zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
A Banalização do Diálogo

O Diálogo, é a forma que temos de interagir com as demais pessoas e é algo indispensável para a vida em sociedade.
Ao longo das eras vimos diversos tipos de formatos de comunicação, seja ela escrita, seja falada, mesmo uma linguagem corporal que naturalmente expressamos diante dos demais, sinais, símbolos, etc.
Hoje em dia com o constante avanço tecnológico, temos Dialogado mais, temos ampliado a quantidade dos métodos de comunicação, também drasticamente o tempo que dialogamos, que interagimos com os demais, mas claramente houve uma drástica queda na qualidade destas interações.

O Principal problema que hoje temos encontrado, são os diálogos digitais que se fundamentam em Chats como WhatsApp, e mesmo em redes sociais, aonde a pessoa principalmente tendo um telefone, fica em geral sempre disponível para um diálogo, mesmo que não esteja em um estado adequado, ou esteja realizando outras atividades.
Um dos problemas nestes diálogos feitos neste formato, é que recebemos as mensagens estando em estados de consciência diversos, e como estamos envolvidos seja em nossa mente, em nossos sentimentos ou mesmo no campo da vida prática com outras atividades, exercemos este mesmo estado para questões que nem sempre estão relacionadas com aquilo e isto é danoso.

Redes sociais geram uma perda de privacidade, mesmo os chats instantâneos que podem ser abertos a qualquer momento por meio do celular, podem interromper atividades reais, diálogos formais, tirando a atenção e mesmo o interesse daquele que deveria estar ali integrado com algo.
O Adequado uso para estes sistemas é que a pessoa dedique um pequeno tempo para responder a estes, e logo se desligue por com completo dos mesmos, assim forçando-se a por a atenção somente naquilo por aqueles instantes e logo dirigindo sua atenção as demais questões pertinentes, uma a uma, vivendo assim plenamente cada coisa, no tempo que corresponde viver.

Estas constantes interrupções geradas por estes sistemas quando ligados a um dispositivo portátil, geram perda de concentração, roubando parte da atenção, mesmo do interesse do indivíduo, causando graves falhas em seu diário viver, seja em sua produtividade, mesmo em sua qualidade de vida, afetando sua saúde, também seu convívio com as demais pessoas.

Todos estes contatos digitais, geram margem para muitos equívocos, exatamente porque não permitem ver o semblante, mesmo a modulação da voz que faz com que se entenda o sentido e o sentimento que o outro esteja dizendo aquelas palavras e isto abre margem para profundos desentendimentos e más interpretações.
Isto não quer dizer que não sejam funcionais estes sistemas, senão que nem todas as pessoas são aptas para utiliza-los, e nem todos se adaptam a forma adequada de uso, para que não acabem sendo prejudicados em vez de beneficiados pelos mesmos.

20/03/2017