CLXV
Textos sobre Metafísica
O Mestre é um Povo

Este é o tipo de mensagem, de ensinamento que sabemos não serão todos que irão compreender, então que saibam relevar se esta mensagem não tocar as fibras do coração de cada um, porque sabemos que não é algo que todos irão entender.

Quando um Mestre diz, que o Mestre é um Povo, é algo que para algumas pessoas parece extraordinário, no sentido de incompreensível, pois o Mestre é o Mestre, lá está o Mestre, aqui está o Povo. Como poderia o Mestre ser um Povo?

Em certa Altura do trabalho, pois há iniciações de fogo e há iniciações de Luz, há sempre esta dupla expressão das vivências que tem de ter um Mestre, afinal há este trabalho nisto que chamamos “Montanhas”.

E há um processo aonde o Mestre pode se dizer investe em um povo... e não pensem apenas em tempo, em ensinamento, que já é algo certamente bastante custoso. Mas valores... princípios.
Então que em certas etapas da iniciação que passam os Mestres, o Mestre já não é mais um Indivíduo simplesmente, ele deposita-se, ele integra-se com um Povo, e este Povo é Ele, e Ele é este povo.
Aí há uma simbiose do que é a força e a expressão de um Mestre, com o que é um conjunto de pessoas que estão realizando sua Obra individual.
Se este povo fracassa, pois fracassa o Mestre... se este povo triunfa, triunfa o Mestre.

E é terrível dizer isto, pois atrelamos o Divino, o Sublime, o Inefável, o verdadeiramente Inviolável, com o que são caprichos humanos, já que as pessoas em sua grande maioria, vivem dentro do que são os caprichos de tal ou qual agregado psicológico.

Se investem estes princípios divinos que tem o Mestre dentro de cada uma destas pessoas que compõe este povo escolhido... é como uma semente que tem o Mestre e ele deposita na consciência, na egrégora de cada pessoa, para que uma vez dando seus frutos, lhe pague aquele investimento com um punhadinho mais de sementes. Assim é como realiza-se o Mestre em certa altura do trabalho, assim é como passa seus processos.


Existe uma distância muito grande entre o que é o ensinamento que damos à uma pessoa, e o que seja o ensinamento que damos à um Povo.
Quando dialogamos com uma pessoa, quando transmitimos a informação a uma pessoa, guiamos uma pessoa, isto se faz de certa forma. Agora quando se dá uma informação à um povo, há um conjunto de pessoas, já modifica-se totalmente o que seja a forma de transmissão deste ensinamento, destes valores que se transmite.

Nas iniciações de Luz, o Mestre tem de aprimorar seu ensinamento, qualificar verdadeiramente sua consciência, já não por meio de si mesmo, mas perante e por meio de um povo.
Sábio é aquele que sabe e faz o que sabe. Mas muito mais sábio é aquele que é capaz de ensinar e transmitir isto para que outros também o façam.
Este é o caminho do Cristo Cósmico.

Paz Inverencial.

25/11/13