zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
A Santa Predestinação do Homem

A Felicidade é uma exigência para manifestação de nossa consciência.
Jesus em seu calvário, sofria terríveis dores, morais e até físicas, mas sentia-se feliz, pleno e realizado por estar cumprindo com seu destino, ele estava aonde tinha que estar.

O Homem que está aonde tem de estar, que faz o que necessita ser feito, leva dentro seu próprio Deus.

Este dom de que falamos aqui, é a vocação que tem cada pessoa, este dom, este impulso que recebe de seu Ser e de sua Consciência, para sua realização.
Esta é a predestinação que tem uma pessoa, por guiatura de seu Ser.

A Morte do Ego se faz possível quando a pessoa encontre-se dentro de sua vocação, porque se encontra com sua Alma e se sacrifica verdadeiramente por seu Deus, e pela humanidade, no campo que lhe corresponde.

Isto da vocação é algo muito compreensível, sabendo que quando viemos a existência recebemos dons referentes ao raio que emanamos do Absoluto (Pai, Filho, E.S.), igualmente do planeta que nos permitiu entrar no Sistema Solar (Ver sete principais planetas) e por fim da Escola Esotérica que iniciamos a Grande Obra pela primeira vez.

Então todos temos uma profissão, que na verdade é a expressão de nossa fé e de nossa religião íntima, interna, emanada de nosso próprio Ser, de nosso Íntimo.

Nos dias atuais a humanidade fez da profissão, da vocação, desta predestinação, uma piada de muito mal gosto. A Humanidade prostitui suas habilidades e se vende ao que paga mais, ao que é mais cômodo, o que lhe dá mais mando, mais poder, mais, mais, mais...

Muitos dedicam-se ao que dedicaram seus Pais, ou porque é mais fácil, porque a cultura vê com melhores olhos, tal ou qual profissão.
Por isto é tão importante a individualidade, para que possamos nos encontrar neste ponto exato de nosso destino, sem a necessidade da opinião negativa alheia.


Este é o momento irmãos, de nos encontrarmos com nossa Alma, de a possuirmos verdadeiramente, de nos conectarmos com nossa Consciência e de nos fusionarmos com nosso Real Ser Interno.
De escutar sua voz silenciosa que nos guia por meio deste dom pessoal, desta vocação, para uma Obra consciente frente a humanidade.

Todos os grandes homens que conhecemos na humanidade, foram Almas que fizeram de sua vocação, sua vida, sua Obra e sua Iniciação.


Só pudemos comprovar isto que hoje falamos, muito recentemente, ao observar a aura de um Comandante da Aeronáutica, um Iniciado que talvez na atual existência nem conheça esoterismo, mas que realizou-se em seu dom, e serve a humanidade de acordo com o impulso e a integração que tem com seu Ser.

Se toda humanidade trabalhasse esta vocação autêntica, este dom, este impulso emanado de seu Ser, não haveriam injustiças, muito menos rebeldes sem causa.
Estes rebeldes, estes assassinos, estes bandidos, se formam pelo extravio e falta de integração com a Alma, com o Ser.

Há muitas tristezas, injustiças, amarguras e disputas quando os homens fogem ou se extraviam de suas vocações reais.

A verdadeira vocação, termina com a ganância, com o desejo, com o ciúmes, etc...
Uns nasceram para cuidar do corpo humano, outros da Alma, uns para tratar os animais, outros para cultivar as plantas. Cada um deve desenvolver o ritmo de sua particularidade.
Assim uma pessoa posta em seu lugar sempre dependerá do outro, o que se forma um ecossistema esotérico, perfeito para a auto-realização de cada indivíduo.

Infelizmente hoje em dia todos os esoteristas querem ser lideres religiosos, formar suas próprias instituições, para serem exaltados, admirados e venerados. Isto está na "moda".
Eis um exemplo da falsa vocação, uma "profissão" impulsionada por motivos egóicos.

É Muito fácil reconhecer alguém perdido em sua vocação.


Encontremos hoje a nossa vocação, nosso Ser e nossa Alma, a própria humanidade doente, depende disto.

O Homem que não vê razão para eliminar seus defeitos e suas debilidades é um homem que não encontrou seu propósito na vida, sua autêntica vocação, emanada de seu Ser.

