CLXV
Textos sobre Religião
As Iniciações e o Despertar

Pergunta: Gostaria de lhe fazer uma pergunta, como se dá inicio as iniciações menores? Li em alguns posts onde estava escrito que em alguns casos as pessoas estão em MAIORES e não sabem, como isto é possível? Li também de iniciações que se passam no físico, acho isto realmente interessante. Amigo, se for possível peço que me fale sobre as iniciações menores, como começa, se lembramos, se não, se depende.

Resposta:
Sobre as Iniciações Menores, isto começa quando o indivíduo luta contra o que foi e o que é, quando luta contra os elementos que o aprisiona, quando ele dá mostras de mudanças sinceras em seu comportamento e em sua vida.
Conforme ele luta contra o aspecto negativo de um dos quatro elementos isto gera a prova para que ele demonstre que tem domínio sobre o elemento.
Primeiro vem o Guardião do Umbral que representa nossos vícios, nossos maus costumes, nossos delitos e toda maldade que carregamos é o Eu Psicológico. Então se o enfrentamos valorosamente e não fugimos passamos nesta prova, nos mundos internos é uma luta contra uma terrível criatura, no físico normalmente se dá com mudanças de hábitos e de costumes.

Os Elementos cada um tem relação com aspectos psicológicos e físicos, a água testa nossa capacidade de se adaptar e igualmente a nossa castidade, a terra testa nosso desapego, o fogo nossa serenidade o ar testa nossa capacidade de dominar os pensamentos frente aos eventos.
Isto normalmente é provado com um grande fato, um acontecimento ou mais que põe em atividade o elemento correspondente e nos cabe tomar a decisão correta frente a isto.
Estas são as cinco principais iniciações menores. Guardião do Umbral e posteriormente os quatro elementos da natureza.

Sobre estar em iniciações maiores sem saber, isto costuma acontecer porque uma coisa é a Morte Psicológica, outra coisa é o Nascimento e outra coisa é o Sacrifício pela Humanidade, uma pessoa pode até estar cumprindo com os três e não estar despertando a consciência a ponto de saber por onde ande na iniciação.
O Despertar depende de um esforço consciente por parte do Iniciado, ele pode até ter uma grande porcentagem de consciência livre mas pode que não esteja exercendo isto e neste caso anda adormecido e envolvido pelo restante de defeitos que falte eliminar.
Realmente é de se espantar de imaginar uma pessoa em iniciações maiores adormecida, mas é o mais comum que ocorra, porque nos dias atuais cada vez se faz mais difícil o Despertar e dependendo da vida que esta pessoa leve, pode que esteja cumprindo com as iniciações mas não esteja exercendo esta consciência que tem.

As provas iniciáticas tem normalmente dois aspectos, uma prova no Astral e uma prova no Físico. Imaginemos a prova do Fogo:
O Fogo tem relação com as emoções, então no Astral a pessoa pode se ver em um vulcão, ou em um incêndio, algo do gênero, ou até que lhe ofendem... no físico normalmente se cria alguma situação aonde as pessoas ofendem o iniciado, ou algo que lhe faça perder a paciência ou lhe incite a ira. Se consegue manter-se sereno frente aos insultadores se compreende a situação e a domina, venceu o elemento fogo e fica aprovado neste nível.
Claro que há provas que podem demorar uns quantos dias, meses e até anos dependendo de como seja a nossa postura frente ao evento. Se passamos a prova a situação termina porque a consciência se apoderou da solução deste "enigma", se não passamos pode que se fique escravo deste elemento, então a pessoa não tem domínio sobre as emoções por exemplo.

Então começa cada uma das provas quando acionamos o elemento. Se uma pessoa é normalmente irada e impaciente e se põe a controlar isto, lhe lançam a prova do fogo para que possa dominar o elemento.
Como a pessoa dá mostras que quer trabalhar lhe entregam o trabalho, é isto que acontece. É como uma pessoa que quer trabalhar sobre a Luxúria mas não tem tentações, então quando a pessoa se propõe a trabalhar sobre isto os Mestres da Loja Branca lhe dão situações para que possa compreender e eliminar e isto já será a prova da água se estiver nesta altura.

