CLXV
Textos sobre Metafísica
Almas Gêmeas Atômicas

Tudo quanto existe tem sua contra parte, uma segunda metade da qual ele mesmo é a primeira.

Nem mesmo o átomo está isento de atração e união. Mesmo o átomo tem sua Alma Gêmea que é caracterizada por uma ação complementar de elétrons entre dois átomos.

O Sal é pois a união de duas Almas Gêmeas atômicas, o Sódio e o Cloro.
A Vida é uma constante repetição em diferentes oitavas.

O Que acontece no infinitamente pequeno como é o caso dos átomos, moléculas, igualmente se repete no que é infinitamente grande como no espaço estrelado. Claro que entre uma coisa e outra ocorre igualmente no gênero humano.

Neste belo exemplo de Almas Gêmeas atômicas, temos o exemplo do Sódio como Macho (+), e do Cloro como fêmea (-).
Isto claro é determinado pela questão do Sódio ter um Elétron extra e do Cloro ter um elétron a menos, negativo.

Esta necessidade que tem o Cloro por um Elétron e esta disponibilidade do Sódio de um Elétron é o que faz, neste exemplo atômico, esta união perfeita.


A Força sexual é maravilhosa, graças a ela é possível a criação das substâncias, sejam atômicas, minerais, vegetais, animais, humanas ou celestes, supra-celestes, etc.

É Difícil falar do tema Almas Gêmeas quando nos referimos ao gênero humano, porque devido as más ações que cometemos vida a pós vida, a cada novo retorno a uma matriz humana, em cada nova existência que nos é designada, acabamos repetindo o mesmo das outras existências, mais claro a experiência do ciclo anterior.

Certamente nos dias atuais é difícil encontrar pessoas que tenham encontrado sua Alma Gêmea, realmente este complemento como podemos observar no caso da formação do Sal como substância. É isto que esta questão das Almas Gêmeas possibilita, a absoluta união de dois seres, criando algo novo. As Almas Gêmeas são duas pessoas (Almas que habitam cada uma um corpo) as quais uma é verdadeiramente o absoluto e único complemento do outro, separados no início da criação.

Nós mesmos temos dentro de nós este mesmo processo das Almas Gêmeas, dentro da estrutura interna de um Homem ou Mulher, encontramos que existe uma Alma Humana e uma Alma Divina, mais uma vez duas Almas que ao se unirem dão forma ao Intimo, nosso Real Ser interior.


Por isto que no campo do matrimônio é importante saber avaliar isto de polaridades e observar o que falta e o que sobra em cada pessoa (em nós e nesta pessoa que é nosso[a] pretendente).
Encontrar a cara metade (Alma Gêmea) é algo raro, mas escolher qualquer pessoa no caminho é algo absurdo.
Assim a maioria dos casais sofre porque são como átomos que não podem ser misturados e ainda assim insiste em se aproximar e tentar uma união impossível já que não é impossível uma mescla, uma integração para que haja verdadeiramente deste matrimônio uma criação superior.

No caso da questão sexual atômica, é incrível poder observar que este elétron positivo pode ser representado pelo número 1 e a ausência ou falta de um elétron pode ser representado pelo 0. A Atração exercida por esta força complementar representamos pelo santo oito (8), pois o duplo círculo representa os dois átomos os quais se unem por meio de sua complementar natureza.

No gênero humano esta força complementar existente entre os sexos masculino (1) e feminino (0), tem por motivo de atração (8) três possibilidades:
- A Obtenção do prazer mediante o orgasmo; (3);
- A Criação de um novo veículo físico para uma Alma; (4);
- A Criação dos Corpos Internos e regeneração do veículo físico. (7);

Claro que para a obtenção do prazer e o orgasmo só se necessita de atração sexual (9).
Só que é absurdo chegar até o estágio aonde se perde a energia seminal e a libido, pois se desfaz este símbolo de atração que representamos pelo 8. O Orgasmo não só destrói o amor (6) e a atração sexual (9), mas tira do organismo um estímulo natural de vida, e a possibilidade de ser regenerado por esta força que fora de nós cria uma vida e dentro torna a recriar o homem, seja física ou internamente.

A Criação de um corpo físico para uma Alma que vá vir ao mundo pode ser executada por meio da supra-sexualidade, aonde não há o orgasmo, pois neste caso a Lei Divina seleciona e guia um único espermatozóide que naturalmente escapa durante o coito para fecundar o óvulo maduro.


Neste segundo caso, nos referindo apenas a criação de um novo veículo físico, vemos que só se necessita Amor (6) de um casal, pois mesmo que não houvesse uma atração sexual, a energia masculina já madura lhe daria o impulso necessário ao ato sexual, ainda que não houvesse desejo, paixão ou magnetismo entre o casal.
Nisto vemos muitas pessoas que sentem certo amor, respeito um pelo outro e vivem uma vida unidos por esta força, mas que não praticam o ato sexual, senão para a procriação. Então é um casal que sente o impulso da maternidade e da paternidade mas não tem distúrbios sexuais mas nem igualmente conhecem os mistérios do sexo.


No Campo matemático da sexualidade, temos que aprender a lidar com estas energias criadoras de nosso organismo. A Supra-sexualidade que é este terceiro possível caminho ao lidarmos com a energia sexual, neste terceiro tipo de sexualidade, encontramos o perfeito equilíbrio matemático entre o impulso sexual e o impulso espiritual.
O Equilíbrio perfeito do matrimônio de forma a atender não apenas a economia terrestre da natureza mas o interesse do espírito, está na supra sexualidade.

Neste terceiro caminho vemos que existe a suprema necessidade não apenas do Impulso Sexual, ou do Amor entre este casal, mas de ambos.

A Chave da supra sexualidade é:
A Conexão Sexual (8) de Falo (1) e Útero (0) sem o derramamento seminal (69).

Duas unidades unidas são representadas assim como no caso das duas órbitas atômicas como sendo um Oito, igualmente a força positiva a força que tem algo extra, que dá a parte negativa, é pois o Homem e a Mulher receptiva e negativa do ponto de vista sexual. O Pleno equilíbrio entre o Amor e a força Sexual é pois o exercício da Castidade Científica por meio da Transmutação Sexual.

 

 

“Se hoje em dia um Rei, sendo humano, concede aos homens dádivas a seu gosto e perdoa aos assassinos, e àqueles que têm relação sexual com o sexo masculino, assim como outros pecados atrozes merecedores de pena de morte, se ele faz isto, que é um ser humano, quanto mais não fará «O Inefável» e o Primeiro Mistério que são os Senhores do Universo, a Autoridade, podendo actuar em todas as coisas como melhor lhes pareça, para Perdoar a cada um que tenha recebido Mistérios! Ou, por outro lado, se hoje em dia um Rei investe um soldado com o poder real e o envia a regiões estrangeiras e se, apesar deste assassinar e cometer toda a classe de atrocidades que mereçam a pena de morte, estes crimes não lhe são imputados porque está investido com poderes reais, quanto mais não farão Aqueles que conhecem os Mistérios das Vestes do Inefável e do Primeiro Mistério, que são Senhores sobre todos os das Alturas e das Profundidades!” - Pistis Sophia

07/01/12