As Profissões atuais, a grande maioria foram prostituídas pelo dinheiro e pelo materialismo. Mas com autêntica guiatura do Ser, podemos fazer a diferença, realizar-nos e ajudar a humanidade, no campo que nos corresponda.

Muitos seguiram sua vocação por um instinto, por perceber de alguma forma, sinais e um sentido que o Ser lhe emanava.

Nós hoje devemos viver esta vocação com consciência, com mística e com devoção.


Por meio de nosso destino, por meio de nossa vocação, é possível encarnar e manifestar o verdadeiro amor, a autêntica justiça e a suprema felicidade.


O Ego não aprecia nossa vocação, porque a vocação é um impulso do Ser para a auto-realização humana. O Ego, o mim mesmo, nossos defeitos em geral, querem dinheiro, reconhecimento, mando e em nossa vocação não há espaço para nada disto.
Um homem tem em sua vocação, um sentido real e objetivo para a realização da Grande Obra.


Por isto, irmãos, que não queremos seguidores, cada um tem seu próprio caminho a seguir. A Imitação desta realização vocacional é valida, mas cada um dentro de seu campo, dentro disto que cada pessoa tem que realizar. Conforme o ordenamento e a guiatura do Ser de cada pessoa.


Na Vocação está o reinado de um homem.
Quando um Mestre da força exerceu sua vocação, formou um exército, um Exército de Salvação Mundial. Um Exército de Homens autênticos armados do verbo puro do espírito.

Da Individualidade nasce nossa vocação, da sobre-individualidade nasce nossa realização por meio da vocação.

O Cristo é cristificado (crucificado) em uma Cruz que representa que realizou-se no Caminho e a Vida, os uniu por seu imenso sacrifício.
Os Pés pregados na Cruz representam o caminho e as mãos, seu trabalho no mundo, sua vida, sua vocação emanada do espírito.

A Cruz é a união destes dois princípios, e o Caminho e a Vida unem-se para redimir a este Cristo.
Quem encontra sua vocação está a um passo de unir-se com seu Deus, ou separar-se dele.
Pois na vocação, mal utilizada, prostituída, encontramos a negação de nosso Espírito Divino.


Há Profissões realmente masculinas e profissões femininas, ainda que a humanidade atual degenerada já não seja capaz de observar isto sem supor que sejam pré-conceitos.


Irmãos, a Gnosis não é só religião, nem filosofia.
Grandes Historiadores, Cientistas, Matemáticos, Físicos, Generais, Médicos, foram Iniciados autênticos, irmãos Gnósticos da grande Fraternidade Universal (Venerável Loja Branca), ainda que os fanáticos religiosos não compreendam.


As Entidades da Loja Negra se aproveitam disto, desta falsa vocação para possuírem uma pessoa.
Muitos querendo ser guias religiosos, sem que seja sua vocação, servem de expressão a larvas astrais, a entidades do abismo e a demônios.
O Fazem porque seu Ser não pode lhes dar isto, então acabam aprisionados por forças tenebrosas.

A Harmonia de todo planeta civilizado (verdadeiramente) depende da sábia destinação de cada indivíduo para sua verdadeira vocação, e do estímulo de sua consciência e inteligência iluminadas.


Hoje em dia se tornou bastante difícil em alguns casos exercer esta vocação pela questão do intelectualismo e dos absurdos que se exigem em algumas profissões. No entanto uma pessoa que tenha uma destas vocações, pode fazer a diferença, talvez não para todo o planeta, mas para uma minoria que escute suas palavras, ainda que a humanidade ao final de seus esforços o crucifique, como ocorre com todo Iniciado.


Não estamos querendo dizer a ninguém com estas palavras, como viver sua vida, e sim que encontre a razão dela, em seu Ser, em seu Íntimo.

O Homem não faz a Grande Obra por um interesse pessoal, nem poderia. Ele faz pela necessidade de ajudar aos demais no caminho deles.
Por isto este homem tem o direito de encarnar ao Cristo.


"Pois, quem quiser salvar a sua vida, vai perdê-la; mas, quem perde a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la." - Mateus 16:25.

16/12/12