zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Trabalho e Recompensa

A Vida cotidiana, nosso diário viver, traz muitas situações distintas, muitas possibilidades, e com isto também muitos assuntos que acabamos tendo de levar à reflexão, visto que acabamos tendo incompreensões, e atuações equivocadas diante destas ocorrências.

Existe nos mundos internos duas pirâmides de criação, uma que recolhe recursos de muitos e investe em poucos, e outra que recolhe recursos de poucos e investe em muitos.
Na vida nós temos sempre duas possibilidades, o bem individual e o bem comum, ou seja, de todos.
O Primeiro é o que chamamos egoísmo, e no que está fundamentado o mal que em nosso interior habita.

Na Loja Branca, alguns poucos princípios sacrificam-se pelo bem dos muitos; Uns poucos Íntimos trabalham arduamente e concedem graças que beneficiarão as multidões que no mundo habitam.
Na Loja Negra, as massas são sacrificadas pelo bem de alguns poucos, e estas Almas distantes de seus Íntimos arrecadam valores (físicos e espirituais) que servirão para alguns poucos se beneficiarem.

Se observarmos aquilo que já foi falado por alguns Mestres, acerca das Loterias ou qualquer sistema de Sorteio ou benefício para um ou alguns poucos, sacrificando os recursos das multidões, vamos entender exatamente isto atuando, uma força negativa, uma regra abismal regendo isto.

As multidões são facilmente enganadas pela "possibilidade" ainda que remota de um ganho, e acabam colocando suas míseras esperanças em um sistema tenebroso sem sentido.
O Acaso, o aleatório, tem duas facetas, uma sendo aquela que é regida pela Lei e pelo Destino, aonde os fatos ainda que incompreensíveis para as pessoas são realizações Divinas ocorrendo por detrás dos panos da realidade conhecida.
A Segunda faceta é realmente randômica, e caprichosa, regida por uma entidade Abismal, pelo Demônio Aleatório.


É claro que a própria Obra, a Maestria e assim por diante, é o resultado dos esforços de muitos, que claro acabam rendendo poucos resultados ao final.
Mas neste caso o que ocorre é que cada um é sempre pago por suas obras, e se não logrou-se integrar totalmente com a Divindade, é porque não realizou o suficiente para que isto ocorra.
Também não estamos falando do relacionamento da multiplicidade e da unidade, aonde o todo acaba agindo em prol de uma unidade que faz parte. Ou seja, as frações que compõe o indivíduo e o indivíduo, ou a família, o Estado, o País, etc.
Claro que certas administrações, poderiam claro entrar no mesmo equívoco que estamos aqui relatando, mas não é o que diretamente estamos nos referindo neste momento.


No caso negativo deste "acaso", acabam havendo esforços sem recompensas e este é o pior da questão.
Assim como a Divindade maneja as possibilidades para gerar algo, as forças negativas manejam algo muito similar.

A Mesma mão que sob um impulso divino é capaz de escolher "ao acaso" um Arcano (Mistério da Letra), dentro de estados negativos de consciência pode ser regida por esta fração negativa que estamos nos referindo, para fins negativos.


Muitas promoções, eventos, se utilizam deste artifício com o objetivo de alimentar uma falsa esperança na mentalidade das pessoas e com isto aumentar seus ganhos, vender mais, e assim por diante. Vemos que é um desdobramento da Ganância, que se aproveita deste valor em questão.

E é interessante como as pessoas são facilmente manejadas, enganadas por algo tão simples.
Afinal o suposto "ganho fácil", acaba se provando para noventa e nove por cento, um desperdício, já que apenas investem sem um retorno.
E para aquele que recebeu o "prêmio", recebe junto a injustiça de ter o que não lhe corresponde, já que não houve uma progressão natural em seu ganho, o que quer que seja.

Hoje não estamos necessáriamente ensinando algo, apenas trazendo palavras de reflexão, para que no dia a dia, saibamos observar estes eventos e liberar um pouco mais nossa Consciência destes grilhões que a tem.

27/09/16