zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Religião
Vem o Fim!

"Os meus olhos não te pouparão, nem terei piedade; segundo teus caminhos, assim te castigarei e tuas abominações estarão no meio de ti. Sabereis que eu, o Senhor, é que firo." - Ezequiel, 7, 9.

O Fim é sempre um novo começo, nada realmente termina senão o método, a forma, já que os princípios são sempre eternos e a vida nada mais é do que uma continuidade de forças que hora se manifestam aqui, ou acolá sem jamais dispersarem-se, ou desaparecerem totalmente.

Não falamos de um fim, com sensacionalismos, com intenções de causar medo, porque como já dissemos nada realmente termina, e por mais que nem sempre o destino nos seja favorável, tudo sempre tem meios para reverter suas infelizes situações, de maneira a reinventar-se, reerguer-se, no devido momento.
Não existe como um indivíduo fazer uma Obra, com medo, com receios de uma morte seja física ou espiritual, de castigos. Isto porque a Grande Obra não é uma fuga das trevas simplesmente, mas uma fusão plena e consciente com a Luz. É a Luz que ao fusionar-se conosco, brilha de maneira a desfazer as trevas, e romper as amarras tenebrosas, e não que alguém escape das trevas para então integrar-se com a luz.

Já faz algum tempo que o termo GNOSIS, como forma de divulgar o caminho espiritual tem sido muito mal utilizado, e ocorreu de Grupos que serviam de ramificação da Loja Branca, divulgando a Grande Obra, desvirtuarem-se em seu propósito, bem como o surgimento de instituições que nada tem de Gnósticas no sentido Divino, e ainda assim fazendo uso deste Termo já tão divulgado nos tempos atuais, para iniciar as pobres pessoas desavisadas em uma jornada abismal e negativa.

E houveram muitos grupos que desvirtuaram-se no propósito da função, mas pior é certamente algo que seja um Tentáculo da Loja Negra, fazer uso deste termo para uma condução nefasta das pessoas a algo muito pior.
Já faz algum tempo que fazia reflexões acerca deste infeliz aspecto de que divulgando o termo GNOSIS, inevitavelmente estamos divulgando estes grupos e pessoas que desafortunadamente nada tem de relação com a Gnosis.

As pessoas infelizmente não tem consciência para discernir o que é divino e o que não é, nem tem a capacidade de reconhecer quem é um representante do espírito e quem não é, porque as palavras são manipuláveis e somente reconhecendo a mais profunda natureza do indivíduo compreendemos seus propósitos e o que realmente é, algo que não é perceptível superficialmente, como são as capacidades perceptivas das pessoas.

Assim que os indivíduos inevitavelmente caem em um buraco, ou caem em outro pior. Mesmo os que saem da poça, caem no poço, e infelizmente seguem mal, ou por vezes muito pior, infelizmente.
Devemos realmente aprender, hoje mais do que nunca, a encontrar dentro, o que tanto buscamos fora.

Já passou o momento de buscarmos uma guiatura exterior, pois infelizmente não sabe a humanidade reconhecer realmente estas coisas, que dirá seguir, e dado o atual estado da humanidade, já não é possível mais este tipo de guiatura, para a maior parte das pessoas.
Hoje em dia há ainda boas pessoas para termos algum apoio nos momentos de dificuldade, de angústia, em que realmente se está perdido, mas temos de tomar a rédea de nossas vidas por nós mesmos, e fazer as escolhas que nos corresponde fazer.

"Haverá fim, vem o fim, despertou-se contra ti; Vem a tua sentença, ó habitante da terra. Vem o tempo; é chegado o dia da turbação, e não da alegria, sobre os montes." - Ezequiel, 7, 5-6


Mais uma vez nos encontramos nos limiares de uma porta aonde os profanos e os profanadores não conseguem entrar, e aonde os Mistérios são resguardados e silenciados para oportunamente ressurgirem com uma nova forma, sob um novo rosto, o qual faz sempre tremer e retumbar o Coração e a Alma dos sensíveis.
Vertiginosamente desaparecem ante os pés de todos as bases primordiais do espírito e o Abismo consome os iníquos. Não por uma maldade ou revolta, mas por uma necessidade de que seja mais uma vez possível a Luz chegar até aonde lhe é de direito.
Dia e Noite, Luz e Trevas, sempre se alternam, se expandem e retraem de maneira a estimular a todos naquilo que mais anseiam, no que lhes corresponde trilhar.

"Virá miséria sobre miséria, e se levantará rumor sobre rumor; buscarão visões de profetas; mas do sacerdote perecerá a lei e dos anciãos o conselho." - Ezequiel 7, 27

12/05/17