CLXV
Textos sobre Metafísica
O Magnetismo Universal

O Mundo como conhecemos é um resultado do magnetismo, se as forças divinas não fossem coordenadas e impelidas em direção da matéria, jamais o plano físico poderia ter sido criado.

O Magnetismo é um alinhamento de polaridades.
O Magnetismo é um direcionamento de forças em uma mesma direção.

Quando um objeto tem magnetismo e se une a outro que tem suas moléculas dispersas, apontando para diferentes direções, mas que é um condutor hábil, estas se alinham para com o magnetizador, ficando por este motivo alinhadas, magnetizadas.

Por isto bem podemos compreender que a fé é capaz literalmente de mover montanhas, porque a fé é um tipo de magnetismo da força universal.


Nossa Obra, a realização da Grande Obra, a razão pela qual nascemos neste vale de lágrimas que é o mundo físico, é o resultado da Magnetização. A Própria criação de nosso veículo físico é resultado da magnetização. Se a força masculina não fosse atraída pela força feminina e vice-versa, não poderia surgir a vida.

O Fogo é o magnetizador, o fogo é esta Luz Astral, a chama da chama. Claro que nos referimos a uma chama específica, de tipo espiritual, depositada dentro do organismo humano, em seus órgãos sexuais e principalmente no Cóccix.

Quando sabemos conservar as energias sexuais, o fogo se alimenta com este óleo santo, e em seu momento preciso, desperta este fogo sagrado como a dita Serpente Ígnea que já foi chamada de diversos nomes, desde Kundalini, Maria, Réa. É o próprio fogo do Espírito Santo dentro do homem.

Quando este fogo desperta, ele dirige-se para o alto, para o Ser, para os mundos internos, para o Cristo Íntimo, para o Absoluto.
Sendo este fogo o único e supremo magnetizador; nossas moléculas, nossa células, nossas essências ficam voltadas nesta mesma direção deste impulso divino que ascende pelo canal medular do futuro Adepto.

É Pelo fogo, por esta energia sexual transmutada, que magnetizando-nos orienta-nos sabiamente até este nosso Sol interior, nosso Cristo interno, nosso REAL SER.
Assim como a semente sabe guiar-se por meio da terra, graças a este mesmo magnetismo, o homem deve uma vez despertada sua serpente, guiar-se por este magnetismo extraordinário que ela exerce, não só sobre este Iniciado, mas sobre todas as coisas existentes.


Todas as Grandes Religiões que já existiram são resultado deste mesmo magnetismo.
Um símbolo, um ideal, uma palavra, é o suficiente para criar um ponto de atenção mutuo, uma direção para aonde muitos podem se voltar e exercer este fluxo até o espírito.

Quantas pessoas mentem, roubam, enganam, traem, adulteram, pecam mortalmente contra tudo e contra todos, mas ao ver algo tão singelo como uma cruz, sentem algo especial, lhes vem uma paz, um arrependimento, etc. Isto é resultado do magnetismo posto sobre tal ou qual objeto.

Claro que tais objetos foram devidamente magnetizados por meio de grandes sacrifícios de seus precursores. Afinal o Cristo Jesus teve de morrer na cruz de seu sacrifício para que ela tivesse este peso de atrair o gênero humano para sua redenção, e imitar este exemplo do Bendito.
Assim outros sábios Mestres depositaram sua sabedoria e sua força sobre símbolos, ideais, que no fundo são operações matemáticas de igual resultado, a auto-realização de cada indivíduo.


No dia que realmente compreendamos o que é esta Alavanca de tipo sexual a qual pode mover mundos, e nos mover através de mundos, realmente estaremos preparados para trilhar esta senda tão preciosa da Auto-realização intima do Ser.


O Magnetismo é a chave, o magnetismo é sexual.
Somente o fogo sexual pode conduzir cada homem, cada mulher, até a redenção.
O Magnetismo só se torna possível com a união prudente do órgão sexual masculino e do órgão sexual feminino. Entenda como prudente, a ausência do orgasmo, e a não perda da energia sexual.

A Obra como um todo é constituída de três passos, sendo sempre o primeiro a absoluta conquista da castidade sexual, o segundo passo a conquista das dimensões superiores da natureza, e o terceiro passo é a Iluminação.

Realmente seria impossível a iluminação sem o óleo que alimenta a chama, a energia sexual.
Também seria impossível o desenvolvimento ou a reconstituição de nossos corpos internos, sem a semente.

Bendito seja o Cristo, bendita seja a Divina Mãe Kundalini, e bendito sejam os Homens e Mulheres que se amam, e que se adoram, pelo séculos dos séculos, amém.


A Fé é algo muito interessante. Muitas das falhas nos resultados que tem uma pessoa, afirmam os Mestres é porque há um pingo de dúvida, de receio, em fim, algo que vai em direção oposta do almejado.
Então vemos que os resultados espirituais, dependem de um perfeito magnetismo do operador. A Alta Magia, a Teúrgia, é uma obra de Magnetismo aonde o operador influe na natureza e realiza seus feitos que são sempre extraordinários para o leigo.

Existe claro duas forças possíveis, ou melhor, duas direções possíveis que toma o fogo, e ambas são obra do magnetismo, um claro divino e espiritual, outro abismal, infernal.

O Magnetismo que aqui relatamos é fruto da ascensão do fogo dentro do homem, é este drama que viveu o Cristo Jesus e tantos Mestres em busca de seu Pai Íntimo e do Cristo Cósmico. Este magnetismo é fruto da corrente elétrica sexual dirigida por meio de nossa coluna até o cérebro.

Este magnetismo ascendente, esta eletricidade espiritual é o que ativa e aviva os chackras que por consequência conferem ao homem seus dons espirituais tal como é a Clarividência, a Recordação de Existências Anteriores, e tantos outros.


Todos aqueles que pronunciam-se contra a castidade científica, contra a Magia Sexual Branca, contra o Desdobramento Astral Consciente, pois pronunciam-se contra a Revolução da Consciência do Indivíduo bem como contra os processos de Evolução da Raça e Planetárias.

Por mais que saibamos que a Magia Sexual e a Consciência astral sejam fatores relativos a Revolução da Consciência, sabemos que vivemos um momento de retorno às regiões internas da natureza e isto só é possível por meio deste magnetismo gerado por esta energia sabiamente dirigida, para dentro e para cima. Unem-se por estes momentos, uma necessidade da natureza, e um impulso íntimo que é emitido pelo Ser, pela Mônada Divina de cada indivíduo.

21/10/13