zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Bênçãos e Maldições

Muitos resultados que não compreendemos como se geram, são o resultado de influências ocultas. Mesmo aquilo que entendemos como se gera, no fundo são resultados gerados por forças que compreendemos e observamos mas também por forças que não compreendemos e não somos capazes de ver.

Há lugares, há pessoas, que acabam tornando-se abençoados, ou mesmo amaldiçoados, devido as energias que recaem sobre eles.
Na Natureza existem duas forças de movimento e uma de estabilidade. As Forças de movimento que são Construção e Destruição, Vida e Morte, são as que geram as ditas Bênçãos ou Maldições.
No fundo são magias de Amor ou de Ódio, o que geram tais influências construtivas ou destrutivas em certos lugares, ou sob certas pessoas.

Falando das Maldições, poderíamos comparar uma Maldição com uma doença, claro que uma doença de tipo energético, uma força negativa que destrói e que atrai destruição para um indivíduo, lugar, objeto, etc. Todo indivíduo, toda criatura viva, inala e exala energia, seus agrados e seus desagrados constantemente impregnam outras pessoas, lugares, objetos, de energias boas ou ruins. Dependendo do quão terrível seja a negatividade impregnada em algo, este torna-se amaldiçoado.

Há pessoas cuja dificuldade em viver, seja o falar, seja o interagir, é o resultado de maldições, de projeções de energias tão terríveis sob o indivíduo que impede sua própria manifestação, sua lucidez, compromete sua felicidade.
Também há lugares, assim como existem objetos, cuja proximidade corrompe e fere os sentidos, a lucidez, a alegria de qualquer indivíduo. Muitos dos crimes que existem, são o resultado de influências deste gênero, loucuras causadas por maldições seja diretamente a um indivíduo, seja pela influência de um lugar ou objeto nefasto.


A Discórdia não é algo recomendado, no sentido de que como vemos, projetam-se energias destrutivas sob um e sob outro. É Claro que nem sempre acaba sendo possível agradar a todas as pessoas, estar em paz com todos os indivíduos e acaba sendo natural que se projetem energias negativas para conosco.
A Questão é que neste caso de energias projetadas entre indivíduos, existe a possibilidade de que tais maldições acabem não aderindo sob a egrégora para qual foi emanada, ou seja, que não recaia sob a pessoa, principalmente se a pessoa a qual foi direcionada tal energia, encontra-se em um bom estado de consciência, se não tem sentimentos negativos, se não está corrompida por esta mesma energia que o outro projeta. Neste caso, a própria pessoa que emana tais forças, é quem acaba re-assimilando estas energias projetadas, e sofrendo ainda mais, as consequências de suas maldições.

Falando das Bênçãos, podemos afirmar que grandes prodígios já foram realizados pela Magia do Amor, e que esta força de progresso, de proteção, pode também inclusive, cancelar maldições e até mesmo proteger certos indivíduos e lugares de serem impregnados por forças negativas ou mesmo afetados por infelicidades e desgraças.
Muito do bom, do bem, que recai como que magicamente na vida de algumas pessoas, é o resultado de bênçãos que receberam, sejam dadas conscientes ou inconscientemente pelas pessoas.

A Própria gratidão por algo, costuma ser uma bênção, dada de bom grado, por alguém que se sentiu beneficiado e que paga assim o bem que lhe foi feito, o que lhe foi dado.
E há muitas bênçãos que são dadas por pessoas, a outras pessoas, mas também há bênçãos que são dadas pela Divindade que personifica um indivíduo, pela própria natureza, e assim por diante.

No fundo não há nada que façamos que deixe de ter um reflexo em nossas vidas, e não há bem, ou mal, que fique sem o seu devido pagamento. É claro que muitas vezes por um bem maior, por um resultado melhor, necessitamos atravessar certos vales de ódios e maldições, se é que ansiamos de verdade, chegar até aonde devemos chegar e realizar o que nos corresponde realizar.

13/11/2017