zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
A Progressão da morte de nossos defeitos

Nossos defeitos, nossas falhas de toda espécie, são o que tornam a vida algo amargo. Toda incompreensão, toda confusão, toda disputa, toda guerra, tem origem nestas debilidades que carrega cada pessoa.
Claro que não estamos contra as forças armadas que defendem um país ou contra a polícia que defende o povo. Infelizmente existe esta necessidade de defender-nos frente aos conflitos, o problema é quando esta defesa torna-se um ataque, porque temos medo, porque temos debilidades que tornam nós os equivocados desta história.

Mas não adentrando nestas questões sociais já que a melhor forma de ajudar a sociedade é com o exemplo e com esta expressão perfeita de cada um de nós, vamos nos adentrar nisto que é o trabalho psicológico individual de cada um.

Para mudar a sociedade, não podemos pensar em trabalhar as massas, temos que unicamente lutar contra nossas próprias debilidades, encontrar aonde em nós atua uma inveja, um ciúmes, uma irritação, qualquer coisa fora de lugar, qualquer pensamento que nos leve ao erro, deve ser estudado, e pode se assim entendemos que deva, ser eliminado.
Todos os grandes homens, mais do que palavras ensinaram com o exemplo, sua Obra não foram apenas palavras, mas a vida que levaram, exatamente por estarem nesta luta constante em seres pessoas úteis, pessoas honestas, sinceras, verdadeiras a todo custo.

Não temos como modificar as demais pessoas, até existe como, mas não no caminho crísitico já que estariamos indo contra o livre arbítrio que tem cada pessoa. Podemos dar nossa opinião, nossa sugestão, mas temos que deixar cada pessoa viver sua vida como queira, livre para errar e acertar por seu próprio mérito.
A Nós sim cabe esta luta contra o que no faz débeis, contra o que nos faz pecar a cada instante da vida. Deste trabalho sobre nós mesmos, estamos ajudando aos demais.


O Trabalho de Morte Psicológica, este exercício em busca desta perfeição e da manifestação das virtudes de nossa Alma, de nossa Consciência e de nosso Real Ser, passa por uma série de regiões e de processos distintos conforme vamos avançando nestes trabalhos.
Todo trabalho de eliminação de defeitos deve iniciar pelos detalhes, exatamente para que possamos adquirir consciencia para compreender e eliminar o que em um primeiro momento pode ser mais difícil.
Não temos, sem as ferramentas adequadas, como quebrar o tronco de uma árvore, mas podemos quebrar seus galhos, arrancar suas folhas e com isto impedir que se alimente. Isto é no que consiste o trabalho com o Ego, fazemos o que nos é possível, por estas beiradas e logo temos condições de ir avançando até chegar ao ponto central que é a origem de todas estas debilidades que carregamos.

Como bem sabem os que estudam estes ensinamentos, temos sete grandes generais, sete personificações internas do delito, dentro de nós:
- Luxúria;
- Preguiça;
- Ira;
- Inveja;
- Gula;
- Cobiça;
- Orgulho;

Cada uma destas cabeças de legião tem uma série de elementos menores relativos a elas e cada uma destas debilidades, destes erros, destes defeitos, e carrega em si a expressão de uma virtude que devemos reconquistar por meio da eliminação do defeito.

A Morte Psicológica falando em termos simples tem quatro etapas importantes, a eliminação dos defeitos físicos, a eliminação dos defeitos astrais, a eliminação dos defeitos mentais e a eliminação dos defeitos causais.

Toda pessoa que comece a auto-observar-se, que é observar o que acontece dentro de sí, em seus pensamentos, sentimentos, instintos, etc..., vai perceber algumas expressões defeitos e outros somente conforme for despertando frações desta consciência que está resgatando destes primeiros.

Então um é o trabalho que fazemos fisicamente sobre os defeitos, isto fazemos no dia a dia, isto nos permite um Despertar da Consciência a nível físico e um início deste despertar Astral.


