrar-se com algo maior que si mesmo.

É muito distinto o que temos de dizer, à uma pessoa que hoje coloque-se pela primeira vez no caminho, ou o que precisa ser dito, à Almas cujo Íntimo já iniciou em outras existências ou mesmo em outros ciclos uma Obra, e também é completamente diferente o que necessita ser entregue, à uma Criatura que já realizou-se e hoje recebe a tarefa de refazer esta jornada dentro de outras leis, de outras regras, e com outros níveis de perfeição.

Mesmo na Maestria, temos de entender que sempre haverá uma drástica diferença entre a Consciência que é capaz cada um de expressar, visto que mesmo estando em um mesmo processo, há detalhes como estes, que são cruciais para o que realmente manifesta-se por meio daquela Alma, daquela pessoa, já que há perfeições e perfeições à serem alcançadas e por vezes o que cabe a um, ao outro cabe em dobro e a nós cabe fazer o que nos cabe, nada mais.

Por isto que já dissemos outras vezes e que os Mestres insistem, que em geral quem olha como o outro caminha, acaba caindo. Também caímos ao tentar nivelar os demais à algo que não lhes correspondem, já que como já dissemos, se espera algo distinto de cada um.
A Obra é verdadeiramente um Mistério, a vida por si mesma, nos detalhes mais simples, tem por vezes significações as quais nunca foram ditas ou ensinadas e se ficamos presos na teoria, naquilo que já sabíamos, naquilo que já aprendemos, nos fechamos para a realidade que bate à nossa porta e muito comumente vai embora para nunca mais voltar.

21/09/16