zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
Governo Psicológico

Em todas as épocas, ao longo de todos os tempos e povos, sempre houveram agrupamentos os quais determinaram os rumos e decidiram as realizações deste grupo específico.
O Governo, em síntese, é o conjunto de Guias, ou Guia, é quem tem o Poder de tomar as decisões e representar o Povo.

Existem diferentes tipos de Governos, tanto em seu agrupamento como em seu formato de governo. Basta recordar a história mais recente e encontraremos Tiranos, Monarcas, Presidentes, Parlamentos.
Cada sistema de governo tem características únicas e certamente modifica totalmente a maneira de desenvolvimento deste Povo. Certamente o Sistema de Governo é moldado pelo Povo e o Povo acaba sendo também moldado pelo Sistema de Governo.

Cada governo, por conta desta interação com outros governos, acaba tendo de adaptar-se e moldar-se as necessidades de interação com os demais, e isto igualmente altera processos no relativo ao Povo e mais uma vez altera o Governo por consequência.

Vejam que muitas das soluções que hoje temos, bem sabemos não são ideais, não são frutíferas, e apesar dos resultados negativos, acabamos não sendo capazes de modificar estes processos para que gerasse os resultados adequados.
Os próprios sistemas Carcerários são um exemplo do reforço da maldade, já que a simples abstinência em cometer o delito, por parte dos presos, simplesmente aumenta seu ódio para com seus captores e a sociedade e sua ânsia para com o delito o qual está impedido de realizar.
Assim diversos setores, da mesma maneira...


Realmente resulta muito interessante que no Gnosticismo chamemos nossa realidade interior de "País Psicológico", e cada fração individual que compõe a nós mesmos, de Eus Psicológicos.
Dentro de cada pessoa, dentro de cada um de nós, inevitavelmente encontramos uma realidade muito similar a que vemos nas ruas, em qualquer povoado, em qualquer País. Seja os aspectos mais básicos, como educação, segurança, seja mesmo a nível de Governo.

Assim há pessoas que sua Psicologia vive uma Monarquia, outros tem um sistema Tirânico, ou mesmo um Parlamentarismo, um Presidencialismo, e mesmo sistemas mais ou menos avançados de Governo Psicológico.

Muito do que falamos acerca da Psicologia, no fundo são formas simples de explicar algo extremamente complicado e complexo, que rege cada indivíduo.

A Maioria das pessoas tem em si, este sistema caótico, aonde rege a Lei do mais Forte, e isto faz com que a cada momento, o elemento mais forte e mais ativo em seu interior, determine o rumo de pensamentos e de sentimentos, e por consequência de ações as quais irá realizar.
Esta é a realidade maior em nós, e por isto que dizemos que somos como um carro, aonde a cada momento um elemento psicológico diferente assume o volante e nos guia aonde queira.
Ainda assim, vemos que mesmo nos Sistemas Psicológicos mais brutais e instintivos, existe um certo Governo, no sentido de valores mais fortes os quais mesmo sem estarem atuante, são respeitados em suas vontades e tem certa continuidade de ações, ainda que não estejam no controle do organismo.

Se não fosse assim, não teríamos compromisso com trabalho, com família, com absolutamente nada, nem mesmo o mais básico seria respeitado.
Mesmo o dono de casa que vai e gasta o dinheiro com bebidas, com prazeres em geral, em geral leva em conta o necessário para retornar para casa, e mesmo para pagar suas contas e isto demonstra que mesmo que um elemento nocivo atue, há um certo Governo o qual em conjunto determina certos limites os quais não podem ser ultrapassados.

Vejam que muitas pessoas já traíram, ou estariam dispostas a trair seus companheiros, e nem por isto desejariam o fim do relacionamento, senão que estão descontentes e ao mesmo tempo contentes ou conformados com uma fração desta realidade. Assim o delito não é completo, mesmo na atuação negativa, há um governo psicológico o qual restringe o tamanho do mal que pode ser cometido e este é o limite que existe entre a Sanidade e a Loucura.

A Sanidade é exatamente este Governo Psicológico, que faz com que as coisas tenham uma certa continuidade e uma naturalidade. Mesmo que a pessoa piore, ela piora gradativamente, se há uma melhora, também é gradativa e o todo vai se adaptando a isto.
Mesmo as revoluções, dentro e fora de nós mesmos, são processos que se dão como vemos com sinais muito claros e muito objetivos, e levam um certo tempo para ocorrerem, nada é realmente da noite para o dia.

