zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Psicologia
Espasmo Sexual

Qualquer pessoa que se inicie nos Mistérios, que realmente coloque-se em definitivo no caminho da Revolução Interior, depara-se com a questão da Transmutação Sexual e por consequência do abandono da prática da perda de suas energias sexuais (o espasmo sexual, ou orgasmo).

Isto para alguns é algo muito simples, porque não tiveram em sua vida grandes experiências negativas neste sentido, ou tem a Luxúria extremamente desenvolvida, então basta a decisão e a certeza de que cumprirá com isto por uma Consciência que fez acerca desta questão.

Infelizmente para a grande e absoluta maioria, esta é a pedra de tropeço, é o aspecto que mais sofrem em cumprir, e não porque não compreendem muitas vezes, ou tem a devida vontade, mas porque seu subconsciente senão no dia a dia, em horários noturnos atua e provoca espasmos involuntários. Isto claro como ultima síntese é resultado de uma falta de limpeza psicológica, pois de outra maneira não ocorreria.

Dizem os Mestres que a natureza sempre produz grandes quantidades de energia, ainda que apenas uma pequena parte seja usada em suas criações. Basta observarmos que para a fecundação de um óvulo, basta um único espermatozoide devidamente preparado para esta missão e a nova vida pode ser criada, sem a necessidade da perda de uma grande quantidade de energia sexual.

Bem sabemos que o Sêmen se cerebriza e que o Cérebro se seminiza... ou seja, há uma íntima relação entre a cabeça e os órgãos sexuais.
Se levantamos os braços, vemos que o nosso organismo parece um espelho, sendo os braços a contraparte oposta das pernas e a cabeça também um espelho dos órgãos sexuais. Assim que uma coisa está devidamente ligada a outra e a perda da energia sexual afeta a cabeça assim como a cabeça afeta os órgãos sexuais diretamente.

Toda a mudança interna que tenhamos afeta a energia sexual, e toda mudança na energia sexual afeta-nos internamente.

Um dos motivos do espasmo sexual, ou orgasmo ser possível, do porque ele existir, é como um freio ao mal. Me explico... Vemos como qualquer criatura tomada pela Luxúria torna-se infreável, vemos como alguns animais durante a cópula tornam-se ariscos e até agressivos, e isto igualmente ocorre ao homem tomado pelo Desejo... Se não houvesse o orgasmo como uma válvula de saída para a energia, estes personagens estariam constantemente ativos no mal e para o mal, pois sua energia já corrompida lhes impulsiona a algo bestial. Assim o orgasmo como a retirada da energia do organismo faz com que "parem" pela perda do impulso que lhes impulsionava ao ato sexual.

Obviamente isto não deveria, e realmente não deve ser assim, esta é a saída dos fracassados, daqueles que não foram capazes de lidar com a energia e transformá-la em algo divino em seu organismo. Mas o motivo de sua existência é exatamente de refrear o ato sexual, pois quem estivesse possesso pelos instintos de Luxúria ficaria copulando eternamente até sua morte, se fosse de outra maneira. Digo, se não houvesse um freio para os perdidos.

Há dois tipos de castidade, a Castidade Científica e a Castidade Celibatária. A Castidade Científica se baseia na transformação, na transmutação destas energias, deste fogo em luz. A Castidade Celibatária é apenas a abstenção sexual, que por conta dos impulsos bestiais gerados pela energia em involução no organismo, resultam igualmente em algum momento o Espasmo Sexual.


De nada nos adianta, de nada nos resolve, ter assuntos mal resolvidos dentro de nós mesmos. Todas estas questões, todas estas situações que nos impõe o caminho para que possamos seguir adiante, tem de ser profundamente estudadas e encarnadas, para que mesmo que se desencarnemos hoje, possamos amanhã ou mais a frente em um novo veículo físico dar continuidade àquilo que já vivemos e já encarnamos perfeitamente.
O Verdadeiro principio da mudança está sempre ligado ao Fogo, a este Fogo Universal, esta potência de vida a qual é o principio que tudo cria e é o principio, o qual tem o poder de reduzir todos os elementos a sua natureza mais básica, assim reconstruíndo qualquer coisa existente.
Em nós este poder é o fogo sexual, o qual é nossa origem, também é o poder o qual podemos renascer em regiões mais elevadas da natureza e também transformar-nos totalmente, completamente.

Infelizmente não há uma mudança real, concreta, perfeita, que não inicie pelo domínio e o sábio uso do Princípio Sexual.

13/01/16