zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Metafísica
Corpo, Alma e Espírito

Ao longo das Eras, muito foi dito, de muitas maneiras, acerca do que é o Corpo, a Alma, o Espírito.
As Religiões no fundo o que buscam é o Encarne do Espírito, e também a Espiritualização do Corpo e da Alma.

Nós temos um Corpo Físico, na verdade temos também outros corpos, os quais são diferentes seções daquilo que somos.
Temos um Veículo Vital, outro Astral, mais além disto um Mental, todos estes são o que chamamos de Corpo.
A Alma temos uma Humana e uma Divina, uma que relaciona-se a Vontade, outra que é relativa a Consciência. O Espírito é aquilo que podemos chamar de Íntimo, de Ser, neste caso nossa própria Divindade Individual.

Nós em geral sofremos, porque nos identificamos como sendo Corpo, e no fundo os corpos são apenas ferramentas daquilo que realmente somos. Mesmo como Pessoas, nossa realidade está na Alma, é a Alma que anima o Corpo, é pela Alma que vive o Corpo, e o próprio objetivo de termos um corpo é de encarnar o Espírito, fazê-lo manifesto, fazê-lo parte de nós, nos tornarmos ele, e ele se tornar nós. Pois no fundo é também o que somos, apenas perdemos esta ligação, esta integração com estas partes superiores de nós mesmos.

Muito do mal relacionamento que temos com o Corpo, é o resultado desta falta de domínio, desta falta de compreensão, acerca do que é o Corpo, do que realmente somos.
Nós dominamos o Corpo obviamente pela Compreensão e pela Vontade, que são os dois Atributos da Alma, que são a própria Alma.
Enquanto nos identifiquemos negativamente como sendo estes veículos, sofreremos inevitavelmente.

O Organismo, todas estas diferentes seções dos Corpos, sofrem de distúrbios diversos, equivocam-se em seus instintos, em suas percepções, em suas ações. É pela Alma Divina, como Compreensão, é pela Alma Humana como Vontade, que corrigimos o curso de nossas vidas.

A própria Alma, claro, encontra-se nos dias atuais em nós, corrompida, equivocada, ela precisa ser Salva pelo Espírito, precisa ser guiada pela Alma Divina, mas inevitavelmente é pelo seu trabalho, que molda a si mesmo, e a todas estas frações inferiores do que é.


Os Pensamentos, os Sentimentos, mesmo o que esteja abaixo disto, os Instintos, e assim por diante, podem e devem ser Corrigidos em sua Natureza, curados desta doença que sofrem, destes inúmeros distúrbios que os impedem de funcionar adequadamente, normalmente.

No fundo não estamos falando de nada que já não tenha sido dito, é certo que esta transformação Psicológica é indispensável para o estabelecimento da Felicidade, da Harmonia, da Paz.

Nós não conseguiríamos jamais viver em Paz, ter esta Harmonia, este pleno equilíbrio, mesmo viver em Felicidade, sem que previamente passássemos por esta profunda transformação Íntima.


Muitas vezes o Corpo Físico quer alimento, e no fundo ele não necessita, simplesmente acostumou-se a viver com excessos, ou mesmo manifesta Instintos equivocados. É dever da Consciência, tal qual uma Mãe zelosa, avaliar a real necessidade, e educar este fruto de si mesma, a viver dentro do que seja sua real natureza. Também é dever da Vontade, tal qual um rigoroso Pai, fazer valer tais preceitos.
Isto claro se aplica com qualquer processo seja de Desejos (Sentimentos), ou de Pensamentos, igualmente, não apenas as coisas físicas.

Quando a Alma realmente se faz manifesta, integrada, regenerando-se, vivenciamos diversos processos transformativos, tanto em nossa maneira de Pensar, como de Sentir, também em nossa forma física e como atuamos fisicamente, também tudo mais no relacionado a isto muda.

Claro que há mudanças que não são ocasionadas pela Alma, ou que não são mudanças benéficas, e infelizmente para nós o que importa, são estas mudanças concretas, Íntimas, originadas desta maneira que aqui citamos.
De nada nos vale aparência, de nada nos adianta fazer uma mudança inútil, temporária, equivocada.
Uma mudança originada na Alma, é uma mudança que carregamos através das existências, é uma mudança que nos permite encarnar fisicamente mais e mais nossa Alma, nossas Virtudes, nos aproximar de nossa Divindade, de nosso Espírito Divino, da Grande Divindade Universal.

29/11/17