zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Religião
Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse

"E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos.
E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?
E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele.
E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele.
E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.
"
Apocalipse 5:1-5

"E, havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê.
E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.
E, havendo aberto o segundo selo, ouvi o segundo animal, dizendo: Vem, e vê.
E saiu outro cavalo, vermelho; e ao que estava assentado sobre ele foi dado que tirasse a paz da terra, e que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.
E, havendo aberto o terceiro selo, ouvi dizer o terceiro animal: Vem, e vê. E olhei, e eis um cavalo preto e o que sobre ele estava assentado tinha uma balança em sua mão.
E ouvi uma voz no meio dos quatro animais, que dizia: Uma medida de trigo por um dinheiro, e três medidas de cevada por um dinheiro; e não danifiques o azeite e o vinho.
E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia: Vem, e vê.
E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte; e o inferno o seguia; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com fome, e com peste, e com as feras da terra.
"
Apocalipse 6:1-8

Como já demonstramos textualmente em passadas ocasiões, há diversos eventos que ocorrem não apenas no mundo exterior mas dentro de cada um de nós, e ainda que ocorram em regiões distintas, são muito similares em diversos aspectos e significados.

Os Sete Selos do Apocalipse são os Sete Chackras, as Sete Igrejas, de cada um de nossos corpos. As Sete Trombetas do Apocalipse são a referência aos Sete Corpos Internos.
Quando desperta o Chackra da região Cocígea surge então o Cavaleiro e seu Cavalo, assim sucessivamente. Cada Selo corresponde a cada um dos Sete principais chackras, e os quatro primeiros liberam os Quatro Cavaleiros do Apocalipse em nosso interior.

Se observamos como as músicas são constituídas, vemos que comumente existe um refrão que é repetido ao final de cada estrofe.
Assim os Sete Selos, ou seja, todo este processo que envolve os Quatro Cavaleiros, se repete após cada uma das Trombetas, pois refere-se ao processo dos Sete Selos antes da próxima trombeta.

Estes quatro personagens misteriosos a serviço da Divindade surgem em nosso interior para conduzir o processo final de purificação que temos de passar em nosso interior.
As quatro Primeiro Igrejas, ou seja, os quatro primeiros Chackras ao serem abertos, liberam, desencadeiam o processo de cada um dos quatro cavaleiros.

Estes são Morte, Guerra, Fome e Peste.

Estes personagens vem para purificar nosso interior das forças contrárias ao Espírito e nos auxiliam nesta luta contra nossas debilidades.
Nossos defeitos, nossas impurezas podem morrer de diferentes maneiras, "A Morte" em si indica a possibilidade do trabalho consciente, é o "Senhor" dos demais cavaleiros pois é a base para seus trabalhos, é a possibilidade definitiva de purificar esta região.
A Guerra é a luta contra nós mesmos, a projeção do fogo sexual contra tal ou qual defeito psicológico.
A Fome é a morte de nossas debilidades por falta de mainfestação, por uma mudança em nossa psicologia e mesmo em nossa personalidade, não dando campo para manifestação de nossos defeitos.
A Peste é a suprema compreensão e a luz que destrói as trevas e que se espalha no caos desfazendo o sentido mais profundo da existência de cada defeito.

Os Três Cavaleiros, Guerra, Fome e Peste, trabalham sob os desígneos do primeiro, da Morte e o seguem pela vastidão de nosso interior.

O Surgimento ordenado destes Cavaleiros indica o grau iniciático referente ao processo correspondente e a captura ou "morte" de algum deles indica a perda do correspondente grau iniciático (Dentro do referente Corpo o qual está sendo Cristificado).
O Gozo sexual (A Perda seminal e por consequência dos graus iniciáticos) pode retirar de nosso interior a presença da Peste, da Fome e da Guerra, mas não da Morte.
O Primeiro Selo é o Despertar da Serpente Sagrada, do Kundalini e este uma vez desperto irá ascender por nossa coluna ou baixar até nossos infernos atômicos e nos conduzir a um outro processo de Morte (este negativo). Se somos castos, se temos as devidas virtudes e passamos nas devidas provações, a serpente sobe maravilhosamente, se fornicamos, se não temos a devida capacidade moral para vencar as provas, a serpente involui, baixa, formando a cauda de Satã.

A Morte há de cavalgar vitoriosamente em nosso mundo interior juntamente com a Guerra a Fome e a Peste, ou solitariamente em uma jornada infernal.

31/07/15