Um dos grandes problemas que temos, exatamente por conta deste Governo do Mais Forte, é que muitos elementos de maior expressão em nosso interior, acabam assumindo temporariamente este posto principal de controle e levando o indivíduo a cometer os delitos que anseia. Tristemente logo outro elemento quer outra coisa, e pelo primeiro já estar saciado, perde o controle e o outro segue com o que deseja.
Mas ainda assim, como já dissemos, há uma paridade nestas ações, afinal é muito raro uma pessoa ter o desejo de comprar algo, e logo jogar fora quando outro desejo surge.
Mais uma vez podemos observar, que isto demonstra que mesmo não em posse do organismo, suas opiniões, seus interesses, suas posses, continuam validadas e guardadas para sua próxima manifestação.

Vez ou outra, os indivíduos assim instintivos, acabam tendo lapsos de Consciência, e é aonde realmente as coisas começam a mudar no sentido do Governo Psicológico.
Estes lapsos de Consciência, nada mais são, do que Virtudes, assumindo o controle do organismo e por vezes se demonstrando totalmente contrárias a todo o sistema de ações que toma o indivíduo, gerando uma verdadeira reviravolta tanto em sua psicologia como em sua vida.

Quando falamos "Centro Permanente de Consciência", em outras palavras, poderíamos dizer, que é exatamente quando o organismo está administrado, gerenciado, Governado, por diferentes desdobramentos da Alma-Consciência, e estes mantem-se no poder constantemente, sem interferências diretas de forças negativas.
Vejam que em nossa Psicologia surgem muitos pensamentos e muitos sentimentos, instintos negativos... isto não faz parte do Governo Psicológico, são como fora de nós são protestos ou proposições do Povo, e estes podem ou não ser aceitos e incorporados como uma nova realidade, como novas regras, novas leis que rege o indivíduo em sua Psicologia.

É muito interessante observar a nós mesmos com o sentido da auto-observação, porque vendo realmente todo este manejo interior, entendemos o porque tanto dentro como fora de nós, certos Sistemas de Governo estão fadados ao fracasso, e que inevitavelmente as peças certas precisam estar nos lugares certos para qualquer coisa funcionar minimamente bem.

Vejam que também, nos ensinamentos gnósticos, é dito que não devemos "Prender" um agregado, ou seja, simplesmente travar sua manifestação, sem um trabalho psicológico. Isto porque ele piora, porque quando retorna à manifestação, retorna pior, mais agressivo, mais violento, mais vil que era antes.
E isto nos faz compreender totalmente a incapacidade do próprio Sistema Carcerário que atualmente é aplicado em nossa Sociedade, que no fim, acaba sendo um potencializador do mal, da mesma forma como quando ocorre dentro de nós mesmos.


Nenhum Governante é realmente digno ou capaz de governar um Povo, se não foi capaz de realizar estes mesmos processos dentro de si mesmo. Enquanto em seu interior não haja a devida harmonia e principalmente virtudes em seu Governo, qualquer Governo exterior será sempre um crime, um delito a mais.
Exatamente porque não sabe o que cabe o que não cabe, o que deve e o que não deve, porque como é dentro é fora, como é em cima é em baixo, e desconhecendo estes processos dentro de si mesmo, desconhece completamente estes processos exteriores.


Reforço que dizer que um único elemento psicológico, um único defeito, assume a Máquina Humana, é algo impreciso, e é apenas uma forma simples de explicar o o que ocorre. Já que como vemos, somente se o indivíduo fosse completamente Alienado de todo o restante e não tivesse realmente nenhuma continuidade em suas ações, seria então assim.
Lógico que se um elemento consegue infiltrar-se, tornar-se ainda que temporariamente, e tomar certas ações, as quais são contrárias ao atual sistema de Governo Psicológico, é sim possível que com a queda deste elemento, suas posses sejam destruídas e suas ações desfeitas.

Um indivíduo somente conseguirá caminhar realmente, no sentido espiritual de trilhar o caminho, quando consiga estabelecer em si mesmo, de maneira constante, um Governo Espiritual em seu interior, aonde o peso de suas ações possam ser submetidas à Consciência, e realmente como já fora em outras épocas, os Governantes verdadeiros representes da Divindade na Terra.

19/09/16