zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
Técnicas de Análise para Identificação e Morte de nossos Defeitos

No decorrer de nossas existências recebemos muitas informações, muitas técnicas para a eliminação de nossos defeitos, muito realmente aprendemos a nível intelectual, mas infelizmente só conseguimos transladar de uma vida a outra o que conseguimos assimilar a nível de Consciência; Ou então o que recuperamos por meio do Despertar da Consciência, que nos permite a recordação de nossas existências interiores.

A Maior dificuldade que tem a Loja Branca nos tempos atuais é que não temos como repetir tudo que já foi dito, existe algo que precisa ser dito e feito para este momento e isto é o porque é tão importante assimilar a nível de consciência, tudo que esteja acontecendo, que estejamos aprendendo.

Quando uma pessoa compreende o real sentido da vida, o motivo pelo qual recebemos este veículo físico, certamente terá uma vida muito distinta, muito nobre, muito altruísta.
Claro que esta compreensão de que falamos é algo profundo, íntimo, é uma inspiração que toma a pessoa e a envolve em uma Aura de paz e de tranqüilidade para que possa realizar este trabalho.

Algo muito importante que hoje sabemos é que necessitamos ser verdadeiramente analíticos com nossas ações e nossos pensamentos.
Qualquer Eu Psicológico que se manifeste em nossos pensamentos e por meio de nossas ações e que seja submetido a uma análise, se transformará, se modificará e com isto vai expondo diferentes facetas que possui e como se relaciona com outros defeitos que levamos em nós.

Se fazemos algo, qualquer coisa que seja, e lhe colocamos atenção, se vivemos aquele momento com o objetivo de extrair a sabedoria que ele contenha, muitos agregados psicológicos não poderão se manifestar, primeiramente porque não poderão se manifestar frente a esta luz que lhe estamos direcionando.

Assim, muitos agregados psíquicos acabam morrendo por falta de possibilidade de manifestação, pelo simples fato de nos mantermos nestes estados de Consciência aonde não somos capazes de cometer quaisquer erros.

Vejam, se uma pessoa sabe meditar, ela realmente é capaz de se por em contato com sua Consciência, se faz isto de forma inspirada e sincera, não há como naqueles momentos de suprema integração com suas partes superiores, cometer qualquer delito.
Isto, este estado, temos que aprender a produzir em nosso dia a dia, para que nossa Consciência esteja presente e atuante sempre e com isto possamos não apenas identificar os agregados que ainda sejam capazes de se expor, mas igualmente eliminar aqueles que já não sejam capazes de manifestar-se.

Nossos defeitos sempre tentam fazer uso da mente para criar programações, para poder já pré-justificar seus delitos. Se somos capazes de observar atentamente a cada um destes pensadores, cada sentimento, cada ação seja ela instintiva, motora ou sexual, vamos verdadeiramente ser capazes de por meio desta compreensão pedir a Mãe Divina para que desintegre qualquer defeito que carregamos.

Esta sutilidade que estes defeitos vão tomando, é exatamente o que chamamos de Níveis da Mente, estes 49 níveis, são regiões ou formas que estes Eus possuem de manifestação.

Claro que isto de estar sempre inspirado, sempre com esta consciência presente e atuante, não é possível. Não é possível, mas não é porque nosso Ser não se faça presente, sim porque ele não se deixa sentir.

Há um processo nas Iniciações Maiores que se relaciona e justifica isto:
Na Terceira Iniciação de Mistérios Maiores o Ser faz sua jornada de Cristificação, ele dá o exemplo, na Quarta Iniciação de Mistérios Maiores é a vez do Iniciado repetir o Drama.

Então este afastamento desta corrente superior, é o momento em que o Ser testa sua parte humana, ele a guia até certo ponto e o larga, por assim dizer, para ver se segue por sua conta o caminho que ele mesmo nos indicou.

É Algo realmente delicado, pois não é incomum que alguém saia correndo, que volte todo o caminho, que destrua tudo que o Ser construiu na vida de uma pessoa.. Mas são qualificações que a parte Humana tem que conquistar sozinha.

Claro que algumas vezes o Ser se retira, no sentido de manifestação em determinado momento, porque a pessoa comete alguma falha.
Como a parte humana disse ou fez algo que o Ser não está de acordo, porque não emanou dele, ele se afasta. É a forma de demonstrar que ele não está de acordo.

Aqui retomamos a importância de sempre termos esta análise de tudo aquilo que fazemos, pensamos, etc...
Muitos supõe que porque vocalizam, porque ensinam, estão de acordo com seu Ser, mas a verdade é que a maioria das vezes o Ser não está presente nem mesmo a Consciência.

Claro que nisto há níveis, o que estamos falando é para Iniciados.
Diz o Mestre Lakhsmi: "Para o estudante está a leitura dos livros, para o Neófito está o estudo dos livros, para o Iniciado está o estudo da doutrina, e para o Adepto o estudo de Deus ou que é o mesmo, o estudo dos Mistérios."

Um Iniciado já não pode ler um livro e supor de que porque leu, tem a compreensão daquilo. Se diz "estudo da doutrina", porque é a prática daquilo que temos acumulados como SABER.
Dizemos estudo, porque ainda não somos capazes de manejar a totalidade da prática e do entendimento disto.

Isto são quatro passos muito definidos na vida de cada pessoa, porque se compreendemos isto e se analisamos nosso dia a dia, vamos percebendo o que necessitamos fazer para ir progredindo a nível espiritual.

O Estudante deve estudar, é tomar o conhecimento destas possibilidades, destes ensinamentos.
O Neófito já não se contenta apenas com a leitura, ele realmente já busca ler um pouco mais além, já tenta realizar as práticas, mas ainda é teórico porque não se fez maduro no ensinamento e não tem a vivência ainda de tudo aquilo que está ali plasmado.

O Iniciado já tem a comprovação, ainda que em partes, de que tudo aquilo são grandes verdades, mas mais do que o estudo de livros, ele estuda a vida, estuda a si mesmo, é quando o trabalho esotérico ganha forma na vida de cada pessoa, é aquele momento em que se conhece o caminho, se aceita este caminho, e se vive este caminho.

Se observarmos estes passos, vamos ver que o Estudante faz uso do Intelecto, o Neófito faz uso das Emoções, o Iniciado faz uso de um Intelecto Superior e o Adepto faz uso de uma Emoção Superior.

Este estudo de Deus e dos Mistérios que é praticado pelos Adeptos, é a compreensão e a vivência desta manifestação Divina por meio do Homem, e claro tudo aquilo mais, que muitas vezes não está escrito e quem sabe nunca será escrito ou falado, que precisa ser vivido porque não há palavras para exemplificar.

Muitos reclamam desta falta de iluminação, desta falta de uma guiatura direta desde os mundos internos, mas o Ser está aqui e agora por nós, a Loja Branca está ali a um passo de cada individuo. Me digam quem está falhando? É o Ser, a Loja Branca que está falhando?
Claro que não, nós não terminamos nosso aprendizado em alguma destas três etapas primárias e por consequência não temos como realizar o restante desta jornada.

Não há nada mais gratificante que o Despertar da Consciência, se logramos eliminar um Eu, necessitamos a todo custo fazer esta fração, se manifestar e atuar em nossas vidas, porque é isto que ao acumulado destas etapas, permitirá que um receba as vivências de um Adeptado.

20/08/12