zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
O Ginásio Psicológico da Vida

A Palavra Ginásio como bem sabemos refere-se a escola, psicológica porque nos permite descobrir, conhecer e modificar aquilo que levamos em nosso interior.

A Vida Humana é algo realmente incrível, criado para dar ao Homem a liberdade de escolha, é o conhecimento da Árvore do Bem e do Mal, que é este próprio livre arbítrio que tem em fazer o que considere justo ou necessário.

Na vida por diversas vezes surgem situações difíceis, até desesperadoras para algumas pessoas, e isto muitas vezes acontece exatamente porque é algo que necessita esta pessoa perseverar, desvencilhar-se de alguma falha que leve em seu interior.


Muitas vezes as pessoas oram insistentemente a divindade pedindo Compreensão, e na vida só aparecem situações de discórdia; pedem amor, e se vêem não só tomadas pelo ódio como cercadas por pessoas que lhe odeiam.
Isto é assim, porque todo aquele que queira adentrar as regiões celestes, deve antes de mais nada baixar ao abismo e libertar-se das amarras que ainda tenha nestas regiões. É para isto que serve este Ginásio Psicológico que nos gera a vida, todos estes eventos infelizes que temos que triunfar.

O Triunfo não está em ter uma solução agradável, e sim em libertar-se do elemento psicológico que causa aquele problema em nossa vida. Se temos um problema, temos dentro de nós algo que causa, que atrai este problema. Ao eliminar o elemento em nossa psique, eliminamos o problema, a dificuldade em nossa vida.

Se pedimos amor, claro vão surgir situações aonde este amor pode florescer, pois o amor é algo que poucos conhecem ou sentem. Não pensem que ao pedirmos algo divino, receberemos coisas divinas como por encanto, recebemos as batalhas para conquistar estas virtudes e estes atributos que pedimos.

Se pedimos compreensão, pois vão surgir momentos aonde vão além de nossa compreensão, e de incompreensão para com nossa pessoa, e assim vamos verdadeiramente eliminar de nós a incompreensão e resgatar e desenvolver a plenitude de sermos compreensivos, não só para com nós, nosso interior, mas para com os demais, para com tudo que nos cerque.


Nós não devemos procurar problemas na vida, aquilo que temos que passar, naturalmente vem até nós no momento que estamos preparados para lidar com isto. Não entendam estas situações difíceis que passa cada um como uma punição ou um castigo divino, e sim como uma prova de que a Divindade tem esperanças e acredita que possamos lidar com aquilo.

Todos aqueles que encarnaram a força que denominamos Cristo, tiveram que passar exatamente por todos estes pesares e sofrimentos que impõe a vida, e ao resgatar cada uma destas virtudes, destes dons, tornaram-se dignos e capazes de suportar e encarnar esta força divina.

O Cristo não é um indivíduo nem humano nem divino, é uma força que se expressa por aqueles capazes, devidamente preparados e integrados não apenas com sua Divindade Interior mas com forças muito além do que poderíamos detalhar neste momento.


Fugir de nossas responsabilidades, fugir dos eventos da vida, ou não dar-lhes a devida atenção, em vez de aproveitar tudo isto para nosso progresso interior, é verdadeiramente abandonar o caminho que leva até esta nossa purificação, até nosso Ser (A Árvore da Vida).


Na prática sabemos que a Cruz que simbolicamente carregam estes Mestres, simbolizam não só o trabalho Alquímico (Magia Sexual), mas de purificação (Morte Psicológica), e de Sacrifício (pela Humanidade).

Largar a Cruz, deixar o caminho, é quando uma vez tendo tomado dita cruz, a largamos, deixamos de cumprir com um destes fatores que a compõe e a representam.


Há tantos enigmas na vida humana a serem decifrados, que nem mesmo se pudéssemos juntar toda a experiência conscientiva que tiveram todos os seres humanos e divinos que já existiram, poderíamos nos aproximar com exatidão da totalidade destas verdades.
Mas o importante nisto tudo, é aproveitar cada evento que se dê em nossa vida, para ir avançando neste caminho, que não é limitado pela barreira de uma existência.

20/05/13