zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Religião
Desradicalização

Vivemos tempos de grandes crises religiosas, aonde o preceito de integração com Deus, tornou-se para alguns equivocados a justificativa para o crime e a barbárie.
Há no mundo sempre personagens que devido a suas incapacidades de experimentar a verdade por si mesmos, criam fantasias terríveis, realmente tenebrosas sobre o que é o caminho espiritual e o que seja a vontade de Deus.

Esta noite nos mundos internos (Plano Astral) tive a oportunidade de encontrar um personagem radicalizado a um grupo extremista cuja natureza das ações assim como tantas que temos visto, iria causar mais uma vez a dor que tanto vemos se repetir nas faces dos que ficam (familiares das vítimas).
Este personagem como um exemplo de tantos que temos visto, havia sido radicalizado no sentido do que era a vontade de Deus, sem sequer ter nunca sentido ou realmente encontrado este Deus na forma que fosse...
Infelizmente esta pessoa estava em um profundo sono da consciência e seguia ordens absurdas, completamente contra todos os preceitos que tem a Divindade, em qualquer que seja a religião já que as religiões são formas que representam um mesmo principio, apenas divergindo detalhes para atender a características de um povo, de uma era, etc.

Como sempre afirmamos e aqui temos de reforçar, o que somos internamente é muito distante daquilo que somos capazes de expressar fisicamente, assim que nos mundos internos, o que se manifesta e o que realiza estes contatos e estas ações é algo distinto, por assim dizer.


Após o radical expor suas razões e escutá-lo serenamente, lhe afirmei que Alá, a quem ele se referia em seu discurso, não era quem tinha interesse em mortes ou em crimes, e pelo contrário isto é algo que a Divindade abomina, pois é um crime muito severo, principalmente da forma tão terrível como é executado.
Lhe disse que a Divindade estava disposta a ajudá-lo e que ele precisava por ele mesmo aprender a ser o profeta, já que a Divindade sempre tem representantes e estes são acima de tudo os que estão dispostos a integrar-se com ela, a escutá-la.
Nestes instantes recaiu uma luz que no fundo emanava dele mesmo, e este personagem transfigurou-se, seu aspecto de raiva e ao mesmo tempo seco e ríspido, logo transformou-se para espanto, pavor e logo uma imensa alegria que transbordava de sua face, por perceber, por sentir e por conhecer pela primeira vez a Divindade que este equivocadamente acreditava servir.

Certamente esta pessoa teve a felicidade de por ele mesmo sentir, e integrar-se ainda que momentaneamente à Luz da Divindade e reconhecer suas vontades e desígnios, algo que certamente desfez totalmente todos os equívocos psicológicos que este até então tinha acerca de suas próprias realizações de maneira a agradar à Divindade.


Muitas lutas são travadas contra os radicais, no sentido de antiterrorismo e de contra-inteligência, mas a forma mais eficaz de terminar com estes crimes, é permitir a cada um que por ele mesmo encontre-se face a face, com Deus, no sentido de intermediar este vínculo entre a pessoa e a Divindade, como no exemplo acima.
Claro que nem todas as pessoas tem ainda uma Alma, ou tem um vínculo com Deus, ainda assim, em muitos casos é algo viável e algo que vemos transforma totalmente o indivíduo, já que a percepção direta da verdade sempre é um choque transformativo muito necessário.

Todos nós de muitas maneiras não cumprimos com os desígnios de Deus, maltratamos as pessoas, os animais, senão com ações, com palavras, ou mesmo com sentimentos ou pensamentos que de igual forma transladam-se pelas regiões internas e chocam-se causando igualmente danos tanto ao próximo como a nós mesmos.

Façamos nós a nossa parte, no sentido de buscar esta verdade e esta integração com a Divindade, de maneira a que possamos ter em nossas vidas as mudanças e as realizações necessárias aos anseios do Espírito, em vez de seguir cegos, os quais certamente somente e unicamente são capazes de nos conduzir ao Abismo...
O Homem que não seja capaz por ele mesmo de saber os desígnios da Divindade, certamente vai mal...

08/04/16