Conforme a pessoa já não vá tendo expressões físicas destes defeitos já compreendidos e devidamente eliminados, ela vai tendo certo nível de consciência Astral, porque isto já se reflete nestas dimensões superiores da natureza.
Claro que uma pessoa poderia fisicamente ser santa mas internamente sonhar e se ver em situações que fisicamente jamais se encontraria. Poderia lá ela ser agressiva, ser fornicária, invejosa e fisicamente nada menos que uma pessoa santa.
Então vemos que se há estes sonhos, é porque estes defeitos existem a nível Astral, que é o segundo estágio deste trabalho. Claro que dizer que a pessoa fisicamente é santa é algo delicado, porque na verdade ela pode não perceber seus defeitos, e talvez outras pessoas não percebam, não quer dizer que ainda não tenha, só que não são visíveis.

Mas conforme vamos trabalhando estes Eus que vão saindo destas regiões subconscientes para se alimentar por meio deste veículo astral, vamos tendo condições de realmente despertar no Astral conscientemente, de realmente extirpar os sonhos e viver mais ou menos lúcidos este período de sono, claro de acordo com o trabalho que estamos realizando, de acordo com este momento que estamos vivendo.
É Uma matemática complexa e claro dependem de muitos fatores, desde kármicos, até iniciáticos (Processos que passa o Ser em seu caminho), mas em síntese quem realmente esteja realizando esta progressão de eliminação de defeitos e de despertar desta essência, como Consciência, vai ir tendo resultados.

Posteriormente vem o domínio mental e causal que são as ultimas regiões aonde os defeitos podem expressar-se.


Há regiões do subconsciente que só temos acesso por meio destes corpos internos, isto explica o porque o defeito tem sempre que ser eliminado em todas as regiões do subconsciente, não apenas nestas primeiras regiões que correspondem a parte física.


Então que se em algum momento do caminho nos vemos perdidos, temos que verificar estes detalhes, estas pequenas falhas que uma pessoa pode estar cometendo e com isto ir adquirindo consciência por meio da expressão destas virtudes resgatadas.

O Despertar da Consciência como utilização destas virtudes, é tão importante quanto a morte psicológica. Há muitos que somente trabalham na morte e não no despertar e esta essência liberada se vê sem expressão na vida destas pessoas e volta a ficar aprisionada facilmente.

O Trabalho com nossos defeitos só é possivel para com aquilo que identificamos como errado. Não podemos e não devemos eliminar o que nos pareça correto.
Se percebemos o mal que algo nos causa, pois já é uma primeira compreensão do que é um defeito e de como ele atua, o mal que causa em nossa vida.

Há elementos psicológicos equivocados, defeitos, que simplesmente de jogarmos esta compreensão sobre ele, se desfazem em pedaços, sem qualquer esforço, porque estão em uma forma ainda embrionária dentro da pessoa.
Há outros que necessitamos arrependimento e há outros que somente com a Súplica ao Fogo do Espírito Santo dentro da pessoa, a Bendita Mãe Kundalini, torna-se possível a eliminação.
Há defeitos que dependem da liberação do Tribunal do Karma (Deuses que regem o Destino) para serem eliminados, há defeitos também que somente conseguiremos eliminá-los durante esta súplica a Mãe Divina, durante a cópula metafísica (Arcano AZF).

Mas por isto o importante é ir lutando por eliminar estes detalhes que vemos são erros em nossa vida, por isto é importante dar expressão a estas virtudes.
A Atuação destas virtudes, o exercício delas seja como caridade, seja como compreensão, o que seja o atributo que elas conferem, é o que nos permite distinguir como devemos trabalhar, o que aplicar em cada momento, o que fazer, o que não fazer.

É do acúmulo destas virtudes que dentro da pessoa surge o Cristo Íntimo, e até mesmo os Apóstolos, como salvação desta pessoa, por suas próprias Obras.

O Drama interno se faz externo quando o Cristo e estes Apóstolos atingem a idade adulta dentro deste iniciado nos mistérios, é quando esta pessoa realmente encarnou e perfeccionou estas partes autônomas do Ser, estas virtudes, até certo ponto necessário para estas vivências.

Bem aventurados os que o tem encarnado e glória à aqueles que seguem seu caminho.

Paz Inverencial!

25/04/13