CLXV
Textos sobre Religião
As Duas ondas de Aquário

Todos aqueles eventos transcendentais que conhecemos e que foram tão bem relatados pelos evangelhos, correspondem a eventos que ocorreram na Era de Peixes.
No ano de 1962, em 4 de fevereiro, entre 14h e 15h deu-se início a Era de Aquário. E com ela novas forças e novos eventos se desencadearam.

Existem duas forças, opostas, uma sendo o materialismo e outra sendo o espiritualismo. Mas mesmo entre os que busquem o espírito, há ainda aí um polo positivo e um polo negativo.
Mais além das riquezas, mais além do intelecto, há uma busca por estas coisas não-humanas e ainda assim há duas ondas, dois possíveis caminhos que se iniciaram com este Advento de Aquário.

A Humanidade cansada de tantas ilusões materiais voltou-se para as dimensões superiores e para os impulsos divinos. Felizmente e infelizmente alguns se voltaram para a luz e outros para as trevas, espiritualmente falando.


A Chamada Onda Dionisíaca, manifesta-se em dupla polaridade e a humanidade infelizmente como um todo polarizou-se negativamente.

Sobre isto discorre o V.M. Samael em seu livro "As Três Montanhas":
"POLO POSITIVO DIONISIACO: Deleite sexual subliminal; transmutação voluntária da entidade do sêmen; Consciência Desperta; Conhecimento Objetivo; Intuição Superlativa; Música Transcendental dos grandes mestres clássicos, etc., etc., etc.
POLO NEGATIVO DIONISIACO: Degeneração sexual; Infrassexualismo de todo tipo; Homossexualismo; Lesbianismo; prazeres demoníacos nos mundos infernos mediante a droga, fungos, álcool; música infernal como a da nova onda, etc., etc., etc.
"


Este impulso da Era de Aquário, esta regência de Urano, e estas duas ondas as quais nos referimos, vemos ficam intimamente relacionadas as percepções internas da natureza, também relativo ao carater sexual.

Esta revolução como foram estas duas ondas, até hoje se propagam de diferentes formas, transformando-se e adaptando-se conforme progridem em sua marcha.
Uma delas, a positiva, foi chamada Movimento Gnóstico, que não podemos pensar como uma instituição, senão com este impulso e estas realizações relativas ao que o V.M. Samael lista como "Polo Positivo Dionisiaco", também um movimento contrário, que hoje poderíamos dar outros nomes e chamar de outras formas, já que praticamente não ouvimos mais seu nome original: "Movimento Hippie".

Qualquer pessoa que esteja ligada a esta onda negativa, talvez em um primeiro momento ao deparar-se com os ensinamentos e afirmações deste polo positivo, acredite que esteja-se falando da mesma coisa, mas em realidade são caminhos opostos, ainda que ambos em seu conjunto, opostos ao materialismo.
Também o inverso muitas vezes ocorre, porque como ambas as "ondas" são alheias ao materialismo, os estudantes e buscadores vêem-se confundidos entre uma coisa e outra.

Hoje em dia boa parte da "onda Hippie" já mescla em seus ensinamentos o que são ensinamentos relativos a esta outra onda, este "Movimento Gnóstico", e isto claro gera uma grande confusão por parte de quem busca o caminho.


Se observarmos em fatos esta sintética explicação do Mestre Samael nestas linhas que aqui expusemos, fica claro como identificar uma e outra onda, que talvez ao olhar do leigo seja difícil perceber.


Não nos opomos de nenhuma maneira ao que cada um queira fazer de sua vida, isto é algo sagrado que jamais será violado, não nos referimos simplesmente a leis humanas mas a leis divinas bem conhecidas do reino humano como é o livre arbítrio, apenas queremos deixar claro que há dois caminhos que hoje em dia vemos tem-se ampliado e se modificado e algumas vezes tornado-se difícil de entender o que é um e o que é outro.

O Caminho divino faz bom uso da energia sexual, por meio da conservação e da transmutação, relaciona-se ao Despertar da Consciência e o Conhecimento Objetivo, amplia o Mestre em outro momento referindo-se a técnicas como a Meditação, que é esta embriaguez dionisíaca em seu polo positivo, também claro resultado de um trabalho de tipo psicológico objetivo.

Hoje em dia surgiu já há algum tempo sob novas formas, este polo negativo da onda dionisíaca, aonde faz-se uso de substâncias químicas (beberragens), assim como no passado utilizou-se os fungos, o LSD, a maconha e outros para produzir estas experiências metafísicas de forma subjetiva, já que não há esforço próprio do indivíduo como fica claro nestes casos. Infelizmente há o terrível equívico de justificar tais ações desta outra onda, sob algumas citações dos Mestres.

"Psicodelia é diferente: traduz-se este termo assim: PSIQUE, alma. DELIA, droga.
Especificando diremos: O psicodélico é o antipolo da meditação; o inferno das drogas está no interior do organismo planetário em que vivemos; sob a mesma epiderme da crosta terrestre.
Os fungos alucinantes, pastilhas LSD, Maconha, etc., etc., etc., intensificam evidentemente a capacidade vibratória dos poderes subjetivos, mais é ostensivo que jamais poderiam originar o Despertar da Consciência.
As drogas alteram fundamentalmente os genes sexuais e isto é demonstrado cientificamente. Como sequência de tais mutações negativas, genéticas, é evidente o nascimento de crianças monstros.
Meditação e Psicodelia são incompatíveis, opostos, antagônicos; jamais poderiam se misturar.
" - As Três Montanhas, Samael Aun Weor

E aos defensores do polo negativo, reforçamos que droga não é um xingamento e sim: "Toda e qualquer substância, natural ou sintética que, uma vez introduzida no organismo, modifica suas funções."


Mas retomando a primeira citação que fizemos, ali é comentado como polo negativo a música New Age, ou música da Nova Onda, que é exatamente esta que apesar de alheia ao Rock e o Pop e demais ritmos que tratam de coisas do mundo, são o polo negativo deste polo positivo. Ou seja, são o aspecto negativo da espiritualidade.

No polo positivo, relativo a musicalidade, o V.M. Samael cita os Clássicos, ou seja, Beethoven, Listz, Tchaikovsky, Mozart, etc...
Não significa isto que algum que outro trabalho New Age não fuja a esta regra negativa, nem que não hajam "clássicos" tenebrosos, como o caso de alguns músicos eruditos de caráter absolutamente nefasto seja em seu sentido espiritual negativo ou materialista.
Claro que cada árvore dá frutos relativos ao que seja a sua natureza.


"Gnósticos e Hippies se cansaram com o intelectualismo vão de MAMMOM; se aborreceram com tantas teorias; chegaram à conclusão de que a mente como instrumento de investigação é muito miserável..." - Samael Aun Weor


Há grupos mais avançados do polo negativo do polo positivo, recordando que nos referimos ao polo negativo da espiritualidade, que tentam mesclar origens e formas, dando a entender que tudo é uma só coisa. Mas fica claro que são forças contrárias de uma mesma coisa, e por isto algumas similaridades já que vão em um rumo contrário ao materialismo, nisto estamos de acordo, e somente nisto.


05/03/14