CLXV
Textos sobre Religião
A Consciência Cósmica

A Consciência Cósmica é a Consciência do Super-Homem, é a consciência que passa a ter o indivíduo cuja percepção se baseia no Real, nos mundos internos.
O Deleite interno deste nível de consciência é muito similar ao estado nirvânico, neste estado sua Consciência e sua Mente são transformados e passam a ter uma nova classe de idéias e de organização.

Como Gnósticos podemos pensar que fazemos parte do Circulo Esotérico da Humanidade, mas somente aquele que se fusiona com a Consciência Cósmica faz parte deste Círculo Solar, demais podemos dizer que estamos no caminho disto se estamos realizando a sério nosso trabalho interno.

Esta mudança da Consciência necessita de disciplina esotérica, prática constante e precisa das chaves da Alquimia, do Sacrifício, da Morte e do Despertar.
Mesmo esta Consciência Cósmica tem muitos níveis, e se transforma novamente de acordo com o desenvolvimento daquele Homem.

Chegamos a Consciência Cósmica por meio da Santidade, a santidade somente obtemos com amor. Ninguém jamais conseguiria eliminar a totalidade de seus defeitos, sem infinito amor por uma mulher ou por um homem em Matrimonio Perfeito, muito menos sem o fiel e devoto Amor a sua Mãe Divina.
O Amor fabricamos durante a Alquimia Sexual, ali santificamos nossa expressão física e interna por meio do nascimento e da morte.

A Aparição da Consciência Cósmica só é possivel se nos sintonizamos e nos tornamos similares a Consciência Cósmica, isto é, se eliminamos os fatores e elementos em nós contrários a Consciência Cósmica.

Aquelas pessoas que sentem de verdade que o mundo é uma ilusão, que tem este impulso de buscar a verdade por detrás desta suposta realidade, são indivíduos que estão se preparando ou já estão preparados para receber a Consciência Cósmica. Pois o que buscam e o que intuem é a Grande Realidade, buscam o que está mais além da ilusão do mundo. A Consciência Cósmica nasce naquele que se intrega de fato e completamente ao Interno, ao que é Espiritual.

Uma pessoa que tenha esta Consciência Cósmica, consegue perceber que o sentido da vida não é apenas a vida como conhecemos, e que cada uma destas pessoas que vemos sobre a face da terra não são apenas criaturas no sentido físico da palavra, e claro intuem naturalmente o propósito das relações como algo para o desenvolvimento das virtudes. Quando os Mestres nos ensinam algo, eles transformam em palavras um indicativo da percepção por meio da Consciência Cósmica, claro que somente alguém deste nível seria capaz de sentir e de experimentar, compreender a fundo tais palavras.

Necessitamos muito da Meditação, a meditação profunda nos transforma radicalmente, a pureza de nossa alma purificada dos deifeitos nos transforma radicalmente, a Alquimia da Magia Sexual nos transforma radicalmente. Somente aliando os três fatores da Despertar, conseguimos despertar em nós isto que é a Consciência Cósmica.

O Iniciado conforme trabalha desperta sua Auto-Consciência, é a consciência que ele utiliza para observar seus Eus, para poder dar seus ensinamentos e repassar as informações do que viveu esotéricamente. No entanto esta Auto-Consciência deve se expandir e abarcar a tudo e a todos, é uma compreensão profunda da natureza espiritual de tudo que nos envolve, compreender cada ligação, o motivo de cada vida, é se conectar com cada animal, com cada pessoa.
Neste dia conheceremos um novo nível da verdade, do real sentido do mundo, e de tudo que nos rodeia.

A Palavra e as percepções são a mesma coisa, quando mudamos nossa percepção, quando passamos a nos basear nas percepções internas para emitir a palavra falada, a palavra muda. Então quando este Homem muda sua forma de falar, é porque sua percepção mudou.. necessitamos deste Despertar Cósmico para poder expressar fisicamente a natureza dos mundos internos, sem isto nenhum iniciado ou Mestre poderia de fato expressar fisicamente esta sabedoria.

Todas estas linguagens utilizadas na antiguidade e na atualidade, surgiram exatamente por uma mudança no nível de percepção das pessoas. A Expressão numérica igualmente é um reflexo da percepção que temos. A Linguagem de Ouro é falada naturalmente por aqueles que chegam a um certo nível no Despertar da Consciência.

Existe uma região aonde existem os Arquétipos Espirituais, esta é a origem de toda coisa física existente, podemos visitar esta região durante a meditação profunda, em Samadhi.

Os Hieróglifos, as Pirâmides, muitas das esculturas dos Deuses e símbolos antigos pertencem a esta Arte Régia da Natureza que nos cabe intuir durante o êxtase do Samadhi.

Assim como temos nossos sentidos físicos temos os sentidos internos que são o que permitem que um indivíduo consiga perceber estas verdades, claro que é um processo gradual e depende dos Três Fatores. o Kundalini abre uma a uma as Igrejas Interiores (Chackras), com isto claro percebemos os mundos internos.
Temos sentidos Físicos, sentidos Astrais, Mentais, etc... cada um destes sentidos nos permite conhecer as realidades de uma destas dimensões.

Conhecer a realidade é fundamental para não nos perdermos em nosso caminho. Quando o Mestre diz que a Gnosis é um caminho sem retorno, é porque uma pessoa que Desperte este nível de consciência jamais poderá ignorar as verdades que presenciou, será uma constante lembrança de tipo superior, um sentimento envolvente de uma verdade muito maior que o mundo como conhecemos.

Por isto que é tão urgente que pratiquemos de verdade a Gnosis, que meditemos não só na morte do Eu, mas nos símbolos e objetos transcendentais, no drama crístico, em tudo que tivermos o impulso de fazê-lo.
Necessitamos sermos castos, absolutamente e totalmente castos, em palavra, sentimento, pensamento e ação. Necessitamos desta energia para purificar e energizar nossos sentidos superiores. Necessitamos da Morte do Eu, nossos defeitos são a antítese destas verdades cósmicas, o Eu é exatamente o que nos impede de penetrarmos nestas regiões do cosmos. O Eu é uma cela que nos tem presos a uma ilusão doentia de uma falsa realidade.

Isto é o Despertar da Consciência Objetiva, é ter a capacidade de observação dos objetos em todos os níveis de existência e não neste mundo ilusório. Subjetivo é o que não tem realidade, o Objetivo é exatamente o espiritual. A Consciência Objetiva é a que se baseia no Real, no Divino, não no que vemos ou observamos fisicamente, ou o que sentimos e pensamos quando da manifestação de nossos defeitos.

Esta Consciência em desenvolvimento é o que permite uma pessoa ler um livro e assimilar uma coisa, depois ao ler novamente vai assimilar outra, é o nível de consciência que possui.

Muitos não se dão a tarefa de meditar porque acreditam que não conseguiriam resultados, mas é uma questão de prática, é um órgão que não usamos a muito tempo e por isto requer esforço e claro muito tempo de prática. A Morte do Eu não é algo para o futuro, ou trabalhamos agora ou ficamos enredados nas artimanhas do Eu. A Alquimia temos que praticarmos muito firmes neste propósito de sublimar estas energias, pois de outra forma todo o restante fica comprometido. Sem a Energia Sexual, não temos a força necessária para matar o Eu e muito menos de atingir estes estados mais superiores da Meditação profunda ou do Despertar da Consciência.

29/09/11