CLXV
Textos sobre Religião
Josué

Já foi antes o que será agora e depois será o que hoje é.
Tudo na vida recorre, repete. A Semente torna-se e a planta e volta a produzir e tornar-se a mesma semente que lhe deu primeiramente a vida, repetindo o ciclo dentro de esferas, melhor diríamos de espirais, superiores ou inferiores, de acordo com suas vivências.

A Humanidade tem armazenada parte de sua importante história espiritual em livros como os tomos, ou sub-livros, que compõe a Bíblia Hebraica, e claro em todos aqueles demais tomos (os evangelhos) que foram deixados de lado para compor este livro sagrado.

Moisés é aquele que reúne o Povo de Deus e que lhe tira da opressão dos tiranos, e dos falsos deuses, lhes mostrando a verdadeira vontade divina, e lhes guia pelo mar tortuoso das tentações.
Como já dissemos em passados discursos, é necessário para atravessar o mar vermelho, fazer surgir a terra seca e isto é algo que refere-se a Alquimia Sexual, um processo relativo a sublimação de nossa energia base, pois com a água evaporada, encontramos a terra seca, a qual passou Moisés com seu povo.

É claro que este processo é algo que ocorre dentro do indivíduo, também ocorre no mundo para com o indivíduo (a pessoa passa pelo processo), também ocorre a nível de um Povo, mesmo a nível da humanidade inteira, e mesmo além disto, a nível planetário, relativo ao sistema solar e mesmo além disto.
Assim que aquilo que estamos falando é as vezes relativo a algo interno, algumas vezes relativo ao processo individual, outras vezes a nível de um Povo, também a nível de humanidade, ou até planetário, solar, universal.
É claro que nem sempre há sincronia entre estes eventos e um indivíduo pode estar em seu processo interior ou pessoal estar cruzando o Mar Vermelho com seu Moisés, e outro estar cruzando o Jordão, também a seco, com Josué. E assim por diante.
Também pode ocorrer de a nível de um Povo, estar Josué servindo a Divindade e guiando um povo, e a nível de humanidade estarmos em pleno andamento do Apocalipse, já que são as vivências que encerram um ciclo.

Moisés não foi o primeiro servo que teve a divindade, também claro não foi o último. Deus sempre revelou-se a alguns homens e lhes ordenou realizarem certas ações necessárias ao processo que deveria acontecer.

Na Bíblia, a retirada física de Moisés, seu desencarne (sua morte), ocorre em Deuteronômio (no último capítulo, 34) e o próximo livro é o capítulo de Josué.


Josué tem pelo menos dois feitos de grande importância. Assim como Moisés teve o processo das Dez Pragas do Egito e a libertação do povo, também a travessia do Mar Vermelho. Josué teve um feito similar, aonde assim como Moisés abriu o Mar Vermelho, abriu o Jordão, e cruzaram a seco. Exatamente porque não era o mesmo povo aquele que cruzou o Mar Vermelho e este que cruzou o Jordão, já eram descendentes daqueles primeiros. É o mesmo caso a circuncisão, pois simbolicamente somente eram circuncidados os que saíram do Egito, e Josué teve de circuncidar os descendentes, já que não eram os mesmos que saíram do Egito em sua absoluta maioria. A Circuncisão, simbolicamente claro, é relativa a castidade.
O Segundo feito importante de Josué ocorreu em Jericó, aonde fez em pedaços os muros impenetráveis da cidade.

É relatado que Sete Sacerdotes após terem sido abençoados frente a Arca da Aliança tocaram suas trombetas diante dos muros e isto fez com que os muros se desfizessem diante do Povo de Deus.

É claro que esta referência dentro de nós é a construção e a Cristificação dos Sete Corpos internos, pois a Arca da Aliança são os mandamentos que são aonde expressam-se naturalmente as virtudes, também ali é contida a Vara Sagrada, referência do Kundalini e mesmo os Querubins da Arca que demonstram o Mistério do Grande Arcano, a Alquimia Sexual.
Cada corpo purificado devidamente integrado, faz ressoar o som do espírito universal de vida e une a fração humana e todos os demais corpos com a vontade universal e por consequência nada pode resistir a isto. Tal como ocorreu com as muralhas de Jericó.


As visões, a integração e a guiatura que tem Josué, é bastante similar ao que recebeu antes dele Moisés, com algumas exceções claras.
Israel, que representa simbolicamente o Povo de Deus, em certo processo cai em desgraça, pois furtaram, mentiram e ocultaram sua maldade e por conta disto caíram diante de seus inimigos, já que perderam a Graça de Deus.
Assim cabe a Josué ordenar ao povo que santifique-se mais uma vez retornar ao seu caminho original ao qual os pusera Moisés e prover esta guiatura.

Em nossa vida, comumente entramos em becos sem saída, e caminhos que terminam em um abismo, ou em um mar intransponível, e nunca falta em nossa vida, um Moisés, um Josué, mesmo um Cirineu como no caso de Jesus, que cumpre com esta tarefa de auxiliar-nos, de guiar-nos, de sinceramente ser um interprete e um Profeta da vontade de Deus, que mesmo por alguns momentos ficamos cegos em ver.
Dentro de nós mesmos, encontramos estes personagens os quais nos conduzem pela Castidade, pela Transmutação, pela obediência, mais uma vez até cairmos na graça de nosso Deus Interior e mesmo da Grande Divindade Universal que é a soma de todos estes princípios divinos autênticos.

Alguns trechos do Livro de Josué:
1.1 E sucedeu depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:
1.5 Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
1.6 Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
2.7 E o Senhor disse a Josué: Hoje começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Israel, para que saibam que, assim como fui com Moisés, assim serei contigo.
2.14 Naquele dia o Senhor engrandeceu a Josué diante dos olhos de todo o Israel; e temeram-no, como haviam temido a Moisés, todos os dias da sua vida.
7.11 Israel pecou, e transgrediram a minha aliança que lhes tinha ordenado, e tomaram do anátema, e furtaram, e mentiram, e debaixo da sua bagagem o puseram.
7.12 Por isso os filhos de Israel não puderam subsistir perante os seus inimigos; viraram as costas diante dos seus inimigos; porquanto estão amaldiçoados; não serei mais convosco, se não desarraigardes o anátema do meio de vós.
7.13 Levanta-te, santifica o povo, e dize: Santificai-vos para amanhã, porque assim diz o Senhor Deus de Israel: Anátema há no meio de ti, Israel; diante dos teus inimigos não poderás suster-te, até que tireis o anátema do meio de vós.
7.23 Palavra nenhuma houve, de tudo o que Moisés ordenara, que Josué não lesse perante toda a congregação de Israel, e as mulheres, e os meninos, e os estrangeiros, que andavam no meio deles.

01/07/15