CLXV
Textos sobre Psicologia
O Alimento do Mal

Interessante é observar como o mal cresce e se desenvolve por meio de seus alimentos.
Quando o estado do indivíduo é negativo e a força atuante é nefasta, tudo lhe serve de alimento.
Um bom conselho, uma palavra positiva, uma verdade, tudo é assimilado pelo mal, como mal.

Nada escapa do Mal, tudo é tomado como sendo um sinal nefasto de algo negativo. O Mal busca o Mal, anseia pela Maldade e assim busca e encontra sempre indícios e justificativas para manifestar-se, para alimentar-se, para crescer, para atuar plenamente.

Se observamos qualquer diálogo aonde um ou ambos os participantes estão em um estado negativo, vemos que sempre a situação tende absolutamente a piorar. Mesmo quando aparentemente se chegue a uma solução. Isto porque o mal vem a utilizar estas novas informações assimiladas, estas novas vivências como um novo alimento para suas futuras manifestações, para sua indignação, para sua injustiça.

Assim vemos como a Verdade desapareceu por completo, assim vemos porque do silêncio dos Deuses, assim vemos porque do silêncio dos Santos.
Vemos quantas palavras Divinas foram deixadas à humanidade e corrompidas, mal utilizadas, transformadas em justificativas de crimes, de terríveis delitos.


O Ladrão sempre pensa que será roubado, assim como o que trai sempre imagina que será traído, e o orgulhoso acredita que o outro está tentando ser superior e assim por diante. Todos projetam sobre o outro sua maldade e não conseguem perceber a realidade.
A Única forma real, concreta de que alguém deixe de alimentar o mal, é mudando sua natureza interior, tirando o alimento, a força, a manifestação de tais nefastas criaturas interiores.


Quem tem razão, quem está com a verdade, com absoluta certeza não tem porque querer argumentar, querer explicar, querer justificar. Quem anseia por isto, por si só, já está meio errado. Porque como já dissemos o mal se alimenta de tudo, inclusive das coisas boas. Quem em sã consciência alimentaria o mal?

Não negamos que algumas vezes uma palavra dita no momento certo, de forma correta, pode realmente ajudar muito e realmente propiciar muitos avanços a alguém em um estado ruim, negativo. Infelizmente nem sempre é assim, e por diferentes motivos.
Pessoas próximas de nós dificilmente tem a predisposição para realmente escutar o que temos para dizer, principalmente porque perdem o respeito, perdem a percepção daquilo que é a Pessoa e aquilo que é a Divindade.
Também há casos em que o indivíduo não tem qualquer interesse, ou mesmo capacidade em mudar, em resolver sua nefasta situação.
E Nestes casos, comumente tudo que é dito, seja de bom, seja de Divino, acaba apenas por servir para engrandecer e empoderar ainda mais o Mal.

Por este motivo que guardamos profundo silêncio diante de muitas coisas.

25/11/2018