zzzzzzzz

 

CLXV
Textos sobre Religião
Mistérios Entregues e Mistérios Autorrevelados

Os Mistérios que nos referimos são heranças da Luz, são sabedorias de profunda transcendência que nos elevam e nos conduzem a estados e regiões inacessíveis de outra forma.

Inevitavelmente existem dois caminhos possíveis para que se chegue aos mistérios, o primeiro é por uma guiatura, por uma transmissão de algo que é a essência do mistério e que se executado conduz o indivíduo até tal realização até tal poder, até tal sabedoria. A Outra forma possível é naturalmente alguém se integrar com algo, vivenciar algo, e então receber o mistério como forma, de maneira a que entenda como executá-lo e como compartilhá-lo com aqueles que mereçam ou que necessitem.

Os Mistérios somente podem ser entregues por alguém que os tenha, porque não é simplesmente uma informação que se transmite mas de certa maneira uma permissão e uma intervenção pelo próximo no relativo aos mistérios. É como se alguém que tem a chave destrancasse uma porta e nos restasse o trabalho de girar a maçaneta e adentrar neste novo recinto. Muitos poderiam falar sobre a porta, poderiam indicar a porta, mas sem alguém que tenha a chave desta porta, não é possível que se atravesse, senão no segundo caso, quando somos admitidos naturalmente por uma sincronia e integração com tal mistério, o que dependendo da altura e do nível do mistério, um processo bastante difícil e complexo de ocorrer.

Os Mistérios claro podem ser Autorrevelados, o que no fundo não é que o indivíduo chegue simplesmente a estes mistérios, mas que suas partes superiores intervem e entregam a si mesmas (à suas partes inferiores) a dita permissão de penetrar nestas regiões as quais podem e devem ingressar.
Quanto aos Mistérios Autorrevelados, os recebemos inicialmente e principalmente por um mérito próprio e por um esforço individual em integrar-nos com eles, e em um segundo momento por nos ser necessário e haver interesse do Espírito nisto.


Temos de entender que cada Mistério é um Poder, porque cada Mistério tem consigo um dom, uma capacidade. Isto inclusive nos conduz a uma região distinta, de acordo com a natureza deste Mistério.
Os Mistérios não são informações simplesmente, ainda que boa parte do que eles sejam, possam ser transmitidos e até armazenados como informação.

Uma coisa é o conceito sobre os Mistérios, outra coisa é o Entendimento, a Compreensão, a Vivência e o Encarne destes Mistérios.

Grande parte das pessoas envolvidas atualmente no Esoterismo, mesmo nas Religiões, desconhecem completamente os Mistérios, jamais realmente vivenciaram, encarnaram qualquer Mistério existente.
Isto é algo muito infeliz, porque vivem teorizando, conceituando, julgando, algo que não tem a mínima capacidade de realizar.

Hoje a verdadeira Espiritualidade encontra-se nestes Mistérios que são os que salvam e redimem o indivíduo.
Infelizmente as pessoas estão acostumadas a comer lixo, a se alimentar de teorias, a vomitar teorias, a discutir teorias e infelizmente estas palavras vazias somente lhes conduzem a mais confusão e a mais sofrimento e tristeza.

O Cristo sendo livre, é preso; O Cristo sendo justo, é injustiçado; O Cristo sendo puro, é maculado; O Cristo sofre do mal que não é seu, por amor, por se recusar à abandonar a estes que não compreendem sua Luz e que não são capazes de executar o seu Mistério.


As Falsas Luzes sempre se apoderam da Aura da Luz como uma roupagem que não é sua, mas como todo corpo que não recebe alimento, definha e mostra ao fim a podridão de sua realidade.
Cada resplandecer do Cristo é uma porta que se abre, também muitas que se fecham, porque como já afirmamos, o Anticristo, distorce e readapta a miragem da Luz, de acordo com suas necessidades e vontades.
As Pessoas seduzidas pela falsa luz, quase sempre trilham o caminho do erro, e perdem o verdadeiro sinal, do verdadeiro Mistério que lhes é entregue.

Falamos e nada dissemos, porque se disséssemos e não nos escutassem, se perderia mais do que qualquer ganho possível. Afinal se temos a oportunidade de ganhar tudo, também há sempre o inevitável perigo de que tudo seja perdido. Assim que a palavra necessita ser oportuna para que seja fecunda... E a reflexão tem mais valor do que o simples entendimento afinal o fim é sempre o resultado do método.

01/02/18