Isto de recordar ou não é relativo a cada pessoa. Entendo que depende principalmente do Despertar de Consciência que esta pessoa esteja realizando, tanto que se pode lembrar do guardião do umbral, das provas menores, etc... ou pode não se recordar dependendo do esforço e do resultado que esteja se tendo no quesito Despertar.
Porque matar o Ego e liberar a essência é parte do trabalho, mas fazer esta essência se manifestar como consciência depende de fazer uso dela como em meditações, exercícios esotéricos como runas, transmutação (para que tenha energia), sacrifício pela humanidade (para que tenha um sentido para expressar-se)...

Dizem os Mestres que quanto maior sejam as Trevas maior será a Luz, então há iniciados aonde o Ser não lhe permite saber por onde ande, mesmo estando mais ou menos despertos, isto é para que desenvolva a Fé e outras virtudes divinas, assim quando estiver preparado sobre estes detalhes que o Ser espera que a pessoa humana desenvolva, ele permite ter a recordação e o conhecimento interno. Há pessoas que dão abertura para agregados de superioridade ou inferioridade, isto dificulta saber a realidade de por onde caminhe.
Há outros casos aonde se abusou muito do corpo, seja por vícios ou mal hábitos extremos que comprometeram definitivamente o veículo físico ou interno, então esta pessoa corre o risco que durante a atual existência não consiga ter uma perfeita recordação interna (e outros dons), mas quando tome novo corpo físico já nasce exercendo tudo que tem acumulado, então nenhum esforço pelo Despertar é perdido.

Veja que algumas vezes a pessoa até recorda de algum sonho que é uma prova mas não reconhece como uma prova, vê que tem alguma importância mas como não tem nem sequer o conhecimento intelectual de como ocorre uma prova, não se recorda.

Então há que se estudar e meditar sobre como se passam as provas, se não estudamos não vamos saber reconhecer quando ocorrerem...
Mas o normal é não saber por onde anda até a quinta de menores, exatamente porque ali se encarna o percentual de consciência livre que temos.

Sobre as Iniciações Maiores, temos que compreender que é um requisito a mais absoluta castidade. Enquanto exista perda de energia jamais a Mãe Divina ou algum Mestre da Loja Branca irá despertar o Kundalini deste indivíduo, porque uma vez desperto cada queda sexual iria projetar a energia para baixo como Kundartiguador em vez de ascendente pela coluna como Kundalini.
E Sem este Despertar do Kundalini não se poderia viver os processos das iniciações maiores. Por isto é tão importante ir trabalhando sobre os nossos defeitos, todos eles, porque se não eliminamos a Luxúria é impossível adentrar aos Mistérios Maiores, igualmente um guloso não terá uma energia adequada para a criação dos corpos solares ou para o alimento da consciência dentre outras coisas. Um Iracundo sempre irá gastar a energia com suas descargas de ira e por sua falta de amor será sempre um obstáculo para o ascenso da Mãe Kundalini pelo canal medular. Um orgulhoso ira por sempre em risco seus processos por se sentir um Deus enquanto não é mais do que a sombra, um reflexo do que é o verdadeiro Deus que é nosso Íntimo. Assim poderíamos discorrer de cada uma das cabeças e veremos que enquanto carregarmos estes pesos a Iniciação, principalmente as maiores, são uma realidade mais que impossível.

Algumas pessoas almejam os graus iniciáticos por questões egóicas como gula pelo acúmulo de graus, por ira no sentido do poder que lhe é investido, por cobiça em relação aos outros irmãos, enfim não é mais do que um Diabo tentando escalar até os céus, coisa que é impossível.
A Iniciação é a verdadeira Religião, é o sentido do que é a religião, é a reconexão entre um homem e sua divindade interior, é uma pessoa a serviço de sua divindade, é esta integração. Isto é a Iniciação e para isto são os graus iniciáticos.
Aquele que cumpre com o primeiro mandamento cumpre com todos os mandamentos.
Porque aquele que ama a Deus sobre todas as coisas e o próximo como a si mesmo, jamais deixará de cumprir com os demais mandamentos, os outros mandamentos são um complemento do primeiro mandamento da Lei de Deus.

17/01/12