CLXV
Textos sobre Metafísica
Profecias e Profetas

Estes dias me recordava de uma época que a recém havia reencontrado, na atual existência, a Gnosis e os Mistérios; e que havia um livro do V.M. Lakhsmi, que consta em versão on-line aqui nesta página, chamado As Jóias do Dragão Amarelo - Tomo II, e que nele havia um trecho que me chamou muito, muito a atenção e que posteriormente transformaram-se em eventos que chocaram toda a humanidade.

Encontramos na Vigésima Jóia do Dragão Amarelo o seguinte trecho: "Essa unidade será a que vai mover o mundo que o Mestre samael sempre quis. Brilhará o verbo dos Iniciados; se escutará e cairão as torres mais altas de Nova Iorque diante desta terrível verdade, e isso é assim, porém não podemos pensar que se não restauramos a nossa Igreja, isto vai ser restaurado por estatuto ou por normas. Tem que partir da unidade e estender-se ao povo; e o povo, como um retro-alimento, estender-se à unidade".

Recordo que quando houve a catástrofe do 11 de Setembro em Nova Iorque (New York), corri para pegar o livro e reler este trecho que já havia sido ficado marcado em minha memória. Profecias, dentre tantas outras que foram feitas sobre este e outros eventos que já aconteceram e que ainda acontecerão. Este livro em questão é a transcrição de uma convivência e a publicação desta edição data de 1999, sendo que o evento ocorreu em 2001.


As profecias não tem por objetivo alterar o rumo do evento, mas principalmente garantir um sinal do evento e permitir com que os justos não sejam afetados por estas catástrofes. A Forma como se falam nestas profecias, tem por objetivo informar e ao mesmo tempo não informar. Porque falamos à consciência e não a mente das pessoas... tanto que uma vez ocorrido os eventos, qualquer um pode ligar a profecia ao evento mas antes disto, somente a consciência pode verificar a realidade destes fatos futuros.

A Profecia é um dom que abarca todos os sentidos internos que temos. Uns vêem os fatos como vemos um filme em um televisor, outros escutam, senão os sons do evento, sinfonias simbólicas relacionadas a tragédia ou a glória de alguma situação, odores são igualmente perceptíveis e associáveis a estes eventos, algumas vezes surge como um sentimento muito especial, uma percepção interna. Enfim, a profecia depende de consciência porque é uma integração que se faz com uma fração da Alma e o poder do Espírito Santo.


Alguns profetas tem suas visões durante os momentos de sono. Vêem a possibilidade de distintos futuros ou de futuros indissolúveis que estão ligados ao Karma de uma pessoa ou humanidade. Isto não é algo que poucas pessoas experimentam, muitos sonham (tem experiências de profecias, ainda que de forma simbólica) com eventos e logo estes vem a acontecer no mundo tridimensional.


Algumas pessoas e governos, certamente pensarão que são talvez estes profetas são os culpados ou co-participantes destes eventos (quando negativos, do entendimento das pessoas), mas porque não compreendem a realidade das distintas dimensões existentes e da realidade que tudo que hoje acontece fisicamente, já aconteceu internamente há já algum tempo.
Mesmo o que não aconteceu internamente em nenhuma região, é possível ser verificado por meio do Tribunal do Karma nos mundos superiores.

É Como no físico quando há um objeto muito longe e de onde estamos não podemos identificar tal objeto, mas se fazemos uso de algum aparato como um binóculo, podemos ver antecipadamente o que tempo depois se apresentará frente a nossos olhos. Isto é o mesmo que ocorre quando conscientemente observamos a realidade interna destes eventos.

O Sofrimento que terá de passar uma pessoa, sociedade ou a humanidade como um todo, já está previsto e selado para que aconteça no seu tempo devido, tanto na parte interna como no físico.
Muitos dirão que estas catástrofes não provém de Deus e que a dor, o sofrimento e a morte são algo cruel.

A Questão é que a atual humanidade desconhece que a dor é um remédio para a alma e que apenas nos caso sem solução, os Mestres se dão a tarefa de aliviar esta dor, quando esta já não é mais a cura.
A Dor destes eventos vem por trazer uma lacuna e uma reflexão para que a pessoa verdadeiramente busque a verdade e a realidade do sentido da vida.
Sem estes eventos, a vida horizontal continuaria e o homem (animal intelectual) acreditaria para sempre ser um Rei enquanto não passa de um escravo das circunstâncias e de seus próprios delitos.


"Portanto assim diz o SENHOR dos Exércitos acerca dos profetas: Eis que lhes darei a comer losna, e lhes farei beber águas de fel; porque dos profetas de Jerusalém saiu a contaminação sobre toda a terra.
Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas, que entre vós profetizam; fazem-vos desvanecer; falam da visão do seu coração, não da boca do SENHOR.
Dizem continuamente aos que me desprezam: O SENHOR disse: Paz tereis; e a qualquer que anda segundo a dureza do seu coração, dizem: Não virá mal sobre vós.
Porque, quem esteve no conselho do SENHOR, e viu, e ouviu a sua palavra? Quem esteve atento à sua palavra, e ouviu?
Eis que saiu com indignação a tempestade do SENHOR; e uma tempestade penosa cairá cruelmente sobre a cabeça dos ímpios.
Não se desviará a ira do SENHOR, até que execute e cumpra os desígnios do seu coração; nos últimos dias entendereis isso claramente.
Não mandei esses profetas, contudo eles foram correndo; não lhes falei, contudo eles profetizaram.
Mas, se estivessem estado no meu conselho, então teriam feito o meu povo ouvir as minhas palavras, e o teriam feito voltar do seu mau caminho, e da maldade das suas ações.
Porventura sou eu Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe?
Esconder-se-ia alguém em esconderijos, de modo que eu não o veja? diz o SENHOR. Porventura não encho eu os céus e a terra? diz o SENHOR.
Tenho ouvido o que dizem aqueles profetas, profetizando mentiras em meu nome, dizendo: Sonhei, sonhei.
Até quando sucederá isso no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que só profetizam do engano do seu coração?
Os quais cuidam fazer com que o meu povo se esqueça do meu nome pelos seus sonhos que cada um conta ao seu próximo, assim como seus pais se esqueceram do meu nome por causa de Baal.
O profeta que tem um sonho conte o sonho; e aquele que tem a minha palavra, fale a minha palavra com verdade. Que tem a palha com o trigo? diz o SENHOR.
Porventura a minha palavra não é como o fogo, diz o SENHOR, e como um martelo que esmiuça a pedra?
Portanto, eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que furtam as minhas palavras, cada um ao seu próximo.
Eis que eu sou contra os profetas, diz o SENHOR, que usam de sua própria linguagem, e dizem: Ele disse.
Eis que eu sou contra os que profetizam sonhos mentirosos, diz o SENHOR, e os contam, e fazem errar o meu povo com as suas mentiras e com as suas leviandades; pois eu não os enviei, nem lhes dei ordem; e não trouxeram proveito algum a este povo, diz o SENHOR."


Jeremias 23:15-32

29/01/13