zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Religião
O Arrependimento

Sempre vemos no mundo pessoas perdidas em uma profunda angústia e tristeza, não apenas sem um norte, sem uma luz para guiar-lhes mas sem perspectiva de encontrarem um caminho, uma guiatura.
Já dissemos que os Mistérios são os que conduzem o Homem até as regiões da Luz, e é pela integração e sustentação destes mistérios que se avança no caminho pois a luz é sempre somada de muitas outras luzes que continuamente vão uma após outra nos conduzindo a mais elevadas e divinas regiões da Grande Luz.

Como já dissemos todo aquele que possui um Mistério pode executá-lo em benefício dos demais, e muitas vezes pessoas que já receberam um mistério se afastam deste, este que seria sua salvação e sua Herança na Luz, e acabam por desencarnar sem arrepender-se disto, sem buscar a reintegração com esta Luz ou com Luzes ainda maiores. Certamente o destino deste é sempre terrível pois como já afirmamos a pena daquele que sabe, a pena daquele que já teve, é sempre pior do que a pena daquele que desconhece e que nunca teve ou encontrou tais Mistérios.
Ainda assim, algum outro ser que tenha piedade desta Alma, pode exercer seus mistérios, se são relativos a este tipo de salvação, para que tal Alma tenha sua dor amenizada e tenha seu destino abreviado nas Trevas e encontre alguma herança na luz, ainda que seu tempo no mundo haja esgotado completamente. Ou que tendo ainda direito de retornar ao mundo, seja abençoado em sua íntima natureza para que encontre uma Verdade ainda maior, um Mistério ainda maior e este o salve, se esta pessoa assim se dispõe para integrar-se com este.

É certo que neste caso específico, o mistério a ser exercido é o Mistério do Inefável, ainda que claro cada Mistério tenha sua aplicação e seu momento de ser exercido para o bem de cada ser que almejamos o bem.

Oxalá nenhum homem necessite da piedade de nenhum outro Homem ou Deus, em sua hora derradeira. Que possa cada um ter seus mistérios e ainda estar integrados com eles na hora de seu desencarne.


Por outro lado o homem que peca, aquele que perca os Mistérios pode regressar a luz se Arrepende-se ainda em vida, e verdadeiramente este Arrependimento é um poder absoluto de mudança quando se toma um mal caminho.
O Arrependimento é o meio de receber o perdão dos pecados, o arrependimento antes da Morte.

Por este motivo que muitas vezes fala-se da Confissão, e da Absolvição dos Pecados antes da Morte. É claro que o indispensável é o arrependimento e a profunda mudança para reintegrar-nos com a Luz, sempre que nos afastemos dela.

Verdade é que cada um é quem elege e trilha seu caminho, pois apesar das influências infinitas temos o poder de eleger qualquer caminho, aceitar ou negar quaisquer forças ao longo de nossa jornada. E como já dissemos, se nos alinhamos com forças negativas, ou se nos desviamos de um propósito que realmente acabamos eventualmente reconhecendo como ser digno, sempre existem meios de restaurar esta Luz perdida.


A Vida é uma jornada que sempre termina onde começou, o que muda como chegamos ao fim, é certamente a forma como fazemos esta jornada.

Temos de entender que quando falamos de Arrependimento, falamos de algo profundo, sincero e verdadeiro, não de aparências, não de intelectualismos.
Muitos acreditam-se arrependidos de algo, mas no fundo simplesmente vão de um extremo a outro, do crime e do delito a uma marcha odiosa contra co crime e o delito, a violência silenciosa do crime é transformada na violência voraz da repressão.

Mesmo isto do Arrependimento, isto tudo do relativo aos Mistérios, de seu encarne, de sua perda e de sua reintegração são aspectos que não serão mais do que teorias, enquanto não tenhamos vivenciado e realmente nos conscientizados claramente acerca destes processos tanto dentro como fora de nós.

05/02/2018