zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
Mudança Psicológica

Todo indivíduo é absolutamente propenso a mudanças, afinal a cada momento temos novas vivências e cada uma destas experiências torna-se parte do que somos. Assim que a cada momento somos novas criaturas, mais integradas com a Divindade, mais virtuosas, ou mais distantes da Espiritualidade Divina, mais voltadas ao individualismo e por consequência o egoísmo.

Toda vivência que temos nos marca de alguma forma, afinal como já dissemos isto molda nossa natureza pois a cada evento, a cada ação que temos que realizar, transformamo-nos pouco a pouco em algo diferente, que é o resultado de nossas ações, de nossas escolhas, de nossa postura frente a cada um destes eventos.

É muito comum que diante de um evento criemos dogmas, ideias fixas a respeito de algo, baseado em um impulso egóico.
Imaginemos que vamos pela rua e cumprimentamos alguém, e esta pessoa não nos responde o cumprimento. De imediato o orgulho ferido, a auto-consideração tenta criar na memória um dogma, uma ideia fixa de que não devemos cumprimentar esta pessoa em questão.
Assim opera o Ego dentro de nossa psicologia, criando falsos pontos de apoio e gerando infinitas programações as quais como máquinas seguimos inevitavelmente.
Para a consciência é irrelevante se alguém nos respondeu ou não um cumprimento ou nos agradeceu por algo bom que fizemos, etc... pois do contrario seria egoísmo. Fazer algo bom, útil esperando aplausos, certamente é egoísmo e não altruísmo.

O Intelecto desconhece o que se processa mais além da região ao qual está submetido. No entanto a consciência atua de maneira a levar em conta questões que se processam em todas as regiões e pode ver objetivamente o resultado de nossas ações.

A Consciência inevitavelmente vive cada momento, e atua dando a devida atenção e a devida solução a cada situação que proponha a vida, sem para isto levar em conta um dogma ou uma ideia fixa, já que a cada momento é uma nova situação única que se apresenta.
Conforme seguimos os impulso da consciência, nossas ações para com estas pessoas como esta o qual temos o impulso de cumprimentar ainda que sem retorno, pode operar uma mudança em suas psicologias quando fazemos estas ações sob o impulso da consciência.

Desentendimentos claro acontecem, mas vejamos as crianças quando brigam, passam-se uns poucos minutos e já estão correndo novamente, brincando com aquela primeira que brigaram, exatamente porque a consciência não guarda mágoa nem grava aquilo como um dogma a ser seguido (reação programada).

No caminho inevitavelmente temos de aprender a ser como crianças, ainda que claro como dizia o Cristo Jesus, "Sede puros como a Pomba mas sábios como a Serpente".

02/02/15